História História my stalker -imagine taehyung - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 262
Palavras 670
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Capítulo 35- conversa


Fanfic / Fanfiction História my stalker -imagine taehyung - Capítulo 35 - Capítulo 35- conversa

~~P.o.v s/n~~

Eu estava perplexa pelo que o mesmo acabara de dizer a segundos atrás  .não que ele não tenha dito. Ele disse aquela noite maravilhosa. Mas na minha cabeça ele havia dito da boca pra fora. Mas agora não, ele estava com semante sério e seus olhos estavam cheio de lágrimas.aquilo partiu meu coração. Mesmo depois do que ele fez. Ele errou?,sim.Me machucou?sim. Mas meu coração pedia para mim perdoa lo. 

Seus olhos negros me pareciam francos ele parecia seguro do que estava dizendo. O meamo me olhava sem demonstrar expressão nenhuma. 

Minha única reação foi me jogar em seus braços, o apertando o tanto que minha força permitia. Eu fazia leves carinhos em seus lindos cabelos lisos. Enquanto o mesmo  fazia carinho em meu rosto. Ficamos um tempo assim. 

Os garotos já haviam caído nos colchões no chão de tanto beber,rio ao ver os mesmos espalhados de qualquer jeito.

Nos separamos. 

Tae- s/n,por favor me desculpe,eu fui um completo idiota, eu não queria que tivesse acontecido,não mereço nem que você escute ,você não tem obrigação de me perdoar se você não quiser. Ele dizia isso olhando em meus olhos. Os seus já derramavam lágrimas. Meu coração doía com aquela cena. 

Eu- Tae não se condene tanto, todos nós erramos,se quiser conversar eu posso escutar. 

Tae- acho que não seria uma boa idéia. 

Eu- ok, vamos faz o seguinte, vamos lá fora ver o céu e se você quiser você me conta. 

Tae- tudo bem. 

*saímos para fora, e nos sentamos no gramado*

Olhamos para o céu, as estrelas estavam lindas aquela noite de lua cheia .

Tae- sabe o que eu lembro agora?

Eu- o que?  Digo me deitando para ter uma melhor vista. Ele também faz o mesmo. 

Tae- aquele dia que estávamos num gramado como esse.....

Eu- ......

Tae- você estava triste e magoada  com algo .pois estava dizendo você que seu aniversário era o pior dia de todos. 

Eu- é, eu me lembro sim,nós éramos amigos. 

Tae- o que somos agora?

Eu- taehyung,eu não sei,é complicado, aconteceram tantas coisas em tão pouco tempo, estou muito confusa. 

Tae- eu te entendo, aconteceram muitas coisas,mesmo depois de toda essa complicação ter aconhecido e ainda estar acontecendo eu não te esqueci um segundo sequer; minha mente, meu corpo e até meu coração só  chamavam por seu nome. 

Eu- .....

Tae- s/n,você não saía da minha mente e não sai.s/n.....você é meu tudo. 

E lá estava eu novamente paralisada diante da situação. 

Minha boca não tinha palavra nenhuma para ser dita.

Meus olhos não se interessavam por nada em minha volta,nem mesmo as estrelas que estávamos observando a poucos minutos atrás não atraíam a atenção dos mesmos. 

Meu corpo não poderia estar em lugar melhor,e não queria estar pois sentiria frio, pois apenas o olhar do mais velho ao meu lado já me deixava quente.

 Meu coração ao contrário dos outros,não tinha a segunda a segunda alternativa de estar alí ,saltava como nunca, quase saindo pela minha boca de tanta felicidade,tanto da presença ao meu lado, quanto às palavras ditas pelo mesmo.

Eu não podia mais mentir para mim mesma,eu nunca esqueceria taehyung ,mesmo que eu quisesse não seria possível, sou igual ao meu coração sem alternativas. Eu apenas queria tudo direitinho jeito que está,mesmo com alguns problemas,mas quem os tem não é mesmo .então o foda se era lançado de para quedas para o mundo. 

Estávamos muito próximos meus olhos estavam de encontro com os dele juntamente com nossos lábios, que logo se emquaixam penfeitamente ,fazendo uma onda de calor percorrer por nossos corpos me arrepio e percebo que o mesmo também havia. 

Delicadamente ele me deita novamente, ficando por cima  sem colocar seu peso sobre mim, sem cortar o beijo. Suas mãos iam em minha nuca a acaliciando delicadamente .sua boca desse para meu pescoço deixando selares e beijos molhados. Eu tentava gemer baixo. 

De repente as luzes se acendem no quintal dando vista do gramado  .

Xxx- o que está acontecendo, aqui que barulho é ess....

Xxx- s/n? Taehyung?

Xxx- o que fazem aqui fora sozinhos, interrompi alguma coisa? 

.....


Continua?







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...