História História oculta - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Visualizações 3
Palavras 1.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Olá, eu sou Kida, e essa é minha primeira fanfic, espero que gostem❤

Capítulo 1 - História de dormir


Fanfic / Fanfiction História oculta - Capítulo 1 - História de dormir

Carol~ olá pequena

Luna~ mama, pode me contar aquela história dos gregos que você disse que criou

Carol~claro, vamos lá

Carol~Ha muitos anos atrás, 9.600 anos a.c., surgiu uma cidade no mar, uma ilha, uma terra que hj é considerada um mito, mas também uma verdade. Atlântida. Vou lhe contar uma história, sobre uma princesa que la vivia, era uma pequena linda criança, amava aventuras, e queria sair da ilha em que nasceu e descobrir o que há depois do grande mar azul, ela só não sabia que uma guerra entre nações estava para chegar. E seu avô, que era o rei, estava muito doente e velho, e a princesa herdaria o trono em breve, já que seus pais morreram após o nascimento da criança. Anos se passaram, e a princesa cresceu linda e forte, chegando o dia em que se tornou a rainha, após a morte de seu avô. Então a guerra a chegou, e com ela a destruição. A rainha juntou seus melhores guerreiros, e os seus campeões do qual se tratava de 12 cavaleiros, o ciclo do zodíaco, um de cada signo, q seu avô antes de morrer havia fundado...

Luna~ como os cavaleiros do zodíaco?

Carol~ quase, mas tem uma coisa diferente neles, os Atlantis tinham um poder ancestral, ele podiam se transformar em animais, mas só os escolhidos podiam fazer isso, os que eram dignos, quando chegava a hora, uma marca, como uma tatuagem, aparecia em seus corpos. Áries(o líder do ciclo, que era a rainha, a Alfa), escorpião e touro (os Betas), esses eram lobos. Leão, capricórnio e aquário, eram leões. Sagitário, virgem e peixes, eram cavalos. Câncer, libra e gêmeos eram águias.

Luna~ pera, eu sou um cavalo, gostei kkk continua

Carol~ nessa guerra houve muitas mortes, quase todos morreram, os irmãos e e amigos da rainha se foram, menos ela e o líder inimigo, do clã Lúpus Obscur, um clã de lobos que foi exilado da cidade, e queriam vingança, que reuniram uma grande força bélica. No fim os dois líderes lutaram, mas não até a morte, mas ficaram mútuos feridos gravemente, a rainha foi até uma xamã que ficava em um lugar isolado longe da guerra, pedindo por ajuda, a xamã havia previsto que ela viria ao seu encontro e lhe deu uma profecia, "você viverá por longos anos a procura do seu povo, n poderá morrer enquanto isso", e assim a xamã fez um feitiço de imortalidade e a não envelhecer, e a rainha aceitou a profecia e voltou para o campo onde sua família estava, com lágrimas no rosto, ela implorou a Poseidon para levar Atlântida para o fundo do oceano, escondendo a cidade até o seu retorno. E assim uma tsunami fez com que a cidade virasse uma lenda grega, que nunca fosse encontrada, ou assim achava a rainha.

Luna~ O que houve com a rainha?

Carol~ Dizem que ela ainda vaga pelo mundo a procura de sua família reencarnada, ou ela já os encontrou e voltou pra casa

Luna~ espero que ela esteja feliz

Carol~ ela está kk durma bem meu amor, agr é melhor vc ir dormir, boa noite

Luna~ boa noite mama

Carol~ (saio e fecho a porta de seu quero, e vou para a sala)

(Alguém batendo na porta)

Carol~ quem será a essa hora?

Homem desconhecido~ ola, boa noite, desculpe, mas não pude deixar de ouvir a história, é mto boa, a senhorita não quer me contar o resto?

Carol~ claro kk é bom vê-lo de novo, sr. James, mas é melhor se sentar(deixo ele entrar

Sr. James~ muito bem, me desculpe pelo incômodo, mas sabe como eu gosto de boas histórias, eu quero ouvir a continuação daquela história, estava do lado de fora da janela ouvindo, enquanto eu voltava para minha casa kk sua filha é linda como você e seu marido, e seu filho está crescido, lembro dele quando tinha nascido, mas vamos voltar para a história

Carol~ claro, bom, a rainha viajou por todos os lugares, em todas as eras, mas vivia escondida, quando conhecia alguém dizia para a chamarem de Andrômeda, até q um dia em Londres no século 18....

(A rainha)

Andrômeda~ eu reconheço aquele rosto...

(Mas de repente)

(Uma seringa é enfiada no pescoço de Andrômeda)

Fenrir​~ agora sua imortalidade não existe, você é mortal de novo minha rainha

Andrômeda~ Você ainda está vivo, vc é imortal tbm, faz parte da profecia não é.

Fenrir~ sim, mas eu sou mortal tbm agr, e vamos juntos para o inferno é a profecia nunca irá acontecer

(Nessa hora Fenrir golpeou Andrômeda e a si mesmo com suas adagas)

Fenrir~ não somos mais líderes de nada, eu te predoo minha rainha e me desculpe

(Os dois morreram naquele local)

Carol~ essa é a história toda, acabou assim

Sr James~ e foi a história que ouvi, mas eu escutei uma continuação de amigo escritor. Gostaria de ouvir?

Carol~ ... Sim, por favor

Sr. James~ dizem que a rainha estava grávida na guerra, e ela teve um filho e o deixou com a xamã. Anos depois ele teve seus filhos, e a linhagem continuou. Então no século 22, nasceu uma menina, linda com os olhos verdes, chamada Kida. Ao fazer 18 anos, ela viu em um sonho partes da vida de Andrômeda. Quando acordou foi falar com seu avô Dionísio...

Kida~ vô, é normal ver partes de uma vida que não é sua?

Dionísio~ (com um olhar assustado diz) por que minha querida? Vc deve ter sonhado uma história na sua cabeça

Kida~ mas parecia tão real, quem é Fenrir?

Dionísio~ por que quer saber?

Kida~ pq ele me matou no sonho e se matou também e disse que a profecia não iria acontecer

Dionísio~ então foi isso que aconteceu a ela...

Kida~ Vô, quem era ela? ela se parecia cmg

Dionísio~ ela é sua ancestral, mas nunca encontraram seu corpo. Minha querida eu tenho que te contar uma coisa...

( Nessa hora Dionísio conta a história de Andrômeda até a parte em que ela parte em busca de sua família)

Dionísio~ tem uma coisa que devo lhe dar, mas está com um amigo, o filho dele tbm teve essas visões de seu ancestral, desde então ele treinou e conseguiu as marcas...

Kida~ marcas?

Dionísio~ marca de seu animal ancestral, e seu signo, em vc já apareceu seu signo, olhe para sua mão. Eu n sei qual o signo dele, mas ele é um lobo.

Kida~ o signo de Áries, espera eu sou a líder?

Dionísio~ sim, agr vamos na casa desse meu amigo...

???~ n se vc n estiver aqui

( Um homem vestido de preto e coberto de cicatrizes no rosto sacou uma arma e atirou em Dionísio e foi embora dizendo)

???~ não matarei você, vc ainda é importante

(Kida, sem entender oq aconteceu correu para ajudar o avô)

Kida~ vovô, vc vai ficar bem, vou chamar a ambulância...

Dionísio~ não minha querida, vc tem que ir, pegue isso, esse é o endereço dele, ele vai te ajudar, conte oq aconteceu, ele te explicará tudo. Seu avô me pediu pra cuidar de vc, foi a decisão certa que depois tantos erros. Agr.... vá......termine..a... história.

( Dionísio revelou que n era avô de Kida, mas ela estava em choque n conseguia raciocinar oq aconteceu, o melhor a fazer era encontrar seu amigo)

( Enquanto ela saia em choque da casa, o corpo de Dionísio havia desaparecido tendo uma pedra em seu lugar com escritas em outra língua nela, ela a pegou e saiu).

{Continua}


Notas Finais


Obrigada..........
~Kida


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...