História Historias contadas por mim: Missão X - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Killers, Originais, Revelaçoes
Visualizações 4
Palavras 684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Survival, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mudanças

Capítulo 29 - Movimentações


Fanfic / Fanfiction Historias contadas por mim: Missão X - Capítulo 29 - Movimentações

Os terroristas haviam conseguido mudar as configurações do rastreador na perna de Anyk. Logo colocaram uma mascara  e com suas inteligências locomotoras conseguiram sair dali e fugir para um lugar próximo.

Os assassinos subiam as escadas que eram longas, pois o elevador estava estragado. Abel que estava já muito cansando disse:

- Ai não aguento. – ele põe a mão no joelho.

- Anda moleque! – diz Jake parando e o olhando, Abel mostra a língua de sarcasmo e olha em volta percebendo a ausência de Anyk.

- Cadê o Anyk? – diz Abel. Todos olham em volta ao escutar Abel falando, e percebem que Anyk não está ali.

- Desgraçado. Fugiu. – diz Freddy parando de subir.

- Ah minha nossa. – diz Jimmy.

- Acha que podemos falar aos policiais para ferrar ele? – diz Abel tirando a mão do joelho e olhando os outros que eram muito maiores que ele.

- Seria bom. – diz Jake

- Gente, não vamos perder tempo com “Anyk” não. Vamos continuar e mostrar nosso potencial. – diz Jack olhando eles e voltando a subir.

- Ai Ai nerd... – diz Abel voltando  a andar frustrado.

Jack bufou e todos voltaram a subir. Jimmy olhava a parede que estava estranha por ser aparentemente velho, e logo disse passando a mão na parede:

- Porque aqui está tão acabado e aparentemente velho?

- Possivelmente os sequestradores fizeram isso. – diz Toby subindo e olhando a parede.

- Bom, isso não importa. Agora vamos arrombar a porta. – diz Jack já chegando na porta em cima que provavelmente estaria os sequestradores.

Os policiais haviam parado em outra porta, eles arrombaram, e Edward como o soldado principal olhava a sala vazia e disse com raiva:

- Merda! Não é essa porta. – O lugar era cheio de portas por isso os sequestradores fizeram que eles perdessem tempo procurando, enquanto dava tempo deles fugirem.

Capitão Jackson estava fora do prédio observando tudo junto as outros policiais. Alguns policiais estavam perdidos por realmente não  encontrar nenhum dos reféns. Enquanto isso, John observava tudo junto a Jacob, e sempre mantendo contato.

Janna havia buscado Jane e Steve, e agora estavam na mesa, comendo seu almoço. Steve que estava hoje observando tudo disse bem firme:

- Mamãe. – Janna e Jane olharam ele surpresas, por realmente nunca verem ele falar assim tão diretamente. Janna rapidamente respondeu:

- Oi filho, fale.

- Papai. – diz ele mostrando sinais que se lembrava de John. - Cadê? – diz ele pensativo e virando a cabeça tentando entender o que estava acontecendo. John sempre almoçava em casa, mas hoje não deu por conta da missão real.

- Ele está no trabalho. – Janna diz a ele atenciosamente.  Steve termina de comer entendido do que estava acontecendo. Logo ele levanta e vai ao sofá brincar com seus carrinhos e fica lá brincando solitariamente.

Anyk que havia fugido estava no prédio ali perto, um dos terroristas mexia no computador tentando saber sobre o que estava acontecendo na missão. E o outro estava a arrumar uma bolsa. Anyk sentado no sofá que havia ali disse:

-  Por que não vamos embora agora?

- Porque se não, eles vão achar a gente ali. – diz um dos terroristas.

- Aff – diz Anyk.

Francis resolve ligar pra Jacob. Jacob que estava acompanhando a missão, teve que parar e olhar o celular, e viu que era Francis. Então ele disse a John:

- Só um instante. – ele saiu da sala e John concordou com a cabeça. – Alô Francis, o que queres ? Estou muito ocupado.  

- Nada. Só liguei pra saber se você podia me encontrar. Mas tudo bem. Depois nos vemos hermano. – diz Francis.

- Ah bem... Quando eu tiver livre eu retorno. – diz Jacob desligando e voltando para a sala sem falar nada. – Tem mais informações ? – pergunta a John.

- Não senhor. – diz John olhando o telão que mostrava o prédio.

Os assassinos haviam arrombado a porta e não encontrado ninguém, somente uma das mulheres que estava como refém. Então Freddy observando que a mulher estava no chão aparentemente desmaiada, foi até ela e olhou sua pulsação.

- Ela está morta...

- O que? – diz todos juntos.


Notas Finais


"O terror não atacará se você fazer parte"
"Não se esqueça de se camuflar na sociedade pra viver"
- MonsterCatYY


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...