História Histórias de uma Adolescência - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Marcelina Guerra, Mário Ayala
Tags Adolescente, Carrossel, Marilina, Paulicia, Romance
Exibições 107
Palavras 690
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Minha primeira fic :') Espero que gostem!

Capítulo 1 - Essa sou eu, ou não...


Última noite de férias;

Fui ao Shopping com a minha mãe;

Comprei o material escolar;

Comemos um lanche do Mac Donalds.

Eu não estou assim tão feliz com o fim das férias, mas estou feliz por voltar a ver o Mário todos os dias, agora estamos no segundo ano do ensino médio, nada mudou entre eu e ele, infelizmente. Alicia e meu irmão se gostam, mas não dão o braço a torcer, talvez o Paulo tome alguma atitude com ela esse ano, e ela tenha mais sorte do que eu. Eu gosto muito de todos da classe, mas desde a viagem ao acampamento, não me agrada tanto a presença da Carmem.

*Flashback

Estava feliz, essas férias estavam sendo incríveis e  lugar mais lindo que esse eu nunca havia visto. Conversava normalmente com Alicia em baixo de uma árvore, Maria Joaquina estava ali também, mas estava concentrada em seu celular.

- Meninas, o jantar está na mesa pra gente, Marcelina você não pode ir chamar o pessoal que está em volta da fogueira e avisá-los pra mim? - Margarida pediu.

- Claro! - Me animei, afinal eu tinha certeza de que Mário estava lá, e nunca é demais ter alguma coisa pra falar com ele.

Mas não foi tão agradável ver o que eu vi.

Ele estava lá;

Estava sem o seu moletom;

Seu moletom estava vestindo ela;

Carmem;

Ela sorria, ele sorria;

Morriam de rir;

Pareciam namorados;

Estavam tão felizes;

Eu acho que estavam abraçados;

Mas não me lembro bem.

*Flashback off

Eu não senti raiva, não desejei mal a ela e nem a ele, eu acho que senti uma pitada de inveja, ele não fazia esse tipo de coisa comigo, talvez por medo do meu irmão, e ela não era uma menina ruim, talvez ela estivesse com frio e ele quisesse ajudá-la, mas eu fiquei muito triste, triste pelo resto dos dias no acampamento.

Depois que voltamos, sobraram poucos dias para ficar em casa descansando, e eles acabam hoje. Amanhã é o dia... Rever os amigos, os professores chatos e os legais, a diretora... E bom... O Mário também.

<Dia Seguinte>

Eu acordei animada, tomei um banho que demorou um pouco mais do que meu pai costuma permitir, mas estava tudo bem, por que hoje eu queria estar linda, linda para o primeiro dia de aula, escovei os dentes, sequei o meu cabelo, vesti o uniforme e coloquei minha tiara mais nova. Desci para tomar café com o Paulo, ele parecia mais um personagem daquelas séries de terror que ele vê, um zumbi pra ser mais exata; O folgado nem mesmo respondeu meu "bom dia"

- Anã, pega pra mim o... Aquela coisa lá... Que põe no leite.

-Café.-Eu disse enquanto já o servia.

Terminamos o café e Alicia chegou pra sairmos juntos para o colégio. No caminho eu só consegui ver os olhares nem tão discretos assim do meu irmão pra Alicia, não contive umas risadinhas quando percebi isso. E quando chegamos na escola, as rodinhas já estavam feitas: Jaime, Cirilo e Davi ; Koki e Mário (à espera do Paulo pra completar o trio); Daniel estava conversando com o Jorge e o Adriano; e as meninas todas juntas como sempre. Paulo foi para o encontro dos amigos.

-Ally, se importa de ficar aqui comigo? Não quero ir lá com todas as meninas.

- Ainda implicando com a Carmem, amiga?

- É, mais ou menos...

- Eu fico, não gosto da animação dessas doidas logo essa hora da manhã, imagina como estão hoje que é o primeiro dia... Mas você sabe que se não formos lá elas vem aqui né?

- Sei...

Dito... E FEITO! Todas correram na nossa direção, e foi abraço pra todo lado, abraçei a Valéria, Margarida, Laurinha, Bibi, até a Maria Joaquina com toda a sua "classe" estava saltitante e alegre, e eu fiquei muito feliz em vê-las, até que vi a Carmem, e bom... Ela parecia estar esperando meu abraço... E eu não sabia se devia abraçá-la, mas abraçei, me senti um pouco falsa, mas ela era minha amiga e eu nunca deixaria uma pessoa mal, por mais que ela tenha me chateado.

 

 

 

 


Notas Finais


Esse foi o primeiro capítulo... E não estranhem esse jeito meio triste da Marcê no início, e as frases curtas seguidas as vezes no texto são a minha marca nas histórias... Então não estranhem isso também *-* comentem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...