História Histórias ligadas - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Novela, Revelaçoes
Exibições 15
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi desculpa pela demora, mas eu voltei. Espero que gostem do cap de hj. XD

Capítulo 4 - Lembranças do passado


Fanfic / Fanfiction Histórias ligadas - Capítulo 4 - Lembranças do passado

Edson on

-Karen?

Isabella: Sim

~~ Flashback on ~~

Já fazia um mês que a Ester havia ido embora, procurava a minha filha em todo lugar, não via meus amigos, não ligava para ninguém e nem comia nada, só queria achar minha filha. Não conseguia parar de me culpa, não me perdoava de jeito nenhum, tudo de um certo modo me lembrava a minha vida e a minha ex-mulher, então surgiu uma oportunidade de emprego, iria trabalhar 10 Horas por dia em um trabalho que eu amo, ser bombeiro sempre foi meu sonho e isso serviria para eu me distrair e não ser consumido pela minha tristeza, além  disso eu iria receber um ótimo salário  que me ajudaria a contratar detetives para procurar minha filha, então decidi ir para o Japão atrás desse emprego, lá contratei pessoas para procurar minha filha, passou 15 anos sem eu obter nenhuma noticia dela, acabei perdendo um pouco as esperanças, mas ainda acho que a qualquer momento eu vou a abraçar de novo e ouvir ela me chamar de pai. Com todos esses fatos eu resolvi voltar para o Brasil  e procurar ela eu mesmo.

~~ Flashback off ~~

Isabella: Edson!! Edson!!

- Foi mal, me destrai- digo passando a mão na nuca.

Karen: Percebemos, mãe um vou pro quarto- diz acenando para nós dois.

Isabella: Ok filha. Eita que cabeça minha... Quer entrar Edson?

- Claro- digo e ela deixa eu passa.

Isabella:  Quer beber algo?

-  Não, muito obrigado.

Laís: Mãe vou ao mercado.

- Ok filha, mas não demora- depois que ela fala isso a menina sai e fecha a porta.

Isabella: Desculpa eu não apresentei ela a você, ela é a Laís minha filha mais nova.

- E o Gabriel?

Isabella: É meu complicado falar sobre isso.

Isabella on

- Nós nos separamos.

~~ Flashback on ~~

Era 15:00 horas e eu havia saído cedo do trabalho, com estava com saudade dos meus filhos e do meu marido fui direto pra casa. Abro e fecho a porta sem fazer nenhum barulho para não acordar as crianças, escuto um barulho estranho e vou correndo até o quarto, chegando lá não acreditei no que eu vi, meu marido e a Claudia estavam transando. Não acreditei quando vi aquilo meu marido e minha melhor amiga, naquele momento eu perdi meu chão, tive a sensação de ter tomado um tiro, comecei a chorar ali mesmo e tentei cria forças para lidar com a situação.

-  Então  é isso seu filho da puta? Eu saio para trabalhar e você come minha melhor amiga?

Gabriel: Calma Isabella.

-Não vou me acalmar porra nenhuma. E você Claudia o que está fazendo aqui ainda? Por que você ainda não voltou para o lixo? Que é da onde você não deveria ter saído

Claudia: Me desculpa Isabella, isso aconteceu de repente- diz ela pegando as roupas e indo em direção a porta.

-  Desculpar é o caralho sua puta desprezível. E como se transa com o esposo da sua melhor amiga de repente?

Gabriel: Quer saber Isabella? Foda-se estou indo embora, primeiro você Traz essas crianças para morar aqui e depois me deixa de lado Já deu para de mimimi, te trai mesmo e isso não vai mudar.

Na hora que ele disse isso eu dei um tapa na cara dele, o mesmo olhou para mim com ódio e começou a colocar suas roupas em uma mala. Vejo Karen aparecer na porta e perguntar o que estava acontecendo.

Karen: O que ta acontecendo mãe?

- Nada filha. Aonde está o Antonio e a Laís?

Karen: Estão no quarto mamãe.

- Então vai para lá cuidar dos seus irmão, depois eu vou lá ver como vocês estão

Karen: Tá mamãe- diz ela com um sorriso no rosto indo em direção ao quarto deles.

Gabriel: A menina  que você chama de filha já foi?

-  Sim a minha filha já foi, e sabe quem mais vai? Você, sai da minha casa agora!

Gabriel: E para aonde eu vou?

- Para a puta que pariu, melhor vai pra casa da puta com quem você estava me traindo, tenho certeza que lá você vai ter um lugar para ficar e o que comer também.

Gabriel: Se é assim tudo bem, mas meu filho vai comigo.

- O que? Tá maluco? O caralho que ele vai.

Depois que eu falo isso eu não lembro de mais nada, só de ter acordado em uma sala toda branca e ver minha irmã Helloísa sentada no sofá que havia ao meu lado.

- Hello.

Helloísa: Oi irmã. Se tente melhor?

-  Um pouco, mas o que aconteceu?

Helloísa: Eu fui na sua casa e te encontrei caída no chão desmaiada. O médico disse que isso aconteceu pois você teve uma queda de pressão.

- E meus filhos? Como eles estão?

Helloísa: A Karen e a Laís estão na minha casa e meu esposo está cuidadndo delas, mas eu não vi o Antonio.

- O Gabriel levou ele, ele disse que ia levar. Aonde está ele? Me ajuda a recuperar meu filho.

Helloísa: Eu não sei aonde ele está, mas eu vou te ajudar a procura seu filho, vou falar com o Kássio e com o Osvaldo para eles me avisarem se virem o Gabriel.

-  Muito obrigada irmã.

Meu filho agora tem 15 anos e eu não parei de procurar,  eu dobrei turno no serviço para juntar dinheiro para contratar detetives, mas eles não conseguiram nenhuma pista do paradeiro do meu filho. Fico feliz por ter a Karen e a Laís, mas sinto medo de que quando eu contar o que eu escondi por todos esses anos elas me deixem ou não queiram falar comigo.

~~ Flashback off ~~

Edson: Isabella?

- Desculpa Edson, agora fui eu que me destrai- digo rindo.

Edson: Quando vocês se separaram?

- Foi dois anos depois que você foi embora, desde então eu não vi mais o Gabriel e nem mesmo meu filho.

Edson: Filho?!

-Sim eu tive um filho, ele tinha um anos quando o Gabriel levou ele, desde então não vejo eles.

Edson: A minha tinha dois quando a Ester levou ela.

~~ Quebra de tempo ~~

Conversamos por horas e eu nem percebi que já era 23:00, então nós nos despedimos e ele foi embora, mas antes dele ir embora ele me chamou para ir jantar com ele amanhã as 20:00 horas. Edson é uma boa pessoa e um ótimo amigo pena que... deixa pra lá, mas algum dia isso vai vim a ser descoberto.

Fui ao quarto das meninas e elas já estavam dormindo, estranho elas nunca dormem cedo. Fiz minha higiene e fui deitar para dormi, só que uma lembrança me veio a cabeça.

Como a Vitória pode ter aparecido de novo, pensei que depois daquilo ela nunca mais ia aparecer e hoje eu vejo ela atravessar a rua da empresa aonde eu trabalho. Será que todo o passado está querendo se revelar agora? Se for isso tudo que eu me esforcei para esconder, para proteger e não deixar ninguém saber está em perigo, se for assim não teria outra escolha a não ser contar a verdade e esperar pelas conseqüências. Agora vou tentar dormi, pois amanhã é um dia feliz minha filha irá fazer dezoito anos e sairei com o Edson.

 

 


Notas Finais


Tchau gente, como eu fiquei sem postar esses dias amanhã tem mais um. Até, amo vc *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...