História Histórias macabras - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 35 - AS CRIATURAS DA NOITE.


- "Que barulho foi este? Foi um estrondo muito alto, deveria ir investigar. Não sei, acho que vou ficar aqui e ignorar. ".


Olhava para o relógio, eram 23:00, ouvia os ponteiros se locomovendo, enquanto Pensava: -"Hum, Talvez seja apenas meu pai à procura de algo para comer na cozinha.".


Tentei pegar no sono, mas não conseguia dormir, talvez seja a minha adrenalina que esteja muito alta. 


- "Droga, não consigo dormir. Bem, quem se importa? Vou pegar o telefone e jogar até aparecer o sono ...".


Quando peguei o telefone, percebi que havia recebido uma mensagem do Tiago, um dos meus amigos mais próximos. A mensagem dizia: "Amigo você está aí?". Em seguida, continuei a conversa:


-"Estou sim. Aqui em casa com insônia. E você o que anda aprontando?".


Tiago: - " Hahaha, que ruim pra você. Estou vendo uma maratona de filmes de terror dos anos 80, eles são muito bons, são bem melhores em comparação com os hoje.".


Eu: - "Aff, amo esses filmes, gostaria de vê-los.".


Tiago: - " Por que você não pode vê-los? Tem medo? Está sozinho em casa, lembra? Seus pais foram viajar e você não quis ir, dizendo que a viagem seria muito chata.".


Tiago : - "E por falar nisso, quando seus pais voltam?".


Ao ler essa mensagem, lembrava de tudo. Lembrei que estava sozinho em casa e meus pais não voltariam até amanhã , não poderia ser o meu pai que causou aquele barulho lá embaixo, e não tem qualquer tipo de animal de estimação em casa. Então, o ruído foi causado por...


De repente, fui interrompido por um barulho que resoava como: "Pum !!! Pum !!! Pum !!!". 3 graves soaram um após o outro. Nessa altura, sentia um enorme arrepio, ouvia um riso de uma forma bastante sombria.


Um silêncio ensurdecedor permeou por todo o meu quarto, mas é difícil ficar tranquilo quando se ouve um barulho no corredor entre o meu quarto e a cozinha. Então comecei a ouvir passos, algo caminhava lentamente em direção ao cômodo onde estava. Não sabia como reagir e me escondi embaixo da cama. Os passos cessaram até à porta do meu quarto, minhas mãos estavam trêmulas, minha respiração ofegante. Passaram-se alguns segundos, não ouvi mais nada, pensei que o que estava ali tinha  ido embora.

Até que uma mensagem apareceu em meu telefone, era o Tiago, estava com dificuldades para segurar o celular, completamente assustado. A porta se abriu lentamente, podia ver apenas seus pés, pois estava embaixo da cama, mas o pouco que eu podia ver era o suficiente para aterrorizar-me tanto que literalmente não conseguia me mover. A criatura, começou a andar pelo quarto, enquanto ele fazia isso, murmurava com uma voz profunda coisas impactantes como:


- "Eu vou te encontrar, você não vai se esconder para sempre. Vai sofrer o mesmo destino de seu amigo. Qual era o nome dele? Lembrei, era Tiago. ". 


Não sabia se sentia ódio ou tristeza, estava em estado de choque, simplesmente sabendo que aquela coisa tinha acabado com a vida do meu amigo e faria o mesmo comigo. A criatura depois de procurar por um tempo, começou a quebrar todos os meus pertences, exceto por alguma estranha razão, a cama onde estava. Depois de um tempo ele foi embora, meu medo era tanto que desmaiei embaixo da cama.


No dia seguinte, eu acordei deitado na minha cama. Os detritos dos objetos que a criatura havia quebrado, não estavam mais lá, tudo estava normal... No começo, pensei que não havia passado de um sonho, uma invenção louca criada por minha mente. Entretanto, ao olhar para a tela do meu telefone, vi uma notificação de mensagem, era de Tiago. Ao olhar as conversas anteriores percebi que eram as mesmas do meu "sonho"(Ou pelo menos pensava que era), a nova mensagem era de uma selfie do meu amigo e atrás dele uma espécie de sombra, não era de um ser humano, era uma mistura de uma criatura mitológica e um demônio. A criatura que estava me atormentando no "sonho" era real. Abaixo da foto estava escrito: 


- "Estou te vendo embaixo da cama, não adianta se esconder..". * Publicado às 12:00 A.M  *

Tal era o meu desespero ao ver isso, que corri para o jardim tão rápido quanto eu podia, transtornado, ignorando o fato de que meus pais haviam retornado de sua viagem.

Mais tarde, expliquei aos meus pais o que havia acontecido, e como esperado não acreditaram em mim.

Atualmente estou vivendo em um hospital psiquiátrico. Já se passaram dois anos desde aquela noite e eu ainda estou tendo alucinações e pesadelos sobre isso...


Notas Finais


Vamos ver se vcs gostam...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...