História Histórias, ponto de vista e desabafos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 14
Palavras 449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Magia, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - One


Fanfic / Fanfiction Histórias, ponto de vista e desabafos - Capítulo 7 - One

Narração

Sentada em sua cama, com o olhar fixo em sua janela, a espera de uma resposta para suas perguntas, vendo as gotas de chuva bater sobre a janela de vidro, com uma cortina cor de rosa, com a gatinha miss em seu colo, acariciando seus pelos macios, se perguntando como foi se apaixonar.

Como as gotas de chuva se encontram com sua janela, ela queria se encontra com sua amada, talvez o medo de perder sua amizade fosse maior que o desejo da a ter, o forte desejo de ter Anna ao seu lado, o desejo de que ela ceda aos seus toques, as suas carícias, as suas palavras, ao seus abraços calorosos, ela se sentia errada, não foi uma escolha dela, e sim de seu coração.

A agonia de saber que ela não a pertence, de ver Anna falando com outras e não poder fazer nada, seus ataques de ciúmes guardados para si, só de lembra seu corpo estremece, sua cabeça dói, seu coração aperta, seus olhos queimam, e ela suspir as pesado.

Seus olhos estão ficando marejados, seu coração continua apertado, ela só queria poder abrir sua cabeça e tirar Anna de seus pensamentos.

Ela se deita, se cobrindo com a grossa coberta de algodão, sentindo seu corpo quente, em meio ao clima frio, lembrando de uma música, brincando com seus dedos se lembrando de quando Anna a tocou.

"Por que ela? poderia ser qualquer um, mas não foi ela, justo ela..."

Mantendo seus olhos fechados, curtindo o toque do piano na música fools, se lembrando do quão tola ela é, por se iludir tão facilmente, por achar que tem chances.

-Por que meu coração não para? Queria ter uma cela em meu coração, e prende-lá lá, até me levar ao esquecimento!- ela chora, chora baixinho, coisa que nunca fez antes, e em meio a tantas lágrimas derramadas ela dorme.

No dia seguinte ao despertar de seu sonho, que ta mais para pesadelo, ela olha para o teto, se acostumando com a claridade em seu rosto, sentindo que o dia não vai ser bom.

Vitória se levanta, se olha no espelho e respira fundo, joga uma água em seus olhos vermelhos, e inchados, com olheiras horríveis que nem maquiagem iria Adiantar, se despiu e entrou no box do banheiro, deixando a água gelada escorrer por todo seu corpo, fechando os olhos, aproveitando aquele gelo, pena que essa tranquilidade iria acabar, a tristeza de sair de sua casa pra ir ao "inferno" vulgo escola, ver pessoas indesejadas que só iriam encher o seu saco, é maior que o sono que lhe atormenta.

Se vitória pudesse, pesaria o dia em sua cama, chorando por um amor platônico, ou só ficar deitada assistindo a netflix e comendo uma boa pizza.




Continua...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...