História History (Taehyung) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais, V
Tags Bts, Taehyung
Visualizações 16
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom gente, essa é minha primeira fic e eu espero que todos vocês gostem.

Capítulo 1 - 2004


Fanfic / Fanfiction History (Taehyung) - Capítulo 1 - 2004

  Tailândia, 26 de dezembro de 2004.(A tragédia é verdadeira).

 Já é 6:00, kook logo está chegando da escola. Mamãe está fazendo a janta e lá estou eu sentada em frente a porta esperando meu irmãozinho chegar, faço isso todos os dias, e ele sempre trás um livro para ler a noite pra mim.

 -cheguei. 

 -Hyung 

 -oiiii minha pequena - pulo em seus braços e ele me levanta do chão - como foi seu dia? 

 -eu brinquei no balanço e cai olha o meu joelho - mostro meu joelho ralado e ele da um beijo.

 -mais cuidado pequena.

 -sim hyung.

 ... 

 Deitei na cama e kook deitou ao meu lado pegando o livro de sua mochila. Ele sempre trazia livros grandes e com histórias de animais, mais hoje o livro era pequeno, e parecia ser antigo.

 -hoje vou ler para você A branca de neve. 

 - o que é ?

 -ela é  uma princesa igual você. 

 Ele conta a história e eu fico fascinada, esse sim se transformou meu livro preferido. Pego no sono e durmo nos braços do meu irmão mais velho. 

 > Horas mais tarde <

 A casa inteira tremia,eu chorava pois não encontrava a mamãe nem o kook, entrei de baixo da mesa e cobri os olhinhos. Só ouvia a gritaria na rua e as pessoas gritando corre.

 -KOOK...KOOK...ME AJUDA...KOOK SOCORRO...CADE VOCÊ OPPA...KOOK - gritava e chorava sem parar. Os tremores ficaram maiores, o medo já tinha tomado conta da minha mente. Abracei os joelhos e lembrei da história que kook me contou: 

 Flashback on: 

 -kook eu quero um príncipe igual a você.

 K- então eu vou ser seu príncipe - pegou o lençol da cama e colocou no pescoço fazendo uma capa,me pegou nas costas e girava pelo quarto. 

 -Chega crianças, vamos dormir agora.

 -mais mamãe estamos brincando de príncipe e princesa.

 - e eu sou a rainha e ordeno que durmam - ela começou a fazer cosquinhas na gente e deu um beijo suave em meu rosto, saiu do quarto e fechou a porta. 

 Flashback off: 

 Sinto duas mãos me pegarem pela cintura, reconheci o cheiro no pescoço, era do kook. Abracei ele forte e prendi as pernas em sua cintura. Escutava a voz da mamãe falando para kook sempre me proteger. Eu apenas estava com os olhos fechados e chorando.

 - calma pequena...eu vou sempre te proteger - ele dizia passando a mão em meus cabelos e correndo.

 Pov jungkook: 

 O terremoto ficava mais forte a cada momento, não encontrava  s/n em lugar nenhum. Até que ouvi sua voz gritando meu nome. Comecei a correr de volta para casa,mais minha mãe impediu. 

 -jungkook filho temos que ir embora agora.

 - não vou deixar minha irmã sozinha. 

 Começo a correr sem parar até a minha casa. Lá estava ela...meu coração aliviou ao ver ela. Peguei ela e sai de casa. 

 -jungkook...proteja sua irmã sempre.

 -mãe por que está falando assim? 

 No horizonte se via uma grande quantidade de água se aproximando... 

-JEON CORRE...CORRE... 

 Comecei a correr desesperadamente, enquanto corria vi minha mãe ser pega pela água. Meu coração partiu...eu só tinha minha pequena agora...e vou protege-la para sempre...para sempre... Antes que a água chegasse em mim, corri até uma árvore enorme que tinha  logo no final da rua, ajudei s/n a subir e me agarrei na árvore com toda minha força. S/n estava entre meu peito e o tronco chorando.

 ... 

-Acabou?...onde...onde estou? 

 Olhei para baixo e a água cobria até a cintura. Se ficasse ali iria morrer. Meu coração acelerou quando percebi que minha irmã  não estava lá. Comecei a gritar e olhar em todas as direções, eu não encontrava ela em lugar algum. 

 -HYUNG - Escuto sua voz e logo olho em direção a mesma. Ela estava sendo carregada junto a outras crianças, sai desordenadamente por toda aquela água e quando cheguei perto do caminhão onde ela estava, um homem todo machucado me colocou para dentro.

 -Hyung, eu não achei a mamãe, cadê a mamãe? 

 -calma minha pequena...vamos achar ela eu prometo... 

 Pov s/n: 

 Jungkook apertou minha cabeça contra seu peito sem me deixar ver nada, mais através de um rasgo em sua camisa eu consegui ver...era de se chorar...a cidade onde nasci toda destruída. Kook não nasceu aqui na Tailândia, nós viemos para cá antes da minha mãe me dar a luz, ele nasceu na Coréia, nossos pais se separam quando ele tinha 3 anos. Chegamos em um armazém no aeroporto que não tinha sido destruído. Haviam muitas pessoas machucadas e pessoas chorando por seus familiares. O homem nos levou até uma área separada dos adultos onde teríamos assistência médica. Em nenhum momento soltei a mão do kook, ele andava olhando para os lado tentando encontrar alguém.

??- vocês dois...por favor sentem lá no meio e aguardem serem chamados.

K- moça por favor, eu não encontro minha mãe.

?? - você tem algum outro parente?

K- meus tios moram na Coréia.

??- sabe me informar o número deles? 

K- sei sim, eu sempre ando com os números de emergência.

??- ótimo, vou informar a eles que você está bem.

K - obrigada  moça.

Nós realmente achavamos que ela iria ligar, mais voltou com a folha e entregou para o kook, e apenas falou sinto muito.

Ao invés de sermos levados até nossos tios, levaram a gente até um orfanato até eles nos encontrarem. Kook sempre repetia a mesma coisa " nós vamos sair daqui eu prometo".


Notas Finais


Então esse foi o primeiro cap e espero q tenham gostado. Desculpe qualquer erro.

Um bj no pescoço e até depois >-<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...