História Hit Me - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Gay, Jihope, Jikook, K-pop, Lemon, Namjin, Orange, Sugamon, Taegi, V-hope, Yaoi, Yoonmin, Yoonseok, Yuri
Exibições 187
Palavras 2.549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Saliva


Fanfic / Fanfiction Hit Me - Capítulo 8 - Saliva

Saliva

 

P.O.V. Seokjin

Era uma bebida rosa, ela simplesmente veio parar na minha mão e na do Nam, era apenas um copo gigante com dois canudos e um olhar imoral sobre nós dois.

-Mia...?

-Vamos lá, dividam! Vai ser legal... – pelo mini efeito dos dois drinks de antes, eu ri desse comentário dela.

Nam, após ver minha risada esquisita, sorriu e apanhou um dos canudos com a boca, pode não parecer, mas esse ato foi extremamente sexy e excitante, eu fiz o mesmo e antes da gente... dar a primeira chupada, olhamos para a Mia. Parecia dizer um: “Vamos rapazes, se comam que eu não aguento mais esperar!” Namjoon respirou fundo e tirou seus lábios do canudo rosa extravagante e começou a rir sem parar.

-Olha, pro momento ficar bonitinho e ter um efeito tumblr; vamos fazer assim! – ele pegou minhas duas mãos, entrelaçando nossos dedos e voltou sua boca para o tubinho rosa, mas logo Nam riu novamente.

-Olha, pro momento ficar bonitinho e ter um efeito tumblr, você não pode rir! – exclamei, vendo sua expressão de riso segurada – Muito bem! Vamos tentar...

-CALMA! Deixa eu rir mais um pouco!

-Nam, pelo amor, né?! – ele voltou a pose inicial e Mia nos olhou mordendo o lábio.

-Isso ai! Chupem logo essa porra! – eu não acredito que escutei isso.

Nosso primeiro gole não foi tão mortal quanto eu pensei, o sabor dessa bebida é extremamente bom! Tentei não olhar muito para o Nam... Porém eu sinto que ele estava me observando muito! De repente, quando nossa bebida já estava pela metade, minha testa tocou na testa dele. Digamos que eu tive que olhar pra ele e isso foi a minha morte! Namjoon mordeu o lábio e “piscou” pra mim, fechando os olhos em seguida.

Mia serviu nosso copo novamente, vou admitir que essa bebida é muito boa, só espero não ficar mal depois de tudo o que vou ingerir nessa festa. Sentia a respiração do Namjoon próxima ao meu rosto, ele permanecia de olhos fechados, apenas bebendo comigo. Nam apertou minhas mãos, e logo olhava pra mim, bem fixamente... Aquele copo que havia entre nós sumiu, assim como a Mia, ela pegou o copo e vazou!

-Jin... Você vai me bater se eu te beijar?

-Você já devia ter me beijado há tempos!

-...Sério que eu podia antes?

-Nossa, Kim Namjoon! Eu dei todos os sinais pra você, quase entreguei o meu corpo pra ti!

-...Sou meio lerdo.

-Não acho que tenha sido lerdeza, Nam...

-...Então foi o que?

-Eu conseguia controlar que nada acontecesse... Parte disso tudo é culpa minha!

-Deixa eu ter a parte de culpa maior??

-Como?

Lábios, língua, saliva...

Nam selou nossos lábios, minha única reação foi fechar os olhos e admitir que queria aquilo! Como esperado seus lábios eram incrivelmente gostosos e macios! Eu não estava esperando... por isso. Mesmo ele tendo me dado o tal aviso... Não esperava... mesmo... por isso. Sua mão esquerda soltou a minha mão direita e tocou minha nuca com certa precisão, sua mão direita que estava segurando a minha mão esquerda, me puxou contra si, me fazendo sentir todo seu corpo no meu.

Nossas línguas em movimentos perfeitos, meus batimentos acelerados incontroláveis, um certo nervosismo pelo meu corpo, tudo em perfeita sintonia! A minha felicidade aumenta em saber que não estamos bêbados a ponto de esquecer um momento sem igual como esse. Coloquei minha mão na lateral de sua camisa, a pondo por debaixo do tecido e sentindo sua pele. A mão do Nam, que antes segurava a minha, estava passeando sensualmente pela minha coxa, dando-me um arrepio...

Senti-lo, tê-lo....

E pensar que tudo começou com apenas um gole d’água!

P.O.V. Vee

Hoseok e Yoongi estavam na minha frente no balcão, o sorriso dos dois era espetacular. Pareciam incrivelmente felizes em estar na festa e queriam aproveitar cada segundo dela!

-Oi Vee!!!! Vai, tira algo pra mim e pra ele, algo que anime!! – Yoongi pediu, pondo seu braço envolta da cintura do Hoseok – Arrase!

-Hum... – procurei pelo balcão os drinks bem gelados e que possivelmente fariam um belo estrago – Algum dos dois tem problema com Blue?

-Essa noite não temos problema com nada!

-Aqui vai! Double Bull... Relatório ou não é necessário? – indaguei enquanto Hoseok se divertia com o canudo colorido, Yoongi já estava bebendo o dele.

-Depende... Tem algo que precisamos saber?? – Hoseok perguntou, tomando o primeiro gole.

-Ah... A única coisa que não tem álcool é o Red Bull e o gelo... O drink tem vodka e Blue! Vai por mim, vão gostar! – os dois começaram a se olhar e rir, bebendo o drink que tinham em mãos, Mia chegou do meu lado rindo, Jihyun também chegou ali – Que foi? Quer alguma bebida?

-Não, só queria que me acompanhasse até um lugar! – Mia me empurrou para fora da onde eu estava.

-Eu assumo daqui, minha delicia preciosa! E então meninos o que vão querer??

Jihyun me levou até o corredor da boate mais vazio, onde poucos casais estavam ali, só havia alguns casais lésbicos e héteros naquela área.

-O que foi??

-Quero entender por que age assim comigo?

-Tá doido garoto, eu mal te conheço!

-Eu também mal te conheço já quero me aproximar, mas parece que tem certa dificuldade em aceitar isso!

-Vai pro inferno! Eu fiquei sabendo de coisas horríveis sobre você, dá vontade de nunca mais te olhar!

-Desculpe avisar mas estou disposto a fazer isso ficar impossível!

-Tô vendo! O que quer pra me deixar em paz nessa festa? Eu tenho que trabalhar, não sou uma das vadias daqui, mas eu que atendo as pessoas!

-Um beijo.

-Como?

-Me dá um beijo e eu sumo, pelo menos por hoje. – é pra entender?

-Vai pro inferno, caralho! – me virei bruscamente, indo em direção ao balcão – Ai guri dos infernos! – ele segurou meu braço.

P.O.V. Taehyung

A noite tinha um vento gélido, que refrescava os corpos quente, estava bem agradável, até mesmo o clima foi feito para aquela noite. Espero encontrar o Hoseok nesta maldita festa, fiquei um tempo sem falar com ele depois daquele episódio inútil com o irmão do Jimin! E isso não me agrada nem um pouco, sinto falta até do perfume dele e das conversas banais que não tinham nenhum sentido...

Eu ia ir à festa com o Jihyun, mas o babaca saiu antes para poder secar a irmã do Kook. Então, atualmente, estou descendo as escadas do prédio com o Jimin. Jimin está bem animado em relação a tudo isso, seu “show” seria em alguns minutos, e Jungkook até que agia normalmente, porém quis sair antes e chegar lá mais cedo. Eu, por um motivo que eu por enquanto não sei, tenho um pressentimento bom em relação a festa. Vai entender, não é mesmo?!

Jimin trajava uma blusa sexy azul, uma calça jeans rasgada e seus cabelos estavam bagunçados. Em geral, digamos, que Jimin estava confiante. Só que eu tenho ciência de que esse menino vai aprontar e que vou ter de carrega-lo bêbado até o apartamento! Normal! E só digo uma coisa: Jungkook vai me ajudar se não o mato! Chegamos na Blue Light e a primeira cena que vi, e eu espero sinceramente que o Jimin não veja, foi o Yoongi se pegando com um garoto...

O garoto estava um pouco mais no escuro e a festa tinha muita gente, então foi difícil identificar quem era o tal garoto, mas sua silhueta é bem familiar pra mim. Meus olhos examinaram ainda mais o ambiente, uou! Namjoon estava beijando o tal vizinho novo, e eu tenho quase certeza que os dois não estão bêbados! A música Hangover, do Psy em parceria do Snoop Dogg, era bem contagiosa, pois a maioria bebia e dançava ao som deles!

Me dirigi até o balcão, onde a tal...qual o nome dela? Sumy... Mika... MIA! Ela estava a atender uns amigos do Jimin, todos iam beber uma bebida azul brilhante e pareciam extremamente animados. Após esperar um pouco na fila, Mia veio me atender.

-Olha só, Kim Taehyung??

-Isso ai!

-Então. O que desejas?

-Tem algo com Gin? Gosto bastante dessa bebida!

-Uou! Quer ir direto pro forte desde o começo? Eu posso ver pra você um Negroni, tem gin e um sabor gostoso!

-Ok, pode ser! Ah... Tem como colocar tudo numa conta pra mim pagar amanhã?

-Sim, claro! Só um minutinho, sua bebida já vem!

-Ok!

Tentei procurar o Jimin, acho que eu teria de segura-lo caso visse o Yoongi com o tal menino, mas não o achei. Voltei a olhar bem para quem o Yoongi estava atracado... Mia me cutucou e me entregou a bebida, mostrei um sorriso fraco para ela e tomei um gole, voltando a olhar o Yoongi e o... AH MAS EU VOU MATAR AQUELES DOIS, O JIMIN TEM MEU TOTAL APOIO! Não pode ser efeito da bebida, mal tomei dois goles, eu quero realmente matar os dois!

Da uma vontade enorme de ir lá no Yoongi e gritar na cara dele:

“EU VI ELE PRIMEIRO, TIRA A MÃO, NÃO TOCA NELE, SAIA DE PERTO, DANGER, RISCO, PROPRIEDADE MINHA!”

P.O.V. Namjoon

Eu não consigo acreditar que finalmente beijei Kim Seokjin! E o melhor, o menino correspondeu os meus atos e até deu uma passeada com a mão por todo o meu abdômen e pelas minhas costas.

Beijar aqueles lábios rosados me faziam flutuar em puro êxtase, me faziam ter os pensamentos mais impuros, e ter também os pensamentos mais românticos existentes! É aquela legitima sensação de orgulho e vitória sobre o fato de beijar quem você gosta e essa pessoa gostar do gosto do seu beijo!

Não, eu não estou exibindo algo como: “Eu beijo maravilhosamente bem, Jin deve estar amando” não é isso. Só que está nítido que o Seokjin está gostando e está permitindo que eu continue com as caricias, provocações, toques e beijos, sejam eles longos ou simplesmente mini provocações pra ele!

Estávamos em um beijo calmo e intenso, o que não era muito comum naquela festa, pois a maioria se atracava com o primeiro que ia na frente... Mas eu não quero que Seokjin pense que vou trata-lo como uma vadia, até porque, nem os meus clientes, eu trato assim! Paramos, não por falta de ar, mas para mim ter aquela maravilhosa visão do Jin com os lábios salivados, um sorrisinho bobo no rosto, e seus olhos um pouco fechados.

A minha mão que estava em sua coxa se dirigiu até seus cabelos loiros, os massageando levemente. Eu tenho certeza que minhas expressões devem estar igual a de um ser bobinho e apaixonado... Não posso evitar com essa criança a minha frente! O olhar de Jin se cruzou com o meu, o mesmo corou e riu desajeitado.

-Sorry! Juro que não foi a intensão!

A voz da Mia soou naquele momento. E um sentimento intenso veio em mim e no Seokjin. O amor nós já tínhamos, a vontade de esganar a Mia também, sabe o outro sentimento que estava entre nós? Aliás, a sensação? Bebida azul no seu abs geladinha... Mas que sensação é essa? Como senti-la? É simples, tenha uma amiga que esteja controlando os drinks, essa amiga pega dois copos com Curação Blue com gelo, e joga no seu abdômen e no do seu... ser humaninho! E os dois ficam molhados e apenas tem um “Sorry”.

-Não estão bravos comigo, não é?! É só ir ao banheiro e... Tirar a camiseta e tirar todo esse lambuzo... Vai por mim, foi super sem querer e não foi na maldade!

...

Eu não sei o que dizer nem o que pensar.

...

O que exatamente foi isso?

Ela jogou bebida em nós dois apenas por diversão pra poder ver a minha reação e cara de cu, para nós irmos ao um daqueles banheiros com HIV nas paredes e se comer?

A minha lógica pode até estar errada, mas saiba que o riso dela provava estar tudo certo.

...

Seokjin pegou na minha mão levemente, e tocou na minha camisa, na área que estava úmida. Realmente, estava começando a ficar grudento, toquei na sua camisa também, e as duas se encontram do mesmo jeito... Mordi meu lábio ao escutar o riso do Jin, ele calmamente se levantou e me puxou pelo braço até o banheiro. Admito que eu chaveei a porta assim que entramos, mas é só pelo caso de alguém entrar aqui...

P.O.V. Yoongi

Seu membro roçando no meu, seu beijo maravilhoso, sua mão passando pelo corpo todo... Jung Hoseok é uma das pessoas com o melhor beijo, sério! E eu não tô falando isso porque estou levemente bêbado, o garoto beija, e beija muito bem!

Vamos desde o início? Vamos!!!

Assim, nós viemos pra cá e começamos a beber, e a Vee teve que sair por um momento, e nesse momento a Mia ficou nos atendendo e oferecendo inúmeros drinks e até mesmo comida e chegou o momento em que ela gritou:

“SE VOCÊS SE PEGAREM SERÁ UM SONHO REALIZADO!!!!”

Eu e Hoseok apenas rimos e depois de um tempo, bebendo e conversando, eu estava mais é dando em cima dele, falo mesmo, eu queria ficar com ele desde hoje de manhã e eu nem sei porque! Procurei por um local mais afastado das pessoas, peguei em sua mão levemente e o levei pra lá, alegando querer uma ajuda com a minha blusa. Essa foi uma das provas da lerdeza do Hoseok, mas ele mal desconfiou de alguma coisa!

Foi chegarmos no tal lugar, que eu olhei profundamente seus olhos e fui... Selei nossas bocas e nossos corpos ficaram ritmados, Hoseok massageava minha bunda, massageava bem ainda por cima! Botei minhas mãos por debaixo de sua camiseta e arranhei suas costas.

Nossas línguas travaram uma guerra, e aos poucos faziam as pazes e voltavam a brigar que nem loucas! Minha mão direita arranhava sua pele e aproximava o corpo do Hoseokão para o meu... Para deixar o clima entre nós dois ainda mais quente, movi minha mão esquerda para dentro de sua calça, alcançando meu objetivo... Sentir o pênis do Hoseok na minha mão, senti-lo ereto por minha culpa, sentir aquela pele quente do membro desperto dele.

Hoseok fazia seu papel muito bem, suas duas mãos pressionavam as minhas nádegas e sua língua viajava pelo meu pescoço, me deixando completamente duro! Um chupão, outro, mais dois, e mais outro, mais uns três... Minha pele de açúcar provavelmente irá ficar marcada por um bom tempo.

-Ei, Yoongi! – Hoseok sussurrou no meu ouvido – Entendi porque as pessoas amam te chamar de Suguinha! – ele arranhou minha nádega direita, fazendo um arrepio gostoso percorrer meu corpo – Sua pele é extremamente doce... – Hoseok lambeu meu lóbulo e o mordeu em seguida.

O olhei por alguns segundos, era uma vontade frenética de sentir o gosto do beijo do Hoseok... E isso é um pouco estranho, pois eu só senti essa simples vontade, de ficar com ele, de sentir seu sabor! Voltamos a nos beijar com toda aquela voracidade anterior e juro que por mim ficaria beijando o Hoseok pra sempre, seu beijo é completamente apaixonante e gostoso!

-Mas o que caralho é isso?

Conheço essa voz e isso não significa boa coisa, eu e Hoseok interrompemos o nosso beijo e olhamos para o ser que tinha indagado aquilo. Tae e Jimin estavam lado a lado nos olhando incrédulos!


Notas Finais


Devolve aqui meu coração, okaay?!
*São três capítulos que irão falar desta festa, ou seja, não percam a esperança em mim nem no lemon. Ah... Esse conta como parte da festa, ou seja, só temos mais dois capítulos sobre a festa*
Oie pessoal, quero ver as reações de vocês pra esse capítulo, o próximo tem surpresinha pra vocês! Beijos *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...