História Hit your Wings - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Days, Esporte, Futebol!, Mangá, Soccer
Exibições 9
Palavras 3.709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Sempre gostei muito de histórias, mangás e animes sobre futebol, me empolgo muito com as partidas emocionantes de "Giant Killing", "DAYS" e "Captain Tsubasa", mas, além disso, gosto de trabalhar a personalidade e a vida social dos personagens que eu crio, juntei tudo o que vi durante a minha vida para trazer a história de Kaeda Ayamina para vocês.

Aproveitem, essa história foi criada para pessoas que, assim como eu, amam futebol.

Capítulo 1 - The fallen dragon



"- A bola é lançada por Rashford para a ponta direita! A jovem estrela japonesa tem ela nos pés! Aoi!!!, o camisa 16 do Feyernood finta o lateral esquerdo do Vitesse e passa pelo volante com um corte, incrível!!
Vem bola na área.... e! Van Zannstrand de cabeça....!!!!! É GOL!!!! o Feyernood faz o primeiro!
- Incrível como Kaeda Aoi, em seu terceiro jogo, da a sua sexta assistência, ele é muito habilidoso, com certeza uma jóia para o futuro do futebol japonês."

Seu irmão é incrível, Ayamina... - Diz Ohama, melhor amigo de Ayamina, enquanto assistem o jogo do Feyernood em uma transmissão ao vivo pela internet.

- AAAAH... O Aoi-kun sempre foi mais foda que todos da idade dele, lembro como se fosse ontem quando ele levou os Wyverns pro Nacional, vencendo o Yatabakura Sentei por 3 a 0 na final - continuou, Ayamina - em um dos gols ele driblou quatro marcadores, QUATRO!, na saída do goleiro ele deu um toque muito sutil e marcou... inacreditável.

- É, ele realmente fazia com que as coisas parecessem mais simples, queria ter conhecido ele.

- Ele foi embora assim que acabou o ensino médio pra Saitama, foi jogar na base do Urawa Red Diamonds e no mesmo ano integrou o elenco profissional, foi no mesmo ano que você se mudou pra cá, Ohama.

- Aaah, Aya-kun, o tempo passa tão rápido, outro dia estava chegando no Colégio Keikou e te conhecendo, ainda no fundamental, quem diria que agora vamos pro ensino médio...

- SIM! Quem diria que fomos aceitos no Instituto Wakasuki!!! Vamos jogar no Wakasuki Wyverns, que nem o Aoi-kun jogou a anos atrás! - exclamou Ayamina.

- É... mas você sabe, né? Nem adianta fugir da verdade, os Wyverns não chegam nem na final desde que seu irmão foi embora... ano passago, eliminado na segunda fase pelo Instituto Kyuubei nas preliminares, ano retrasado, massacrado pelos Sekirei Dragons na semi-final, míseros 5 a 0 - retrucou, Ohama.

- Ahhhrg, lá vem você com isso de novo, o espírito do Wakasuki nunca morre! Os Wyverns vão bater asas novamente, Ohama, você vai ver, eu vou fazer história, esse ano vamos vencer nossos rivais, o Yatabakura Sentei na final das preliminares do Nacional e vamos conquistar nossa vaga! WYVERNS!!!!!.

- Você fala como se já estivesse na equipe, Ayamina...

Os dias se passaram até o início das aulas de Kaeda Ayamina no Instituto Wakasuki, o pequeno ruivo passou as férias ansioso para os primeiros dias de aula dele e o início das atividades no clube de futebol. Mal esperava ele que o começo do seu ano letivo seria completamente diferente daquilo que ele esperava.

É o primeiro dia de aula no Instituto Wakasuki, Ayamina e Ohama entram na sala de aula da turma 1-3, e se deparam com um homem de meia altura, gordo e aparentando ter uns 60 anos, que se apresenta como Mr. Yoshizui, professor de matemática, logo as apresentações na sala de aula começa.

- Junnoyuri Kazemaru, do Colégio Maebashi - Um garoto da turma se apresenta.

- Kaeda... - Ao começar a falar, alguns alunos olham para o pequeno e ruivo garoto que estava ali sentado, dentre os presentes, o que pareceu mais surpreso foi o professor, Mr. Yoshizui - ...Kaeda Ayamina - concluiu.

- Então era verdade? O irmão de Kaeda Aoi do futebol está aqui, não via a hora do futebol do Wakasuki respirar novos ares! - Falou o professor, animado com a presença do garoto na sala de aula.

- Caramba! Você é mesmo irmão do Kaeda Aoi??? Não estou nem acreditando, não sabia que ele tinha um irmão mais novo da minha idade - falou Gaburieru, um garoto de estatura baixo, magro, de cabelo curto loiro - Prazer, eu me chamo Minato Gaburieru, pode me chamar de Gabu! Sempre sonhei em jogar pelo Wyvern, meu pai jogou pelo time de futebol de uns anos atrás.

- Que legal! Eu sou Ayamina, eu jogava de meia esquerda na minha antiga escola, também quero muito participar da equipe, que nem meu irmão, e fazer história pelo Wakasuki! - Respondeu animado.

- Aaaah, que foda, eu sou muito fã do seu Aoi, espero que ele seja convocado pra próxima seletiva do Japão Sub21! eu jogo de Atacante, eu estudava no Colégio Himino, é do interior - Disse Gaburieru.

- Ele vai sim! E não vejo a hora de te ver jogando, quando o peneirão do clube de futebol começar, espero muito que passemos juntos, vai dar muito certo! Vou dar muitos passes pra gols seus durante esses quatro anos.

- Ei, desculpa interromper a conversa de vocês, ouvi vocês falando da equipe de futebol, não sei se vocês sabem, mas os clubes esportivos do Wakasuki, em todo início de ano letivo, fazem amistosos contra o Yatabakura Sentei, que é do Norte da cidade, eu vou ver o do basquete, não vejo a hora de entrar pro time, dizem que os jogadores remanescentes do ano passado fazem essa partida como incentivo ao esporte, vocês deviam ir dar uma olhada no final da aula. - Disse Daichi Namekaze, um garoto alto, magro e de cabelos escuros e curtos.

- Obrigado, é... Daichi! Estou MUITO ANSIOSO!!! - Disse Ayamina, agradecendo ao garoto da sua turma.

Após algumas horas, a aula terminou e todos os alunos foram liberados para irem aos ginásios esportivos assistirem os amistosos entre Wakasuki e Yatabakura Sentei. Ohama, Ayamina e Gabu correram para as arquibancadas do campo de futebol, que, impressionantemente possuem capacidade para 4.400 pessoas, mas se tivessem 30 alunos do Instituto Wakasuki assistindo era muito, enquanto a torcida do time de futebol rival tinha mais de 150 pessoas. A torcida do Wakasuki se dividia em algumas pessoas sentadas em duplas ou individualmente em um dado setor do Estádio, enquanto um grupo ficava agrupado em 12 pessoas, que aparentavam estar no quarto ano, eles vestiam camisetas roxas e tinham uma bandeira roxa com um "W" negro escrito. Próximo a eles, havia um garoto de pele parda, óculos de grau e cabelos pretos, sentado um pouco acima do grupo que estava fazendo barulho, Ayamina e os outros decidiram se aproximar desse rapaz, que estava com um notebook aberto em seu colo.

- Olá, podemos sentar com você? Somos do primeiro ano daqui do instituto. - Perguntou Ohama, um pouco receoso.

- Claro, sentem aqui - disse o rapaz se afastando - Eu me chamo Shuuya Yamamoto, sou do terceiro ano, do clube de jornalismo da escola, esse ano vou cobrir o time de futebol, dizem que o irmão mais novo do lendário Kaeda Aoi entrou pro instituto esse ano, estão colocando muita expectativa no garoto.

- EI! Eu sou Kaeda Ayamina, irmão mais novo do Aoi! - Exclamou - pode ter certeza que farei parte da equipe!

- C-caramba, é... é um prazer conhecê-lo, espero que você melhore a nossa situação como seu irmão fez no passado... - Disse Shuuya enquanto é interrompido pela entrada das duas equipes em campo.

- WYVEEEERRNSSS!!!! Batam suas Asas!!!! - Grita o grupo de doze alunos da Wakasuki - VOEM, WYVERNSS!!!

- Quem são esses caras barulhentos? - Questionou Ohama.

- Os Purple Fire, eles são membros da torcida organizada do Instituto, constam mais de 200 alunos que torcem pelo Wakasuki, mas só esses caras insistem no time de futebol desde a saída do Aoi, quando o futebol ainda era amado por aqui. - respondeu Shuuya.

- OLHA SÓ, ELES JÁ ESTÃO EM CAMPO!!! WYVERNSSS!!!!!!!

Um grupo de jogadores entram em campo vestidos de branco e roxo, enquanto a equipe adversária, Yatabakura Sentei,  já esperava em campo, com seu uniforme vermelho sangue e branco. 

- Caramba, Shuuya, fala mais desses caras pra gente, são os titulares? QUE FODAAAA!!! - Implorou Gabu.

- Ahh, tudo bem... bom, vejamos, aquele de verde limão, alto e de cabelo raspado e barba enorme é o nosso goleiro, Kaezei Kazemashiba, ele foi reserva até o ano passado, então existe uma grande desconfiança em cima dele, mas todos o adoram.
Aquele vestindo a camisa 2, de cabelo preto curto, é o capitão, Odomo Akimoto, dizem que ele parece estar puto o tempo todo, mas é o jeito dele, ele cobra todo mundo em campo e dizem que a energia dele não acaba, se precisar ele corre o campo todo, isso destacou ele no segundo ano, depois da saída de Aoi, ele está no quarto ano, na turma do Kazemashiba-senpai,

- UAAAAU! Quero ter a energia do Akimoto-senpai! - Gritou Ayamina.

- Continuando, aquele careca camisa 3 mau encarado é o Iruka Takashima, ele também ta no quarto ano, titular desde o ano passado, dizem que ele foi expulso no jogo em que fomos eliminados, ele é muito cabeça quente e vive se metendo em confusão. 
O camisa 18 é o Hiromichi Tsubasa, ele está apenas no segundo ano e já é titular, ele chegou no meio do ano passado na escola e ganhou muita confiança, dizem que ele treina na base de um time da J-League 2, mas ele é muito calado, nunca sabemos o que ele ta pensando, ele e Iruka formam a dupla de zaga.
O lateral esquerdo é Aoki Mitsumasa, ele é muito bom na marcação, porém é outro estressado, ele joga com a camisa 4... aquele baixinho de cabelo enorme. 

- Aaaah, essa defesa parece ser um problemão... - Disse Ohama - nada que eu não resolva, Hehe!.

- Espero que resolva mesmo, mas para compensar nossa defesa maluca, temos dois volantes muito calmos - Disse Shuuya apontando para o camisa 7 - Aquele é Masumi Kurisatea, dizem que ele nasceu na Grécia e foi criado aqui, ele é muito calmo, rápido e desarma muito bem, além de ter boa estatura, ta apenas no segundo ano. Além dele tem o camisa 6, aquele alí! Ele se chama Nagai Shyuuji, além de jogar bem defensivamente, ele é um dos jogadores mais equilibrados tecnicamente, ta atualmente no terceiro ano, e tem bom apoio ofensivo. Mas já que temos o gêmeo bom, temos o ruim, aquele é Nagai Shimeji, meia esquerda, camisa 21, enquanto o irmão gêmeo dele é muito exemplar, Shimeji é muito rebelde, ele já teve uma briga com Aoki no ano passado, ele é rápido, mas foi reserva nos dois primeiros anos, nunca despertou muita qualidade que nem o irmão.
Pela meia direita tem o Ryuha Miyaichi, ele era do clube de atletismo no primeiro ano, no ano passado ele entrou pro time de futebol e se deu bem muito rápido, desde o final do ano passado ele tem recebido oportunidades como titular por causa da sua velocidade e força física, ele veste a camisa 11, e tem uma boa altura. O camisa 8 é um dos jogadores mais queridos do clube, se chama Tamada Nichiharu, ele é muito respeitado e já ta no quarto ano, joga como meia centra, ele é o articulador de jogadas do time, ele foi titular ano passado, mas temos um meia melhor que ele tecnicamente e mais habilidoso, o camisa 10, Genbo, mas ele não voltou das férias ainda...
E por último temos o camisa nove, loiro de cabelos curtos, o centro avante Seiya Yamamakoto, ele é muito forte e se posiciona muito bem, além de ter um chute forte e boa presença de área, o problema dele é que as vezes ele aparenta ser meio... burro, mas ele é muito bom, ta no terceiro ano.

- Incrível, já ouvi falar desse Yamamakoto, vou tomar a titularidade dele! - Gabou-se Gabu, enquanto a bola começava a rolar.

- É, mas não é só com ele que você vai disputar posição, se for atacante, Yamamakoto só recebeu oportunidades no ano passado, quando o atacante titular, camisa 19, Hideki Kazami, se machucou, no começo do ano passado, desde então ele não conseguiu se recuperar, e quer tentar conquistar espaço no seu último ano - concluiu Shuuya,

Enquanto Shuuya terminava de falar, O camisa 10 do Yatabakura Sentei, magro de cabelos pretos jogados pra trás, articulava a jogada pelo centro do campo, ele consegue se livrar do meia Nichiharu (#8), e tocar nas costas do volante Shyuuji (#6), encontrado o meia esquerda, de aparência chinesa e cabelos castanhos estilo "tigelinha", que vestia a camisa 34, este, por sua vez, avançou na ponta esquerda contra o capitão Akimoto (#2), que acabou deixando o atacante camisa 11 desmarcado, O chinês deu o passe dentro da área, em um espaço sem ângulo para o camisa 11 do Yatabakura chutar, Iruka (#3) tenta dar o bote de surpresa, mas ele mesmo é surpreendido pelo atacante loiro do Yatabakura, que corta para o meio, deixando o pé direito pronto para chutar contra o gol de Kazemashiba (#1)... que nem saiu na foto. 1 a 0 para o Yatabakura.

- Aaaaaaaaahhhh que porcaria! Esses caras não conseguiram marcar essa! - Reclamou Ayamina.

- É complicado - disse Shuuya - o camisa 10 é o volante de ligação deles, Satoshi, ele dribla muito bem e tem um passe muito calibrado, e aquele que fez o gol, o camisa 11 de cabelos espetados é Mishizaki, atacante de físico forte, finaliza muito bem, além de ser veloz e raçudo, não desiste de nenhuma bola, ambos estão no quarto ano.

- E o 34? O cara que deu o passe pro gol... - Questionou Ohama.

- Ah, dizem que é novato, veio da China pro Japão esse ano, se chama Xin Zae, não sei muito sobre ele ainda, mas ta apenas no segundo ano - respondeu Shuuya.

Logo após Shuuya concluir a resposta, o zaguerio Iruka (#3) acaba dando um carrinho imprudente em Xin Zae, parando um contra ataque da outra equipe.

- Essa não! VAI ESFRIAR ESSA CABEÇA LONGE DO GRAMADO - BAKAIRUKA LIXO!!!! - Grita a torcida organizada.

O jogo continua, nos 10 minutos finais do primeiro tempo, a equipe do Wakasuki tenta apenas se defender da pressão estabelecida pelo Yatabakura Sentei e seu camisa 10. 

- Satoshi! Aqui!!! - O camisa 7, meia direita, Zaraki, pede lançamento nas costas do lateral esquerdo, Aoki (#4), que estava desligado na defesa, e é muito bem atendido.
O passe de Satoshi vai um pouco a frente de Zaraki, o meia consegue alcançar a bola, mas é surpreendido pela cobertura de Masumi (#7), o volante dos Wyverns é o único jogador de roxo apresentado alguma estabilidade desde o começo da partida. O seu corte vai saindo pela lateral, quando o camisa 6 do Yatabakura, lateral direito, baixo de óculos e cabelo escuro curto, consegue evitar e joga a bola na frente, contra a corrida do Lateral Aoki, do Wakasuki Wyverns. A disputa é intensa, mas numa segunda tentativa de jogar o corpo no adversário, Aoki é surpreendido com um corte pro meio do camisa 6, ele aproveita que Masumi (#7) vai em sua direção para tocar na infiltração do craque do Yatabakura, Satoshi, que, da intermediária direita, descola um passe em profundidade pro meia Zaraki, que, em nova oportunidade, desmarcado, consegue um cruzamento, Hiromichi (#18), zagueiro dos Wyverns, pula muito alto e consegue interceptar a cabeçada do outro atacante, camisa 8, alto, magro e de cabelo raspado escuro. A sobra do lance vai para a frente da área, nos pés do craque Satoshi, que só se dá o trabalho de driblar Shyuuji (#6), volante do Wakasuki, com uma finta de corpo simples, deixando seu pé esquerdo pronto pro chute, ele tenta tirar do zagueiro Iruka, jogando no canto do goleiro, porém ele acaba tirando demais e acaba acertando a trave... a sobra vai em direção de Akimoto, porém, o capitão é surpreendido pelo 34, Xin Zae, que toma a sua frente e chama a marcação do zagueiro Hiromichi (#18), que não consegue fazer uma marcação produtiva, pois o meia chinês passa pra trás, para o camisa 11, Mishizaki, desmarcado, na marca do pênalti, empurrar no contrapé do, já abatido, goleiro Wyvern. É gol! 2 a 0 para o Yatabakura Sentei.

- MI-SHI-ZAAAAAAA-KI! - Grita a torcida da equipe rival.

- Caramba, parece que eles não conseguem se encontrar, falta alguma coisa nesse time... - resmunga Ayamina.

O primeiro tempo se aproxima do fim, quando o volante camisa 7, Masumi, consegue roubar a bola de Zaraki e armar para Nichiharu, que, com dois toque simples na bola, consegue enfiar para o velocista Ryuha (#11), que avança pela esquerda, jogando em velocidade contra Xin Zae e o lateral esquerdo da equipe adversária. Com exito Ryuha escapa e consegue enfiar um cruzamento a meia altura da lateral da grande área, buscando o centro avante Yamamakoto (#9), porém, ele é surpreendido pelo corte do zagueiro Omura, capitão do Yatabakura, jogador de 1,85 de altura, corpo vigoroso e cabelos castanhos curtos. O corte de Omura é falho e sobra na entrada da área, na subida do Volante Shyuuji (#6), que encontra seu irmão infiltrado no buraco deixado pelo camisa 6 da equipe rival no lance de ataque anterior. Com confiança, o volante enfia a bola pro seu irmão gêmeo, Shimeji (#21), que entra em diagonal na área, mas não consegue fintar o zagueiro a sua frente e acaba chutando de bico, a bola lasca na canela do zagueiro adversário e fica fácil para o goleiro. Fim de primeiro tempo, Instituto Wakasuki 0x2 Yatabakura Sentei.

- Nossa... eu esperava muito mais da equipe da gente... - reclamou sozinho Ayamina.

- Eu te falei, Aya... não adianta ficar sonhando com muito, esse ano, não nesse ano, nesse ano você não vai jogar o Nacional - Brincou, Ohama.

- Talvez se Genbo estivesse aqui, o time conseguisse produzir ataques melhores, mas ele é muito indisciplinado - disse um dos membros da torcida organizada - Aquele calouro pensa que é muita coisa!

Enquanto a torcida resmunga, os times voltam a campo, os Wyverns voltam com uma alteração, o camisa 17, Keisuke Junno, entra no lugar do 21, Nagai Shimeji, no primeiro lance de jogo, Shyuuji, o gêmeo que ficou em campo, estressado com a atuação e substituição do irmão, acaba cometendo um carrinho duro em Satoshi, tomando o segundo amarelo do jogo.

- Quem é esse que entrou, Shuuya?

- Esse é Junno, Keisuke Junno, ele ta no segundo ano, no comecinho ele era muito fraco, mas evoluiu muito no final do ano passado, ele é baixo, mas é muito rápido, só não é forte como o Ryuha.

Aos 15 minutos do segundo tempo, o time dos Wyverns, estressado, já cometeu quatro faltas, deixando o capitão enfurecido com o time, que não consegue produzir nenhum ataque efetivo, finalizando apenas duas vezes no jogo, sendo uma delas com uma cobrança de falta. Aos 17 do segundo tempo, Satoshi encontra a passagem de Xin Zae, o chinês tenta partir pra linha de fundo, mas encontra a marcação do lateral Akimoto, que acaba sendo driblado, mas não desiste do lance. Os dois se batem até chegar na lateral da grande área, com uma finta, Xin Zae se desmarca do capitão do Wakasuki e corre no sentido de recuo, fugindo da marcação de Shyuuji (#6), porém, voltando pra marcar,  estava o camisa 11 Ryuha, meia direita do Wakasuki. Para fugir do desarme, o chinês busca a tabela com o lateral esquerdo do seu time, recuando, e, com um giro, ele vai em diagonal para a entrada da área e arrisca. O chute sai muito fraco e bate na perna de Hiromichi (#18) e vai pra escanteio. 
A cobrança vai na segunda trave, longe da marcação de Hiromichi, na direção de Iruka, que não consegue alcançar a bola no salto, na sua cobertura estava o lateral direito Akimoto, que é surpreendido por Tadashi, o atacante camisa 8 do Yatabakura Sentei, que salta contra a bola e cabecei forte, sem chance pra Kazemashiba (#1). Três a zero para o Yatabakura!

Após o gol, Iruka e Akimoto se estranham e começam a trocar farpas ainda com a bola fora de jogo.

- Qual o seu problema? Não sabe botar a porra de um pé firme na bola, toma amarelo inútil, e ainda não sabe cortar uma bola de cabeça?! - grita o capitão Akimoto com seu zagueiro.

- Ah, vai se foder, Akimoto!!! - retrucou o zagueiro - você não presta nem pra se ligar na porra das suas costas, sofremos dois gols por causa dessa merda!

- Puta que pariu, por sua causa a gente sempre se fode, esqueceu quem foi expulso ano passado?! - Atacou Akimoto.

- AAAAAAHRRRGGG!!!! Não venha falar disso agora! Você é um péssimo capitão, Akimoto, não tenho o mínimo tesão em jogar bola com você!!! Seu recla... - Durante a reclamação, Iruka é interrompido sendo imporrado no chão pelo Lateral Akimoto, que é contido pelo goleiro Kazemashiba.

- Ei, caralho, vamos acalmar os ânimos por aqui?! - Interrompeu o goleiro.

Nesse momento, o juiz da partida pune Akimoto com o cartão amarelo, ele é substituído pelo volante Imamori, camisa 15, que vai pra posição de volante, deixando o camisa 7, Masumi, na lateral direita. Nichiharu, camisa 8, veste a braçadeira de capitão.

- VAMOS LÁ, WYVERNS!!! Ainda não acabou! - Grita Nichiharu, agora como capitão!

O jogo caminha pro fim e acaba ficando muito morno, o Wakasuki tem mais a bola no pé, mas não consegue criar jogadas com Keisuke e Ryuha na linha de fundo, além de Nichiharu ficar cansado. No último lance do jogo, Zaraki é lançado por Satoshi e cruza na área, a bola vai muito forte, passa dos dois zagueiros e do centro avante, camisa 11, Mishizaki. O camisa 8 do Yatabakura, Tadashi, tenta alcançar, mas a bola é cortada por Masumi (#7) de cabeça. A sobra da bola vai nos pés de Shyuuji, o volante wyvern é desarmado pelo chinês Xin Zae, que, desmarcado, só tem o trabalho de jogar com a canhota no canto de Kazemashiba!

Fim de jogo, quatro a zero para os rivais dos Wakasuki Wyverns, o sonho de Ayamina de ser um craque como seu irmão começa com um grande impasse, um time completamente desequilibrado, cheio de problemas internos para serem resolvidos, e agora, precisa de novos ânimos para que o clube não acabe rachando.
Adiante haverá a seleção para os jogadores que irão ficar na equipe do Wakasuki Wyverns esse ano, Ohama, Gabu e Ayamina irão participar, porém as coisas não estão muito fáceis por lá...

Continua.


Notas Finais


Obrigado pela sua leitura, espero que tenha gostado da metodologia e da proposta, no próximo capítulo (In the Shades), Ayamina passará pelo teste para participar da equipe do Wakasuki Wyverns, não perca!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...