História Hocus Pocus - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu
Tags Gyuhan, Jeonghan, Mingyu
Exibições 64
Palavras 818
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá!!!!! Como vão? Então, essa é minha primeira historinha aqui no spirit, bem curtinha apenas para dar um aperitivo, espero que gostem muito muito muito mesmo e joguem por ai pelo mundo a fora. Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

[11 de outubro de 2016, 18:25]

Para o dia 31 de outubro, os pais de Jeonghan tinham planos concretos  – e ele também.

Jeonghan usou o útil ao agradável para fazer, imagine só, uma festa de Halloween bem no dia do início do feriado de seus pais.

Primeiramente, como todo lobo em pele de cordeiro, fez toda linha de bom moço, dizendo que não ia fazer nada além de estudar para as provas da faculdade. Quem dera. Seu único plano em que envolvia a instituição de ensino superior era convidar todos para a famigerada festinha das bruxas.

Sem falar que, era nesse episódio da festa que ele tinha tudo traçado para, vamos dizer, conquistar a sua paixão platônica. Platônica, pois nunca a revelou. Ele guardava isso a sete chaves em um baú trancado. Nem seu melhor amigo de infância Wonwoo sabia da existência deste fascínio que ele tinha por outra pessoa. Embora o mesmo tenha questionado várias vezes sobre, mas Jeonghan sempre negava.

Apesar disso, Jeonghan nunca foi de muitos amores, enjoava fácil das pessoas em que construía um relacionamento sólido. Mas essa pessoa tinha algo que o prendia firmemente. E quem era o superestimado? Kim Mingyu. Para não usar a expressão aluno estrela, vamos dizer que era exageradamente esforçado. O que nunca se atrasa, o que nunca parece estar cansado, nunca nem está com um fio de linha solto em suas roupas. Trabalhava e tinha o propósito de ter o seu próprio negócio. O tipo do qual, orgulha mais sua mãe a cada dia que passa.

Não precisa de muito para saber do por que Jeonghan mostrou interesse logo em seu primeiro período. Ele só tinha que buscar uma ideia do além para convidar Mingyu para a festa, sem levantar muitas suspeitas. Então, ele lembrou que falou com Soonyoung uma ou duas vezes na vida, porém se deram muito bem em todas. Soonyoung sempre estava com Mingyu. Por que não? No dia seguinte, ele teria aulas na faculdade, então prometeu a si mesmo que iria achar o garoto.

Então assim mesmo o fez, correu para a faculdade com o apenas uma torrada e um suco na mão, precisava chegar antes do início da primeira aula, precisava colocar isso para fora logo. Logo chegando, por coincidência, Soonyoung estava sentado na lanchonete, era um cara bem alegre, até sozinho radiava certa luz, e um jeito desajeitado também.

— Ei, Soonyoung ?

— Sim, eu mesmo – confirma com a boca cheia do sanduíche de atum que está terminando de mastigar.

— Eu queria lhe fazer um convite, eu estarei dando uma festa de Halloween e ficaria muito feliz se você fosse, e levasse aquele seu amigo......qual o nome dele mesmo?

Jeonghan sabia evitar deixar claro suspeitas como ninguém.

— O Mingyu!

— Mingyu! Ele mesmo, diga a presença dele é muito importante, ok?

— Tudo bem, estaremos lá, com certeza – diz sorrindo, o que fez com que seus olhos se fechassem completamente.

Jeonghan faltava saltitar no meio do campus. “Ele vai!” Sussurrava baixinho ao caminho de sua primeira aula do dia. Para falar a verdade, não tinha muito o que comemorar, mas de saber que já tinha em média cinquenta por cento de chances de Mingyu ir, ele já estava feliz.

Os dias se passam e, consequentemente metade da faculdade já está comentando da festa, inclusive o próprio Mingyu.

— E a tal festa do Jeonghan, o moço carismático com cabelos bonitos, que é estudante de economia aqui na faculdade, nós vamos né?

— Claro que vamos – Soonyoung ri – Não te contei, mas ele disse que a sua presença, principalmente, é muito importante para ele.

— A minha presença? Por que a minha presença? Que estranho... acho que ele só quis ser simpático.

— Ele até brilhou os olhos quando mencionei o seu nome, acha mesmo que ele quis só ser simpático? De onde eu venho isso se chama paixão.

— Cale-se Kwon Soonyoung, um cara daqueles nunca olharia para mim, ele deve ter me chamado só por educação.

Nesse tempo todo, Jeonghan já estava vendo todos os preparativos da festa, com a ajuda do Wonwoo, que em uma dessas compras para a festa das bruxas revelou finalmente a grande admiração por seu amado Kim Mingyu.

— Jeonghan por que você nunca me contou? Só por isso agora farei o impossível para juntar os dois.

E Wonwoo conseguiu mesmo, no dia da festa fez com que Mingyu, que estava fantasiado de vampiro, ficar a festa inteira falando com Jeonghan, de Arlequina. Talvez ele devesse ter ido vestido de cupido.

E que ironia do destino, Jeonghan estava nervoso, nunca esteve com uma pessoa tão bonita antes, e na verdade ele estava mais nervoso que Mingyu. Jeonghan realmente não tinha muita sorte no amor, passou por decepções e relações tóxicas, mas isso não o impedida de se relacionar, principalmente com Mingyu.

Jeonghan tirou a capa da fantasia de Mingyu, e aproximou os dentes em direção ao pescoço do mesmo.

— Agora o Drácula aqui sou eu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...