História Hogwarts por outros olhos - Capítulo 144


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Louis Weasley, Lucius Malfoy, Lucy Weasley, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Molly Weasley II, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Percy Weasley, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rose Weasley, Roxanne Weasley, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Albus Potter, Amor Doce, Bruxos, Colegial, Dezenove Anos Depois, Dominique, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione, Hogwarts, Hugo, James, James Potter, Lily, Magia, Potter, Romance, Ron, Rose, Scorpius, Weasley
Visualizações 36
Palavras 5.468
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ PESSOINHAS MARAVILINDAS! (hehe) Não tenho mais lagrimas, amei escrever esse cap, tá mais que fofo, espero que corresponda as expectativas de vocês, se não, mil desculpas.
*****ATENÇÃO****
Todas as roupas e detalhes estarão nas notas finais, então sejam pacientes, coloquei muita coisa, arpa imaginarem, espero que goste e qualquer dúvida, me perguntem ok? Criei uma linda pastinha no Pinterest, espero mesmo que não fique confuso
Beijinhos de luz

Capítulo 144 - O grande dia


POV Annie

Os dias que se passam são de uma correria sem fim, era incrível a quantidade de detalhes que tinha que se resolver, Jake como sempre era maravilhoso, sempre me ajudando e se propondo a resolver coisas para mim. No aniversário de Peter fazemos um jantar simples com umas comidas que eram a cara dele, então chega o meu dia, acordo com alguém mexendo na porta, abro meus olhos e Jake com uma bandeja

- Feliz aniversário – ele fala animado, eu sorrio, ele coloca a bandeja na cama, então me dá um selinho

- Ah obrigada – eu falo olhando, nós tomamos o café, minha mãe entra e me deseja feliz aniversário, depois eu tomo um banho e coloco um vestido, prendo meu cabelo, começo a me arrumar, Jake abre a porta do quarto, eu paro olhando, ele carregava Livie, ela já estava toda arrumada para o almoço e segurava um embrulho com uma rosa em cima, eu suspiro

- Paabens Nannie – ela fala animada, eu rio, pego ela no colo que me abraça

- Obrigada meu amor, como você está linda, foi a vovó quem te arrumou? – Ela concorda, eu dou um beijo na bochecha dela, ela faz o mesmo em mim sorrindo – é para mim? – Ela concorda, eu pego – vamos sentar para eu abrir – eu sento na penteadeira e coloco ela sentada no meu colo e abro, Jake tinha comprado um porta retrato maravilhoso que cabiam algumas fotos, eram de Livie, minha com ela, ele com ela... e uma de nós três juntos, eu engulo minhas lagrimas e levanto – obrigada – eu abraço ele dando um beijo demorado, Livie nos olha sorrindo, então descemos

- PARABENS – Peter fala me abraçando, eu sorrio, minha avó faz o mesmo depois meu pai

- Olha você está lida – ele fala sorrindo – e você também – ele fala para Livie, nós vamos para a Toca, lá recebo cumprimentos e presentes de todos, depois vamos almoçar, passamos nosso dia conversando nos jardins com almofadas e muita animação, para mim ainda parecia surreal que eu pudesse viver em tamanha paz e felicidade.

Depois do meu aniversário a correria continua e um dia minha mãe e eu vamos comprar meu buque, uma coisa que sinceramente esquecemos por completo, se não fosse Livie um dia brincando no jardim e me trazer flores eu esqueceria... então escolhemos uma que combinava com a decoração, comigo, romântico e simples.

Quando percebo estava indo me deitar para me casar AMANHÃ, eu estava sentada na cama com Livie, ela tomava mamadeira e piscava lentamente, o que significava que ela estava morta e sono, ela estava brincando com meu cabelo, Jake para olhando, ela acaba a mamadeira e dorme, eu rio

- Boa noite – eu falo, Jake se aproxima pegando ela com cuidado, ela se ajeita nele e ele a leva para o quartinho dela, ele volta e fica me olhando

- Algum problema?

- Sim – eu falo sem me mexer – vou me casar amanhã – ele ri e senta do meu lado – AMANHÃ Jake, vamos nos casar tem noção do que é isso?

- Mudou de ideia? – Eu rio

- Claro que não, é que é tudo tão surreal, para ser sincera não consigo acreditar nessa paz toda – ele sorri

- Harry estava fando isso, que quando acaba uma guerra todos ficam perdidos, parece que algo ruim vai acontecer, mas não acontece, vamos apenas aproveitar – eu concordo – agora, estava pensando – ele se aproxima – o que acha de uma massagem?

- Claro – eu falo levantando, ele ri

- Não, eu vou fazer uma em você

- Ah nossa – eu falo rindo e me deito de costas, ele ri, começando a massagem, ele era bom nisso, me sinto relaxada, então acabo dormindo.

Acordo no dia seguinte as cinco e meia da manhã com o choro de Livie, estranho e levanto rápido, indo até o quarto dela, ela estava sentada no berço, chorando, assustada, logo sei o que aconteceu, pego ela no colo

- Teve um pesadelo, não foi? – Ela me olhava, eu sento na poltrona do lado do berço dela – Todos nós temos pesadelos horríveis Liv – eu falo acalmando ela – mas sempre se lembre que eles não podem te atingir, você está bem e segura aqui – ela me olha, eu fico acalmando ela, contando qualquer música baixinho, alguém me olha da porta

- O que houve? – Jake entra olhando

- Ela teve em pesadelo – eu falo, mas agora ela me olhava com uma carinha de sono – mas jabá volta a dormir – eu falo rindo, ela então pega no sono – viu?

- Não quero nem imaginar quais os pesadelos dela – eu concordo

- Se fosse uma bebe normal aposto que seriam com ursinhos bravos e mamadeiras sem leite – nós rimos – mas essa pequena aqui passou por muitas coisas – ele concorda, então sai, eu não coloco ela no berço, fico com ela no colo por um tempo, minha mãe aparece

- Quer que eu fique... – ela olha – mas ela está dormindo – ela ri

- Eu sei – eu falo baixo suspirando, então levanto e coloco ela no berço – ela teve um pesadelo – ela me olha sorrindo – acha que vou conseguir cuidar dela em casa?

- Mas é claro que sim, terá Jake – eu sorrio – além do mais uma ligação e eu e vovó aparatamos lá – eu rio e saio do quarto, vejo que já estava claro

- Não vou mais conseguir dormir, eu acho – ela ri

- Hoje é o grande dia – ela me olha – como está?

- Animada, nervosa, assustada e quase entrando em pânico? – Ela ri

- Não vou dizer que sei como é... –Ela fala – mas imagino – nós rimos, sentamos na mesa, tomamos leite e comemos torradas, ninguém tinha acordado ainda

- Sabe parece que alguma coisa vai dar errado – ela ri – é sério, que meu vestido vai ficar estranho, ou que sei lá, alguém vá atrapalhar – ela pega minha mão

- Acabou Annie, agora é outro capítulo aquele em que você fica feliz com as pessoas que ama – eu sorrio – agora, poderia tentar dormir até as oito e meia pelo menos – eu rio – ou nove, você tem que se arrumar, mas o casamento é as quatro, os meninos vão arrumar tudo, vai dar tudo certo – eu suspiro e subo, Jake olha

- Ela acordou de novo?

- Não fui tomar algo com minha mãe – eu deito, ele me olha rindo – sabe que pode acontecer muita coisa hoje, muitos imprevistos

- Annie, temos a magia, qualquer imprevisto nós resolvemos – ele me encara – achei que nunca na minha vida ia ver você tão nervosa – eu o encaro rindo

- Não sei porque estou assim – eu viro de costa para ele suspirando, me abraçando nos travesseiros

- Eu sei – ele fala me abraçando por traz – está nervosa porque agora começa uma nova fase, sei que você nunca gostou dessa ideia de casamento –eu o encaro

- Claro que...

- Não, nós íamos morar juntos, não casar – ele me olhava

- Eu sei, mas quero casar com você, não pense que não, só tenho... – ele ri me olhando – sabe que odeio pessoas me olhando – nós dois rimos

- Está nervosa porque todos ficam falando que é o SEU dia - eu concordo – que todos vão reparar em você?

- Sim – eu admito – sabe que odeio isso

- Agora faz mais sentido sua ideia de querer casar rápido, sem a festa – eu o encaro

- Desculpa, eu realmente estou animada com a festa e tudo mais, o que me assusta é a cerimonia, todos me olhando... – ele ri

- Não acredito que está com medo

- Não sei o que é... – Ele me olha, eu suspiro e viro novamente – vamos tentar dormir um pouco – ele concorda, eu na verdade cochilo, acordo assustada, tenho pesadelos, então desisto de dormir, mas era quase oito e meia, então levanto e vou tomar um longo banho, ouço meu celular tocar, mas nem penso em atender, ele para e ouço Jake falando com alguém, imagino que ele tenha atendido, ele aparece na porta

- Ro quer falar com você – ele fala sorrindo, eu pego a toalha e pego o celular, ele sai do banheiro

- Oi Ro – “bom dia para a noiva mais linda” eu suspiro “ah não, o que aconteceu? ” – Nada, estou no banho, acordei as cinco e meia com Liv chorando, ela teve um pesadelo, mas logo dormiu, tomei café com a minha mãe, ela conversou comigo, tentei dormir, mas só tive pesadelos... RO ESTOU PIRANDO AQUI – ouço Jake rir no quarto, eu me seco “Calma Ni, vai dar tudo certo” – eu sei que vai, não é esse o problema – “então qual é? ” – Não sei, sinceramente – ela não fala nada por um tempo, eu me enrolo na toalha e vou para o quarto, Jake tinha ido pegar Livie, ou tomar café sei lá, eu procuro algo arpa me vestir “não vai me dizer de desistiu? ” Eu não respondo “ANNIE” – claro que não Rose, só odeio ser o centro das atenções, sabe disso e hoje... – ela ri – é sério Rose, não sei como agir, todos esperam que eu esteja linda, emocionada e chore sei lá, sabe que sou sentimental, mas é um casamento, era para o amor ser importante, sei lá, não vestidos e coisas assim eu... – eu começo a chorar “por Merlin Annie, acho que está tendo uma crise ou algo assim, estou indo aí” – não, não precisa, sério, jajá estou na Toca – “tem certeza? ” – Tenho, até mais – eu desligo o celular, então escolho uma roupa, na verdade coloco um vestido azul marinho com estampas, uma sandália que era transada na perna, prendo meu cabelo num coque bagunçado

- Nanie – eu ouço e olho Livie me olhava sentada no tapete do meu quarto parecia preocupada

- O que foi? – Eu falo assustada, ela me olha então sorri, vou até ela e me sento no chão – estou desesperada Livie, o que eu faço? – Ela me encara e vem até mim, coloca a mão no meu peito, no meu coração exatamente, eu sorrio – você vai entrar bem bonita hoje? –Ela concorda, e levanta, saindo andando para um lado e outro do quarto, eu rio, nós treinamos ela segurando uma caixinha, para ela se acostumar, ela foi muito bem – sabe que terão muitas pessoas, mas é só andar até mim ok? – Ela parece concordar, então reparo no vestidinho dela, era azul também, eu rio – Olha Liv, estamos combinando –eu falo vendo que a sandalinha dela era bege igual a minha, ela sorri – vamos comer? – Eu pego ela e desço – quem trocou a Livie?

- EU – minha avó fala e me olha – ah ual, estão muito parecidas

- Exatamente –eu começo a rir – escolhi a roupa agora – eles riem

- Bom estão muito fofas assim – minha mãe fala rindo – Já mandei todas as roupas para a Toca, Molly disse que já colocou tudo no quarto que você vai se arrumar – eu concordo

- O que Ro queria? – Jake fala

- Nada, só ver como eu estava – eu falo, ele me encara, pego um mamão e uma colher – segura – eu falo para Livie, ela pega a colher, eu coloco ela na cadeirinha e pego a colher, raspando o mamão e dando a ela, ela come animada – sei que gosta – eles me olham

- Está tudo bem? – Jake fala me olhando e rindo

- Sim, só estou tentando não surtar – ele concorda olhando arpa minha mãe

- Vamos deixar ela se distrair – Jake concorda rindo

- Ah Annie – minha avó fala – comprei uma coisa para você, como vi o vestido, não resisti, achei que combinaria muito bem – eu sorrio – te entrego depois – eu concordo, depois de dar o mamão a Livie eu desço ela e coloco no chão, ela vaia até o tapete e começa a brincar com seu coelhinho

- Acho que podíamos levar esse coelho, na hora que ela for entrar – eu falo, Jake me olha

- Tipo deixar ela entrar com o coelho, ou ficar com o coelho lá, para ela ir até o coelho? – Eu olho

- Agora não sei – ele ri – pensei em deixar ela entrar com ele, para se sentir melhor, mas usar ele para ela ir até lá parece melhor – ele ri, eu penso – não, vamos deixar ela entrar com ele se quiser, meio assustador usar um coelhinho como refém – eu falo, eles riem

- Olha só – minha mãe fala olhando ela – pode deixar o tronquilho ir também – eu sorrio e me sento do lado dela

- Quer entrar hoje com o coelhinho e com ele?  – Eu aponto para o Tronquilho, ela se anima

- Sim – eu sorrio

- Qual o nome dele afinal, ainda não escolheu um? – Ela sorri

- Pops – ela fala animada, eu rio

- Ok Pops, você está convidado a entrar com essa linda garotinha – ele me encara

- Só você mesmo para convidar um Tronquilho – Jake fala rindo

- E o coelhinho, qual o nome?

- Bonnie – ela fala, eu sorrio, Jake ri e então sobe, logo eu arrumo todas as coisas e vamos para a Toca, vamos mais cedo, não tinha mais o que fazer em casa, lá os meninos já começam a arrumar tudo, eu acabo ajudando, Livie fica sentada embaixo de uma arvore com Pops e seu coelhinho, vejo alguém ir até ela, era Scorp, ele senta para brincar com ela, eu rio

- Scorp se apaixonou por ela – Jake fala eu o encaro rindo

- Sem duvidas – Rose fala rindo – mas quem não se apaixona, acham que ela vai entrar certinho

- Espero que sim, com os dois convidados de honra com ela – eu falo e Jake ri

- Dois... – Rose olha estranhando

- Pops o Tronquilho – ela começa a rir – e Bonnie a coelha – nós rimos

-Ah sim, uma boa ideia, assim ela não fica assustada, vai dar certo – eu concordo rindo

-Ei como estão? – Domi fala animada me abraçando

- Nervosa?  - Eu falo, ela ri, logo todos chegam e começam a ajuda, Molly nos chama para o almoço, nós comemos e então voltamos a arrumar, eu subo com as meninas, Livie vai com a gente, Vic cuida do banho dela

- Ok mocinha, vamos fazer assim, você não vai se sujar mais – ela concorda, eu rio – vai estar linda hoje e muito fofa – ela concorda novamente, nós rimos

- Isso ela é sempre – Lily fala rindo, as meninas começam a se arrumar, os cabelos são a parte mais demorada, depois as maquiagens, então começam a minha, a sombra seria rosa e dourada, meu batom era rosa queimado, fica linda e meu cabelo não daria muito trabalho já que eu escolhi ficar com ele natural, com meus cachos e uma coroa de flores que prendia o véu, então elas colocam os vestidos e me ajudam com o meu, depois colocam a coroa de flores com o véu, eu coloco meu sapato

- UAL – Domi fala me olhando, eu olho no espelho sorrindo

- Ok, estou incrível – eles riem – SEM CHORO – eu falo olhando para Rose que acaba rindo, estava com minha aliança de noivado, alguém bate na porta, era minha avó

- Pelo amor, só não tenha um treco vendo sua neta – Amber fala e nós rimos, ela entra e para me olhando

- Ah querida, está maravilhosa – eu sorrio, as meninas me olham e saem, minha mãe entra

- Ah – minha mãe me olha, então me abraça – você está tão linda filha – ela começa a chorar

- SEM CHORO – eu falo, elas riem – senão eu começo também – elas me olham

- Está mesmo incrível – ela fala, minha avó me entrega uma caixa, eu abro e encontro um colar, ele era de ouro rose com pedras rosa e diamantes, eu sorrio, era bem delicado na frente, mas o charme... ela coloca em mim, atrás ele descia um pingente comprido com as pedras rosas e de diamantes, o que combinou perfeitamente com o meu vestido que era completamente aberto nas costas, ia até o laço do vestido

- Vovó, é perfeito –ela sorri

- Eu sei – vejo que tinham os brincos, iguais ao colar, então coloco

- Posso entrar? – Alguém fala, minha mãe olha, eu sorrio, era Amelie

- Claro – eu falo sorrindo, ela entra

- Minha nossa, está maravilhosa – eu sorrio – ah querida – ela me abraça – trouxe algo para você, como Meredith te deu algo novo... – eu sorrio – sabe a história, algo novo, algo emprestado...

- Algo azul – minha mãe fala rindo

- Sim, o azul nós pulamos –ela fala, nós rimos, ela me entrega uma caixa, eu olho – isso é uma coisa de família, começou com... sabe-se lá quem, então no meu casamento minha mãe me deu, eu passei arpa Charlotte... mas ela acabou pedindo para eu guardar depois de usar no casamento – eu olho – então agora é seu, futuramente de Livie espero – nós sorrimos, eu abro era uma pulseira linda, ironicamente em ouro rose também, eu olho impressionada, era de diamantes, como se fossem pequenas flores, ela coloca em mim

- É linda – ela sorri – muito linda obrigada – ela me abraça

- Acho que está pronta – minha mãe fala, eu concordo

- Olha só quem também está pronta- Rose fala abrindo a porta, eu olho para Livie

- Como está linda meu amor – eu pego ela, ela sorri, estava com o primeiro vestido era rosa, com detalhes em dourado, combinava lindamente com o meu, tinha um laço enorme rosa atrás, mas quando falo rosa era um rosa lindo, nada muito chamativo, parecia uma princesa, o segundo vestido era mais leve e normal, era rosa também, com algumas flores na costa, para ela aproveitar melhor, bem mais confortável- está bem? – Ela concorda – que bom, logo você tira esse vestido, prometo

- Ok, nós vamos descer – Rose fala eu concordo, Hana estava na porta – fique calma – Rose me abraça – está maravilhosa – eu sorrio, ela sai, como eu seria a última a entrar elas entrariam primeiro, Hana me abraça

- Está linda, a noiva mais linda que já vi – ela sorri – parece um filme e sei lá – nós rimos – e você está uma princesa- ela fala para Livie, que vai para o colo dela

- Bom, já sabe, se Livie não quiser entrar...

- Eu entro com ela – ela fala sorrindo, o vestido dela era longo em tons de rosa e dourado, combinava com o de Livie – mas você vai fazer tudo certinho, né mocinha – Livie concorda sorrindo

- Tchau Nanie – eu olho rindo

- Tchau – ela aperta o coelhinho e Pops olha para ela parecendo animado, Hana sai, falando que tudo dará certo

- Nany? – Peter fala na porta, eu rio, então abro a porta, ele entra, para me olhando – não quero mais que se casa, não quero te entregar para Jake – eu rio, ele me abraça – está linda

- Obrigada – ele me encara – acho que vou ter um treco de nervoso – ele ri, estava bem bonito com o suspensório, eu sorrio – está bonito

- Você viu, minha irmã tem bom gosto, só para te acalmar, acho que Jake está quase tendo um treco

- Como isso me acalma? – Eu falo, ele ri

- Ele pode ter algo primeiro – nós rimos, ele abre a porta – vou descer que jajá tenho que entrar, papai está esperando – eu concordo sorrindo, ele sai, meu pai entra e me olha sorrindo

- Está incrível – eu sorrio – tem certeza que quer isso? – Eu rio

- Tenho, só estou nervosa com todos me olhando... – ele sorri

- Vai se sair bem. Não vou te deixar cair – ele me abraça – só quero que saiba que estou muito feliz em dar a sua mão para um cara com Jake, ele é incrível e sei que serão muito felizes, agora, melhor irmos antes que EU comece a chorar – nós rimos, ele pega meu buque e me entrega, descemos, não tinha mais ninguém lá embaixo, Hana ficaria olhando e nos chamaria para entrar

- Sabe que parei só agora para pensar que... não escolhi a música que vou entrar, nem os padrinhos... nada

- Jake escolheu – ele fala rindo, eu suspiro, não consigo ouvir a música que ele, ou o pessoal entra, Hana nos manda ir, então nós vamos andando – viu tudo pronto?

- Não – eu falo rindo

- Então vai amar – eu sorrio, nós paramos tinha um tipo de cortina, eu olho para Yan – só para se acalmar, Rose ajudou ele a escolher a musica

- Agora sim – eu falo e nós dois rimos, então começa a tocar uma música – ok, eles querem que eu já entre chorando né? – Ele ri, era Flashligth

- Achamos melhor contratar alguém para tocar, já que Hana estaria ocupada – ale de piano ouço um violoncelo, eu sorrio, ele me olha – pronta? – Eu concordo, apertando o braço dele e respirando fundo, as cortinas brancas se abrem, sinceramente não consigo reparar na decoração, ou nas pessoas em volta, porque como olho para frente vejo Jake, ele estava lindo, sorrindo para mim, nunca vi esse sorriso, vou andando lentamente, consigo reparar que passava pelas pessoas, quanto mais me aproximo mais reparo nelas, sra. E o Sr. Weasley, Harry, Giny, Fleur, Gui, Hermione, Draco... eu sorrio, então finalmente chegamos, Yan me entrega arpa Jake, olho arpa minha mãe que já estava chorando, por um milagre, não sentia vontade de chorar, me sentia bem e feliz, entrego meu buque para Rose que me olha com um lindo sorriso, percebo que estava se esforçando para não chorar

Olho então finalmente para Jake, ele ri, então nos viramos arpa o mestre de cerimonias, ele começa a falar tudo que tinha que falar, eu consigo olhar em volta, a decoração era maravilhosamente minha casa, simples, ao ar livre, com um arco de flores e cadeiras brancas, consigo ver meus padrinhos, meu irmão me olhava sorrindo, parecia que eu estava num sonho, Ethan parecia segurando para não chorar também o que me faz rir, então chega a hora das alianças, eu e Jake olhamos sorrindo, para a entrada, as cortinas se abrem e Livie entra bem devagar, primeiro ela olhava para a almofadinha com as alianças, então olha para frente, e nos vê, ela sorri e continua andando

- Parece que deu certo – Rose fala baixo, eu sorrio, ouço os suspiros do pessoal, reconheço a música um tempo depois só, era Story of my life, eu rio, ela vem até nós, Jake se abaixa para pegar as alianças, ela sorri e corre até Scorp, nós rimos, ele pega ela no colo, falando que ela foi muito bem, todos acabam rindo, olho para as alianças e acabo sorrindo, eram lindas, não esperaria menos de Jake, então fazemos as promessas de amar, cuidar, proteger, respeitar o outro, não importando o que acontecesse, era irônico, porque sabíamos que nunca quebraríamos isso com o encantamento.

- Jake Harrison, aceita Annie Flint como sua legitima esposa? – Eu sorrio

- Sim

- Annie Flint, Aceita Jake Harrison como seu legitimo esposo?

- Sim – eu falo sorrindo

- Então com o poder em mim investido, eu os declaro, casados, perante a comunidade bruxa –eu sorrio, eu e Jake nos aproximamos sorrindo ele me puxa para um beijo, ouvimos os gritos e palmas, nos separamos e nos olhamos sorrindo, então agora vinha a parte fácil, saímos de lá, percebo que as meninas choravam

- Olha só – Jake fala no meu ouvido – você não chorou – eu o encaro

- Não consigo – ele ri, Scorp coloca Livie no chão, ela vem até nós, Jake pega ela no colo, eu dou um beijo nela, que nos olha sorrindo, todos começam a sair em uma fila, eu e Jake seriamos os últimos, Peter pega Livie do colo dele, e vamos andando todos aplaudem, os convidados vão para o salão, nós vamos até lá e somos recebidos com mais palmas, gritos, logo vamos até uma mesa, que era enorme, todos se acomodam, James sobe no palco, e chama eu e Jake

- Acho que na cerimônia faltou uma coisa e todos nós aqui percebemos – eu e Jake rimos – os votos, então... – eu suspiro, nós subimos no palco ouço o pessoal gritar

- Só para acabar com a alegria de James – Jake fala – eu combinei outra coisa com Annie – James olha – Disse que se ela não quiser, ou não conseguir, não precisa falar nada

- NÃO VALE – ele grita

- Vale, o casamento é nosso, fazemos o que quiser James – eu falo, todos começam a rir

- Filho, senta aqui quietinho – Giny fala rindo, ele me olha bravo, eu rio

- Bom, depois dessa declaração – Jake fala rindo, todos riem, eu o encaro, ele sorri pegando minha mão – está maravilhosa, como o esperado – eu sorrio, ele falou baixo, ninguém ouviu – Eu passei algumas noite em claro pensando no que falar eu admito, quem sempre foi boa com as palavras foi ela, parece que depois de tudo que passamos não tem mais o que falar – eu concordo – essa mulher forte, corajosa e determinada aqui na frente de vocês – eu rio – é na verdade a mulher mais graciosa, gentil e com o coração mais puro que eu já conheci, quando aconteceu nosso encantamento, que não é novidade para ninguém aqui, eu achei que era mentira, não podia ser verdade que essa pessoa tão maravilhosa tinha me escolhido, toda vez que eu olho para você vejo minha melhor amiga – eu sorrio – vejo como crescemos em tão pouco tempo, nunca imaginei que casaria aos dezoito e sei que muito menos você – o pessoal ri – mas não podia ser diferente, todas as vezes que não acreditei que você pudesse passar por algo, você foi lá e se superou, mostrou para mim e a todos que você era forte, seu amor me inspira, sua vontade de viver, sua capacidade de largar tudo para ajudar alguém, você não pesou nem por um segundo quando decidimos ficar com Livie, então te dedico toda a minha vida, toda a minha história, tudo o que sou! – Eu sorrio, obviamente o pessoal aplaude e eu engulo meu choro, ele me olha surpreso

- Viu, te disse que não ia chorar – ele ri – eu sinceramente não sei o que falar – o pessoal ri – serio, já disse tanta coisa para ele... – ele sorri – Lembro do meu desespero quando aconteceu o encantamento, o medo de prender alguém em mim, agora percebo que se não fosse o encantamento eu teria me prendido nele do mesmo jeito – ele ri – Ele é um homem incrível, nunca mediu esforços arpa me ver feliz, protegida e nunca pensou por um segundo em aceitar a guarda de uma criança comigo – todos sorriem – o que passamos não oi pouco, quase morremos inúmeras vezes, tentaram nos separar de inúmeras maneiras desde umas garotas chatas – ele ri – até poções que ninguém nunca tinha se quer ouvido falar, nunca desistimos e elas podem ter nos abalado, mas nós sempre pertencemos um ao outro, com você eu me sinto uma princesa, me sinto completa, amada, sei que não importa o vier nós vamos superar juntos, você é meu eterno melhor amigo – ele sorri e me abraça, o pessoal grita e aplaude, eu beijo ele – eu te amo

- Eu te amo – ele fala me abraçando novamente, nós descemos e vamos para a mesa

- Amei a aliança – ele me olha sorrindo – é perfeita – ela era de ouro rose cheia e diamantes – olha – eu mostro a pulseira – era de sua avó, ela disse que está na família a... mil anos sei lá – ele ri – agora é minha e como ela disse um dia será de Livie

- É linda – eu concordo

- Sua mãe usou, mas devolveu para sua avó, não entendi o porquê – ele me olha – minha avó me deu o colar e os brincos – ele olha sorrindo

- Combinaram perfeitamente – ele levanta, nós íamos passar na mesas para falar com o pessoal, tirar fotos, ele para me olhando, pega minha mão e me faz dar uma volta – Ual, está incrível mesmo, o vestido parece ter sido feito para você

- Obrigada – eu me aproximo dele – escolhi ele para você – ele sorri

- Você parece irradiar alegria – minha mãe fala me abraçando – está tão linda que não consigo parar de te olhar – eu sorrio

- Para com isso – eu tiro uma foto com ela, depois eu ela e Jake, com Yan e assim por diante, te tantos jeito com tanta gente...  Aproveito ao máximo tirar mil fotos de Livie – gente aproveita, que vou trocar ela – eles riem, depois de passarmos em várias mesas eu peço licença – vou por um vestidinho, mas básico nela, ela parece um bolinho – eu falo me enrolando com os foros do vestido dela, Jake ri e vem comigo até a casa, eu subo e tiro o vestido dela – ufa – ela sorri, eu coloco o outro, ela pega ele olhando para si mesmo, eu rio

- Bonito – ela fala eu sorrio

- Está bem? –Ela concorda – com calor?

- Nhão – eu rio

- Fome?

- Nhão, quelo brinca – eu rio

- Vamos sim, vai poder brincar jajá, só deixem tirar umas fotos suas com esse vestido –ela concorda, Jake olhava tudo

- Como ela pode entender tanto?

- Esperta – Livie fala para ele, eu rio

- Viu, ela é esperta – ele ri, nós descemos

- Está bem? – Ele me pergunta

- Sim, passou o nervoso, vamos comemorar – ele concorda sorrindo me roupando um beijo, Livie olha rindo – acha graça? - Ela concorda, ele rouba outro beijo, ela ri ainda mais, nós rimos e voltamos

- Ah que graça – Lily fala pegando Livie, logo tiramos várias fotos dela assim, então coloco ela no chão

- Prontinho seja feliz, cuidado, toma conta do Pops, ele pode ser pisoteado aqui - ela segura o Tronquilho, eu rio – e não quebre nada, ou se quebre – ela ri e sai correndo – CUIDADO – ela olha e para de correr – por Merlin, essa menina vai ficar terrível – Jake olha rindo

- Vai, pior que vai, mas ela obedece, só é meio doida, puxou você

- Sim – eu admito rindo, nós sentamos para comer, estava tudo maravilhoso – nem acredito que... nossa você pensou em tudo?- eu olho o cardápio, era tudo que eu gostava, algumas que ele gostava, mas era legal porque nós éramos super parecido para o gosto em comida, a única diferença gritante era que ele não era fã de doce, já eu... tinham massas de todos os tipos, os aperitivos estavam maravilhosamente gostosos – Peter, pegue sua sobrinha antes que ela morra de fome – ele olha e pega Livie, trazendo ela

- Ok mocinha, vamos comer, olha quanta coisa – ela olha, então escolhe algumas coisas e ele ajuda ela, eu rio

- Quem diria, Peter um super tio – Amber fala olhando, eu a encaro

- Estranho eu sei, ele tem ajudado bem com ela – ela sorri

- Sabe, tenho que te falar, só no SEU casamento para ter um Tronquilho como convidado E ainda entrar com as alianças! – Lys fala, Amber olha para ele rindo

- Vip, convidei Pops hoje de manhã, ele se sentiu muito honrado – eles riem

- Só você mesmo para convidar um Tronquilho, doidinha – Amber fala

- Ele é o amiguinho da Liv – eles riem

- Você é mesmo ótima com os animais, logo é eleita para representar os Tronquilhos sem causa – Lys fala e nós rimos alto

- Menos, ai Lys – eu falo triste, ele me olha rindo – foi mesmo difícil decidir, queria muito trabalhar com você também, mas a proposta de Harry

- Sabe o que meu pai fala? – Eu o encaro – trabalhe com o que você ama e nunca trabalhará um único dia

- Ual - eu e Amber falamos rindo

- Sim, mas acho que foi uma frase de um trouxa – nós rimos – mas faz completo sentido, você vai se sentir realizada nesse setor

- Com certeza, ajudando eles vou me sentir maravilhosamente útil – eles sorriem – começo segunda – eles riem, então depois de comermos o pessoal começa com a musica

- Para estrear tudo – Domi fala animada – Annie, Jake, venham dançar – eu sorrio – infelizmente vocês dois são os melhores para cantar, mas nos esforçaremos aqui – eu sorrio

- Bem, eu fui o escolhido, farei meu melhor – Scorp fala, nós rimos, então começa a tocar uma música do Ed Sheeran

- Estão tentando acabar comigo hoje... –eu alo para Jake, era Perfect, ele se aproxima e começamos a dançar lentamente, a música era nossa, não tem outra palavra... dançamos lentamente abraçados a música toda, ele cantava no meu ouvido, era perfeito, quando termina todos aplaudem, eu chorava

- Olha, Scorp conseguiu – ele fala rindo, eu rio

- Não foi ele – ele sorri, então o pessoal começa outra música animada, minha mãe me olha - Ainda vão me matar – ela ri, eu suspiro, depois de me acalmar um pouco vou dançar, depois acabo subindo para cantar com as meninas, sempre mantendo tudo animado, sei que muitas pessoas que importavam para mim estavam lá, meus amigos, minha família, mas naquela noite, só queria saber de aproveitar com Jake, e a noite estava apenas começando...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...