História Hogwarts: uma nova história - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Drama, Mistério, Romance
Visualizações 33
Palavras 1.335
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Então, depois de um longo e tenebroso inverno, eu estou aqui! Boa leitura!

Capítulo 42 - Na Floresta Proibida


Violet Lewis

Fomos entrando na floresta proibida, ela era enorme, podia ser que nunca conseguíssemos chegar ao lago negro, mas Nevaeh sabia um feitiço de localização que criou um caminho de onde estávamos até o lago negro. Acendemos nossas varinhas pois estava tão escuro e ao chegarmos na entrada da floresta, segurei na mão do Gabriel, Lysander segurou a mão de Nevaeh, Lorcan segurou a mão de Eva e Enzo segurou a mão de Isabella que estava junto de Ryuga, assim nos sentimos mais seguros.

- Temos que ficar o mais juntos possível aqui dentro da floresta – Lorcan diz baixo – Tem muitas criaturas perigosas aqui, por favor meninas não nos soltem, porque temos que correr a qualquer segundo.

Todos assentimos, mas eu estava apavorada. Minhas pernas estavam mole como gelatina, Gabriel segurou meu braço mais forte e entramos na floresta proibida. Seguimos a linha fina que nos levaria ao lago negro, conforme estávamos mais fundo no local – e eu realmente acredito que não estava tão fundo assim – barulhos nos cercavam.

- O quão dentro será o lago negro? – Isabella pergunta com um leve tremor na voz.

- Acredito que mais longe do que gostaríamos que fosse, Izzy – Enzo responde com pesar.

- Vamos tentar ir mais rápido – digo com medo também.

- Boa ideia Vi... – Eva fala um pouco confiante.

Fomos caminhando até que em um certo ponto da nossa rápida caminhada um barulho de árvore caindo nos tirou a concentração. Devia ser um bicho muito grande para derrubar uma árvore daquela forma. Nos olhamos assustados e senti um puxão, começamos a correr seguindo a linha, mas uma árvore caiu na nossa frente. Recuamos para trás, eu acho que iria desmaiar a qualquer momento, por pouco a árvore não nos esmagou. A criatura que nos encarava era escura como a noite, seus dentes brilhavam, assim como seus olhos. Evitamos respirar, mas ela se aproximava cada vez mais de nós conforme recuávamos. Lorcan levanta sua varinha devagar e com as mãos pediu que nos separássemos, então fomos um para cada lado. Lysander fez o mesmo que o irmão, os dois soltaram devagar Nevaeh e Eva, que vieram em nossa direção.

- Petrificus Totalus – os dois falaram ao mesmo tempo e a criatura emitiu um ruido que não pareceu nada bom.

- Corram! – eles gritam e procuramos a luz que nos guiava ao lago negro.

Conforme corríamos mais rápido, mais barulhos a gente escutava. De todas as criaturas que tem nesse lugar, porque justo a que parece um lobo de 5 metros de altura tinha que nos perseguir? Gabriel me puxava com toda a força que tinha, um uivo nos seguia.

- Melhor nos separarmos! – Isabella diz segura e nos encaramos com medo – Se estivermos juntos eles só tem um caminho a seguir!

- Não podemos! – Nevaeh diz aflita.

- Confiem em mim! – Izzy fala – Vai dar certo!

- Agora! – Enzo grita, puxando Eva para outro lugar.

Lorcan segue com Izzy e Ryuga, assim como Lysander segue com Nevaeh e Gabriel me puxa. Quando viramos para frente, uma criatura gigante nos encara. Ela parecia uma cobra e tinha seu corpo verde, nos olhava com curiosidade, mas só conseguimos ficar petrificados. Ao escutar o uivo da criatura preta, a cobra nos olhou séria, se enrolando em nós dois. Quando a criatura preta passou, Gabriel sorri para a cobra e acaricia sua cabeça, que ela abaixou para que ele tocasse. Seguimos andando e a cobra nos seguia, mas ela insistia em nos seguir, até que quase grito quando ela fica do tamanho do meu pulso e se enrola nele.

- Acho que ela gostou de você, Vi – Gabriel diz rindo, eu tenho vontade chorar.

- Não gostei muito dela – digo com tremor, mas ela não tinha escamas, seu corpo era coberto de pelos multicor.

- Vamos encontrar os outros, sua amiga pode nos proteger – ele sorri e buscamos os outros.

- Esse bichinho também encontrou vocês? – Ryuga ri.

- Essa criatura especialmente gosta de pessoas do sexo feminino – Lorcan diz levantando o pulso de Eva – Ela não é uma cobra e vai seguir vocês por onde forem, então elas meio que são de vocês agora.

- Trazendo souvenier da viagem pra morte – Eva ironiza.

- Vamos logo, estamos bem perto do lago – Nev diz ao ver a luz que antes era branca ficar vermelha.

Nevaeh Mufasi

Estávamos bem perto do lago, com aqueles bichinhos em nossos pulsos, os outros somente passavam por nós. O lago negro era gigante e parecia duro feito platina. Ficamos olhando para onde ficava as pedras, era bem longe da margem e elas ficavam flutuando, não havia um caminho no qual pudesse alcançá-las.

- O jeito é flutuarem – Lorcan diz como se fosse óbvio.

- É muito longe – Violet diz intrigada.

- Podemos ir um por um – digo pensativa – Será mais fácil, com mais pessoas executando o feitiço, ele fica mais duradouro e seguro.

- Então vamos logo com isso – Gabriel nos apressa.

- Eu primeiro – falo me preparando.

Os outros apontam sua varinha para mim e Gabriel lança o feitiço que me eleva, depois que me sinto mais segua, Gabriel me puxa mais para baixo.

- Nev, não tem como isso se estender até onde estão as rochas. – ele diz e me traz ao chão com cuidado.

- Olhem ali! – Isabella aponta para algumas rochas na margem do rio – Elas tem o tamanho do caminho.

Nos aproximamos delas para tirar elas da margem do rio, até que uma marca nos chama atenção. Cada uma tinha uma marca diferente, eram as mesmas marcas da parede que tinham no castelo, então automaticamente sei o que fazer. Ao sujar a marca com um pouco do meu sangue, a pedra levita e vai sozinha a um local do rio, mas planando. Os outros pegam a faca e fazem o mesmo, porém elas ficam muito espaçadas, não dá pra pular de uma pra outra.

- Acho que mesmo assim tem que ir de dupla – Eva diz vendo como elas ficaram.

- Eu vou até lá – Lorcan diz – Lysander, vá comigo para que possamos levitar com segurança quem for.

O plano deu certo, as pedras moviam sozinhas conforme não tinham mais peso e formavam o caminho, os meninos conseguiram nos levar um a um e isso demorou muito, vimos que o sol já nascia. Gabriel foi o último a ir, quando estávamos comemorando a vitória, algo inesperado aconteceu, uma luz muito forte brilhou por todo o castelo e uma fumaça negra começou a vir da margem oposta a que estávamos no lago.

- Voltem! Agora! – gritei para os meninos.                                                 

Eles tentaram vir o mais rápido que conseguiram, mas no meio do caminho algo fez com que eles desequilibrassem e eles caíram no lago. Lorcan foi o primeiro a subir, mas vimos que eles tentavam lutar, então Gabriel foi puxado para baixo, assim como Lysander

- Eu não sei nadar! – digo apavorada, mas Enzo já tirava a capa, assim como Eva, Ryuga e Isabella.

Após as cobrinhas pularem dos pulsos de Izzy e Eva para o meu e o de Violet, os três se jogaram no lago e nadaram o mais rápido que conseguiram até serem puxados para baixo, porém Isabella foi rápida e jogou um feitiço que não entendemos de onde estávamos. Enzo e Eva subiram e foram o mais rápido que conseguiram onde os meninos sumiram, Isabella procurava Ryuga.

Do nada um arrepio percorre minha espinha e me viro junto Violet a tempo de ver a fumaça negra nos cobrir. Seguramos nossas mãos e varinhas, quando a fumaça nos engoliu, tudo ficou levemente confuso, até eu sentir um corte me meu rosto. Tinham vários rostos na fumaça, eles nos puxavam e puxavam nossos cabelos e vestes, elas tentavam nos sufocar.

- Nev, vamos tentar afastar a fumaça – Violet disse com dificuldades.

Tentamos tudo que podemos, mas minha visão foi escurecendo e vi que Violet desmoronava também, chorei por não ver os outros, por morrer ali, mas preferia morrer a deixar Joseph o resto de sua imortalidade preso naquela câmara.


Notas Finais


Então, papais e mamães, vamos ver quem ainda lembra de seus filhos porque a formatura vem aí e o papai que não se manifestar, pode ficar sem a formatura... Desculpem pedir isso, mas preciso saber quem ainda está aqui...
A quem ainda está, muito obrigada por entenderem, mas estou de férias e voltei para finalizar a fic! Mil bjs! Até o próximo cap!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...