História Hogwarts por outros olhos - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Louis Weasley, Lucius Malfoy, Lucy Weasley, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Molly Weasley II, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Percy Weasley, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rose Weasley, Roxanne Weasley, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Albus Potter Dominique, Dezenove Anos Depois, Harry Potter, Hermione, Hogwarts, Hugo, James, Lily, Ron, Rose, Scorpius, Weasley
Exibições 43
Palavras 2.350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom esse Capítulo é o que Annie finalmente conhece Yan, seu pai. Beijinhos
**ROUPA DA ANNIE NAS NOTAS FINAIS**

Capítulo 32 - Yan Maarinoff


Era sábado de manhã e todos se arrumavam para tomar café e ir para Hogsmead, Annie se sentia bem melhor e acordou animada

POV Annie

- Ro, você acha que está bom assim? – eu mostro minha roupa para ela que me olha

- Está linda, está nervosa?

- Sim vou encontrar com meu pai pela primeira vez né! Eu quero causar boa impressão

- Ele vai amar!

- Vamos descer então! – Lá nó encontramos Lily andando de um lado para o outro

- Nervosa? – Eu pergunto

- Muito...

- Relaxa vai ser legal! – Rose fala, nós vamos tomar café, depois nos encontramos lá fora Luke vem correndo

- Uh achei vocês! – ele parece cansado – Eu.. vou com vocês

- Vai? – Lily pergunta

- Sim não perderia seu primeiro dia em Hogsmead por nada! – Ele fala e Lily sorri

- Acho que devemos ir se quisermos pegar carruagem juntos! – James fala então eu Rose, Lily Jake, Scorpius e Luke vamos em uma

- A proposito você está linda Lily – Luke fala, Lily fica vermelha e Rose olha para mim sorrindo - Essa é a tiara que seu pai deu Ni?

- É sim!

- Você parece uma fada do campo! – Scorpius diz olhando para mim – Desculpa mas parece

- Ele tem razão – Jake me olha - com esses cabelos quase brancos, essa roupa e uma tiara de flores

- Imagina se ela estivesse com um vertido então – Rose fala – Só ia faltar as asas!

- Vocês são pirados! – eu falo

Quando chegamos vamos a Dedos de mel e depois na filial das Gemialidades Weasley, quando chegamos lá tudo o que Lily e Hugo compram é de graça, cortesia da primeira visita

- Toma Annie comprei para você – eu pego o pequeno vidrinho que está escrito Bruxa maravilha – para deixar seus cabelos controlados

- Ah Lily valeu essa poção é ótima, meu estoque estava mesmo no fim! – Nós sentamos numa praça e ficamos lá por um tempo até que Rose fala que já se passou meia hora do horário que minha mãe e Peter foram se encontrar com meu pai eu me despeço de todos e vou ao lugar marcado, Jake vai comigo quando chego na porta Ron está lá

– Olá querida, eles estão lá dentro qualquer problema só gritar...

- Obrigada Tio Ron – eu e Jake entramos conversando – Sabe esquecemos de almoçar – Jake concorda, lá dentro era quente, Harry para nos olhando

- Bom dia – nós sorrimos para ele, Jake tira o casaco e eu faço o mesmo – está melhor?

- Ah ficou sabendo da tentativa de Luke de me matar? – Eu falo rindo

- Sim, Minerva nos avisou, achei justo tirar essa poção deu problemas na nossa época também – ele olha assustado para o nada – que bom que Rose e Luke pensaram rápido e te ajudaram

- Sim – eu falo, ele para olhando para meu braço, minha mãe aparece

- Annie? – Ela sorri e vem me abraçar – como está? – Ela pega meu braço- e o braço?

- Recuperando aos poucos, Luke ainda me olha triste, ele ficou bem chateado – eu falo acompanhando ela, Jake se senta com Harry

- E as aulas como estão? – Ouço Harry perguntar para ele, vamos até um outro cômodo quando entro vejo Peter rindo junto com um homem que está de costas ele conta algo sobre seu nariz ter derretido e ri e minha mãe fala

– Olha quem está aqui Yan – ele se vira e então entendo da onde vieram meus olhos, essa cor única que eu nunca tinha visto em mais ninguém além de mim, tinha os cabelos loiros da cor do meu, ele então sorri, o sorriso dele com certeza é de Peter

- Annie? Não acredito você veio – sua voz me soa estranha, mas bonita, ele tinha uns sete anos a mais que minha mãe e era bonito, lembrava um pouco Peter, exceto os olhos – Você está bem? – Vejo preocupação em seus olhos então percebo que estou paralisada

- Sim... Sim, me desculpe estou bem! – O que eu faria? O que eu ia fazer? Mal conhecia esse homem que está na minha frente – Agora vejo porque minha mãe se apaixonou! – Ele ri de canto me lembrando alguém, mas não sei quem, não é Peter eu acabo sorrindo

- O que houve com seu braço? – Ele olha preocupado

- Zabine tentou matar ela, mas não funcionou – Peter fala e Yan para, ele simplesmente vira para Peter pasmo

- Como? – Eu e Peter rimos

- Peter, para de ser idiota, foi um acidente – eu explico o que ouve, ele ouve atentamente – aí ele me ajudou na ala hospitalar e toda vez que me olha fica triste, tadinho

- Ele está é com medo de mim e Jake – Peter fala um pouco mais alto e ouço Jake rir da entrada

- Já dei uma bronca nele Peter! – ele grita e eu rio

- Coitado – minha mãe fala se sentando – aposto que você e Jake deixaram ele pior

- Sim, ainda mais com Peter olhando para ele como se ele tivesse me arrancado um braço! – eles riem

- Mas poderia acontecer, sei de acidentes terríveis com essa poção – Yan fala e eu concordo – foi mesmo muita sorte

- Nem tanto Annie tem tontura ainda – Peter fala, então eles mudam de assunto, Peter conta algumas coisas do ano dele, que nem eu sabia, não andávamos juntos por causa das casas, ele sempre ficava com Amber, então ele começa a contar algo sobre ela e uma menina que elas brigaram no corredor

- Belo exemplo de monitora – eu falo baixo e Yan me olha rindo

- Olha quem fala – Peter me olha sorrindo – você vive brigando

- Mas agora sou monitora - eu rio – não faço mais isso

- Bateria na Amber?

- Sem pensar duas vezes – eu falo – porque sei com quem ela ia mexer então – Peter me olha

- Controle melhor seu ciúme – eu olho para Peter

- Nem vem sua amiguinha que provoca – ele ri

- Merlin, como conseguem? – Yan fala e minha mãe começa a rir – você tem uma melhor amiga que sua irmã odeia! – Nós rimos

- No fundo é até divertido – eu falo rindo, depois de um tempo Peter fala

- Bom eu acho que vocês deveriam conversar a sós – ele se levanta e então eu me sento onde ele estava minha mãe me olha e sai do cômodo, ouço ele cumprimentar Jake e os dois conversarem

- Então – Yan fala me olhando – quer perguntar algo? Me xingar? Me bater? – eu rio

- Na verdade eu não pensei em nada! Nada mesmo o que eu queria saber você me contou em sua carta – eu tento me lembrar de algo que eu queria perguntar – Sempre quis saber mais sobre seu... seu pacto... acordo...

- Vamos chamar de acordo, eu fiz ele quando tinha dezessete anos, por pressão dos amigos não sabia nada sobre ele além de que me daria mais poderes, então um tempo depois fui descobrindo tudo sobre ele e descobri que se um dia tivesse filhos nasceriam gêmeos uma menina e um menino e que eles seriam poderosos, a menina teria mais poder, o menino poderia pender para o mal – eu olho para ele

- Mal? – ele concorda

- Mas vamos ver isso melhor outro dia, não sabemos muito a respeito, você tem seu encantamento, logo Peter tem que ter algum também – eu me sinto mal, mas continuo

- Você sabia que tinha esse encantamento meu?

- Sim, mas no livro falava que era tão raro que poderia nunca acontecer e você com apenas 15 anos encontrou alguém digno de te proteger e te amar para sempre

- Digno? – Pergunto confusa

- Sim a magia não acontece do nada, você não ia olhar para aguem na rua e ela ia acontecer, não é assim que funciona somente um amor puro e verdadeiro funciona, alguém que se importe tanto com você a ponto que aceitar esse encantamento e te proteger e cuidar para sempre!

- Então tudo que ele sente por mim é real? Nada é do encantamento?

- Sim tudo é real o encantamento só tem o poder de enfraquecer vocês se ficarem separados, de fazer vocês sentirem o que o outro sente, mas nunca inventar sentimentos ou aumentá-los – eu então respiro aliviada e rio sozinha quando olha para ele também está rindo

- Desculpe eu sei que isso era para eu te conhecer melhor, mas eu precisava tirar essa dúvida, só mais uma coisinha - eu respiro fundo e pergunto – Se eu morrer ele morre?

- Ele iria ficar desolado e ia ficar doente e então morreria, mas quanto mais tempo vocês passarem juntos quando algo acontecer, como por exemplo você morrer ele pode morrer mais rápido! – Ele olha para mim e vê minha expressão – é terrível eu sei, se eu soubesse que um dia teria uma filha tão maravilhosa e que a faria passar por isso preferia ter morrido! – Eu olho para ele, sinto que suas palavras são verdadeiras

- Você não sabia o que estava fazendo! Você acha mesmo que Peter tende de ir para o mal?

- Não, eu não acho que ele seja mal, só está sendo controlado por pessoas más e ambiciosas – ele olha para mim com carinho, sinto minha cabeça girar, ele delicadamente se aproxima e segura minha mão – está tudo bem?

- Sim, muitas informações – eu sorrio - Eu sei que não me comuniquei com você todo esse tempo, mas eu estava confusa! Nunca quis que você sofresse por pensar que eu te odiava – ele me olha profundamente e olha para minhas mãos

- Só tento imaginar você pequena, com essas delicadas mãozinhas ainda menores, eu te contando histórias, carregando você no colo, afastando seus pesadelos, vendo você ir para Hogwarts – Eu não esperava por isso e sinto lagrimas nos meus olhos – Olha essas mãos parecem de princesa! – Ele então olha para mim com lagrimas nos olhos e diz – Você se parece com uma princesa! O que foi que eu fiz? Perdi toda sua infância! – Ele então derrama uma lagrima

- Eu acho que temos muito tempo para recuperarmos todo esse tempo perdido – ele olha para mim então leva uma mão em meu rosto, ele toca como se eu pudesse quebrar ao mais simples toque, ouço Peter e Jake rirem de algum lugar

- Como você se apaixonou pela minha mãe? – essa pergunta vem do nada na minha mente

- Sua mãe sempre foi inteligente é por isso que me apaixonei, sempre tão esperta e sensível, você me lembra ela no jeito porque na aparência você é mais comigo mesmo! Nunca achei que encontraria alguém com a mesma cor dos meus olhos, muito menos na minha própria filha – nós dois sorrimos – Sua mãe é encantadora, fico feliz que você tenha herdado toda a bondade dela

- Já Peter... – eu falo rindo

- Eu ouvi isso! – Peter fala na porta

- Que susto! – Eu falo colocando a mão no peito – viu o que eu disse? – Eu falo para Yan – ouvindo conversa dos outros, falta de educação! – Peter ri alto

- Para sua informação eu vim ver se estava bem, não almoçou ainda e com toda essa coisa da poção... – eu pareço me lembrar e então olho para Peter rindo

- Você lembrou ou Jake? – ele me olha pasmo e finge estar ofendido

- Nossa, eu me preocupo com minha linda irmãzinha e... ta legal foi Jake – eu rio, o barulho do meu relógio despertando me assusta – o que é isso?

- Remédio – eu e Jake respondemos juntos

- Viu se estivesse preocupado saberia que era o horário do remédio! – Eu falo irônica e me levanto, mas Jake já estava com o remédio na mão na porta, eu pego e tomo Peter me olha com cara de nojo

- Eca, parece ruim – eu faço uma cara feia e concordo

- O cheiro é pior que o gosto – eu rio, Yan apenas nos observava, imagino que pensando como seria nossa vida normalmente

- Ah Pai esse é Jake – Peter fala e eu o olho brava – o que não vai apresentar Jake para ele? – nós rimos, Jake aperta a mão dele e eu acabo rindo

- Na verdade isso é bem bizarro – eu falo – quer dizer, somos amigos apenas e... – Yan ri - esquece

- Vocês acham que agora eu deveria dar um sermão de que se você não cuidar, respeitar e proteger ela eu te torturaria? – nós rimos

- Considere o sermão dado! – Jake sorri – Apesar de que nunca serei capas de fazer nada com ela – eu sinto meu rosto queimar, devo estar vermelha

- Eu só peço que cuide dela, mas eu sei que você fara isso, pois o encantamento escolheu você, então sei que será a melhor pessoa para ela!

- Nossa – Peter fala saindo – Depois dessa vejo que meu plano deu errado, bom eu vou ter que ir Amber deve estar surtando – ele fala e se despede de mim e Jake e dá um abraço em Yan, depois se despede da minha mãe e sai .

 Nós então conversamos algumas besteiras e eu pergunto se ele tem algum parente, infelizmente todos morreram

- Onde você irá morar?

- Aqui!

- Aqui tipo aqui nessa casa?

- Sim, por enquanto, até eu me estabilizar, vocês podem me visitar sempre que quiserem

- Eu virei todas as visitas de Hogsmead – um tempo depois -  acho que agora precisamos ir, vamos nos encontrar com o pessoal

- Espero te ver em breve – ele diz me olhando então eu me aproximo e o abraço – ah querida sinto muito por tudo que lhe causei! – Ele me aperta em seus braços como se tivesse medo que eu fosse embora e jamais voltasse sinto lagrimas escorrendo pelo meu rosto

- Vou voltar na próxima visita e vou te escrever toda semana! Agora as cartas chegaram no mesmo dia!

- Sim – ele me olha nos olhos e então fala para Jake – Cuide dessa princesa por mim! – Jake assente com a cabeça e então dou um beijo na bochecha de Yan

- Te vejo em alguns dias papai! – Ele então dá um largo sorriso bobo e então eu e Jake vamos embora.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...