História Hogwarts por outros olhos - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Louis Weasley, Lucius Malfoy, Lucy Weasley, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Molly Weasley II, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Percy Weasley, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rose Weasley, Roxanne Weasley, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Albus Potter Dominique, Dezenove Anos Depois, Harry Potter, Hermione, Hogwarts, Hugo, James, Lily, Ron, Rose, Scorpius, Weasley
Exibições 40
Palavras 1.681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 33 - Desenhos


POV Annie

Eu estava chorando um pouco quando Jake e eu paramos em uma arvore ele olha para mim então eu o abraço e choro, choro muito, não sei bem o porquê, se é de alivio, de todo esse nervoso ter passado, se é da forma como me sinto por Yan ter perdido 15 anos da minha vida e de Peter, acho que é tudo isso junto então olho para Jake

- Vamos nos encontrar com o pessoal, assim você se senta descansa distrai um pouco – eu concordo então em menos de 3 minutos avistamos o pessoal sentado numa praça, quando eles me veem sorriem e acenam para mim animados então eu paro de andar, algo está errado minhas pernas estão moles, minha cabeça gira e gira ouço Jake me chamando então olho para ele

- Estou um pouco tonta!  - Então tudo apaga ouço Jake me chamando, pessoas gritando por meu nome, fortes braços me carregando e me colocando deitada, sinto alguém batendo em meu rosto e então tento abrir os olhos então vejo Rose

- Por Merlin que susto menina! – Ela fala e então olho em volta vejo todos me olhando preocupados Jake está ajoelhado do meu lado e tenho a cabeça apoiada nas pernas de Lily

- Acho que foi emoção demais para um dia! – Jake fala sorrindo – Ainda se sente tonta? – sim me sinto péssima

- Estou um pouco..

- Vocês deviam voltar para o castelo o que acham? – Rose fala

- Seria bom, assim eu posso descansar, Desculpe Lily – falo olhando para ela – Estraguei seu primeiro dia em Hogsmead!

- Estragou nada ele está ótimo! – ela fala sorrindo, Jake me ajuda a levantar, caminhar não é uma tarefa simples, nós vamos andando até uma carruagem então chegamos em Hogwarts eu me sinto melhor então Jake resolve me pôr na cama, bem na cama dele, eu olho rindo

- Posso me acostumar com isso – ele fala me olhando eu dou um tapa nele – o que? – Nós rimos – vou buscar algo para a gente comer – eu concordo e ele sai, eu aproveito para tirar meu sapato e meu casaco, sento na cama de modo mais aconchegante e fico observando o quarto dos meninos, estava bem arrumado, aí eu me lembro de que todas as manhas elfos arrumam os quartos trocam os jogos de camas, colocam novas toalhas, eu então fuço na gaveta de cabeceira de Jake novamente, me lembro da carta mas não era isso que eu queria e sim as fotos que eu sabia que ele tinha, fotos de seus avós, de todos nós juntos, vejo uma de seus pais, todas as fotos se mechem.

Então acho uma minha, estou de costa olhando para o lago com meus cabelos ao vento, depois acho mais um monte delas, uma eu estou sentada rindo com Rose, outra estou mais nova em pé encostada conversando com Albus, uma que eu estou mandando beijo, dessa eu me lembro e da outra que estamos fazendo careta também. Então encontro fotos trouxas normais que tiramos nas férias, muitas eu lembro de termos tirado, mas outras eu estava sozinha em momentos aleatórias como sentada num tronco, penteando os cabelos, em pé na cachoeira, deitada na grama, rindo com o pessoal, ouço alguém subindo então guardo as fotos

-Olha não me deixaram voltar sem encherem a bandeja toda - ele tira a tampa e vejo ovos mexidos, bacon, torradas, bolo, tortas, dois tipos de biscoitos e suco

- Caramba eles são mesmo muito fofos né-  Nós comemos, então ele encosta na cabeceira da cama e eu me enrosco nele – Sabe estou curiosa em saber porque você tira tantas fotos minha!

- O que? Como você... Ahh sua xereta! – eu rio

- Para sua informação eu amei todas, quero copias para mim!

- Você quem manda, está melhor?

- Estou sim, a tontura passou, mas estou cansada

- Vem vamos dormir então – ele então deita e me puxa para perto dele, conversamos um pouco e logo eu pego no sono.

POV Jake

Quando ela pega no sono eu fico simplesmente olhando ela dormir, na minha cabeça passa um flashback, quando ela entrou no meu quarto de hospital quando tinha cinco anos, aquele dia sim ela parecia uma fada, cuidou de mim me distraiu, foi me visitar todos os dias durante 10 dias, lembro de como chorei quando meus avos me levaram embora, lembro de ficar triste por dias, não teve um só dia que eu não me lembrasse dela, afinal foi minha primeira e única amiga.

Então começo a lembrar do dia que a vi novamente no trem, não sei como mais reconheci ela de imediato, fiquei feliz quando ela se lembrou de mim, lembro de quando ela caiu da escada, lembro de todas as risadas, lembro das brigas com Peter e Amber, então me recordo dos nossos dias na toca, foi como se tudo mudasse, nessas férias fiquei sem ver ela porque viajei com meus avós e quando cheguei na toca e vi ela, abracei ela era como se tudo estivesse certo novamente, foi nesse momento nesse exato momento que percebi que algo mudou que ela não era mais a menina que me alegrava que sempre estava do meu lado, não era mais só minha melhor amiga, ela se tornou algo mais, como se ficar sem ela pudesse me sufocar.

Quando Albus a beijou me senti estranho, mal, depois daquele dia não tem um dia se quer que eu não imagino como é beija-la, sinto ela se mexendo entre as cobertas e ouço uma pergunta de uma voz sonolenta – que horas são? – Era uma boa pergunta quanto tempo fiquei aqui com meus pensamentos? Olho para o relógio e vejo que faltam 20 minutos para o pessoal chegar

- Nossa daqui a pouco pessoal chega – ela se estica e pergunta se dormi bem, resolvo então contar que não dormi

- Como assim? Você devia ter me acordado

- Não dormi porque fiquei pensando, pensando em tudo que passamos desde que você entrou naquele quarto de hospital

- Nossa você fez o que? Uma análise de toda sua vida? – ela ri

- Na verdade só da nossa vida, lembro do dia em que meus avos me levaram embora do hospital

- Eu chorei por uma semana e não sai do quarto por 10 dias – ela fala e então eu olho para ela me perguntando se isso era mesmo possível – as vezes acho que esse encantamento funcionou a partir desse dia porque eu me senti tão mal, não comi fiquei doente até que conheci Sue, ela me animava um pouco mas todos os dia perguntava para a minha vó se ela não tinha notícias suas, quando te vi no trem tive a sensação de que te conhecia, mas só quando você falou eu lembrei, foi como se alguma coisa se encaixasse e eu sabia que seria sua amiga, sempre. – ela me olha com um olhar que a muito tempo eu não via um olhar de criança, então me lembro de uma coisa, me levanto e fuço na minha gaveta, acho o papel e volto para a cama e falo

- Olha – ela olha para o papel como se não acreditasse que ele ainda existisse

- Você guardou o desenho que eu fiz para você quando tinha cinco anos? – Agora me sinto um pouco paranoico por ter guardado ele por 10 anos

- Quando eu fui embora eu chorei todos os dias e todo dia pedia para minha avó falar com a sua e eles diziam que não sabiam o nome dela, então eu guardei o desenho, era a única coisa que tinha de você – Ela me olha com um sorriso e com aqueles olhos lindos, então ela me abraça

- Não acredito que ainda tenha – ela me olha, levanta e arruma a roupa então prende os cabelos num coque bagunçado – Sabe eu realmente achei fofo você ter Guardado meu desenho, mas acho que você quer de volta – ela me estende o desenho eu pego e guardo novamente na gaveta ela sai do quarto e eu olho sem entender nada, quando saio atrás dela tropeço em algo e vejo que são seus sapatos, eu os pego e  desço até a sala, chegando lá não a encontro, então ouço passos na escada ela vem do quarto das meninas com as mãos para traz

- Feche os olhos

- O que?  Porque eu...

- FECHA! – eu obedeço, ela me manda abrir, ela está segurando um papel com um horrível desenho que imediatamente reconhece sendo o meu desenho quando tinha cinco anos

- Você guardou?

- Sim era a única coisa que eu tinha de você! – então ouvimos o pessoal voltando de Hogsmead e sentamos no sofá logo Rose chega perguntando se Annie está bem

- Sim estou melhor, o que fizeram no resto do passeio?

- Ah nada de mais nós comemos alguma coisa e ficamos batendo papo, James caiu do balanço e todos nós quase morremos de rir e vocês o que fizeram? – Opa Rose pergunta errada

- Eu comi alguma coisa e dormi! – Annie responde percebo que isso não convence Rose, mas ela simplesmente fala

- Que bom que descansou – então olha para mim como uma cara de eu sei que vocês aprontaram algo

- Nossa Annie eu sei que você tem muitos talentos como cantar, dançar e tocar vários instrumentos, mas desenho não é sua área não – James fala então eu rio

- Não ouse insultar esse desenho! E não fui eu quem desenhei foi o Jake quando tinha cinco anos

- Porque você tem um desenho que fez quando tinha cinco anos cara?

- Porque foi Annie que guardou o desenho que eu fiz que eu dei para ela quando tinha cinco anos! – Explico

-  E ele guardou o meu – Annie fala e ouço as meninas fazerem um Own.

- Eu disse que um dia vocês iam me fazer vomitar arco íris – Scorpius fala

- Se isso fosse possível eu estaria vomitando agora e com glitter! – James fala, todos riem, depois vamos jantar e vamos dormir e é claro que nos meus sonhos só dá ela, Annie.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...