História Hogwarts por outros olhos - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Louis Weasley, Lucius Malfoy, Lucy Weasley, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Molly Weasley II, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Percy Weasley, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rose Weasley, Roxanne Weasley, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Albus Potter Dominique, Dezenove Anos Depois, Harry Potter, Hermione, Hogwarts, Hugo, James, Lily, Ron, Rose, Scorpius, Weasley
Exibições 37
Palavras 2.825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom aqui está um POV do Peter, como me pediram, o proximo será de Rose, obrigadas meninas por me apoiarem... beijinhos

Capítulo 52 - Enfim uma novidade boa!


POV Peter

Acordo tomo uma ducha e desço, encontro Yan na cozinha

- Deixa eu adivinhar notícia ruim ou péssima? – Annie descia a escada

- Se for nem quero ouvir – ela fala e me olha

- Na verdade ótima – ele fala sorrindo

- Nossa essa é novidade – Annie fala e eu rio, nos sentamos na sala com ele e o pessoal vai tomar café

- Pode ficar por aqui garoto – ele fala para Jake que olha com um copo de suco em cada mão, um era vermelho e o outro laranja

- Eu?

- Tem certeza que a noticia é boa? – Annie fala rindo, Jake senta do lado de Annie e entrega o copo vermelho para ela, que olha para o copo animada e bebe

- Ok – Yan fala se concentrando – eu falei com Hermione e está tudo certo, então queria ver de hoje pode sair comigo

- Porque pediu para Hermione para sair com a gente, que bizarro – eu falo e Annie me olha

- Porque vou levar, os três para conhecerem alguém – nós nos olhamos – encontrei duas pessoas que tem algo em comum com vocês, filhos de um antigo colega meu que também fez o pacto – Annie quase cospe o suco

- Como é? – Ela fala e olha para Jake – eles tem...

- Os encantamentos? Claros – ele fala sorrindo

- Aleluia – eu falo e Annie me olha sorrindo

- Bom, achei que iam gostar – Yan fala rindo

- Gostar? Eu amei! – Annie fala abraçando ele, eu olho para Jake sorrindo, Jake me chama para fora com um aceno de cabeça, eu saio enquanto Annie contava para o pessoal

- Será que Annie não vai ficar pilhada com isso? – Ele fala e eu o encaro

- Pode ser que sim – eu olho para o nada – se disserem coisas ruins sim, mas acho que eu tenho mais probabilidade de receber notícias ruis do que vocês – Jake me olha

- Talvez – Jake fala – mas ela pira por qualquer coisa, fico pensando se ela vai lidar bem com isso

- Se não der nós a ajudamos, como sempre – ele concorda – mas a parte boa é que podemos saber mais, ficar informados, isso é bom

- Com certeza – nós entramos e tomamos café

- Acho que vou ligar para Amber – eu falo e Annie concorda sorrindo, eu saio e ligo ela atende animada “Pe, como vai? ” Eu sorrio – estou bem, tenho novidades – ouço um barulho, imagino que ela esteja deitada na cama, ela fazia isso quando falava comigo “Por favor que sejam boas! ” Eu rio – São... meu pai encontrou dois irmãos que tem os encantamentos meu e de Annie – “Que bom, mais informações” ouço ela suspirar – O que foi? – “Nada, é que... espero que nenhum de vocês dois pirem com alguma informação sabe, podem saber de coisas...” – Ruins, eu sei, mas mesmo assim é melhor saber do que vir de surpresa! – “É tem razão, ah meus pais me deixaram ir aí para o seu aniversário e ficar até o dia primeiro, ir com vocês embarcar” sinto minha cabeça girar, ouço um barulha na porta, Jake e Annie param me olhando, percebo que estou sorrindo, bom sozinho, Annie ri

- Pirou? – Ela fala rindo

- Eu, Ah Amber – ouço Amber rir – Isso é ótimo eles deixaram assim, de boa? – Ela ainda ria “Na verdade sua mãe apareceu aqui para pedir” – minha mãe? Quando? – Ela ri “Ontem Pe, calma, enfim, eles deixaram depois que ela explicou tudo que acontece aqui, que eles iam cuidar bem de mim e você ficaria longe do meu quarto” eu rio – Ah, mas que pena – “sua mãe prometeu, eu não! ” Eu olho para Annie rindo – Você não presta – ela ri “Ah eu, claro, enfim tem uma condição para eu ir...” – Usar um sinto de castidade? – Eu falo rindo, ela ri, Annie e Jake me olham assustados “Não idiota... você tem que jantar aqui sábado... “ – Eu? Jantar na sua casa? – Ela ri

- Relaxa voe sobrevive – Jake fala rindo – eu sobrevivi a Yan então... – nós rimos

- Bom, ok – eu falo e ela parece animada se despede me desejando boa sorte, nós entramos no carro

- Yan, acho que Peter parou de respirar – eu olho bravo para Jake – Desculpa cara, mas... é só um jantar, vai sobreviver – eles riem

- Depende ainda estou estudando a possibilidade de te matar Jake – Yan fala e Annie ri

- Não me mataria – Annie fala – fica tranquilo, ele não me mataria – nós rimos, quando chegamos um moço atende a porta, e nos olha sorrindo

- Bom dia – nós cumprimentamos ele, logo entramos na casa, era bonita e bem organizada – Amor, eles estão aqui – ele fala na escada

- Espero que você e Jake não começam com isso – eu falo olhando

- Só para te irritar – Annie fala – vamos arrumar um apelidinhos piores – Jake olha para ela rindo

- Pode apostar- ele fala – se bem que... – ele olha – eu já tenho um para você – ele fala para Annie

- Ah verdade – ela fala sorrindo – gosto desse – eu reviro os olhos e Yan me olha rindo

- Prevejo você ficando louco com esses dois – Yan fala

- Não esqueça que eles vão passar um fim de semana com você! – Ele me olha e desfaz o sorriso, Annie ri, uma moça desce e sorri para nós

- Bom dia – ela nos cumprimenta, ela se chamava Sophie e ele Daniel, o irmão dela se chamava Liam, ela nos olha – Bom prometi para Daniel que não perguntaria isso, mas seu irmão te irrita? – Daniel ri

- Não imagina como – Annie fala rindo, eu rio também, alguém abre a porta

- Quanto grama So – ele ri – olá pessoal – ele fala, nós cumprimentamos ele então

- Ok, vamos lá o que querem saber, como estão... – Sophie fala

- Ah – Annie me olha – não sei o que perguntar, Peter?

- Ah ta vamos começar pelo pior – eu falo e todos riem – é que... bom desculpa ser direto, mas como voe vive? – eu falo para Liam, ele ri

- Peter... – Yan fala

- Não ele está certo, bom é um saco – ele me olha – o problema é ninguém gosta de mim sabe, não dá certo por isso – eu olho para Annie

-Espera, é isso, assim que funciona a pessoa não gosta dele e pronto?

- Nunca gostam – Liam fala – Porque?

- Porque Amber gosta dele – eu falo – ela verdadeiramente gosta – ele nos olha surpreso e depois ri – então você não tem mais o encantamento

- Parabéns – Sophie fala – você quebrou ele – Annie olha surpresa – ah não queria o nosso não quebra, o deles sim, Liam está de casamento marcado, namora faz cinco anos – ela olha para mim – se ela realmente gostar de voe e você dela, a maldição se quebra, é tão raro quando acontecer a minha, irônico né?  

- Como? – Eu e Annie falamos juntos

- Nossa – Daniel ri – bom nosso encantamento não se quebra... por nada, mas o dele se alguém se apaixonar de verdade por ele, se quebra – ele sorri – por isso é raro entende aguentar Liam

- Entendo – Jake fala rindo, nós olhamos

- Jake – eu falo rindo – sabe o que isso significa

- Claro, que voe e Amber podem viver felizes – ele fala e Annie dá um sorriso, que eu raramente via em minha irmã, isso me enche de esperança, eu abraço ela, todos nos olham sorrindo

- Mas – Liam fala – devia avisar que é um amor diferente é meio – ele olha para Sophie que sorri – incontrolável e carnal, sei que tem quinze anos mas

- Entendemos – eu Annie e Jake falamos, então nós olhamos

- Como filha? – Yan fala

- Ah é... esquece – ela fala ficando vermelha Jake ri

- Não é culpa deles Yan – Sophie fala depois ri – desculpe, mas estão juntos, isso é obvio, mas namoram – Annie e Jake se olham

- É complicado – ela e Jake falam

- São meios novos ainda – Yan fala, Sophie e Daniel se olham sorrindo

- Sim, mas não- ela fala rindo – eu tinha treze quando aconteceu e Daniel quinze – Jake e Annie se entreolham – meu pai pirou, completamente, bom você conhece ele – Yan ri – infelizmente quanto mais tempo juntos, menos dá para se separar, é realmente incontrolável, depois do primeiro beijo evolui de uma manei – Annie olha para o nada, eu começo a rir

- Ah então ferrou tudo – eu falo rindo

- Bom nos beijamos a primeira vez quando eu tinha quinze, aí – ela olha para o nada também – depois disso começamos a namorar... como ele saiu de Hogwarts – ela olha para Annie – tive que sair também, tentamos, mas eu quase morri, aí fomos morar juntos

- Ok, o namoro de vocês está super aprovado para mim – Yan fala para Annie e Jake, nós rimos

- Não foi fácil, mas nossos pais no ajudaram bastante, como nunca nos desentendíamos... – ela sorri – bom obviamente já se beijaram... como estão no mesmo ano não vão ter esse problema, agora quando terminarem, vão querer se ver todo dia – Annie ri

- E quanto a esses poderes...

- Ah sim, é bem bacana – Liam fala – menos quando tentei matar Sophie – nós nos olhamos

- Como é? – Annie fala assustada

- Ok, seguidores andam perseguindo vocês? – Nós concordamos – não querem vingança Yan – Liam fala – querem Peter

- Porque? – Eu falo

- Porque se Yan morrer e Annie também você fica... bem digamos que o próximo lorde das trevas – todos nós olhamos

- Aconteceu com Liam, pegaram ele, bem começaram a mexer com a mente dele e ele tentou... me matar – nós olhamos pasmos – ele não conseguiu, nunca conseguem, é meio que muito difícil, somos apegados demais, mas tem um caso em que o garoto conseguiu matar o pai – eu olho assustado

- Olha isso pode acontecer com vocês, mas vai ser difícil, porque eles usam muito o encantamento, sabe... por causa do seu pai nunca vi amar ninguém, sua irmã tem alguém e blábláblá - Annie ainda me olhava assustada

- Nany não vou te matar – ela acaba rindo – bom se ficar se agarrando com Jake... – todos riem

- Não fazemos isso! – Ela fala

- Bom, agora que sabem, é bem importante não brigarem – Sophie fala e nós concordamos – essa menina gosta de você mesmo?

- Amber? – Annie fala – ela me suporta por ele então com certeza! – Nós rimos – sabe eu e ela já brigamos... muito, ela dava em cima de Jake

- Ual – Sophie fala – sorte sua ela ainda estar viva, lembra de uma menina que sentou no seu colo no trem? – Daniel a olha assustado

- Ela quase morreu, Sophie bateu tanto nela... – nós acabamos rindo

- Bom, os poderes são legais, não tenham medo deles, quando mais usarem mais fácil de controlar, sei que no começo é assustador e pode nos deixar bem mal, mas aos poucos se acostumam, ah Annie – Sophie olha para Daniel

- Ah vai fazer aquilo não vai? – Ela ri, ele se afasta, ela atinge ele com um dos poderes, que normalmente mandaria a pessoa longe, mas nada acontece com ele

- Caramba – nós falamos

- Não pega nele, nada – ela sorri – o os patronos

- Ah isso sim é demais, nos salvou segunda, a mãe de Jake... é meio

- Louca – Jake fala – me sequestrou e me forçou a ficar longe de Annie, podem imaginar

- Passaram bem mal – Daniel fala

- Demais, desmaiei – Annie fala

- Nada parava no estômago dela, passou dois dias sem dormir, então desmaiou, tomou soro, chamamos medico

- Mas aí ela melhorou... – Sophie fala – depois piorou e assim vai – nós concordamos – uma droga, vocês sentem já o que o outro sente? – Eles concordam, ela nos oferece sorvete nós aceitamos, então Daniel do nada grita

- Cuidado! – No exato momento em que ela dá um passo para trás e uma faca cai

- Obrigada – ela fala e entrega os sorvetes – vocês têm isso

- Ainda não, mas prevejo não dormir, porque Annie é um desastre – nós rimos de Jake

- É uma coisa boa, com o tempo vai sabe quando a pessoa está em perigo, com medo, os patronos se conectam melhor e se comunicam, tipo sem mensagem se ela relar no seu patrono e se concentrar vai saber o que você quer

- Isso meio que aconteceu, demorou eu me desesperei, chorei mas entendi seu lobo – Jake ri

- Verdade, ela demorou um pouco, mas damos um desconto pela cor do cabelo

- Ei – Yan fala e nós rimos, depois eu Yan e Liam vamos dar uma volta, Annie e Jake ficam na sala, eles fariam mais perguntas, achei melhor deixá-los a sós

POV Annie

- Então, como estão – Sophie fala

- Ainda assustados com o que aconteceu segunda – eu falo

- Já passaram por alguma dor, tipo alguém se machucar sério? – Ela pergunta

- Sim, no natal, nas férias uma louca com uma adaga me cortou toda – eles olham assustados

- O pior era que tinha veneno e ver o medibruxo retirando foi... torturador

- É terrível, sentimos a dor, mas o pior é quando é com elas, se nos machucamos elas ficam num estado sei lá, zumbi? – Daniel olha para Sophie que concorda – elas não dormem, não come, não falam, ficam do nosso lado, caso estamos desacordados, eu fiquei em coma por quinze dias, ela quase morreu

- Ok, vamos proteger você um pouquinho mais o que a mim – eu falo e Jake me olha

- Nem vem, não quero passar por aquilo nunca mais – nós rimos

- Isso evolui rápido, tipo tem vontades que não dá para controlar, mas calma não é nada tão... obsceno – nós rimos

- É só uma vontade estranha de ficarem juntos, se abraçar – Daniel fala – as vezes ela chega do trabalho e sai correndo me abraçar, é bem bizarro – nós rimos, ela me olha

- Quer perguntar algo, em particular? – Eu sorrio

- Ok, vão lá – Daniel fala sorrindo, eu vou com ela para a cozinha

- Bom, sabe – eu falo – eu e Jake nos beijamos algumas vezes, mas só – ela sorri – vamos passar um tempo em casa, porque estamos na casa do Weasley sabe – ela concorda, todos sabiam quem eram – tem muita gente e tals, mas na minha casa conhecendo minha mãe ele vai poder dormir no meu quarto todos os dias, ela confia sabe – ela ri – como você disse é meio... incontrolável

- Querida, não se preocupe se tiver que acontecer vai, mas talvez não seja o momento, mas se acontecer garanto que não vai se arrepender e será muito bom porque vai ser com ele – eu sorrio – eu fiz isso um ano depois do primeiro beijo, e não me arrependo, tinha a sua idade, mas vai de cada um, só aproveite tudo, todas as sensações – ela começa a rir – não reprima nada se joga

- Ok – eu rio – vocês pretendem ter... filhos – ela sorri

- Sim, daqui a um ano sabe, temos medo, pensando em passar o encantamento ou algo assim – eu concordo – mas deve ser maravilhoso – ela me olha – ah o casamento, isso é – ela sorri – maravilhoso, Annie é demais mesmo, uma felicidade, uma coisa tipo “nossa agora sim ele é meu”, sabe – nós rimos – me casei aos dezessete – eu sorrio – as vezes ficamos mais desesperados, parece que falta algo, depois de casar isso passou

- Espero que eu demore para sentir isso – ela ri e nós voltamos para a sala – acham que o que aconteceu com Liam pode acontece com Peter

- Sim, nunca sabemos, nunca podemos descartar nada – Daniel fala, Jake me olha, Logo Peter volta

POV Peter

Quando entro na sala Annie me olha sorrindo, nós agradecemos muito, eles nos convidam a voltar quando quisermos, nos despedimos e voltamos para a toca, lá explicamos tudo e eu ligo para Amber para contar, mas resolvo contar pessoalmente no sábado, a tarde se vai e Annie estava meio estranha, eu me aproximo

- Algum problema?

- Não, só fiquei pensando em tudo

- Sabia que ia ficar assim – eu falo abraçando ela – vamos ficar juntos Nany, eu não vou – eu olho para ela – não vou fazer nada com voe

- Eu sei – ela sorri, me abraça forte, logo ela volta ao normal, amanhã seria o Jantar da Vic e Ted eles contariam para os adultos, vamos dormir, mas antes eu vou falar com Jake

- Jake – ele me olha e sorri

- Annie está bem, não está bolada com aquilo é... outra coisa que eu imagino o que seja, ela conversou a sós com Sophie, mas não quis saber, se foi particular ela ainda não quer me contar

- Ah, que bom – eu suspiro aliviado

- Acho que é assusto de meninas sabe – eu rio – conversei com Daniel também, sabia que eles se casaram aos dezessete?

- Ual – eu falo assustado

- Bom, sei lá, conversamos sobre coisas, ah não vou te falar

- E eu não quero ouvir, boa noite – Jake ri e eu entro no quarto, logo ele entra rindo, vamos finalmente dormir, sonho com Amber e como ela ficaria feliz ao eu contar isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...