História Hold Me Tight (잡아줘) - Namjin ABO - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Beta, Bts, Jin, Namjin, Namjoon, Ômega, Rap Monster, Seokjin, Wolves
Exibições 259
Palavras 1.446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente!!! Eu quero agradecer muito a todos vcs! sério, eu nunca imaginei que em tão pouco tempo teriam tantos favoritos! MUITO OBRIGADA <3
Desculpem os erros e boa leitura <3

Capítulo 6 - I refuse falling in love again


Fanfic / Fanfiction Hold Me Tight (잡아줘) - Namjin ABO - Capítulo 6 - I refuse falling in love again

Namjoon's POV

Hope: ué, mas não era o Suga hyung? -ele me olha confuso

Namjoon: era sim, mas ele estava com um cara que não é nada bem-vindo na minha casa e então decidiu ir embora com ele...

Hope: quer me contar o porque vc está tão estressado? Jimin disse que vc estava felizinho se aproveitando do cio de um ômega por ai

Namjoon: e estava, mas ele estragou tudo... e quando eu digo tudo, é tudo mesmo! eu acabei me atracando com Jimin e não da forma boa... eu acabei o machucando. Nós lutamos porque Jimin queria deixar aquele ômega fugir...

Hope: vc não ia matar ele, ia? -ele me olha assustado

Namjoon: eu perdi o controle, ok? eu ia acabar com a raça dele -e então a campainha toca e eu atendo rapidamente

Suga: precisava fazer todo aquele teatrinho? -ele pergunta já se jogando no meu sofá bebericando do meu copo de bebida

Namjoon: e vc não perde a oportunidade de me tirar do sério, né Yoongi?

Suga: ah faça-me o favor! vc traumatizou o coitado! o ombro dele está todo fodido e se vc tivesse apertado um pouco mais ia arrancar o braço do cara fora!

Namjoon:  não exagera, cara!

Suga: exagerar? -ele me olha com um quê de acusação- eu achei ele no meio da floresta quando estava anoitecendo, o cheiro de cio exalando forte e uma poça de sangue por perto, não me admira ele ter desmaiado no meio do caminho! eu tive que vesti-lo, arrumar aquele ombro e levá-lo pra casa! ele estava com tanto medo que mesmo eu sendo um afa desconhecido me pediu pra ficar com ele. Não é exagero, Namjoon

Hope: nossa Nam, não esperava isso de vc! além de machucar o Jimin ainda fez isso? qual o seu problema? 

Suga: o problema dele é falta de uns tapa na cara! -ele diz bebendo do meu copo- ele acha que virou Deus depois que a Jisoo morreu 

Namjoon: dá pra não falar dela? -pergunto ainda calmo

Hope: pura verdade, ele vem estufando o peito pra todo mundo desde que tentamos alegrá-lo depois da morte dela

Namjoon: vcs não conseguem passar um dia sem tocar nesse assunto? mas que merda! -digo irritado virando um copo de whisky

Suga: queremos que vc veja o que está fazendo! Olhe pro Jimin! o que vc fez por causa de uma bobeira, Namjoon! fora todas aquelas ômegas te procurando por todos os cantos apaixonadas! vc está fazendo muita gente sofrer de uma vez só

Namjoon: eu já sofri o suficiente! ão quero mais ser magoado! é tão difícil entender? -eles me olham com desaprovação

Suga: vc é foda puta merda! vc não precisa fazer os outros sofrerem por sua causa! esse é o ponto! 

Hope: sim, vc perdeu a linha, Nammie, não foi culpa sua! vc tem que entender isso de uma vez por todas

Namjoon: me deixem sozinho -peço e eles me olham estranho- eu estou pedindo, me deixem sozinho

Suga: a verdade dói, não é?

Namjoon: SAIAM DAQUI AGORA! VCS NÃO ME ENTENDEM! VCS NUNCA ENTENDERAM E NUNCA ENTENDERÃO! EU ODEIO QUANDO TOCAM NESSE ASSUNTO EU JÁ PEDI PRA PARAREM DE FALAR DELA! ENTÃO VÃO EMBORA! ME DEIXEM EM PAZ!

Suga: VOCÊ ESTÁ SE DESTRUINDO POR UMA CULPA QUE NÃO É SUA! 

Namjoon: ENTÃO DEIXE QUE EU ME DESTRUA SOZINHO! SAIA DAQUI E SÓ VOLTE QUANDO PARAR DE FALAR DELA NA MINHA FRENTE! VÃO EMBORA! -jogo um vaso na parede os assustando e fazendo-os sair da minha casa rapidamente

Eu sabia que tinha feito merda quando Jimin conseguiu me acalmar depois que Seokjin foi embora, mas eu não queria admitir porque eu não queria aquele ômega perto de mim novamente. Ele de certa forma mexeu comigo e eu não quero me abalar por uma atração qualquer.

Eu já me destruí o suficiente, meu coração não merece amar alguém depois dela... Minha noiva, minha amante, minha parceira e minha melhor amiga... Ela era tudo pra mim, nosso casamento estava marcado pra dali dois meses, mas foi uma briga idiota, uma discussão que tivemos num momento de estresse e então ela saiu de casa de cabeça quente e dirigindo, eu devia tê-la parado e estava arrependido por tê-la deixado ir, ligo uma, duas, dez vezes pro celular dela e nada. 

Esperei por um tempo, talvez ela estivesse muito brava e não quisesse falar comigo tão cedo... Mas eu estava disposto a pedir perdão pela briga e fazê-la voltar pra mim... Eu já não vivia sem ela.

Então o que eu mais temia e menos esperava aconteceu, meu celular tocou, era ela. Eu não sabia se ficava feliz ou tenso naquele momento. Atendi, não era sua voz. Meu coração se apertou e eu respondi quem estava no outro lado da linha com uma voz trêmula, era uma enfermeira do hospital central de Seoul, ela dizia que sentia muito, mas que minha mulher havia sofrido um acidente e não havia resistido... Que eles precisavam que eu reconhecesse seu corpo. 

Fui às pressas até lá, eu já não conseguia respirar direito, eu não podia acreditar naquilo. Então um médico me chama e me explica tudo o que aconteceu, ela havia passado o sinal vermelho e batido o carro em outro.

O casal do outro carro morreu no local, enquanto ela morreu a caminho do hospital.

"Eu sinto muito, mas nem sua mulher, nem seu filhote sobreviveram"

Foi a última coisa que eu ouvi antes de sair correndo daquele lugar. Ela estava grávida, nós íamos ter um filhote. Eu ia ser pai.

Chorei, chorei a noite toda, não dormi. Saí de casa apenas pra ir ao seu enterro, vi a cara de pena de todo naquele lugar. Os pais dela me consolaram e disseram que foi uma fatalidade, que a culpa foi apenas dela.

Eles disseram que eu deveria pensar naquele casal que morreu, no filho que eles deixaram pra trás por conta de um erro dela, afinal ela sabia bem que não devia ter feito o que fez e sofreu as consequências por isso. Mas eu não conseguia aceitar, foi eu quem brigou com ela, não foi? 

Depois de me despedir dela, eu simplesmente me tranquei em casa, não mais trabalhei e não dormia. Malmente comia e cuidava de mim mesmo. 

Até um dia Suga, Jimin e J-Hope me tirarem de casa, eles me levaram pra um bar, e naquele dia eu disse pra mim mesmo que não me apaixonaria novamente. Eu me recusava a me apaixonar e assim veio sendo nesses dois últimos anos.

Até Seokjin aparecer.

Ele estragou tudo. Seu cheiro, seus olhos, seu lobo. Tudo nele me atraía, a voz, o corpo, o cabelo rosado combinando com os olhos, seu sorriso meigo e sua ingenuidade. Tudo me puxava pra ele, mas eu me recusava a me apaixonar. Era só uma atração, não era? Que Suga faça bom proveito dele.

[...]

Na sexta-feira daquela mesma semana, os meninos me chamaram pra ir em um bar, quando cheguei Suga e Hope já estavam lá

Namjoon: e o Jimin?

Hope: no banheiro -ele diz me cumprimentando

Suga: melhorzinho? -afirmo- assim espero, Jin veio comigo -o olho neutro, não ia dar o gosto dele ver o quanto eu estava surpreso

Jimin: oh, já chegou, é? -ele se senta ao meu lado, mesmo a contra gosto

Namjoon: não, estou ali na esquina ainda, não consegue ver? -ele me mostra a língua e eu rio- me perdoa, vai? nem foi tão sério assim, vc está ótimo 

Jimin: eu já perdoei, seu babaca! -ele me dá uma cotovelada e ri- vingança -sorrio cínico colocando a mão no local

Namjoon: não é como se eu não soubesse que vc não vive sem mim -dou de ombros e ele acerta um tapa na minha nuca

Jimin: quem não vive sem mim é vc, Namjoon! -ele me mostra a língua e se vira pra frente- e então, agora podemos comer? 

Hope: não muda, né Minnie? -ele ri- já pedimos suas preciosas batatas 

Jimin: que bom, menos tempo pra esperar -ele sorri como uma criança e eu rio de seu jeito

Namjoon: nem parece aquele lobo agressivo e assassino agindo assim 

Jimin: não me provoque -ele me empurra de leve e rimos- vc também não está tão ameaçador hoje, gosto assim -ele sorri

Namjoon: estou preferindo assim, no momento 

E então a conversa flui na mesa, interagimos todos juntos, até mesmo Seokjin que parecia intimidado no começo, já se soltava mais.

Hope já havia ido embora, então ficamos eu e Jimin de frente para Yoongi e Jin

Suga ria de algo que Seokjin lhe dizia no ouvido e eu sinto algo estranho dentro de mim.

Não era, não poderia ser ciúmes daquele ômega.


Notas Finais


Eu voltei! Sim, eu tinha dito que voltaria antes, mas acontece que eu tinha escrito todo o capítulo e justo na última frase, quando eu ia colocar o ponto final o meu PC fecha a aba e eu perco tudo! >( Logo fiquei com muita raiva e dei um tempo pra mim mesmo metabolizar essa raiva. Espero que me entendam hehe
Espero que tenham gostado.
Até logo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...