História Hold Me Tight - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Hoseok, J-hope, Jikook, Namjin, Romance, Sugamon, Taegi
Exibições 39
Palavras 2.904
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiramente eu gostaria de pedir desculpas a vocês. Esse capitulo era para ser postado semana passada dia 07/10, pois eu iria viajar. Mas exatamente nesse dia eu perdi minha bisavó e não pude postar, era exatamente para onde eu viajaria no dia 08/10. Com isso eu realmente não conseguia dar continuidade ao capitulo, mas finalmente consegui!
Espero que gostem, indiquem aos seus amigos ><

Capítulo 6 - One Call Away


Fanfic / Fanfiction Hold Me Tight - Capítulo 6 - One Call Away

Tenho ido constantemente a cafeteria como fazia antes, converso com os meninos todos os dias, Hoseok senta conosco quando não está acompanhado por sua namorada, Namjoon e Seokjin preferem sentar no balcão juntos, provavelmente por que não querem magoar Yoongi que sempre tem alguma atitude infantil quando os dois chegam perto.

Voltei a olhar para Hoseok sem sentir dor, provavelmente por causa dos conselhos de minha mãe; estou realmente deixando o tempo passar e a dor ir embora. Voltamos a conversar normalmente como fazíamos antes, e até voltei a atender as ligações dele; claro que ainda sinto vontade de chorar quando o vejo junto daquela garota, mas pelo menos sei disfarçar agora.

Graças aos céus hoje trabalhei até meio dia apenas, então decidi ir para a cafeteria e para minha surpresa os meninos estavam lá, Namjoon e Seokjin no balcão, Jimin e Yoongi em uma mesa, Jimin me avistou e apontou para Yoongi para que ele me visse também.

Passei por Namjoon e Seokjin que riam de alguma coisa, eles me viram e imediatamente pararam de ri para que pudessem me cumprimentar, acenei com a cabeça e disse:

– Seokjin, Namjoon boa tarde. – Sorri para eles.

– Já disse que você pode me chamar de Jin, Lanny por favor sem formalidades. – Ele riu e colocou as palmas das mãos para cima, ri de volta.

– E é claro que você pode me chamar de Nam ou Rapmon. – Namjoon ergueu a copo de café.

– Vou me lembrar disso, da próxima vez. – Sorri vergonhosamente.

Fui em direção a mesa onde os dois meninos me esperavam, sorri e sentei ao lado de Jimin, que sorriu e colocou seu braço em volta dos meus ombros. Depois de um tempo que estivemos conversando, um casal que eu já estava enjoada de ver sempre entrou na cafeteria em veio em nossa direção, Jimin e Yoongi fecharam a cara, mas eu decidi sorrir e cumprimenta-los.

– Olá Haruka, Hobi. – Ofereci café a eles.

– Oi Lanny, meninos. – Hoseok cumprimentou, e os garotos apenas acenaram com a cabeça sem olha-los.

– Oi Lannore. – Haruka falou com uma certa cara de desdém.

Sorri ironicamente a ela, apoiei meu roto em minhas mãos sobre a mesa, olhei para os garotos que estavam comigo, que pareciam entender que eu soltaria um pouco de veneno então sorriram para mostrarem que entenderam o recado.

– Está tudo bem Haruka? – Fechei os olhos. – Vi que na última vez vocês dois tinham brigado. – Tampei a boca por que a risada ia sair, então me controlei. – Hobi vem conversado comigo, mas não quis entrar nesse assunto com ele.

Haruka olhou para Hoseok, com uma cara de que não sabia que estávamos conversando, o que me deixou ainda mais feliz.

– Estamos super bem! – Haruka abraçou Hoseok pelo pescoço.

– Sinto que você está usando o perfume que te dei, gostou? – Olhei para os garotos que riam disfarçadamente. – Ele é muito bom, não é?

– Pena que você não conseguiu um namorado usando isso. – Haruka me olhou sorrindo.

– Desculpa, mas eu não tinha tempo para namorar e nem tenho ainda, namorar cedo é coisa de menina fútil. – Os garotos riram alto. – Sabe eu estudo desde os quatro anos, faço coisas da minha vida além de enfeitar uma boneca.

A garota me olhou furiosa, e voltou seus olhos a Hoseok esperando que ele a defendesse, coisa que ele não fez, ao invés disso riu com os garotos. A garota pegou meu copo de café com brutalidade e jogou em minha camiseta, me fazendo pular para trás com o susto, peguei afastei o tecido de meu peito, pois queimava muito. Yoongi agarrou o braço de Haruka e apertou fazendo a gritar, Hoseok e Jimin vieram me socorrer, me perguntando se eu estava bem.

– Eu estou bem meninos, apenas preciso trocar de camiseta. – Peguei minha bolsa. – Tenho uma reserva aqui vou até o banheiro.

– Que porra foi essa? – Ouvi Yoongi gritando com a garota.

– Ela mereceu. – Ela gritou agudamente.

– Por que? Por ter falado a verdade? – Jimin falou indo para cima dela. Namjoon e Sekojin vieram em nossa direção.

– Meninos não precisam se preocupar com ela. – Falei ao me levantar. – Sabe por que? – Eles me olharam. – É que o vale do micão tá sem estoque de argumentação. – Sorri para eles. – Quando as pessoas não sabem argumentarem e conversarem civilizadamente, elas apelam para esses tipos de coisas.

– Hoseok! Fale alguma coisa. – A garota gritou, enquanto Yoongi continuava a segura-la.

– Você quer que eu fale o quanto você é infantil? – Hoseok falou, fazendo ela abaixar o tom. – Lanny me desculpe por isso, sei que você não está acostumada com esse tipo de coisa.

– Tudo bem Hobi, eu entendo que você não tem culpa de nada. – Sorri para ele.

– Vamos Haruka peça desculpa para Lanny. – Jimin pediu, e os garotos concordaram com a cabeça.

 Com muita resistência Haruka murmurou uma desculpa.

– Desculpa, mas eu não escutei. – Sorri ironicamente para ela, que estava vermelha de ódio.

 – Desculpa. – Ela dessa vez gritou.

– Está desculpada. – Olhei para os garotos que me encaravam como se esperassem que eu partisse para cima da garota, então me virei para que eu pudesse ir ao banheiro me trocar.

 

                                ------------------ ❤❤❤❤ ------------------

 

Ao voltar para a mesa, vi que Hoseok e Haruka estavam com Seokjin e Namjoon que pareciam estar dando uma bronca nele, que estava com o rosto muito sério e a garota irritada e fazendo manha pendurada no braço de seu namorado, ao passar por eles, Hoseok me olhou como se quisesse penetrar em meus olhos até o lugar mais profundo de minha alma. Sentei ao lado dos meninos que me esperavam ansiosos.

– Lanny, você pode me explicar o que está acontecendo? – Jimin me perguntou ansioso.

Yoongi me olhava com seu rosto baixo esperando por minha resposta. Respirei fundo e inevitavelmente meus olhos percorreram em direção aquele moreno que fazia meu coração disparar apenas com seu sorriso, então olhei a garota ao seu lado e senti meu peito ser esmagado, olhei para os dois garotos que agora me encaravam impacientes pela resposta e então respondi:

– Eu realmente não sei. – Jimin suspirou decepcionado. – Acho que nosso santo não bateu. – Sorri forçadamente.

– Entendi. – Jimin foi se levantando. – Tenho que encontrar Jungkookie, vou indo. – Ele se despediu de nós, e dos garotos no balcão ignorando totalmente a namorada de Hoseok.

– Sabe. – Yoongi disse, fazendo minha atenção voltar à mesa onde eu sentava. – Jimin não é burro Lanny, ele já pecebeu...

– Percebeu o que? – Perguntei fingindo estar ofendida.

– Não precisa fingir... – Yoongi pegou uma das minhas mãos. – Não para mim. – Ele fitava meus olhos. – Acredite. Dá para ver nos seus olhos... – Ele olhou para o balcão. – Dá para ver no jeito que você olha para ele, Jimin não sabe ao certo mas desconfia de algo.

– Eu realmente não sei do que você está falando. – Respondi ao tirar minha mão das dele e tentar me levantar.

– Lanny! – Ele chamou ao segurar meu braço para evitar que eu me levantasse. – Sente-se. – Ele disse em tom baixo. – Sabe... eu já passei por isso. – Yoongi olhou para Namjoon e Seokjin. Voltei a me sentar para ouvir mais sobre o que ele tinha a dizer. Ele voltou a me olhar. – Lanny eu sei pelo que você está passando.

– Yoongi... – Eu estava aponto de chorar. – Não precisa...

– Eu quero, eu quero que você saiba... para que possa confiar em mim também. – Ele disse passando suas mãos em seu cabalo como se estivesse frustrado.

– Tudo bem... – Respirei fundo e peguei suas mãos e segurei firme. – Eu estou aqui...

– Namjoon e eu já namoramos... – Ele começou a falar, fazendo eu me espantar com a notícia, eu pensava que ele apenas gostasse do Namjoon. – Começamos a namorar quando entrei para a empresa há alguns anos atrás, e namoramos por dois anos, até... – Ele olhou para os dois garotos no balcão.

– Então Seokjin... – Levei uma das minhas mãos à boca. – Por isso sua atitude....

– Não, não pense mau do Jin, ele não tem culpa de nada. Eu e Namjoon terminamos antes de Jin entrar na empresa. – Yoongi riu. – Na verdade foi eu quem terminou tudo, eu sou uma pessoa muito temperamental e impulsiva eu me sentia sufocado as vezes e decidi que ficaria melhor sozinho... – Ele fez uma pausa antes de continuar a falar. – Namjoon sempre reclamou com a minha falta de interesse nas coisas e isso me deixava um pouco estressado, Namjoon sofreu muito no começo, mas eu não queria me afastar dele... eu realmente o amava muito... – Yoongi mordeu o canto de seu lábio inferior. – Aí eu fiz a coisa mais egoísta que eu podia fazer a alguém que me amava tanto... – Ele me fitou nos olhos. – Eu disse “Vamos ser amigos”. Eu pude ver o brilho dos olhos dele se apagarem diante a mim... depois daquilo Nam nunca mais me olhou da mesma forma, alguns meses depois Seokjin entrou na empresa e os dois foram se tornando cada vez mais próximos...

– Yoongi... – Eu segurei suas mãos mais forte do que antes.

(Então eu realmente tinha os vistos de mãos dadas aquele dia).

 

– Eu não tinha notado até algumas semanas atrás... quando os vi se beijando na cozinha. – Yoongi sacudiu a cabeça como se quisesse esquecer. – Jin foi muito gentil ao ponto de querer esconder isso de mim para não me machucar... eu sei que sou o errado, mas isso não deixa de doer quando os vejo juntos... foi eu quem pediu para que eles não fingissem mais... por que foi graças ao Jin que Nam voltou a agir normal comigo, como quando nos conhecemos... – Yoongi suspirou antes de voltar a falar. – Foi o Jin que curou a ferida do Nam... a ferida que eu deixei... – Yoongi me fitou nos olhos, eu segurava minhas lagrima para que elas não caíssem.

– Yoongi, sinto muito eu não sabia que a história era assim. – Entrelacei meus dedos aos dele.

– Sabe Lanny eu sei o que você sente, eu sei que seu peito arde quando os vê juntos, também sei que você pensa que você é uma pessoa horrível por querer estar com alguém que já tem um compromisso, e sei que uma parte de você está feliz por ele ter alguém que o ame de verdade e que se sente uma inútil por não poder ser essa pessoa. – Ele apertou minhas mãos firmemente. – Eu não sei quanto tempo vai demorar para se curar... eu mesmo ainda não me curei... mas sempre haverá alguém com quem podemos contar... Lanny você pode contar comigo, e eu sei que posso contar com você também. – Acenei que sim com a cabeça.

– Yoongi quanto tempo eles estão juntos? – Perguntei.

– Há um pouco mais de um ano eles me disseram, eles foram muito sutis esse tempo todo que eu nem ao menos desconfiei de nada, mesmo os dois estando muito juntos. – Ele olhou para o balcão. – Sabe o pior? – Ele voltou a me encarar. – Foi eu quem deu essa oportunidade aos dois, foi eu quem deixou o caminho livre... eu fui muito infantil e sei que não consigo controlar minha infantilidade perto dos dois... mas me machuca muito vê-los juntos e mesmo assim sou obrigado a vê-los todos os dias pois moramos todos juntos.

– Eu fui tão egoísta... eu pensei que estava sozinha, mas você também estava sofrendo calado todo esse tempo... eu deveria ter percebido os sinais...

– Você pode me contar agora o que aconteceu com você? – Yoongi me olhava seriamente agora, suas lagrimas estavam ao ponto de cair assim como as minhas.

– Na verdade eu não sei bem quando me apaixonei por ele... – Olhei para o rapaz com sua namorada, Yoongi apertou minhas mãos para que eu voltasse a olhar para ele. – Eu nem ao menos disse sobre meus sentimentos...

– Cordial do jeito que Hobi é, ele se afastaria de você achando que isso iria te ajudar. – Yoongi respondeu involuntariamente.

– Eu sei... mas no dia do aniversário do Jungkook quase nos beijamos... – Yoongi ficou paralisado com o que acabara de ouvir. – Sim... por isso ele saiu sem ao menos dizer qualquer coisa para vocês. Para mim ele apenas disse “ Por que você é assim? ” “Tenho que sair”, então saiu porta à fora.

– Uau eu não sabia que isso tinha acontecido... por isso ele ficou dias sem vir conosco para a cafeteria... ele queria te evitar.... – Yoongi disse, sem perceber minha reação, e quando percebeu. – Desculpa...

– Tudo bem... Yoongi quanto tempo eles estão juntos? – Perguntei curiosa.

– Quando nos conhecemos aqui ele já namorava com ela... se eu não me engano desde que ele entrou na empresa eles estão juntos...

– Entendi... ele deve amar muito ela... por que será que eu não a conheci antes... – Pensei em voz alta, Yoongi sem perceber que eu estava falando comigo mesma respondeu:

– Ela ficou alguns meses viajando para o tal curso dela, ela quase implorou para ele ficar aqui e não ir com ela... ele por outro lado não fez muita questão de ir mesmo.

– Entendi. – Sorri para ele. – Espero que eles sejam felizes, isso é a única coisa que posso desejar há alguém que eu amo tanto... – Senti minhas lagrimas descerem uma atrás da outra. – Me desculpe acho que vou embora.

– Lanny! Você sabe que estou a uma ligação de distância de você não é mesmo? – Yoongi segurou minhas mãos.

– Sim, obrigada. – Sorri mais uma vez. – Eu não sei o que eu faria sem você...

– Nem eu sem você... – Yoongi respondeu rapidamente.

– Eu sei que minha dor não se compara a sua... – Yoongi sacudiu a cabeça. – É sim, se eu quiser evita-lo posso apenas parar de vir aqui... você já tem que ver quem você ama todos os dias... – Nesse momento uma ideia surgiu em minha cabeça.

– Mas isso não significa que doa menos em você... – Ele me respondeu com um olhar triste e direcionou seu olhar para os garotos no balcão.

– Yoongi o que você acha de morar comigo? – Yoongi se assustou com a proposta. – Sim, poderemos dividir o aluguel, nós nos damos tão bem e você é como um irmão para mim, poderíamos sempre estar juntos e você não veria mais o que te deixa triste.

– Pode ser que isso realmente dê certo, já que sempre estamos ocupados com nossos horários, acho que não invadiríamos a privacidade um do outro.

– Sim isso mesmo. – Respondi um pouco mais animada.

Levantamos empolgados da mesa e ao passar perto das quatro pessoas sentadas ao balcão decidimos nos despedir, Yoongi sorriu para Namjoon e Seokjin e não parecia estar fingindo, Seokjin sorriu tão alegre ao ver o sorriso de Yoongi em sua direção. Me despedi dos garotos com um beijo no rosto, Haruka era a última pessoa que eu precisava cumprimentar antes de ir embora, então quando cumprimentei ela disse baixo:

– Já tava na hora da cafeteria se livrar de certos encostos... – Colocou o copo de café sobre seus lábios.

– Você tem algo contra mim Haruka? – Perguntei, ela revirou os olhos. – Ou isso tudo é inveja mesmo?

– Inveja do que? – Haruka olhou.

– Talvez do dinheiro? – Namjoon disse.

– Ou desse cabelo lindo encaracolado que ela tem. – Seokjin disse.

– Ou da beleza dela? – Yoongi terminou.

A garota ficou vermelha de raiva e olhou para Hoseok, então disse:

– Vai! Fale alguma coisa também.

– Eu não tenho o que falar, eles já falaram quase tudo. Mas se quer que eu fale acho que seria dos dotes que ela tem, pois ela é boa em tudo que faz. – Hoseok disse sem ao menos olha-la.

– Vá sonhando com isso vá. – Ela disse me encarando.

– Olha eu falaria que você tem inveja da minha simpatia... mas os meninos falaram por mim. – Ri debochadamente.

– Deixa de sonhar alto assim Lannore. – Ela disse rindo da minha cara.

– Sabe sua perseguição contra ela é realmente algo incrível... você ao menos a conheceu direito e começou a ataca-la. – Namjoon disse.

– Realmente, na primeira vez que você viu Lanny você foi grossa com ela. – Seokijin concordou.

– Isso é por que ela é uma desocupada. – Haruka olhou para Hoseok enquanto respondia os rapazes.

– Desocupada uma ova! – Hoseok respondeu. – A garota se mata na academia de polícia, está trabalhando em uma empresa que é rival de seu pai e paga aluguel, mesmo podendo viver a vida sossegada sem preocupações, ela é uma batalhadora! Não fale o que não sabe Haruka. – Hoseok se levantou e saiu.

– Cara eu odeio você! – Haruka me disse ao tentar me dar um tapa na cara, mas segurei seu braço e apertei forte o suficiente para faze-la gritar de dor. – Ah!

– Não se confunda Haruka, não é só por que deixei você jogar um pouco de café em mim, que você vai poder fazer algo parecido de novo, eu sou muito mais forte que você. – Os rapazes apenas me observavam com um pouco de receio em intervir na briga. – Você não pode comigo, e nem vai poder.

– Ridícula! – Ela gritou ao solta-la.

– Nossa como você consegue me ofender, olha como eu to lingando para você. – Cruzei os braços, somos do mesmo tamanho olhei para ela com um ar de desafio. – Haruka procura algo para fazer da vida, e inclua tomar no cu na lista.

Os garotos não estavam acostumados ao me ouvir falar palavrão, então perceberam que eu realmente estava furiosa por dentro, então decidiram irem embora junto comigo, Haruka correu em direção ao Hoseok que estava muito longe, antes de irmos cada um para o seu lado, Yoongi me disse:

– Não se esqueça Lanny, uma ligação de distância.

– Uma ligação de distância. – Repeti a frase para mostrar que tinha me entendido. Yoongi virou-se para andar ao lado dos dois rapazes que caminhavam de mãos dadas.


Notas Finais


Lanny é muito lacradora que isso!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...