História Hold Me Tight - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Comedia Romantica, Drama, Escolar Superior, Sexo
Exibições 54
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Cinco


Fanfic / Fanfiction Hold Me Tight - Capítulo 5 - Cinco



Eu e Park fomos direto para casa depois de comer. O dia tinha sido agitado e também, ainda estávamos de ressaca da festa de ontem.

- AHGR! Preciso dormir pra sempre! - Park disse indo pro quarto dela e eu ri indo pro meu.
Me despi ficando só de calcinha e sutiã no meio do quarto. Me joguei em cima da cama e fundei minha cabeça no travesseiro.
Eu devo ter adormecido por alguns segundos enquando acordei ouvi o barulho do meu celular apitando.
Peguei ele de dentro da mochila e vi que tinha mensagens de um número desconhecido.

Desconhecido: E aí moça? Você chegou bem em casa?

Meus olhos se arregalaram e eu me arrepiei toda. Não poderia ser ele... Ele não tinha meu número! Deve ter sido engano. Mas eu sentia que era ele... Por mais que quisesse que não fosse.

S/N: Acho que você errou de número, moço!

Desconhecido: Pare de partir meu coração, eu sei que você sabe que sou eu!

S/N: 😒
S/N: Como você conseguiu meu número?

Bêbado: Isso foi bem difícil mas... Depois de entrar escondido na sala da diretoria e revirar a sua ficha, eu acabei encontrando. Junto com sua foto 3x4 que eu confesso que fiquei traumatizado.

S/N: Você é idiota? Quer ser preso? Eu vou te denunciar sabia...

Bêbado: Você não faria isso... Eu sou lindo demais pra ser preso! 😏

S/N: KKKKKKK SONHA! Tá, vou te bloquear então!

Bêbado: NÃO, ESPERA! eu preciso falar com você...

S/N: O que você quer?

Bêbado: Qual é a frase que tem na sua chave?

S/N: Ah isso? Eu queimei a etiqueta...

Bêbado: VOCÊ O QUE? 😨

S/N: não fique tão chocado, você já poderia ter imaginado isso.

Bêbado: Eu sei que você não fez isso... Tenho certeza!

S/N: Como pode ter tanta certeza?

Bêbado: Você está tão curiosa quanto eu...
Bêbado: Destino? Talvez... Só sei que não acredito em coincidências.

S/N: Então, porque quer tanto saber o que tem escrito na minha etiqueta?

Bêbado: Porque... Porque sim!

S/N: Porque sim não é resposta...

Bêbado: Você me disse que era então, Aceitei!

S/N: Merda...

Bêbado: KKKK Vai S/N, vamos aceitar logo o nosso destino e fazer o que ele manda!

S/N: Você tá completamente obsecado por essa etiqueta... Precisa se tratar!

Bêbado: Talvez não seja pela etiqueta...

S/N: ??

Bêbado: ......

S/N: Problema seu! Tchau.

Bêbado: ESPERA, NÃO VAI!

S/N: O que é agora?

Bêbado: .... Nada, só pra testar moral! 😂

S/N: Você é muito idiota... Deus tenha paciência!

Bêbado: Você ta rindo que eu sei! 😂

S/N: ME ESQUECE!

Bêbado: Impossível!

Fechei o celular. Eu tentava controlar o riso e quando eu tentava mais vontade eu tinha de ri. Me joguei de novo na cama e fiquei pensando na etiqueta idiota... Tudo está assim por causa dela.
Fui até minha bolsa e peguei a chave a jogando em cima da cama. Fiquei passeando ao redor dela, a encarando como se ela estivesse me encaramos de volta.
"Eu só posso ser louca!" Pensei suspirando derrotada. Peguei a chave e a joguei o mais longe possível do meu quarto. Voltei a me deitar na cama me cobrindo toda e adormecendo logo em seguida.

(...)

Acordei com meu despertado gritando no meu ouvido. Literalmente gritando! Eu tinha gravado um som que me fizesse levantar de manhã, e a minha voz gritando pra eu sair da cama era incentivo o suficiente.
Resolvi que queria ir desajeitada pra faculdade hoje. Coloquei um short rasgado e uma blusa frouxa, minha bota sem salto e um casaco pendurado na mochila, caso esfriasse um pouco. E meu cabelo soltou como sempre, deixando que as ondas dele caíssem sobre meus ombros.
Desci e vi que Park já estava pronto.

- Bom dia! - eu disse dando um beijo na bochecha dela.

- Bom dia... Dormiu bem? - ela peguntou enquanto terminava de arrumar a bolsa para levar pra faculdade.

- Sim... - falei meio enganosa. O fato de Taehyung ter roubado meu número da sala do diretor, não era notícia que eu contasse para ela em plena 8 horas da manhã.

- Então vamos? - ela peguntou não percebendo nada de diferente em mim.

- Vamos!

(...)

Hoje eu ia ter a minha primeira aula de música, e estava ansiosa. Embora Park estava me olhando com cara de demônio por eu ter deixado ela sozinha, mas foi ela que me abandonou primeiro.

- Vai lá me abandonar! - ela disse quando chegamos em frente à sala dela.

- Owwwn não faça essa cara! É só uma aula, a gente vai se ver daqui a pouco...

- Tudo bem, pode ir... Não se importe comigo! - ela disse se fazendo de vítima e eu ri.

- Nosso como você é terrível! - eu disse abraçando ela. - Me encontra na biblioteca!

- Ta bom! - ela disse fazendo bico e entrando na sala.
Eu segui meu caminho até onde eu achava que poderia ser a sala de música.
Havia uma grande nota musical na porta da sala então eu presumi que era ali mesmo.
A porta estava aberta mas mesmo assim eu bati. O professor me olhou e eu tenho impressão que já o vi em algum lugar...

- Ah, a garota do armário?!! Pode entrar senhorita, se sente perto do seu namorado! - o professor disse animado apontando pra uma direção.
Meus olhos seguiram o dedo dele e lá estava... A desgraça da minha vida em pessoa! Taehyung sentado em uma mesa sorrindo e acenando pra mim. Eu revirei os olhos e fui até onde ele estava.
Se eu fosse tentar evitar ele ia ser pior.

- Não fale comigo! - eu disse assim que me sentei.

- Bom dia S/N, você dormiu bem? Ah e, você está muito bonita hoje de novo... - ele disse se inclinando na minha frente.

- Você vai mesmo fazer essa aula? - eu perguntei fazendo cara de dor.

- Vou, eu me inscrevi pra ela! - ele disse dando de ombros e se ajeitando mais na cadeira.

- Quando você se inscreveu? - perguntei porque a história estava um pouco esquisita.

- Ontem quando eu vi a sua ficha tava escrito que você fazia esse curso e eu pensei "Ela não vai gostar de me ver lá!" Então eu me inscrevi! - ele disse explicando passo a passo. Eu o olhava espantada.

- V-Você olhou mesmo a minha ficha?

- Eu te disse isso ontem, não lembra? - ele fala na maior tranquilidade do mundo.

- Eu achei que você tava brincando com a minha cara! - falei ainda espantada.

- Eu nunca brinco! - ele disse com um sorriso brincalhão no rosto. Eu virei rápidamente pra frente sentindo meu rosto queimar.

- Você é completamente louco! - falei olhando para os lados. A sala não estava tão cheia, assim como Park disse. Droga! Justo nesse momento complicado da minha vida Park não está aqui pra me ajudar.

- Mas não foi só por você.. Eu já estou quase me formando, tem muito estresse nessa reta final e, eu gosto de música, sei lá... É como se fosse minha terapia! - ele disse olhando pro nada. Acho que passei mais tempo do que deveria olhando pra ele porque minha bochechas começaram a esquentar de novo.
"Vai ser uma longa aula" pensei suspirando forte.


🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...