História Hold Me Tight - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Comedia Romantica, Drama, Escolar Superior, Sexo
Exibições 40
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A música está no final da fic amados, quem quiser escutar depois é só ir lá ;)

Capítulo 6 - Seis


Fanfic / Fanfiction Hold Me Tight - Capítulo 6 - Seis



- Muito bem... Quem aqui sabe tocar algum instrumento? - o professor peguntou do nada no meio da aula.
Taehyung levantou o meu braço. - Oh S/N, que instrumento você toca?
Olhei assustada pro professor. Eu não sabia nem o que tava acontecendo direito na aula. Taehyung prendia o riso. Eu o olhei com um olhar mortal.

- Ah... E-Eu... - comecei falando gaguejando.

- Ela toca violão, professor! - Taehyung respondeu por mim fazendo o professor sorri amável para nós dois.
Provavelmente ele viu isso na minha ficha também... Ele me paga!

- Que casal lindo vocês formam, já estão completando a frase um do outro! - o professor disse encantado com a Gente. Taehyung me olhou sorrindo quadrado mas eu já estava olhando pra ele um olhar de morte. - S/N, porque você não toca um pouco pra gente? Já que é o seu primeiro dia vamos ver doque você é capaz!

- Nem morta! - eu disse rápido demais e o professor não entendeu.

- O que disse, quirida? - ele peguntou franzindo o senho.

- Ela disse que quer muito, professor! - Taehyung respondeu por mim me fazendo pisar no pé dele e ele dar um pulo na cadeira.

- Ótimo, pode vir S/N.. não tenha vergonha! - o professor me chamou.

- Não precisa professor, vai atrapalhar o rendimento da turma desse jeito! - eu disse forçando um sorriso e o professor se pôs a ri.

- Ora, besteira... Pode vim não se acanhe! Isso vai ser ótimo para descontrair um pouco da tensão da aula! - ele disse insistindo. Suspirei forte me levantando de mal gosto. Olhei pra Taehyung que tinha um sorriso vitorioso no rosto e lancei um olhar de "morra idiota pra ele" que pareceu entender, porque o sorriso em seu rosto sumiu.
Fui até a frente da sala quase começando a me tremer, quando o professor me entregou o violão e me sentou em uma cadeira bem no meio de todo mundo.
Fiquei olhando pra cara daquele pouco de gente, mas mesmo assim fiquei nervosa.
Me recusei a olhar pra Taehyung, ele era o culpado por tudo isso.

- Pode começar, S/N! - o professor anunciou e eu respirei fundo antes de começar a tocar. Escolhe a música da Taylor Swift - Wildest Dreams. Não sei porque só... ela veio na minha mente. Então comecei cantar...

🎶
Ele diz "vamos sair dessa cidade
Dirigir para um lugar afastado, longe da multidão"
Eu pensei "Oh céus não me ajudarão, agora nada dura para sempre
Mas isso vai me derrubar"
Ele é tão alto, e impossivelmente lindo
Ele é tão mau mas faz do jeito certo
Já dá para ver o fim, enquanto isso começa,
Minha única condição é...
Diga que se lembrará de mim
Ali parada, em um lindo vestido
Encarando o pôr-do-sol, baby
Lábios vermelhos e bochechas rosadas Diga que irá me ver de novo,
Mesmo que seja apenas em seus sonhos mais loucos
Sonhos mais loucos, oohh
Eu digo, "ninguém precisa saber o que fazemos"
Suas mãos estão em meu cabelo
Suas roupas estão em meu quarto
E sua voz é um som familiar
Nada dura para sempre
Mas isso está ficando bom, agora
Ele é tão alto, e impossivelmente lindo
Ele é tão mau mas faz do jeito certo
E quando nós nos beijamos pela última vez,
Meu último pedido é este...
Diga que se lembrará de mim
Ali parada, em um lindo vestido
Encarando o pôr-do-sol, baby
Lábios vermelhos e bochechas rosadas Diga que irá me ver de novo
Mesmo que seja apenas em seus sonhos mais loucos
Sonhos mais loucos, oh
Você me vê novamente em suas memórias
Enroscada em você a noite toda
Pegando fogo
Um dia, quando você me deixar
Aposto que estas lembranças
Te seguirão
Você me vê novamente em suas memórias
Enroscada em você a noite toda
Pegando fogo
Um dia, quando você me deixar
Aposto que estas lembranças
Te seguirão...
Diga que se lembrará de mim
Ali parada, em um lindo vestido
Encarando o pôr-do-sol, baby...
🎶

Quando terminei, olhei ao redor e todos me encaravam. Senti meu rosto queimar de novo e me levantei rapidamente entregando o violão para o professor. De repente eu ouso aplausos vindo da sala. Olho redor e todos estavam batendo palmas pra mim. Mas, me recusei a olhar pra ele. Eu não olhei nem uma vez enquanto cantava.

- Parabéns S/N, você canta muito bem! - o professor disse apertando a minha mão. Eu sorri tímida.

- Obrigada, professor!

- Seu namorado é um homem de sorte! - ele disse e o sorriso no meu rosto sumiu. Taehyung não era meu namorado e as pessoas acharem isso é errado, é como se eu estivesse mentindo pra elas.

- Ah, professor ele não é...

- Aqui está sua bolsa, amor! - Taehyung apareceu do meu lado segurando a minha bolsa e me olhando atentamente. Eu desviei o olhar, de repente o clima entre nós dois ficou pesado, sem eu ter feito nada.

- Obrigado! - eu paguei a bolsa da mão dele e sai da sala correndo. Eu tinha quase toda certeza que ele estava me seguindo.

- Espera, S/N! Pro favor... - ele pediu me fazendo parar e olhar pra ele.

- O que é? - falei. Eu estava sentindo várias reações diferentes depois de ter tocado, é como se essa música tivesse feito eu me lembrar de coisas que eu preferia esquecer e agora eu estava prestes a chorar na frente do Taehyung.

- A música você... Você tava cantando pra alguém! - ele disse com firmeza.

- Foi só uma música Taehyung, esquece! - falei me virando, mas ele segurou no meu braço.

- Então porque seus olhos estão cheios de lágrimas? - ele peguntou olhando preocupado pra mim.

- Não é da sua conta! - falei me soltando dele.

- Passou a ser! - ele disse andando ao meu lado. - Olha se quiser conversar, você pode...

- VOCÊ NÃO ENTENDE NADA NÃO É? SERÁ QUE DA PRA ME DEIXAR EM PAZ, VOCÊ JÁ FEZ O SUFICIENTE POR HOJE! - eu disse me alterando, vendo minha visão ficar turva por causa das lágrimas. Taehyung de repente ficou pálido e sua expressão era nova pra mim. Ele levantou a mão para segurar uma lágrima minha mas eu o impedi antes que conseguisse dando um tapa na mão dele. - Me deixa em paz! -
Eu disse saindo friamente de perto dele. Fui direto para a biblioteca, onde eu poderia chorar com Park sem me preocupar com mais nada.
Eu estava certa, a música mexeu comigo. Ela me tirou do sério e eu acabei gritando com ele... Não sei porque fiz isso!
Cheguei na biblioteca e Park já estava sentada me esperando, quando ela me olhou sorrindo eu forcei um meio sorriso pra ela e o sorriso dela sumiu, ela se levantou rápido e veio até mim.

- O que aconteceu? - ela peguntou me abraçando. Mas eu só sabia chorar em seu ombro.


🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...