História Hold Me Tight - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Comedia Romantica, Drama, Escolar Superior, Sexo
Exibições 51
Palavras 1.540
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Oito


Fanfic / Fanfiction Hold Me Tight - Capítulo 8 - Oito



Pela primeira vez desde conheci o Tae, eu sonhei com ele... Não lembro direito o que era o sonho, era mais como uma lembrança...
Nós dois estávamos de novo na varanda da festa. Ele estava perto do parapeito e eu encostada na parede na frente dele. Então ele sorriu e me estendeu a mão de novo... Eu êxito em pegar. Mas então, eu começo a sorrir também e vou na direção dele. Ele ainda está sorrindo com a mão estendida pra mim e eu começo a esticar a minha para pegar na dele... Então quando nossas mãos se encontram, eu sinto uma eletricidade muito forte percorrer o meu corpo e me assusto. Taehyung me olha preocupado e me puxa pra mais perto dele, estávamos bem perto do parapeito agora. E ele me segurava forte.
Eu não sentia medo, pelo contrário, ele me fazia se sentir segura.
Então ele fez sinal para que eu sentasse ali. Eu o olhei assustada e ele sorriu, depois me pegou pela cintura e me sentou no parapeito, sem me soltar. Eu agarrei nos braços dele e ele riu se sentando do meu lado.
Então ele disse algo como "pode abrir os olhos agora" e como se eu estivesse com os olhos fechados todo esse tempo, eu os abri... Mas não vi nada. Estávamos só eu e Tae no meio do nada e ele me segurava pela mão. Então eu fiz algo que não deveria ter feito.. eu olhei pra baixo! E lá estava a cidade toda vista de cima. Era como se estivéssemos voando sobre ela.
E eu não tive medo.
Pelo contrário, eu sorri mais ainda.
Taehyung me puxou para mais perto colando nossos corpos... E quando ele estava se inclinando pra me beijar... Eu acordo!
Com meu despertado irritante gritando no meu ouvido. Meu coração batia forte, por mais que eu tenha acabado de acordar e eu arfava com falta de ar.

- Nossa... - eu suspirei. - O que foi isso?
Perguntei pra mim mesmo enquanto me levantava.
Fiz minhas higienes tentando esquecer esse sonho estranho que havia tido, e desci pra tomar café.
"Graças a Deus é sexta feira" pensei chegando na cozinha.

- GRAÇAS A DEUS É SEXTA-FEIRA! - Park gritou assim que me viu entrando eu ri.

- Você leu a minha mente! - falei me sentando na cadeira na sua frente.

- Hum, vai ter uma festa hoje no campus da faculdade, você vai?

- Eu não tava nem sabendo dessa festa... - falei dando de ombros.

- Isso porque você é novata e ainda não conhece as pessoas legais que dão as festas, mas vamos mudar isso! Então, vai ser umas 8 horas... Vamos? - ela perguntou sorrindo animada.

- Sei não... Eu pretendia dormir hoje pra compensar esses dois dias de insônia!

- Insônia porque? Você mal começou a faculdade direito... - Park disse rindo.

- Não estou me referindo aos estudos...

- Hum.... Kim Taehyung, pregou mesmo em você né? - ela disse me provocando, eu revirei os olhos.

- Não começa, vamos logo... Preciso que esse dia acabe rápido! - falei me levantando e pegando minha bolsa. Park me seguiu com um pão na boca.

(...)

Chegamos na faculdade e demos de cara com os meninos. Hope assim que me avistou veio me abraçar.

- Bom dia, gracinha! - ele disse sorridente.

- Bom dia, Hope! - falei sorrindo.

- Eu também tô aqui Hope, bem aqui oh... - Park disse se metendo na nossa frente, mostrando que não era invisível.

- Ah, foi mal Hoo.. Bom dia! - Hope disse meio sem graça. Park riu e cruzou os braços.

- Tanto faz! Cadê o Nam? - ela perguntou olhando ao redor e não vendo ele.

- Deve tá chegando ainda! - Jimin disse. - E aí, vocês vão pra calourada hoje à noite?

- Vamos! - Park respondeu por nós duas.

- Vamos? - questionei.

- Vamos... - ela confirmou cerrando os dentes. Eu revirei os olhos.

- Que bom, então a gente vai se vê lá! - Jungkook falou animado.

- S/N, posso falar com você? - Hope perguntou.

- Claro. - falei sorrindo e ele segurou na minha mão, me levou um pouco afastado dos meninos e de Park. Pelo visto o que ele queria falar era coisa séria.

- Eu queria saber se... Você não quer ir na festa comigo? - Hope falou meio sem jeito. "Ah, então era isso!"

- Claro, Hope... Porque não, né? - falei sorrindo. - Somos amigos!

- É... Mas tipo, podemos ser mais que amigos nessa festa?! - ele disse envergonhado e eu corei. "Ele tá pedindo pra ficar comigo?" - S/N, não me entenda mal... Mas, eu tô de olho em você desde da festa do Jimin e... Confesso que nunca fiquei tão interessado em uma garota antes!

- Ho-Hope... - fiquei sem reação e ele sorriu.

- Você fica muito fofa quando fica com vergonha! - ele disse acariciando a minha bochecha. - Não precisa me responder agora, eu pego você depois da aula tá?! - ele perguntou esperançoso e eu só confirmei com a cabeça. Ele me deu um beijo na bochecha e saiu, me deixando com cara de paisagem olhando pro nada.
Até que sinto alguém tocar no meu braço e me viro assustada pra olhar quem é.

- Quem era ele? - Taehyung perguntou com uma cara de raiva.

- Quando você chegou? - perguntei não conseguindo processar direito.

- Não importa, quem era ele, S/N? - ele questionou ficando alterado. "O que deu nele agora?"

- Meu amigo... - falei meio receosa.

- Só amigo? Porque pelo que eu ouvi ele quer ser mais do que só um amigo não é?! - ele disse cruzando os braços e me olhando indignado.

- Então você tava ouvindo a minha conversa? Que coisa feia...

- Não se faça de desentendida... Você vai na festa com esse cara? - Taehyung perguntou impaciente.

- Porque não? Ele é legal... - falei dando de ombros.

- Você sabe o que vai acontecer se você for nessa festa com ele, não sabe?! - ele perguntou parecendo irritado.

- O que você acha que vai acontecer, Taehyung? A gente vai ficar e... Depois ele vai me levar pra casa e...

- Vocês vão transar... - ele disse cerrando os dentes.

- Não necessariamente... - falei me defendendo. - Mas se eu tiver afim, possa ser que aconteça! - Taehyung me olhou com raiva. Ele parecia perturbado, porque passava a mão forte pelo cabelo.

- Eu não acredito que ouvi isso... - ele disse alterado.

- Eu sou livre pra fazer o que eu quiser, Okay? - falei cruzando os braços.

- Então... vo-você gosta dele? - ele peguntou parecendo preocupado com alguma coisa.

- Ainda não, mas acho que posso começar a gostar dele!

- S/N, eu conheço esse tipo de cara Okay? Ele só quer usar você! - Taehyung disse segurando forte no meu braço e me olhando fundo nos olhos.

- Como você pode ter tanta certeza?

- Você nem conhece esse cara direito! - ele falou rindo ironicamente.

- Ele é o melhor amigo do irmão da minha melhor amiga, tá? Eu conheci ele na mesma festa que conheci você! - falei fazendo pose.

- Quer dizer naquela festa que vendia maconha?! - ele falou sem ânimo.

- Isso significa que você também não é muito confiável, então... - rebati sorrindo vitoriosa.

- Eu salvei sua vida, sou super confiável! - ele disse se pondo vitorioso agora.

- É, mas, foi você que me colocou em perigo primeiro então...

- Não vai! - ele disse do nada e eu me espantei.

- O que?

- Não vai na festa com ele! - ele disse me olhando fundo nos olhos. Senti meu sangue ferver e minha bochechas queimarem.

- O.. O q-que você ta dizendo.. E-Eu não entendo... - falei com a voz trêmula tentando disfarçar que só aquelas palavras haviam mexido comigo. Me virei para olhar pra outro lado, mas Taehyung segurou no meu braço e me fez olhar pra ele.

- Vem comigo, S/N! - ele disse me olhando de uma maneira estranha, fazendo meu coração dar um pequeno pulo. "Ah não... Eu não posso me apaixonar!" Me soltei dele e comecei a ri.

- Ah, co-como você é engraçado... - falei rindo forçadamente. - Por-Porque eu iria pra festa com algum de vocês afinal? Po-Posso muito bem ir sozinha... - falei tentando expressar que não estava nem aí pra eles e fui me afastando dele, mas ele estava seguindo os meus passos. Meu rosto ainda pegava fogo.

- Então, você não vai com ele? - Taehyung perguntou sorrindo.

- N-Não... - falei meio envergonhada. E ouvi Taehyung rir.

- Então significa que você vai comigo! - ele disse confirmando e ficando na minha frente.

- O q-que? - perguntei meio tonta. Taehyung riu se divertindo com a minha situação vergonhosa.
Ouvi alguém vindo na nossa direção.

- Hum... Você deve ser o Taehyung, certo?! - Park peguntou se aproximando de nós. Taehyung se virou para olhar pra ela.

- Você me conhece? - ele peguntou. Park o olhou de cima a baixo e sorriu maliciosa pra mim.

- Não exatamente...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...