História Hold Me Tight - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jinmin, Namjin
Visualizações 4
Palavras 1.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


*Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Criei essa fanfic na intenção de interagir e divertir os leitores.* ~Respeite sempre os shippes dos coleguinhas, bjs

Capítulo 4 - Nosso destino


Fanfic / Fanfiction Hold Me Tight - Capítulo 4 - Nosso destino

Namjoon
    A brisa da manhã entrava pelas janelas abertas. Observei a paisagem por algum tempo, sentindo o vento balançar os meus cabelos, enquanto o sol tentava penetrar as cortinas de tecido branco. Essa era uma manhã diferente. Eu não estava sozinho. Estava com Seokjin. Uma companhia extremamente calorosa.
    Olhei as horas no celular, depois virei a cabeça para olhar para Jin Hyung, deitado na cama de lençóis claros, dormindo suavemente, enquanto os cabelos despenteados cobriam parte dos olhos.
    Mais uma vez me vi dominado pela força de sentimentos indescritíveis, de uma necessidade súbita de abraçá-lo e protegê-lo. Por vezes tentei entender o que eu sentia, mas era algo diferente, algo como uma certa euforia. Estar na presença do Seokjin era como colorir um papel branco, ou sair de uma tempestade diretamente para um dia limpo, longe de nuvens. Sim, eu me sentia bem ao seu lado, muito bem.
    Observei-o por algum tempo.
    Eu mal podia acreditar que aquilo era real. Eu havia passado a noite com Jin Hyung, havíamos confessado nossos sentimentos e finalmente nos entregado ao desejo. Toda vez que eu pensava nisto um frio no barriga me dominava, eu finalmente havia ganhado Kim Seokjin, e eu o amava.
    Ele acordou aos poucos. Ao me ver observando sorriu de modo tímido, o rosto de feição suave me fez delirar. Aproximei-me deitando ao seu lado.
    — Por favor, me diga que eu não estou sonhando. — Falei sorrindo
    Ele virou o rosto para me encarar, era tão perfeito. Beijei-o redescobrindo a pressão estimulante dos seus lábios, sua mão acariciava minha nuca com pequenas pressões dos dedos.
    Não havia mais duvida. Isso era real, seu corpo apertado contra o meu, o calor e a maciez de sua pele...
    — Eu te amo Hyung. — Sussurrei.
    — Eu também te amo Kim Namjoon.
    Eu estava prestes a beijá-lo novamente quando o celular apitou indicando que eu havia recebido uma nova mensagem. Jin sorriu e se levantou caminhando em direção ao banheiro.
    ''Senhores Namjin, temos reunião em dez minutos pra decidir o que o chefe pediu. Sem atraso por favor.''
    — O Hobi sempre se supera nas piadas. — Falei rindo. — A dessa vez foi nos chamar de Namjin.
    Jin saiu do banheiro penteando os cabelos com a mão.
    — Acha que fizemos certo em contar pra eles? — Perguntou ele.
    — Eles iam descobrir uma hora ou outra Jin. — Falei. — Até parece que a gente ia conseguir esconder isso por muito tempo.
    Ele riu e aproximou-se, sentando na beirada da cama.
    — Eu sei, só que... tenho medo que isso atrapalhe nosso grupo de alguma forma, entende? — Falou ele me olhando suave.
    Sentei na cama, próximo a ele.
    — Você viu como os meninos reagiram, não acho que teremos problemas.
    Ele ainda parecia relutante.
    — E se por um acaso nossos fãs não aceitarem isso Nam, pensa o caos que seria...
    — Jin, você está se preocupando a toa. — Falei. — Eu acredito que eles vão nos apoiar em qualquer decisão que tomarmos, isso que significa gostar de alguém, e eles gostam da gente.
    Ele suspirou.
    — E se...
    Segurei firme em uma de suas mãos. Olhei fixamente em seus olhos.
    — Não se preocupe, está bem? — Sorri. — O que importa é que estamos juntos, eu não vou abrir mão disso, jamais. Estar com você foi a coisa que mais desejei na vida, não vou deixar que isso tenha fim...
    Ele sorriu. Deslizei minha mão suavemente pelo seu rosto macio. O calor do seu corpo, sua expressão doce me deixava alucinado.
    — Está bem, Nam. — Ele sorriu sem desviar os olhos dos meus. — Estamos juntos. Isso que importa.
    Os lábios do Hyung pousaram de leve nos meus. Novamente em seus braços me senti limpo e vivo.

    
Hoseok
    Jungkook estava parado próximo a janela, pensativo, enquanto o resto de nós estávamos sentados em volta da mesa redonda em uma sala improvisada no hotel. Aguardávamos a chegada do Namjoon e Jin Hyung, para então decidirmos o que fazer para agradar o chefão.
    Suga Hyung estava inquieto. Sua expressão era tensa, ele estava preocupado com algo, eu o conhecia. Ele me viu olhando e deu de ombros.
    — Onde estão aqueles dois? — Perguntou Taehyung com a cabeça sobre a mesa. — Estão demorando, deve ter algo errado. Jin Hyung dificilmente se atrasa.
    — Ele e o Namjoon devem estar se pegando ainda. — Falei rindo.— Vamos dar um tempo a eles, acabaram de assumir um relacionamento.
    Suga ergueu os olhos para Jimin.
    — Como se sente sabendo que o cara que você beijou está namorando outro agora? — Perguntou ele a Jimin.
    Park Jimin olhou rapidamente para Suga Hyung como se tentasse entender o porquê da pergunta.
    — Eu já disse, eu estava confuso, por isso beijei o Jin Hyung. — Falou Jimin olhando rapidamente para nós.
    — Confuso. — falou Suga de modo áspero. — É só isso que sabe falar.
    — Não entendo porque está tão irritado com isso Yoongi. — Falou Jimin agora encarando ele. — Mas de qualquer forma isso não importa, Jin Hyung está feliz e está com quem deveria estar.
    Suga revirou os olhos. Então Jin Hyung e Namjoon entraram na sala.
    — Finalmente. — Falou Taehyung rindo. — Achamos que tivessem se perdido no caminho.
    — Já decidiram algo? — Perguntou Jin se sentando junto com Namjoon.
    — Estávamos aguardando vocês. — Falou Suga.
    Enquanto os meninos falavam, observei Park Jimin. Ele parecia mesmo confuso, mas agora por um motivo completamente diferente. Eu também não havia entendido o comportamento do Suga Hyung, ele parecia revoltado com algo.  Jungkook sentou-se ao lado do Taehyung.
    — Então, o que podemos fazer de diferente para agradar as Armys? — Perguntei.
    — Já dei minha opinião. — Falou Tae sorrindo. — Kookie ia ficar sexy com um gorro de coala.
    Jungkook sorriu e socou de leve o ombro do Taehyung.
    — Por que não usamos a ideia do Suga Hyung? Agora temos um casal para apresentar. — Falou Namjoon piscando para Seokjin.
     — Seria uma boa ideia Namjoon. Mas se esqueceu que você fez o chefe descartar essa opção com seu comentário? — Falei arqueando as sobrancelhas.
    Ele parecia arrependido agora.
    — Desculpa, mas na hora eu tava com ciúmes. — Respondeu ele.
    Jungkook caiu na risada.
     — Como assim? — Perguntou Jin.
    — Nada não. — Ele sorriu para o Hyung. — Não custa tentar falar com ele novamente, é uma boa ideia. Acho que ele vai aceitar.
    Todos olharam entre si.
     — Não custa nada tentar. — Falou Jimin. — É o melhor que temos.
    — Vocês estão mesmo descartando minha ideia? — Falou Taehyung. — Esperava mais de vocês.
    Jungkook agarrou-o pelos ombros, apertando-o como se fosse um urso de pelúcia.
    — Então nesse caso vamos levar nossa ideia ao Chefão. — Falou Yoongi. — E esperar que ele aceite.
    Seokjin olhou de modo desconcertante para Namjoon, de certa forma ele parecia preocupado com a situação.
 


Notas Finais


Obrigada por acompanhar <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...