História Holiday - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Hong Jisoo "Joshua", Junghan "Jeonghan", Seungcheol "S.Coups"
Tags Ecchi, Hong Jisoo, Joshua, Scoups, Seungcheol, Seventeen, Universo Alternativo, Yoon Jeonghan
Exibições 4
Palavras 990
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 2 - 02


Enquanto Jeonghan ia em direção ao garoto, pensava em como iria iniciar uma conversa (e em como não borrar as calças). Um Olá parecia formal demais e um Eai americano demais. Cantadas definitivamente não fazia seu tipo, e sim de seu amigo Seungcheol - conhecido em Daegu como Rei das Cantadas Ruins Porém Engraçadas -, mas resolveu arriscar, afinal não ficaria nos Estados Unidos por muito tempo, então ninguém, além dele e do garoto que receberia a cantada, saberiam daquela estória.

Ao se aproximar suficiente do garoto, respirou profundamente e começou:

-Me desculpe, mas você acredita em amor à primeira vista ou agora eu devo esbarrar em você? - Jeonghan disse com um sorriso travesso, olhando nos olhos do garoto e arrumando um pouco o cabelo.

O americano, que antes bebia uma cerveja, tossiu, riu, engasgou, tossiu mais um pouco, riu outra vez, tentou levantar a cabeça e se controlar pra poder limpar a bagunça que havia feito, mas nada adiantou. Se surpreendeu com o aparecimento repentino do garoto que havia 'conhecido' minutos atrás e se surpreendeu mais ainda com a cantada que havia ganhado. Era ruim, ele admitia, mas era a primeira vez que recebia uma, então não estava sabendo como reagir. Apenas ficou ali, rindo e se engasgando de cabeça baixa.

Jeonghan, ao perceber a bagunça que o garoto havia feito e de como estava envergonhado, imediatamente se arrependeu de tentar ser o Rei das Cantadas Ruins Porém Engraçadas de Busan. Deixaria esse título para algum outro garoto.

-M-me desculpe se eu te envergonhei, eu juro que não canto as pessoas normalmente.

-Não estou envergonhado, estou surpreso. - O americano respondeu enquanto limpava a bagunça feita. - Ninguém nunca havia me cantado.

-Bem, - ele sorriu - estou feliz em ser o primeiro. Jeonghan Yoon*¹. - Ele disse estendendo a mão para o outro.

-Jisoo Hong, - ele apertou a mão de Jeonghan - mas ninguém além dos meus pais me chamam assim. Me chame de Joshua.

Jeonghan concordou com a cabeça, enquanto observava Joshua terminar de limpar a sua bagunça. Iria fazer algum comentário mas ele foi mais rápido.

-Então, Jeonghan - o rapaz deu ênfase no nome dele, o que, no ponto de vista do Yoon, ficou quase sensual - é coreano, não? De onde é?

-Sim, sou de Busan. Creio que você também. Apesar de Hong não ser tão comum na Coréia, Jisoo é.

-É, meus pais são coreanos mas nasci aqui, em Los Angeles sendo mais específico. Nunca fui pra Coréia mas sei a língua, porém prefiro não conversar em coreano com você. Se me permitir, quero continuar ouvindo sua bela pronúncia. - Ele respondeu com um sorriso brincalhão no rosto e deu uma piscadela para Jeonghan.

Ele estava tirando sarro da pronúncia de Jeonghan?

-Ya, minha pronúncia não é boa porque eu sou fluente a pouco tempo. - Disse na defensiva.

-Não estou falando que ela não é boa. - Joshua respondeu rindo. - Ela é engraçada. Você acentua o 'y' e troca o 'r' por 'l' em algumas palavras. Típico dos coreanos. BodY e Wlong.

Ambos riram. Jeonghan por ser imitado e Joshua por sua imitação.

-Você quer ir conversar em outro lugar? - O americano perguntou. - Tem um local bem calmo aqui perto, dá pra gente ver bem os fogos e conversar.

Jeonghan assentiu com a cabeça e seguiu o garoto até o local depois de comprar cervejas, carne e alguns doces em saquinhos plásticos.

O lugar era quase deserto, exceto por alguns casais, e muito bonito. Era de frente para um lago, onde alguns patos estavam 'nadando'. Joshua se sentou em um tronco e Jeonghan seguiu seus movimentos.

-Então, o que um coreano está fazendo nos Estados Unidos?

-Bem... - Jeonghan começou - Estou aqui a dois meses. Viagem com o grupo da faculdade. Vim ver os fogos.

-Faz faculdade de quê? - Joshua perguntou curioso.

-Psicologia, e você? Faz faculdade também?

-Sim, teologia. Mas não quero seguir nenhuma profissão relacionada a isso, estou fazendo apenas por pressão dos meus pais.

-E o que você realmente quer fazer?

-Gastronomia. Quero ter meu restaurante um dia.

-Hong's Restaurant

Joshua gargalhou jogando a cabeça para trás, e nesse momento Jeonghan percebeu o quanto o garoto era bonito. O cabelo castanho precisava de um corte, já que fios caíam sobre os olhos. O rosto fino e delicado combinava perfeitamente com o corpo magro e esbelto que ele tinha.

Joshua também observara o rapaz. E como não poderia? O cabelo roxo na altura dos ombros se destacava na multidão, assim como os traços delicados e quase femininos do rosto do garoto. E enquanto o observava, percebeu uma pequena tatuagem em seu dedo indicador, na mão direita. Hope (esperança). Era o que estava escrito.

-Você não parece ser o tipo de garoto que gosta de tatuagens. - Joshua comentou apontando para a mão do rapaz.

-Bem, você não parece ser o tipo de garoto que gosta de outros garotos.

-Touché. - Joshua disse rindo.

Com o passar do tempo a conversa foi fluindo ainda mais. Eles conversaram sobre as diferenças entre a Coréia e os Estados Unidos, faculdade, família e jogos de futebol americano.

-Olhe! - Jeonghan apontou para os serviçais apressados indo para o local de queima dos fogos. - O show vai começar.

Joshua, notando a felicidade e animação do garoto, pegou em uma de suas mãos e o puxou para a margem do lago, assim teriam uma vista ampla do céu. Os fogos começaram minutos depois e Jeonghan ficou maravilhado. Era tudo tão vivo. Ele estava distraído com as explosões multi-coloridas e não percebeu que Joshua ainda não havia soltado sua mão e que o mesmo se aproximava lentamente. Ao sentir a mão livre dele tocando seu rosto, Jeonghan o olhou. Joshua desenlaçou suas mãos e a colocou na cintura do garoto. Jeonghan esqueceu completamente os fogos e agora encarava Joshua, que tomou coragem e puxou delicadamente o rosto e a cintura dele contra o próprio corpo, iniciando um beijo singelo e tímido.

E ali, sob os fogos de artifício do feriado de 4 de julho, Jeonghan e Joshua se beijaram pela primeira vez.


Notas Finais


*¹: no ocidente, o sobrenome só vai depois do nome, por isso ficou Jeonghan Yoon e Jisoo Hong, e não o contrário.

Eu tenho mais duas fics em andamento:
Spring Day (Long fic; Taekook/Vkook)
Secrets (Long fic; crossover com exo, bts, got7, seventeen, blackpink, monsta x, luhan kris wu e zitao.

Eu amei escrever isso aaaakkaosmwis
Beijos.
Amo vocês <333333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...