História Holy Shit - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Becky G
Personagens Austin Mahone, Becky G, Personagens Originais
Tags Austin Mahone, Becky G, Becstin, Hot, Rebbeca
Exibições 61
Palavras 1.162
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


treta basica pra animar o dia
bones leituras

Capítulo 9 - Eighth


Fanfic / Fanfiction Holy Shit - Capítulo 9 - Eighth

O tempo que eles precisaram para se recompor foi pouco.

Rebbeca apenas colocou a saia no lugar e vestiu de volta a blusa. Não tinha mais calcinha e isso era um problema. Austin apenas vestiu a bermuda. 

Umas olhadas no espelho e os cabelos estavam no lugar. 

- Está pronta? Justin está nos esperando. - Austin perguntou com um sorriso no rosto enquanto dava os últimos retoques em seu topete.

- Você avisou a ele que estávamos aqui? - Becky quase gritou, recebendo como reação apenas uma crise de risos de Mahone.

- Sim, achei um milagre ele não ter vindo aqui no estacionamento saber porque demoramos tanto para subir... - o riso aumentou quando a face de Rebbeca corou completamente.

Ela odiava quando Austin ria dessa forma. ela lembrava do ensino fundamental quando ele e outros garotos riam dela apenas por ter os dentes separados e um leve sotaque mexicano. 

Abriu a porta e deixou o carro com a cara emburrada. Estava tendo um acesso de culpa por ter transado com Austin no estacionamento, por ter transado com ele no banheiro, por simplesmente ter proposto uma trégua a ele. Ela estava com raiva por ser tão fraca e queria negar de qualquer forma qualquer faísca de sentimento que começasse a nascer ali.

Austin notou sua mudança de humor. Deixou também o carro e andou em  um passo apertado até alcançá-la. 

-Becky... - disse em tom baixo, Becky estava de costas e ele não conseguia ver os olhos da morena brilharem na ameaça de choro.

Ela apenas continuou a caminhar, queria deixar aquele lugar. Queria gritar para todos um grande: "Eu odeio Austin Mahone".

- Becky espera. - Austin insistiu e a puxou pelo braço fazendo-a se virar para ele.

A morena engoliu em seco, encarou bem o rosto de Carter e apenas enxugou uma lágrima teimosa que insistiu em escapar. 

Ele não entendeu bem o porquê, mas ver Rebbeca chorar fez seu coração apertar. Teria ele feito algo de errado? 

Tudo bem que desde pequenos ele a perseguia com brincadeiras sem graça, mas sempre se sentia culpado quando a fazia chorar e tentava de alguma forma fazer ela rir.

Agora, não era diferente. 

Por instinto ele apenas a abraçou apertando contra seu peito. Foi ai que ela chorou de verdade agarrada a camiseta cinza de Mahone. 

Uns três minutos parados no meio do estacionamento, abraçados e calados foram necessários ate que Marie se restabelecesse. E Austin foi paciente e não se mexeu até que ela mesma se desvencilhasse dele.

Enxugou as lágrimas da moça e deixou em seus lábios um selinho carinhoso. Um gesto estranho vindo dele.

- Me deixa ir embora Austin. - Rebbeca passou a mão pelo rosto e o olhou como se implorasse para que ele a deixasse ir.

Austin abriu a boca para dizer algo, mas em vez disso apenas assentiu soltando o braço da menor.

-Becky? - uma voz atrás dos dois chamou-os atenção.

Era Justin, estava suado e com roupa de corrida e óculos de sol. Um pecado para as outras garotas que sempre olhavam para trás ao passar por ele. 

Gomez virou o olhar para ele com um leve sorriso, Austin fechou a cara e cerrou os punhos. A presença de Bieber começava a irrita-lo sem nenhum motivo aparente.

-Justin. - disse seco e apenas mirou sua atenção em Becky mais uma vez, era impossível negar a sua preocupação.

- Austin. - a resposta veio em mesmo tom -O que estão fazendo aqui?

Carter precisou respirar fundo, ele tinha vontade de socar JayB cada vez que ele abria a boca para se intrometer na vida de Marie.

- Por que se preocupa tanto com o que ela faz ou deixa de fazer? - ele realmente queria ser alguém mais controlado. 

De verdade ele queria ser mais controlado.

- Por nada... mas vocês estão no estacionamento do meu prédio, você está com a Rebbeca e pelo que vejo ela estava chorando.. - Bieber começou a listar em tom sarcástico olhando Mahone por cima dos óculos escuros - tenho todo direito de me preocupar.

Becky se encolheu, preferiu ficar calada e deu um passo para trás. Conhecia bem Austin e sabia como ninguém que ele não reagia bem a provocações.

- Ela não é nada sua pelo que eu me lembre. - Mahone riu de canto e passou a mão pelo próprio queixo. 

- E nem sua - Drew devolveu sem nem hesitar.

Carter avançou, ia soca-lo e acabar com aquele sorriso sugestivo e presunçoso dele. Ia, se Becky não o segurasse evitando.

- Austin, comporte-se - Ela estava assustada, nunca em seus anos de convivência com ele o havia visto daquela forma.

Austin estava vermelho, dentes e punhos cerrados. Rebbeca não tinha noção de como era para ele apenas imaginar que os dois tivessem algo. Respirou fundo e assentiu para ela que o soltou.

- Olha, ela ainda o trata como cachorro.. - Bieber riu alto.

Dessa vez Becky não teve nem tempo de pensar, no instante seguinte Justin estava no chão sendo socado por Austin. O Loiro era forte assim como o moreno e não hesitou em revidar. 

Aos pouco a multidão começou a cerca-los para assistir o espetáculo que em pouco estaria nas redes sociais daqueles que filmavam.

Becky tentava para-los gritando para que parassem com aquilo. Até que agarrou Austin pelo ombro e o puxou afastando de Justin que foi segurado por outra pessoa qualquer da multidão.

O canto do lábio de Austin sangrava, assim como havia um corte em sua sobrancelha.

Justin estava em um estado parecido.

- Desista Mahone, a Rebbeca não está interessada em você. - Justin disse e cuspiu um pouco de sangue no chão limpando a boca em seguida.

Becky apenas arqueou as sobrancelhas enquanto ainda se ocupava de segurar Carter.

- Como tem tanta certeza, "jayb"? - O moreno ironizou e disse com um sorriso. 

A língua coçava para contar tudo que havia feito com Becky. Dizer que aquelas marcas do dia anterior haviam sido feitas por ele. Mas ele não iria expor a morena daquela forma. Apenas respirou fundo e começou a trabalhar na tarefa de se acalmar.

- Porque você é um fracassado, "AM" - riu fraco e se soltou das pessoas de seu prédio que o seguravam - dançarino substituto? Esse é o seu melhor? Você nem em uma faculdade está!

-Cale a boca. - Rebbeca disse seca e firme.

Ela não acreditava que quase havia se envolvido com alguém tão vazio por dentro.

- Quem não tem a menor chance comigo é você!E quer saber? Ele pode provar algo que você nunca vai. 

Dito isso, Becky virou-se para Austin e sorriu de leve antes de agarra-lo pela camisa e beija-lo na frente de todos.

Ele sorriu e correspondeu tomando a cintura da morena para sí.

A multidão gritou. 

Justin cerrou os punhos e deixou o local. 

Já Rebbeca e Austin continuaram o beijo, esquecendo de tudo e qualquer pessoa a seu redor.


Notas Finais


Olá crianças como estão? Espero que bem.
Quero agradecer os mais de 400 views, vocês são os melhores.
Titia Isa ama vocês, até o fim da semana, vai ter hot <3

spoiler:
- Que tal brincarmos um pouco? (...) Era realmente divertido provoca-la
- Brincar? (...)
- É bem simples. Faremos perguntas um ao outro pra cada erro... Uma peça retirada. – o sorriso faceiro dele cresceu. - O que acha? Se você errar demais vai estar com bastantes problemas.

All the love I <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...