História Homophobic. - Capítulo 15


Escrita por: ~ e ~AnnaLinspector

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Amor, Bebidas, Família, Fobias, Gays, Homofobia, Sexo, Teens, Violencia
Exibições 87
Palavras 932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 15 - Love.


Fanfic / Fanfiction Homophobic. - Capítulo 15 - Love.

[Capitulo 15 – L...Love you.]

Tyler Porter

[Amor I love you – Marisa Monte]

Que barulho é esse? Me sentei na cama atordoado de sono e percebi que era alguém tocando a campainha, Eliott também acordou mas, se levantou sem nem ao menos olhar pra minha cara, quanta grosseria. 

—Um bom dia já era suficiente. - Falei irônico, ele nem se deu ao trabalho de responder. 

Eu até tentei dormir mais um pouquinho mas depois de me virar pela vigésima vez desisti, eu ainda estava com as roupas do Matheus, levantei de uma vez e senti uma leve dor de cabeça, não, não era ressaca, não bebi tanto assim, fui até o banheiro fazer minha higiene matinal me vesti e dei pronto para dar o fora daquela casa, que convenhamos, era de um ótimo gosto. 

—Onde você vai? - Eliott perguntou enquanto eu descia as escadas. 

—Pra casa gatinho, mas se quiser eu te levo junto. - Sorri malicioso e Eliott revirou os olhos me ignorando e voltando para o quarto de hóspedes. 

Cheguei em casa e pra minha surpresa minha vó estava lá, ela dava uma bronca no meu pai que só assentia com a cabeça olhando para baixo, foi quase cômico ver um homem daquela idade recebendo um sermão daquele jeito. 

—Oi vó. - Dei um beijo no seu rosto e subi para o meu quarto. 

Sem muitas opções no momento pensei em refletir um pouco, as vezes faz bem...Olhando para o teto sozinho cheguei a uma conclusão, eu necessito beijar a boca de Eliott, pensando nele cheguei a ter uma pontinha de arrependimento por ter enganado brincado com ele, ri baixinho do jeito que Eliott me desprezava no começo, fazendo questão de afirmar que era hétero, foi bom mostrar pra ele como o diferente pode ser gostoso, mas ainda estávamos começando, eu precisava de mais tempo com ele, Eliott gosta de mim, não sei se isso me deixava feliz ou preocupado. 

—Acho que eu também gosto de você, Eliott Morningstar. - Falei para as paredes. 

O fim de semana passou rápido demais para o meu gosto, fiquei com um garoto que eu já nem me lembro o nome, era gostosinho mas só porque me lembrava um pouquinho Eliott, sim, eu pensei nele enquanto fazia aquilo. Por que eu pensei nele? Enfim, hoje é segunda e a vida continua, tenho que ir para o colégio só pra variar e colocar a cabeça nos eixos. 

—E aí Tyler. - Matheus me cumprimentou com um aperto de mão e a namorada dele acenou pra mim, cumprimentei os dois e fiquei um tempinho ali, Matheus comentava sobre a festa e eu só assentia tentando parecer interessado, mas na verdade minha mente estava em outro lugar, outra pessoa para ser mais especifico. 

—O Eliott apareceu? - Perguntei tentando parecer menos interessado do que eu realmente estava. 

—Não, você viu ele Lou? - Matheus olhou pra namorada que negou com a cabeça. 

Quando eu abri a boca para responder um "ok" ele apareceu abraçado com a Melissa, ela cumprimentou todos nós com um beijo no rosto e o Eliott disse apenas "oi" para o casal sem nem ao menos olhar na minha cara, fingi que isso não me incomodava, mas sinceramente eu estava começando a sentir esse desprezo dele comigo. 

—Oi gente. - Gary falou com um sorriso fofo no rosto, aquele garoto era feliz demais, inacreditável ter tanta alegria numa segunda feira de manhã, todos responderam de volta e Oliver apareceu abraçando a cintura do namorado acenando para nós com a cabeça em forma de cumprimento. 

Todos no grupo conversavam entre si, mas eu nem chegava a ouvir o que eles diziam, meus olhos estavam focados nele, Eliott, percebi que ele também estava calado com as mãos no bolso tentando me ignorar, disse bem "tentando", já que na maioria das vezes nossos olhares se cruzavam e ele me olhava de um jeito que chegava a ser fofo, que droga Tyler, desde quando você acha o jeito dele te olhar fofo? Certo, isso não era bom, nada que aconteceu desde aquela ficada no banheiro era bom, isso só podia significar uma coisa, eu estava me apaixonando por Eliott Morningstar. 

Na sala não fiz questão de me sentar com os meus amigos, peguei um lugar ao lado do Eliott que entrou logo depois rindo junto da Melissa...eu estava terminando de copiar a atividade que seria matéria de prova quando Steven apareceu sentando do meu lado, pelo jeito dele me olhar eu já podia deduzir o que ele queria de mim... 

—Tá livre depois da aula? - Ele perguntou já esperando que eu respondesse um "sim", mas dessa vez ele estava errado, olhei para os lados e vi Eliott prestando atenção na minha conversa, fingi que não percebi e ele grudou os olhos no caderno tentando disfarçar. 

—Hoje não. - Escrevi a última frase do texto e fechei o caderno. 

—Quem é o garoto da vez? - Steven perguntou como se me conhecesse o suficiente para saber tudo sobre mim. 

—Ninguém. - Dei de ombros. - Só não estou afim. 

Me inclinei um pouco na cadeira e sussurrei no ouvido do Eliott " Mas pra você eu tenho todo o tempo do mundo", dei uma mordidinha na orelha dele e voltei a me ajeitar na cadeira como se nada tivesse acontecido, Eliott corou e Melissa riu disfarçadamente. 

Dei uma última olhadinha de canto e vi ele dar um sorrisinho, que sorriso lindo, aquilo foi o bastante para o meu coração bater mais rápido, eu estou oficialmente ferrado, não da para negar, eu, Tyler Porter estou apaixonado por Eliott Morningstar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...