História Honeymoon avenue. Ariana+Dove - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Dove Cameron
Personagens Ariana Grande, Dove Cameron
Tags Ariana Grande, Dove Cameron
Visualizações 16
Palavras 2.692
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oir hehe

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Honeymoon avenue. Ariana+Dove - Capítulo 1 - Capítulo Único

Pov Ariana

6:00 AM

O despertador toca, acordo e olho pro teto por um tempo, franzi o cenho, não gostava da ideia de sair debaixo desses cobertores para mais um dia de trabalho, estava absurdamente frio. após uma pequena luta comigo mesma levantei, fui em direção ao banheiro da suíte, tomei um banho quente, me maquiei como todos os dias, apertei bem o rabo de cavalo, e abri a porta de correr do closet, precisava de uma roupa quentinha, revirei tudo até me lembrar daquele sobretudo vermelho Chanel, que ganhei de Lauren no meu último aniversário. Combinei ele com uma calça preta social ,uma blusa bege, e saltos vermelhos. Olhei umas duas vezes meu reflexo no espelho antes de pegar a bolsa, e descer o prédio até o térreo. Peguei o carro, o de hoje seria um Mercedes branco. optei por acelerar, naquela manhã fria não havia muitos carros na rua, e todavia, dirigir rápido era uma das coisas que mais gostava de fazer. Me aproximava da empresa, virando a Honeymoon avenue, quando sinto um impacto forte, seguido de um berro. Olhei pela janela do carro e vi um braço, havia uma pessoa estirada no chão, atropelei uma pessoa,gelei. Levei um tempo para tomar coragem e sair do carro, levei uma mão a boca e outra ao coração, uma menina que aparentava não ter chegado aos vinte, rosto delicado, cabelos loiros, usava apenas um vestido rosa curto, estava descalça e toda amarrotada, com as pernas arranhadas e sujas, agora seu joelho estava repleto de sangue parecia um machucado grave. "Puta merda" pensei, o que faço agora? Me agachei perto dela, passei a mão pelo seu rosto, ela acordou, minha visão só sabia focar em um oceano dentro de seus olhos azuis. Ela sentou no chão levando as mãos a cabeça e reclamando de dor, ainda estava em choque. "Vo.. cê tá bem? Ai merda me desculpa, e..eu vou te levar pro hospital.vem eu te ajudo a levantar." Dizia balançando as mãos freneticamente. Estava muito nervosa. levantei ela com certa dificuldade por causa de sua perna, estranho​, ela não reclamava de dor, eu pelo contrário sentia as minhas pernas formigando,puta machucado feio. Deixei ela nos bancos de trás e fui dirigir, estava indo para o hospital, quando a menina pois se a gritar lá trás "hospital? HOSPITAL?! POR FAVOR NÃO, NÃO..EU.. eu" parei em um acostamento. " Por que não quer ir? você precisa de cuidados médic.." - Ariana. "Não. Médico não!" Ela pôs a mão na trava da porta do carro, fui mas rápida, passei para os bancos de trás e segurei forte em suas mãos. Ela me olhou com profundidade, confusa. Eu estava perdida. O que caralhos tá acontecendo? "

Ariana: por favor, não faça isso...

Menina: dove.

Ariana: Dove, eu sou Ariana. não precisa se assustar, nem eu nem os médicos vamos te machu..

Dove: deixe me ir, só.. não me leve à esses lugares.... Por favor..

Ariana: não posso te deixar ir,..olha ok, não vou te levar pro médico. Mas, Preciso te ajudar. Confia em mim?

Dove: s.. sim..

O sangue de sua perna já se misturava com o bege veludo do banco do carro. Respirei fundo, fui para o banco da frente e voltei a dirigir.

Chegando em casa, preparei a banheira quente pra ela que estava tão magrinha.. resolvi comprar uns fast food com bastante cheddar para comer com ela depois, que se mantinha quieta, e um pouco tímida, mesmo com Toulouse, Strauss e Lafaiette (alguns dos  meus Doguinhos) rodeando-a. Ela estremeceu e passou as mãos nos braços, com frio.

Ariana: Dove,eu preparei a banheira quente pra você, venha.. deve estar com frio.

Dove: ah,..sim.

Levei ela até o andar de cima na minha suíte, queria que ela ficasse o mais confortável possível, ela parece tão frágil, estou curiosa pra saber quem ela é realmente. Entreguei toalhas e um roupão pra ela, ela entrou no banheiro, antes de fechar a porta lhe disse

Ariana: se precisar de ajuda, me chame, estou perto . ok?

Ela apenas assentiu sorrindo,era a primeira vez que via seu sorriso.

Fui ao closet procurar um moletom confortável e quentinho para ela,af aquilo é uma bagunça. Quando ouço dove gritar lá do banheiro. "Arianaaa!" Senti certa dor em sua voz, sai correndo tropeçando em tudo, e escancarando a porta do banheiro. Ela estava sentada na privada, semi nua, apenas com uma calcinha bege, não pude deixar de reparar em seus seios e corar, até Sair do transe. a pequena dove choramingava com lágrimas em seu rosto.

Dove: eu.. não consigo.. Minha perna.. o joelho dela tava pior, roxo e o machucado um pouco mais aberto. Droga.

Ariana: o meu Deus. Você precisa ir ao hospital.

Dove: não ariana por favor, não me tire daqui eu imploro.

Ariana: dove..eu, ok. Eu vou te ajudar a se banhar

Com um pouco de vergonha peguei ela no colo, deitei ela na hidro, lavei seus machucados, e seu corpo estava mais relaxado. Disse a ela que não precisava ter nenhum tipo de vergonha, mais quem precisava disso era eu.  depois de se vestir e secar o cabelo. Ela sentou na minha cama e fui resolver o que fazer com aquele joelho fudido. Maleta de primeiros socorros e tutoriais no YouTube meio que.. " funcionaram" sei que tava fazendo merda. Mas aquela mulher ficou fofa cheia de Band-aids. Comemos hambúrgueres com fritas e coca. Foge total da minha dieta. Mas...fui feliz. Hehe. Vimos programas no Discovery home e Heath até ela adormecer, com seus braços enrolados em minha cintura, calma e plena, diferente de hoje de manhã. Quem é essa garota? Será que tem alguém preocupado com ela agora? Lembrei, tenho que explicar minha falta, mesmo sendo dona da porra toda. Mandei uma mensagem no grupo da empresa "problemas pessoais" e quer saber? Eu ia levantar e ir para um quarto de hóspedes, mas não deu pra simplesmente deixar essa garota sozinha. Acordei com o sol no meu rosto naquele domingo, sorte que não iria trabalhar. Desci e dispensei os empregados, iria conversar sério com dove, queria estar a sós com ela. Preparei panquecas, torradas, brioches, suco, chá quente e gelado, mimar essa menina é o meu novo hobbie. Preparei a mesinha no centro da sala próxima a um sofá de dois lugares, dove estava parada na escada me observando

Ariana: ah Hey,bom dia, vem cá!

Sentou ao meu lado, seus olhos claros nada discretos foram diretos

Dove: sei o que quer falar comigo, tenho mesmo que te explicar muitas coisas, e me desculpar

Ariana:Desculpar pelo que? Bebo um pouco do chá

Dove: bom, ontem quando houve aquilo, você deveria estar ocupada, acho que acabei atrapalhando seu dia. Ela passou o olhar pelo café da manhã

Ariana: pegue o que quiser! Você não parece estar muito a vontade pra falar sobre isso não é? E que bem.. só fico um pouco preocupada..

Dove: mesmo assim, estou aqui tomando mais tempo seu, tem que saber de tudo.

Ariana: tudo? Parece ser uma história longa! Eu me ajeito no sofá animada, mas logo desanimo com a expressão no rosto de dove

Dove: eu..eu estava correndo porque.. estava fugindo.

Ariana: fugindo?

Dove: de um lugar... muito ruim, é só, bom, todo dia eu acordava, comia meu suplemento, passava por uma sessão de avaliamento, pra ver se não precisava de nenhuma cirurgia, as vezes ia pra câmara de bronzeamento, as vezes tomava remédios para ficar com a pele mais clara, tinha alguns dias que eles não me deixavam comer, eu dormi com um nariz, e acordei com outro diferente, eram muitas coisas estranhas nunca entendi o porquê de nada, e as... Luzes, muitas luzes, milhares por minuto, tantas, tantas até...eu não poder enxergar nada, mas de modo algum poderia me mostrar exausta, eles sempre me machucavam com aquele maldito dispositivo, meu pai me dizia que era só um "estímulo" ele sempre me achou uma tola. Nem imagina a quantidade de livros que li escondida dele. Já estava difícil encarar tudo isso, até que tomei coragem, estudei cada canto da estrutura daquele lugar, e fugi, mas acho que vieram atrás de mim, portanto corri, corri até..... Ela parou pra respirar

Eu nem sabia o que fazer ou falar ou... Eu quase derrubei a caneca. A olhava incrédula

Dove: tudo bem?

Ariana; cirurgias, não comer, fugir, pai?? É muita coisa pra processar dove, não sei o que dizer... O que acontecia com você é..

Dove: ruim, é terrível. eu sinto de todas as formas. Meu pai queria mudar algo grande em mim, acho que ele não gostava muito de como sou, você deve ter se perguntado o porquê de eu não querer ir ao hospital, eles me deixavam acordada assistindo e sentido as dores de todas as sessões, do que diziam ser " correções" , é ruim nunca poder saber como um dia eu fui de verdade....

Ariana: dove isso é... Pego em sua mão. Eu sinto muito

Ela abaixou a cabeça

Ariana: você sabe sua idade?

Dove: idade.. deve ser o número que vem depois do seu nome, não é? Bom esse ano passou a ser dezoito. dove18

Ariana: oh, sim.. é.. é isso

Dove: bom, Ariana, acho que não gostou dessa história, não é? Não poderia deixar você na curiosidade antes de ir...

Ariana: ir?

Dove: eu.. tenho que procurar um lugar para ficar..

Ariana: não quero que vá

Dove: deixaria eu ficar mais um tempo aqui?

Ariana: não quero que vá, nunca. Segurava suas duas mãos

Dove: puxa, ela sorriu fraco. Não queria ir embora de sua presença mesmo ariana, como posso explicar, ninguém nunca me olhou, e me fez sentir assim, sinto meu coração esquentar, nunca fui tratada com tamanha..

Ariana: ternura

Seus olhos brilharam, finalmente sorriu, seus lábios se estendiam em um sorriso largo.

Puxei-a para o meu abraço

Ariana: sabe, tudo o que disse sobre achar ruim não saber quem realmente foi por fora, não importa, tenho certeza de que quem você é por dentro sempre foi um exemplo da mais pura beleza

Dove: obrigada por me acolher assim, este é um sentimento um tanto novo...

Ariana: sabe dove, sobre esse lugar ruim, você sabe se tem outras pessoas lá, passando pelo que você passou?

Ela arqueou as sobrancelhas, me olhou seria

Dove: nossa, acho que eu.. nunca olhei por esse lado.  Sabe quando fugi, só pensei em liberdade, quando olhei para trás, vendo a estrutura subterrânea longe de todo o resto da cidade, lembrei de meu pai, pai? Será que.. ele era isso mesmo? talvez tenha razão ariana, talvez aja mais  pessoas lá, Ainda presas, vivendo toda a mentira que vivi. Acho que fui um pouco limitada, talvez egoísta.

Ariana: será que não poderíamos fazer algo? Esse tipo de coisa não pode continuar...

Dove: quer que lute contra eles? Ariana mal tenho forças, não pense que estou sendo mais egoísta, porém tenho medo das coisas voltarem a ser como antes.

Ariana: bom, tem razão, não sabemos com o que estamos lidando... Não está sendo egoísta Dove, é bom saber que foi tão corajosa. Correu em busca de sua felicidade

Dove: ariana?

Ariana:sim?

Dove: acho que.. eu te amo..

Ariana: me Ama?

Dove: em um dos poucos livros que já li, quando a personagem sentia as coisas que sinto agora, ela chamava isso de... Amor.

Ariana: exatamente. ei! Seguro seu queixo. Eu também te amo. Já deve saber disso.

Eu cheguei perto dela para abraça-la, porém em questão de segundos ela tinha sua boca junto a minha, ela havia me roubado um beijo, não resisti, retribui, era Calmo, novo, extremamente doce, sentia calafrios com as pequenas e macias mãos de dove acariciando meu maxilar, ela provavelmente nunca beijou, mas, fazia aquilo tão bem. Depois do beijo ela enterrou a cabeça eu meu peito, parecia um pouco envergonhada.

Uma semana depois

Faz dias que dove está aqui, a cada segundo que passa descubro um pouco mais sobre esse bebê de pessoa que ela é. Tenho sorrido mais desde sua presença aqui. Hoje, chamei meus amigos
Para um jantar aqui em casa, eles iriam ver dove pela primeira vez.

Estávamos no closet nos aprontando. Dove penteava lentamente seus cabelos em frente a um espelho.

Ariana: dove, tem certeza de que está tudo bem sobre meus amigos virem te ver?

Dove: está sim, você dissesse que posso confiar neles, posso dizer que estou ansiosa para conhecer novas pessoas.

Ariana: já se cansou de mim? Fiz biquinho

Dove: nunca sua boba! Ela mostrou língua.

Ariana: está linda! Parei atrás dela em frente ao grande espelho. Ela usava um vestido curto rosa claro de rendas com manga longa e um salto pink com uma meia de rendas combinando. Eu vestia um vestido curto de alcinha preto aveludado e botas até a coxa combinando.

Ariana:E cheirosa. Completei cheirando seu pescoço e logo deixando um beijo lá

A mesa já estava pronta quando a campanhia tocou. Matt, Liz, Alexia e Brian cumprimentavam Dove que sorria um pouco nervosa, nos sentamos à mesa começamos a comer. conversamos sobre diversos assuntos, curiosa, Dove prestava extrema atenção em tudo. Estávamos na varanda bebendo champanhe e todos começaram a se despedir

Dove: foi muito bom conhecer vocês. Agora tenho mais amigos além da Ari..

Liz: ariana? Sua amiga? Humm sei não..

Dove ficou um pouco confusa e depois corou

Rimos e ela acabou caindo na risada também.

........

Fui tomar banho enquanto dove brincava com pignoli e Toulouse. Liguei a água quente e relaxei. Senti mãos geladas tapando meus olhos e sorri, essa menina não tem noção? Ela nunca ouviu falar que a curiosidade matou o gato? Ela dava beijos sobre as minhas costas enquanto passava as mãos sobre as laterais do meu corpo, virei de frente para ela e colei seu corpo gelado ao meu em uma temperatura mais alta devido a água quente, fechei os olhos, a beijei, trazendo-a para debaixo do chuveiro comigo.

.........

No dia seguinte o sol já se ponha, eu e dove contemplamos o céu enquanto conversamos sobre obtém, ela estava meio cabisbaixa

Ariana: o que houve?

Dove: sinto medo de nunca ter coragem de Sair para ver o mundo.

Ariana: ei! Não fica assim você só precisa de um tempo.

Dove: ah, sabe eu fico aqui olhando lá fora, morrendo de vontade de correr por aí, levar os cachorros pra passear, sair com você, mas sinto medo de alguém me achar e me levar para longe de você, quero ser útil para alguma coisa, sabe trabalhar, Igual a você, você conhece tanta gente legal, trabalha com música. Deve ser muito divertido, e quando você não está aqui me sinto sozinha e inútil, pareço mais o seu bebê. Ela faz bico

Ariana: own mais você é o meu bebê! Abraçei ela que riu. Te entendo doce, mesmo estando presa por tanto tempo, sempre teve uma alma livre, um dia você vai ter coragem, não tenha medo do futuro nunca, eu vou estar aqui sempre te apoiando e te mimando, também sinto sua falta no trabalho, e sobre você querer trabalhar, acho que você é perfeita para um cargo importantíssimo na gravadora. Ela ficou confusa, levantei e fui buscar uns papéis no quarto, voltei com eles na mão

Dove: ariana! Não leia essas coisas.. ela tentou pegar

Ariana: tarde demais. Me sentei a frente dela

Dove: são horríveis!

Ariana: tá brincando? São incríveis!

Dove: acha mesmo?

Ariana: sim, as melhores e mais verdadeiras que já vi. Dove você é compositora!

Dove: compositora? Eu? Oh não exagere...

Ariana: está decidido. Não queria trabalhar? Tem um emprego. É a minha principal compositora

Dove: tudo bem mesmo pra você? Parece um trabalho um pouco "preguiçoso" rs

Ariana: mulher tu tá desmerecendo a sia?

Dove: nunca! Kkk estou na mesma situação que ela, no cativeiro. KKKKKK

Ariana: não acredito que ri disso, tem passado muito tempo na internet!

Dove: ok então, sou compositora, mas espera preciso de um nome artístico, não posso usar meu nome.. que tal..

Ariana: nossa essa aqui em especial, é perfeita Dove, muito boa mesmo, somente um artista de peso merece ela. Segurava o papel com o título "moonlight"

Dove: o que, não! Essa eu fiz pra uma pessoa especial que eu amo muito, não pode ser simplesmente cantada por qualquer um! eu escrevi ela pensando em você ariana, você é meu luar!

Eu abri um enorme sorriso, sentindo meu coração esquentar ao fixar meu olhar ao dela. Voltei a sentir o gosto doce de seu beijo, amo o jeito que ela me acaricia enquanto nós beijamos, sua boca é curiosa e nervosa, adoro o jeito que suas mãos colaboram para aproveitar e desfrutar de cada segundo desse momento, agora abaixo da luz do luar

Amo o jeito puro e sincero que posso chama-la de luar também
💜🌌🌙













Notas Finais


Xaoou


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...