História Honour or Love (Jikook/ Kookmin) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, V
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Taehyung, Vkook, Vmin
Exibições 69
Palavras 782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu deveria estat estudando pra prova de amanhã. Por isso o cap está pequeno. Mas espero que gostem, mesmo não tendo nada tããão importante. e.e

Boa leitura. ^_^

Capítulo 20 - Primeira Nevada


Fanfic / Fanfiction Honour or Love (Jikook/ Kookmin) - Capítulo 20 - Primeira Nevada

-P-promete?-Jungkook dizia me olhando triste.
-Prometo, meu amor. Aquele é o Yoongi, lembra?
-Lembro
-Ele vai soltar você e você vai vir com a gente, OK?
-O-ok...

Yoongi se aproximou de Jungkook com aquele grampinho mágico e se agachou. Logo ele havia soltado as duas correntes dos tornozelos dele, e o mesmo caiu NP chão ao tentar andar. Eu o olhei, segurando as lágrimas dentro de minhas pupilas, não podia deixar ele me ver chorando. Mas mesmo assim, duas lágrimas insistiram em cair. Eu peguei ele no colo e sorri para o mesmo, que me olhou confuso e enxugou minhas lágrimas com os dedões.

-P-por que e-está chorando?
-Porque eu não gostei do que fizeram com você
-Jungkook também não gostou
-Então vamos para casa que eu vou cuidar de você, anjo meu.

Eu e Yoongi saímos da sala. Yoongi ia na frente segurando as armas em ambas as mãos, enquanto eu segurava Jungkook, que mantinha seus braços em volta do meu pescoço e escondia o rosto em meu peito. Eu sorri para acalmá-lo e o mesmo beijou minha bochecha. Ouvimos barulhos vindo da entrada, merda. Coloquei minha máscara e Yoongi a dele. Andamos lentamente pelo corredor e paramos na curva. Olhamos a porta e encontramos dois homens com armas e sedativos.

-Jimin, vamos ter que tentar sair! Não viemos aqui, não prometemos nada pra recém nova criança pra não fazer
-Eu sei.. Vamos!

Yoongi pegou as armas e correu na frente, eu fui logo em seguida. Ele atirou em um dos homens, que caiu. O outro atirou e pegou de raspão no ombro do Yoongi. Porra, Yoongi. De novo.... De novo.. Vou acabar matando ele. Yoongi ficou com raiva e começou a disparar inúmeras vezes. Acertando na perna, no braço r na barriga do homem.

-M-matou ele?
-Não, ele não vai morrer
-Como não?

Yoongi pegou o celular de número privado e chamou uma ambulância. Corremos para fora e ele foina frente. Abriu a porta de trás do carro e eu entrei com Jungkook. Ele entrou em seguida e deu partida apressado.

-O-obrigado, Yoongi. Vou acabar matando você
-Querido, se eu não morri de calor no Brasil, não morro mais
-O-obrigado…-Jungkook dizia com dificuldade.
-Não agradeça. Me desculpe...
-P-pelo que?
-Por não ter te protegido antes
-Você já salvou Jungkook agora. Está tudo bem!-Eu sorri
-Prometo trazer você de volta..

[…]

Alguns poucos minutos depois, Jungkook estava dormindo e eu me encontrava fazendo cafuné nos seus cabelos maltratados. Yoongi dirigia em silêncio.

-Onde estamos indo?
-Pra casa do Jin. Seu pai não pode ver ele e Jin pediu para deixarmos Jungkook lá, com ele e com Namjoon.
-Ah, entendi.. Obrigado
-Não precisa agradecer por nada.
-Sabe, Yoongi... Eu devo sim. Foi você que me ajudou daquela vez
-Qual?
-Quando eu estava apanhando pela primeira vez. Eles iriam me matar e você bateu em todo mudo, apanhou um pouquinho por minha causa também. Senão fosse você eu estaria morto. E não poderia estar aqui nem vivido nada disso. Então sim, eu tenho que te agradecer por tudo pois você salvou minha vida
-Para, estou quase chorando!-Eu sorri.
-Sério, Yoongi Hyung. Eles me batiam todos os dias e eu não podia falar pros meus pais. Não era amigo do Namjoon Hyung e Taehyung não podia saber na época. Não queria ver ele mal. Jin Hyung estudava muito e Jungkook... Uma criança. Você foi minha luz. Eu te amo. Obrigado por me entender e ser meu amigo
-Vai se foder, Jimin!-Ele disse sorrindo e passando a mão direita nos olhos-Eu também te amo.

[…]

Havíamos chegado na casa de Jin Hyung e o mesmo nos ajudara com Jungkook. Jin colocou ele na cama e estávamos novamente reunidos na sala.

-Então..como ele está?
-Está melhor.. Creio eu. Mas péssimo
-Calma, Chim. Ele melhor logo
-Creio que sim. Vou pedir isso a primeira nevada
-Que?-Tae disser confuso. Já tinha ganhado alta e os Hyugs trouxeram ele.
-Se você fizer um pedido que seja puro e verdadeiro na primeira nevada, dizem que se realiza
-Que coisa mais linda.
-Aproveitando que o natal é semana que vem, iremos as ruas comprar as coisas
-Vamos!

[…]

Já se passava da meia noite e todos dormiríamos aqu hoje. Tae e Yoongi estavam na sala conversando, Jin e Namjoon estavam em seu quarto- não quero saber o que fazem-, e eu estava deitado no quarto de Jungkook- sim, Jin amava tanto ele que havia feito um quarto pra ele qui desde que eu me lembre.. Desde sempe-,agarrado a ele. Eu segurava forte sua cintura e o abraçava forte, juntando seu corpo no meu. Observei a janela maior e notei minuciosos flocos de neve caírem. Finalmente a primeira nevada. Eu sorri e apertei os olhinhos bem forte.

-Desejo do fundo do coração que Deus possa trazer meu Jungkook de volta... 


Notas Finais


Até o próximo.
Beijos, mangos e abraços.
~Kissus da Myka


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...