História Hope - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT U
Personagens Mark, Taeyong
Tags Mark, Marktae, Markyong, Nct, Taemark, Taeyong
Exibições 59
Palavras 762
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fluffy, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


EU FINALMENTE ESTOU POSTANDO UMA FANFIC
ESTOU EMOCIONAD
Okay.... essa é minha primeira fanfic, então eu espero que esteja aceitável
Fiz Marktae (ou como você preferir chamar o shipp) por motivos de meus 2 utts ♡♡
Eu realmente espero que ninguém se sinta incomodado por Mark Lee ser menor de idade desde que não há nada realmente +18 nessa fanfic ♡
Então paz e amor
Eu acho que é isso... eu não sei bem o que escrver aqui na verdade
To nervouser
Caso vocês queiram surtar por NCT (ou algum outro grupo tbm, pq vida de multifandom é difícil) comigo, meu twitter é @GaemFewr
♡ Boa leitura ♡

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

Se um dia eu realmente permiti que você me colorisse como coloriu, saiba que não foi proposital, mas aconteceu. Como quando não se quer que um dia chegue mas é de conhecimento geral a inevitabilidade de que o tempo lhe obedeça e congele pelo resto da eternidade.

Talvez eu deveria ter percebido o problema que isso tudo se tornaria assim que te vi pela primeira vez e então, súbita e inevitavelmente, eu não conseguia regular minha respiração. Os batimentos cardíacos desregulados que aumentavam a cada segundo e pareciam que iriam fazer meu peito explodir ou talvez meu sistema inteiro esquentar o bastante para que eu tivesse um ataque ali mesmo.

E eu te admirei, eu jamais poderia dizer que você tem apenas a aparência de um Deus, com seus cabelos que antes eram castanhos e mesmo depois de passarem por uma descoloração explêndida, que te deixara ainda mais bonito do que eu poderia me lembrar, se encontram pretos no exato momento, não; você é mais do que isso.

Você sempre esteve lá pra mim. Talvez eu não fosse muito mais que um ótimo amigo em sua mente, e provavelmente eu estivesse tendo meu amor retribuído de uma maneira paternal da qual eu não gostava muito. Mas eu não podia negar que você sempre esteve lá, que você realmente se importa comigo, e isso me faz feliz. Meu deus, eu sinto as borboletas em meu estômago só de pensar que possa existir uma mínima porcentagem de chance de você retribuir o meu amor. Por que, hyung, eu te amo tanto que nem posso explicar.

Sim, eu já tentei entender isso diversas vezes. Eu nunca chegava a resultados e isso me era totalmente frustante, mas eu entendi algo. Amor verdadeiro é quando você não consegue  nem mesmo explicar seus sentimentos. Eu não conseguiria enumerar minhas razões por gostar de ti sem acabar morrendo antes de concluí-las. Eu não poderia citar a melhor de suas qualidades, porque, para mim, todas são perfeitas e se completam em harmonia. Ah, hyung, eu poderia falar sobre como você é magnifico o dia todo até que as folhas desse diário estúpido acabem e eu precise comprar outro algum dia em que eu não esteja ocupado demais compondo músicas melosas da quais eu não sei se me orgulho ou não.

Se algumas pessoas te odeiam, eu realmente não ligo, por talvez elas estejam realmente precisando de algum tipo de ajuda psiquiátrica e minha mãe me disse uma vez para não dar ouvidos a coisas sem sentido. Aliás, acho que nessa vida todos precisamos de ajuda alguma vez, talvez cada um tenha seus demônios e eu não estou competindo nem nada parecido, mas eu poderia afirmar com a maior certeza de todas que o meu é milhares de vezes pior.

E eu estou adorando me torturar com hipóteses infames e esperança, mas quem sabe um dia eu realmente possa me perder nos seus olhos logo antes de sentir seus lábios macios pressionados contra os meus em um breve selar um pouco úmidos devido ao meu hábito de lamber os lábios a todo momento.

Eu não poderia dizer exatamente quando consegui essa mania, mas, em uma das minhas noites em claro, eu me peguei pensando em que gosto teriam os seu lábios, então eu conclui: Eu lambo meus próprios lábios para evitar te atacar, eu o faço por ficar tão nervoso ao seu lado a ponto de quase todos os meus sentimentos escaparem se eu não manter minha língua ocupada com algo.

Mas eu sou um tolo esperançoso que agora escreve seu último paragrafo por motivos de: Você está me chamando para lhe ajudar na cozinha. Sim,eu, absolutamente, não sei cozinhar e você se pré-dispôs a me ajudar, a me ensinar. E quem sabe um dia eu possa retribuir tudo o que fazes por mim lhe amando abertamente e , se possível, ainda mais intensamente também. Talvez hoje mesmo eu possa chegar naquela cozinha e lhe abraçar enquanto lhe digo o quanto meu amor é verdadeiro, tão convincentemente que você não irá conseguir argumentar contra . Ou talvez seja em algum outro dia qualquer onde estaremos na sala de prática ensaiando para alguma próxima apresentação e de repente eu lhe digo o quanto você é especial para mim. Não sei. Tudo que sei é que irei explodir algum dia e eu tenho esperança de que você não irá me ver apenas como uma criança mas como alguém que te ama de um jeito que você nunca foi e nunca será amado por outro alguém.

Sinceramente, Mark Lee ( seu futuro namorado amém)
 


Notas Finais


E foi isso....
Eu na verdade escrevi isso enquanto virei essa madrugada conversando na dm do twitter
então eu não sei se está okay
Mas eu gostei ♡
Por favor, se vocês puderem comentar para eu saber se ficou boa e talvez criar coragem de postar alguma outra (talvez de outro shipp e talvez não seja oneshot) ♡♡
To aceitando viu ♡
Anyway, obrigada se você leu ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...