História Hope and Wish - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Friend, Oh My Girl
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Big Hit, Bighit, Colegial, Drama, G-friend, Hoseok, Interativa, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Long-fic, Namjoon, Rap Mon, Rap Monster, Romance, Seokjin, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 22
Palavras 1.162
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom dia, pessoinhas :3
Eu comentei com algumas leitoras que eu ia postar sábado, (no caso, ontem) mas isso não aconteceu porque, por algum motivo que ainda desconheço, meu pai pegou meu notebook '-' Geralmente ele e a minha mãe fazem isso como uma espécie de "castigo", mas a única coisa que eu tinha feito foi tomar banho e demorar pra sair porque tava lendo fanfic... Enfim :v
Aqui está o cap, desculpinha pela demora~
Espero que goste, e boa leitura :3

Capítulo 5 - Agressoras Desclassificadas


Fanfic / Fanfiction Hope and Wish - Capítulo 5 - Agressoras Desclassificadas

- Eu não te vi na abertura. Estava treinando? – questionou em um sussurro aproveitando a distração dos amigos que bebiam refrigerantes e conversavam animados.

Assenti em resposta, e ele ia dizer algo, mas desistiu, dando um leve sorriso lateral enquanto olhava para frente.

- Só não se esforce demais, tudo bem?

- Se eu não fizer isso não vou conseguir passar na audição – enruguei a testa.

- Bom... Isso é verdade, mas tem que maneirar. Sair com os amigos, se divertir... Momentos de lazer também são muito importantes. – advertiu terminando seu refrigerante com um último gole – Ei, Hope – chamou o amigo, que após se virar jogou a latinha para o amigo que a chutou para Tae, logo começaram uma pequena partida de futebol.

Estava observando a cena distraída, rindo quando acertaram a latinha em Yoongi – que ficou mal-humorado. Só acordei de meu devaneio quando Jin me surpreendeu com uma pergunta muito aleatória.

- Então, Seunome... Ocorreu alguma coisa que eu não sei entre você e o Hope?

Olhei surpresa com a pergunta, esperando que ele risse e dissesse que era brincadeira, mas ele apenas levantou as sobrancelhas, esperando uma resposta, o que deixava claro que ele não estava brincando.

- O-o que? De onde tirou isso? – senti-me constrangida com aquilo tudo, então encarei o chão com medo que minhas bochechas me denunciassem.

- Talvez porque quando a vi, vocês dois estavam em um clima um pouco... Amigável. Não é o esperado para quem acaba de conhecer... – me empurrou de leve com a lateral do corpo, querendo que eu dissesse algo.

- Você e suas idéias... – ri baixo – Não aconteceu nada, eu juro – olhei para ele, que apenas revirou os olhos.

- Desculpa se estou sendo intrometido... Só quero compensar o tempo em que não fiquei com você – ficou mais sério de repente, agora o assunto era outro.

- Tudo bem, Jin. Você está aqui agora, não precisa me recompensar – dei leves batidinhas em sua perna, como se o estivesse consolando, então ele passou seu braço por meus ombros e me puxou para mais perto.

- Que tal se nós cozinharmos? Como nos velhos tempos... – sugeriu, trazendo á tona, para ambos, imagens de nós dois bagunçando a cozinha.

- Tá, mas isso é para matar a saudade dos velhos tempos – falei.

- Vou falar com o Manager e perguntar se você pode ir a nossa casa temporária para cozinharmos. Acho que você terá que assinar alguns contratos de sigilo, só para termos certeza que você não vai denunciar onde estamos... Não que a gente não confie em você!

- Calma, calma... Eu sei que você não faz isso porque desconfia de mim – ri de seu drama à toa, fazendo-o ficar mais tranqüilo em relação isso.

Ouvimos a sineta tocar e Jin me olhou como se eu fosse uma criança, não muito diferente das outras maneiras que costuma fazer.

- Hora de ir pra sala.

 

Durante a aula, só conseguia pensar em Jin e na audição. Ele e Namjoon me explicaram que iriam acompanhar os participantes no processo de treinamento, como no canto, na dança, beatbox, composição... Saber disso me deixou mais tranqüila, mas por pouco tempo. Ainda havia aquelas três garotas.

Não sei o nome das agressoras, pois nunca me comuniquei com elas, mas sei que as prejudiquei de algum modo. Não é de agora que me perturbam, e também não são apenas elas. Sempre recebo empurrões como esses, comentários ofensivos, mas hoje foi a primeira vez que fui ameaçada de verdade, assim como também foi a primeira vez em que recebi uma tentativa de agressão física como aquela.

Eu estava obviamente assustada com tudo aquilo, e não podia fazer nada. Decidi agir como sempre agi, então. Não vou reagir, apenas fingir que nada acontece e seguir como for.

As aulas preparatórias aconteceriam após o primeiro tempo, e prosseguiria assim durante dois meses, até que chegasse o dia da audição.

Então a primeira e a segunda aula deveríamos nos encarregar de ouvir as explicações do diretor acerca das aulas complementares para a audição.

- É importante que apenas os participantes da audição tenham acesso às aulas, então apenas eles receberão isso – mostrou uma folha para os alunos.

Depois disso, uma lista foi entregue a cada aluno participante. Nela tínhamos que assinar um termo de responsabilidade e selecionar as aulas que gostaríamos de ter dentre as disponíveis (algumas que já citei). Antes que alguém pudesse preencher a folha uma voz se adiantou:

- Porque não recebemos essa folha? Também vamos participar da audição! – esbravejou a garota que reconheci como sendo uma das agressoras. Nenhuma delas havia recebido a lista.

- Ora, isso não é possível – falou o diretor em um tom amigável, que mais parecia irônico – Você foram desclassificadas.

- Desclassificadas? – exaltou-se a outra – Não fizemos nada de errado!

- Oh, fizeram, sim. Agredir outros participantes burla várias regras, não só da escola como também da empresa que os receberá para o teste. – levantou uma das sobrancelhas ainda sorrindo.

Olhei para as garotas com, horrorizada. Elas haviam sido desclassificas por minha causa...

Encaram-me de volta no mesmo instante. Seus olhos transbordavam um ódio ainda maior que aquele que mostraram na sala de dança mais cedo. Pareciam ainda mais perigosas que antes. Voltei-me para frente amedrontada e me encolhi. Com certeza estavam pensando que fui eu que as entreguei...

- Bom, agora que tudo está resolvido, preencham a folha e logo seus instrutores passaram recolhendo.

“Nome... Idade... Tudo bem, isso é fácil de preencher.” – disse transcrevendo meus dados pessoais, a primeira parte da lista. Logo em seguida, haviam os nomes de todas as aulas disponíveis, quem as daria, horários entre outras coisas – “Eu preciso me encaixar nas exigências do teste...” – volto para a primeira estrofe e vejo que há um número limite para a escolha, com um mínimo de três e máximo de cinco aulas. Será que eu daria conta? - “Acho melhor escolher as mais importantes... Dança, canto, composição... Rap.” – isso era um dos desejos que sempre tive, depois de ver a várias apresentações de rappers acabei por me interessar muito por essa área da música, mas nunca fui muito boa. Assim como não sou boa em dança, ou canto... Nem mesmo em composição. Tudo bem, podemos considerar que não sou boa em muita coisa.

- Já terminou de preencher? – ouvi alguém dizer ao lado de minha mesa. Olhei para cima, para seu rosto, e vi Taehyung sorrir para mim.

- Ah, desculpa... – murmurei. Parece que pensei tanto em cada item que acabei demorando a preencher – Ainda não terminei.

- Tudo bem, se precisa de mais tempo, pode entregar diretamente para um de nós... – (referiu-se aos integrantes do grupo) – ...depois.

Assenti com a cabeça, agradecida.

 

Assim que a segunda aula terminou, os alunos saíram para poderem reorganizar seus horários, encaixando as aulas preparatórias. Como eu ainda não havia entregado o formulário, fui procurar por Taehyung, mas não o estava encontrando em lugar algum.

- Você conseguiu nos ferrar mais uma vez. Está feliz agora?


Notas Finais


Não sei o que dizer :v
Bom, obrigada por lerem ><

Beijos de Nutella e Casadinho pra vocês u3u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...