História Horror Story in Beacon Hills - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Nightingale123

Postado
Categorias Lily Collins
Tags Drama, Justin Bieber, Lily Collins, Revelaçoes, Terror
Exibições 5
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá gente essa é a minha primeira fanfic e espero que gostem do meu trabalho, darei o melhor de mim... <3 Boa Leitura.

Capítulo 1 - A New Beginning...


Fanfic / Fanfiction Horror Story in Beacon Hills - Capítulo 1 - A New Beginning...

Point of view Lily Collins

Mudar de escola é totalmente novo para mim imagina de país, neste exato momento estou arrumando as minhas coisas para ir embora do Brasil só gostaria de entender como tudo aconteceu tão rápido, eu morei a minha vida toda aqui no Brasil com a minha avó e do dia para a noite os meus pais me ligam e decidem que irei morar com eles, eles não tiveram nem a cara de pau de vir falar comigo, só ligaram e me deram essa "Maravilhosa Noticia pelo TELEFONE", que tipo de pais são esses?

E o pior eu não tive o direito de recusar até porque sou menor de idade e minha guarda ainda pertence á eles como eu queria ter 18 anos e mandar eles para o inferno queria ter o direito de recusar essa droga de ideia de morar com eles, moro com a minha avó dês dos 12 anos de idade pois os meus queridos pais foram morar na "Cidade dos Sonhos", (País da alegria) eu não acho isso, eles moram nos Estados Unidos há 5 anos durante esse percurso de tempo eles vinham me visitar duas vezes no ano, meus pais não são as piores pessoas do mundo mas eu gosto de ficar com a minha vó irei sentir muito a sua falta.

_ Lily minha querida você esta atrasada, desça logo minha linda ou irá perder o voo. Minha vó grita do lado de fora do quarto, abro a porta e a olha com a pior cara possível.

_ Bem que gostaria de perder essa droga de voo, eu não quero ir embora vó, fale com os meus pais peça para eles me deixarem ficar, por favor. Olho pra ela com cara de cachorro pidão e faço gestos com a mão a pedindo ajuda.

_ Você sabe que se pudesse fazer alguma coisa faria não sabe?

Balancei a cabeça positivamente e abaixei-a cabisbaixa, sinto meu rosto ser molhado por uma pequena lágrima, minha avó levanta meu rosto e me olha com um sorriso que iria sentir muita falta.

_ Você vai ficar bem querida confia em mim irá fazer amigos e estará com os seus pais, está tudo bem irei ligar para você todo dia para checar como esta, nada vai te acontecer, confia na sua velha. Ela me solta um sorriso de orelha a orelha e não posso deixar de sorrir também.

_ Eu te amo vó. Abraço-a como se não houvesse amanhã.

_ Eu também te amo querida. Ela me aperta com toda a força, me sito tão segura ao seu lado esse abraço é e sempre será o meu ponto seguro.

_ Agora vamos, não quero que perca o voo. Acento com a cabeça e desço as escadas com a minha mala o mais devagar possível porque não queria descer as escadas rolando igual uma bola de futebol, quando chego ao final olho para cima e todas as memória boas que tive nela me invadem seguro e lágrima que queria derrubar e ando em direção á porta minha vó sai primeiro me deixando por último para fechar a porta, olho para a casa que tanto amei durante a minha infância e não consigo conter um suspiro baixo fecho a porta e me direciono para o taxi, enquanto o motorista pega as minhas malas e as coloca dentro do porta luvas entro no mesmo a caminho do aeroporto.

[...]

Depois de ficar parada em um transito por 15 minutos dolorosos chegamos finalmente ao aeroporto minha vó olha para mim e diz...

_ Vou fazer o Checking. Faço um aceno com a cabeça e me sento em uma poltrona ao meu lado, minha cabeça está tão distante que não ouço minha vó falando comigo quando finalmente ela me balança.

_ Você gostaria de comer alguma coisa, uma batata, hambúrguer.

_ Não vó obrigado. Dou um sorriso triste e ela me abraça.

Ficamos assim por uns 10 Minutos até quando chamam o meu voo.

_ Você está pronta? Minha vó levanta e me leva até a plataforma.

_ Acho que sim. Dou um sorriso cabisbaixo e ela me olha do mesmo jeito e uma lágrima está rolando pelos seus olhos, sinto os meus ficarem marejados e as lágrimas começarem a cair molhando o meu rosto.

_ Eu te amo vó... Muito. Abraço-a com muita força.

_ Eu também te amo meu amor. Quando finalmente ela me solta seco o meu rosto e vou rumo á plataforma, antes de perder minha avó de vista me viro para trás, dou o meu melhor sorriso e aceno, ela faz um movimento com as mãos e me manda um beijo de longe, e essa foi há última coisa que vi antes de entrar na plataforma.

Quando subi no avião me desabei em lágrimas, como irei sentir falta desse lugar olho para a janela solto um suspiro longo e pesado e então deixo as lágrimas me consumirem por inteira.

_ Óóh minha querida por que chora tanto?

Uma senhora que está ao meu lado me pergunta com um sorriso, olho para ela e nesse momento lembro- me da minha avó e sem pensar duas vezes a abraço fortemente, a senhora tomou um susto más logo me envolveu com os seus pequenos e frágeis braços e me apertou.

_ Tudo bem querida não precisa dizer agora vai ficar tudo bem. Ela dizia fazendo movimentos circulares no meu cabelo, deitei um pouco no seu colo me aconchegando e por um minuto me senti segura e assim adormeci nos braços dela.....


Notas Finais


Oiiieee gente espero que gostem do meu novo trabalho, vou me esforçar muito nessa fanfic, espero que vcs gostem... Amo vocês se gostaram do capitulo divulguem, beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...