História Hóspede●Jjk+Pjm - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 42
Palavras 1.639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


╔═══════════╗
Favor deixar seu
comentário
Sua mão não cairá
por conta disso.
:)
"Favor abominar
erros"
╚══════════╝

Capítulo 3 - Chapter 3~ Kim TaeHyung[Reloaded]


Fanfic / Fanfiction Hóspede●Jjk+Pjm - Capítulo 3 - Chapter 3~ Kim TaeHyung[Reloaded]

PS: ¡O final do capítulo passou por alterações! 


Jimin estava entediado largado no sofá da sala. Tinha preguiça até de levantar para pegar um copo d'água imagina subir até seu quarto e buscar seu celular. Bom, não poderia conversar com Jeongguk pois ele está ocupado demais fazendo algo em seu escritório. Jin e Namjoon devem estar trabalhando no momento. Dahyun deve está resolvendo algo em seu serviço, e Suga nem no país estava. É, tudo estava um tédio total.


  Park foi despertado de seus devaneios quando escutou a campainha tocar sem parar. Ele saiu, praticamente, se arrastando até a porta sem a mínima vontade de falar com a pessoa do outro lado.


  —JÁ VAI CARAMBA!- Jimin gritou ao se aproximar, mas assim que o fez as batidas cessaram de repente. Passou as mãos sobre o rosto e pelos cabelos pretos antes de continuar.- Olha se for alguma criança que vai saiu correndo eu juro que vou atrás e mato!- abriu a porta e se deparou com um garoto um pouco maior que si, cabelos exageradamente vermelhos, óculos fundo de garrafa, e continha um sorriso quadrado, bem bizarro na opinião do moreno.- Quem é você?


  —Eu sou Kim TaeHyung.


  —Ta, você por acaso é amigo do Jeongguk?- o ruivo assentiu então ele continuou.- Ah, sim. Ele está no escritório, a propósito sou Park Jimin.- deu espaço pro outro que entrou deixando seus sapatos na porta.


  —Jungkook me chamou aqui então né, parei de assistir meu One Piece pra vir, espero que seja importante. 


  —Com certeza não deve ser.


  Andaram juntos até a sala e se sentaram no sofá, cada um em uma ponta.


  —Jimin, o que você é do Jungkook?- perguntou o ruivo curioso. 'Pelo amor seja pelo menos um peguete, eu já imagino vocês namorando.' pensou seu lado fudanshi. Esse não podia ver dois homens na mesma casa ou no mesmo cômodo que já imaginava como seria o casamento dos dois. Estranho, porém bem normal para aqueles que eram igual a si. Já não se lembrava das incontáveis vezes que passou vergonha por causa desse seu "outro lado". Só ele, e Deus, sabem como era difícil sair de uma situação constrangedora.


  —Agora amigo e hóspede.


  —Nossa, coitado de você. Ter que suportar aquele insuportável todos os dias. Hahaha.- começou a rir fazendo o Park rir junto a si.


  —Fazer o que né. A gente faz o que pode as vezes.


  —Você fala como se fosse muito ruim morar comigo, senhor Park Jimin.- Jungkook falou, brotando do quinto dos inferno no meio da sala, surpreendendo -matando do coração- os dois inquilinos ali presente.- E aí Tae, vi que conseguiu largar pelo menos por um momento o One Piece.


  —Olha, se era só pra matar saudade ou algo do tipo eu já vou me retirando ok?- o Kim fingiu se levantar mas voltou a posição anterior.


  —Na verdade, eu chamei-lhe aqui- Taehyung murmurou um ''Lá Vem" assim que escutou o amigo falar formalmente.- para podermos fazer uma maratona de desenhos animados.- falou sorrindo.


  —Ah, porque não falou antes de eu vir? Poderia ter trago meus dvd's com as temporadas de Steven Universo.- Kim falou fazendo uma feição triste.


  —Desculpa.- murmurou Jeon.


  —Ok, agora podemos começar?- pergunta Jimin impaciente do outro lado do sofá.


  —Claro que não.- falou Jungkook e Taehyung em uníssono.


  —Falta a pipoca sua anta.- falou o Kim.


  —Viu, o moleque já têm tanta intimidade que já tá até me xingando. Nossa. Conversamos nem por quinze minutos.


  —Ai ai. Então vou fazer a pipoca e pegar os refrigerantes.- Jeon falou se oferecendo indo até a cozinha em seguida. 


  Jimin se deitou no sofá deixando seus pés sobre as coxas de TaeTae.


  —Jura?- apontou pros pés a sua frente.


  —Fica shiu porque hoje eu não to de bom humor.


  —Tá né.


  Depois de alguns minutos Jungkook voltou com dois potes de pipocas, uma com doce de leite e outra com sal. Voltou a cozinha e em seguida retornou à sala com uma garrafa de Soda e três copos personalizados com os personagens de 'Os Vingadores'. Levantou as pernas de Jimin, e pois a se sentar entre ele e Taehyung e as abaixou em seguida. Se serviram rapidamente e colocaram no canal da Cartoon vendo que o episódio; O controle, de o Incrível Mundo De Gumball iria começar.


(...)


  Assim que o episódio terminou Jimin falou:


  —Saibam que na vida eu sou a Anais.


  —Diferente de você ela é inteligente.- provocou Jungkook fazendo o Kim rir. Jimin irritado pegou um pouco de pipoca com doce de leite e arremessou sobre os cabelos do moreno onde ficaram agarradas.- Eu não acredito que você fez isso.


  —Pois acredite, eu fiz.


  —Você vai se ver comigo depois, senhor Jimin.- Jungkook bufou e foi até o banheiro e rapidamente tirou tudo de seu cabelo com a ajuda da água. Secou os fios húmidos e voltou pra sala se sentando onde estava antes e começar uma pequena discussão com o Park.


  TaeHyung olhava tudo enquanto mordia o lábio inferior discretamente e pensava: 'Se peguem apenas para que meu lado fudanshi fique ainda mais feliz!'


  —Pode, por favor, parar com isso e focar no que realmente importa?!- Jimin murmurou apontando para a TV onde começaria o próximo episódio; O Mundo. Jungkook parou e voltou a prestar atenção no desenho assim como os outros dois haviam feito. 


(...)


  —Eu 'to com medo da mãe do João banana.- Jungkook falou rindo de nervoso.


  —Eu vou pedir pra ela desenhar meu futuro também.- comentou Jimin.


  'EU POSSO FAZER ISSO, MONAMUR, DAQUI A TRÊS ANOS VOCÊ E O 'JAOKU VÃO ESTAR CASADOS, COM UM CACHORRO, UM FILHO DE DOIS ANOS E UMA CASA MAIOR....' Taehyung pensou deixando seu espirito fudanshi falar mais alto mais uma vez. 'Eu devo parar de exagerar no refrigerante.' pensou olhando o copo em suas mãos.


  —Gente, tá na minha hora.- o Kim falou olhando o relógio da televisão que marcavam 21:45. Passaram a tarde inteira vendo O Incrível Mundo De Gumball, Ursos Sem Curso e Titio Avó.


  —Já?- perguntou Jungkook.


  —Sim, sim. Minha irmã está com a nossa vizinha então não posso demorar. Outra hora eu volto e trago ela comigo.


  —Ok então.- Jimin falou.


  TaeHyung terminou de se despedir, colocou seus sapatos e saiu da casa dos amigos.


  —Ok, quem vai fechar a porta agora?- pergunta o Jeon.


  —Eu to dormindo.- Jimin falou virando pro lado fechando os olhos e fazendo barulho de roncos.


  —Nossa, isso tudo pra não levantar e ir lá na porta?


  —É!


  —Então vamos fazer assim, se você se levantar agora e for fechar a porta eu lavo a louça por cinco dias.


  —Sério?- Jimin rapidamente olhou para o outro.


  —Por que eu iria mentir?


  —Sei lá, por vários motivos, talvez.- Jimin parou por um momento e pensou antes de responder.- Ok. Eu vou, mas se você não cumprir com o que disse eu vou te jogar da escada.


  —Quanta agressividade, bolinho.


  —Eu não sou um bolinho!- tirou uma almofada de trás de si e deu com tudo na cara de Jeongguk.- Cookie.


  —Ok, ok. Agora vai lá fechar a porta vai!


  —Eu vou, mas só porque eu não quero lavar a louça.- foi rapidamente até a porta, a trancou e voltou pra sala se jogando no mesmo lugar de antes.


 —-Vou colocar um filme, ok?


  —De boas.- o Park colocou a almofada, que usou para bater em Jungkook, atrás de sua cabeça e prestando atenção no filme que o Jeon escolheu: Ilha do Medo.


  Quando os créditos do filme começou a ser reproduzido Jimin já se encontrava dormindo com a cabeça no ombro do moreno ao seu lado que também tentava a todo custo ficar acordado. Sem êxito, pois minutos depois acabou por tombar a cabeça pro lado fazendo-a ficar sobre a do Park e dormir um sono pesado.


(...)


  Jungkook sentia fortes dores nas suas costas e lembrou que dormiu no sofá em uma posição não muito agradável. Rolou os olhos em volta e viu que tinha esquecido a tevê ligada, deixando isso de lado ele olhou para janela que tinha ali e viu que o sol já havia raiado. Quando tentou levantar sentiu um peso sobre seu abdômen. Pôde ver que Jimin dormia sobre ele enquanto estava encolhido com os braços gelados pela noite que passaram sem nenhuma coberta ou casaco. Ele tinha uma expressão serena e um fio de baba saia de sua boca, mas não era o suficiente para que chegasse até sua blusa e a marcasse. Jungkook então pegou a maior almofada que tinha ali e colocou-a sobre o menor a abraçando em seguida tentando fazer com que se sentisse mais aquecido.


  —Depois não sabe o porquê de eu o chamar de bolinho.- murmurou deixando escapar uma risada fraca vendo como o outro ficava extremamente fofo com as bochechas pouco coradas pelo frio que sentia.- Mochi, mochi... My mochi... Soa bem. My mochi.- ele então alcançou o controle largado no chão ao lado do sofá, em seguida desligou a televisão e se virou fazendo com que o corpo do outro ficasse de costas para o canto do sofá e continuasse agarrado a si. O Jeon depois de ajeitar a almofada novamente fechou os olhos e se deixou levar pelo sono que o atingira repentinamente.


 (...)


 Jimin estava abrindo os olhos quando percebeu que não estava mais na posição que lembrava estar antes de dormir. O Park piscou algumas vezes e começou a raciocinar melhor. Agora ele se encontrava entre o canto do sofá e Jeongguk, que o prensava contra o estofado fofo. Ele não sentia aquele frio de antes. Agora seu corpo -por estar praticamente agarrado ao do maior- estava quente e relaxado. Não tentou nem se mover, apenas se virou para o lado contrario sentindo os braços másculo do Jeon rodearem sua cintura. É, ele não queria falar nada não mas, aquilo ali estava bom demais


Notas Finais


GENTE
EU NÃO SEI ESCREVER CENAS FOFAS, OK?
MAMSKSMSKSMKSMSKSNSKSNZJSNZJNZJZ.......
DISGURPA :>


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...