História Hospital - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Seokjin, Park Jimin, Seokjin
Visualizações 57
Palavras 1.852
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGUEI!
Caraca, 17 favoritos em 6 dias e com um só capítulo? Tô bem feliz, real.
Muito obrigada pra quem já tá acompanhando! ♡

Boa leitura nenéns, não deixem de me avisar nos comentários caso encontrem qualquer errinho. E leiam as notas finais!

kiseu~

Capítulo 2 - English Teacher


Fanfic / Fanfiction Hospital - Capítulo 2 - English Teacher

Hospital

2 —  English Teacher 

— Eu não acredito que a Sra. Pug simplesmente se demitiu. — Taehyung exclamava completamente indignado, deixando que qualquer um pudesse escutar. Grande parte dos alunos que estavam aos arredores riram descontroladamente do apelido nada agradável dado a professora de inglês. — Eu gostava dela!

— Gostava nada! Você amava o fato de que ela nos deixava fazer absolutamente nada. E não a chame assim! — Mei repreendeu o melhor amigo, em uma tentativa de também defender April, a professora de inglês que tanto gostava. April Collins era uma americana simpática e um tanto velhinha, que dava aulas de inglês para aquela turma desde o primário. Park simplesmente a adorava, principalmente porque a senhora era um tanto paciente com o fato da morena ser completamente péssima em inglês. Era a única matéria que Mei realmente não conseguia dominar, por mais que tentasse.

— Eu não tenho a menor culpa se ela é nanica e a cara dela é achatada, o que faz ela parecer um pug! — Tae respondeu, totalmente derrotado. Suspirou alto e jogou o lápis para qualquer canto, afundando na cadeira e encarando a folha praticamente em branco que estava em cima de sua carteira. Aquilo tudo era preguiça de fazer o simples trabalho que o Sr. Kim havia passado.

Kim Namjoon, ou como pediu para ser chamado em sala, Sr. Kim, estava dando aula pela primeiríssima vez após se formar. Entrou no lugar de April, porque aparentemente, esta sentiu que era hora de finalmente se aposentar. Justo; aquela mulher tinha quase oitenta anos!

O professor novo se apresentou brevemente para a turma, em inglês — todos presentes ficaram simplesmente boquiabertos com a fluência e facilidade do homem, que falava até melhor que a professora anterior, que era naturalmente americana — e ele passou um trabalho simples para os alunos: apresentar-se, assim como ele havia feito, porém em uma folha de caderno. A atividade deveria ser entregue no final da aula.

No topo de uma folha de caderno cheia de todos os tipos de frufrus em tons de rosa e lilás — aquele caderno estava guardado há no mínimo uns quatro anos, considerando que Sra. April nunca passava nenhum tipo de trabalho —, Mei tratou de escrever um pouco sobre si.

 

My name is Park Mei, I'm almost 17 years old and I'm a student.

I live with my dad and my brother, Jimin, who is in the 1th grade. Lucy, Taehyung and Jungkook are my friends.

 

Não havia escrito muita coisa, mas como era terrivelmente péssima em inglês, apenas reutilizou as informações que Sr. Kim havia passado — com uma ajudinha do Google Tradutor para formar certas frases, claro. Afinal, ele mesmo não havia dito muita coisa sobre si. Até agora, seus recém alunos sabiam apenas que seu nome é Kim Namjoon, possui vinte e quatro anos e nasceu em Ilsan. 

— A pug não nos aprontaria esse tipo de coisa, por isso eu gostava tanto dela. — Taehyung concluiu em uma expressão séria, fazendo a namorada estourar em risadas. Enquanto isso, Mei apenas revirava os olhos, tentando concentrar-se na própria folha e não se perder nas conversas alheias ao seu redor.

— Pelo menos, Namjoon é um gostoso! — Lucy exclamou sem a menor vergonha, recebendo um movimento positivo com a cabeça de seu namorado, que concordava plenamente. — Não acha, Mei?

— Eu acho que vocês deveriam calar a boca. — A morena praticamente rosnou em resposta. Em seguida, deu uma olhada geral na sala e pôde ver o professor se aproximando. Sr. Kim passava lentamente pelos corredores de mesas, observando o trabalho de cada aluno. Vez ou outra, fazia algum comentário ou parecia corrigir alguma coisinha.

— Mas é verdade! A voz dele também é bem sexy. — Pode-se ouvir Tae comentar. — Mas a minha é mais. — Forçou uma voz grave olhando diretamente para a namorada, que por sua vez fingiu um gemido, fazendo os três estourarem em risadas. Por mais que Mei quisesse desesperadamente brigar com seus melhores amigos e ignorar as piadas, não conseguia não se divertir com aqueles dois idiotas que desconheciam a palavra limites.

Em algum momento entre todas aquelas risadas descontroladas, o olhar de Namjoon se cruzou com os três adolescentes, que na hora paralisaram apenas com a ideia do homem ter escutado tudo. Talvez pelos olhos arregalados e sorrisos desfeitos em segundos, o professor acabou por deixar escapar uma risadinha, mais uma vez mostrando suas covinhas em ambas as bochechas.

— Se o Sr. Kim ouviu algo, eu juro que vou esgoelar vocês. — Mei ameaçou, semicerrando os olhos para os melhores amigos, que imediatamente riram em nervosismo e fizeram um "joinha" com as mãos. 

Ainda atenta, a Park voltou a procurar seu professor apenas com o olhar, soltando um suspiro aliviado ao ver que ele já havia se instalado em sua mesa novamente — ou seja, não passaria por ali.

Deu os últimos retoques em seu texto, pôs nome e turma no final da folha e levantou-se para entregar seu trabalho.

Andou em passos apressados até Namjoon e apenas largou o papel enfeitado em cima da mesa de madeira, sem pronunciar uma palavra sequer. Já havia dado as costas e estava começando a andar em direção aos seus amigos quando ouviu aquela voz grossa e levemente rouca atrás de si.

— Hm... Senhorita Park?

— O que é? 

Mei virou apenas seu rosto para o professor, que por sua vez, arqueou as sobrancelhas. O Kim estava surpreso com a sua aluna que, pelo visto, dispensava as formalidades até mesmo com seus superiores. 

— Isso está curto.

— Eu sou desinteressante. 

Joonie acabava por não conseguir não rir diante das respostas que recebia. Que menina desaforada!

— Certo. — Desistiu, guardando o trabalho de Park Mei em uma pilha relativamente grande de folhas. — Vou ler com carinho. — Por último, esboçou um sorriso no canto da boca e piscou para a aluna.

 

 

Assim que as aulas acabaram no início da tarde, Jeongguk, Mei e Jimin saíram juntos em rumo ao hospital. Os assuntos sobre o primeiro dia eram os mais variados, mas uma hora ou outra, a conversa acabava se voltando para o professor de inglês. 

— Vocês também são alunos do Namjoon? — Mei questionou, sendo a primeira a puxar o assunto. O Kim simplesmente não saía de seus pensamentos desde o terrível ocorrido da piscada. Aquilo havia deixado a morena instantaneamente corada, além de render boas piadas para Lucy e Tae, que não deixaram a amiga em paz pelo resto da manhã. Talvez não devesse se sentir tão intimidada por uma ação tão pequena, mas nunca tinha muito contato com garotos, ao menos não dessa forma! E não podíamos esquecer do fato de que era um professor, um homem com uns sete anos a mais.

— Que cara chato... — Jimin era só suspiros, enquanto Kook apenas ria da situação, exibindo para todos seu sorriso de coelhinho. Já o Park carregava uma feição totalmente exausta, e era só o primeiro dia! — Eu quero a professora April de volta.

— Eu gostei do Namjoonie! Ele é engraçado. — O sorriso de Jeon era tão largo que parecia poder rasgar seu rosto. Ao contrário do melhor amigo, Jeongguk estava feliz até demais.

— Isso é o fim da picada. Jungkook e o professor de inglês viraram melhores amigos.

Jimin bufava e revirava os olhos, visivelmente incomodado com a proximidade de seu amigo e o professor, enquanto o moreno ao seu lado lhe dava a língua e ria cada vez mais descontroladamente. 

— Você só está com inveja porque ele não simpatizou com você também!

No meio de toda aquela discussão, Mei andava em total silêncio, um tanto pensativa e frustrada por conta do polêmico professor de inglês. 

— Eu acho que ele é um tarado. — Finalmente se manifestou, atraindo a atenção de ambos os garotos. 

— Por que diz isso, noona? — Seu irmão mais novo questionou em um tom visivelmente confuso. Àquela altura, o enorme sorriso de Jungkook já havia se desfeito e ele estava atento, aguardando por uma explicação plausível para o que a morena havia acabado de dizer.

— Ele piscou pra mim quando entreguei meu trabalho. Também me encontrou indo para a enfermaria mais tarde, colocou a mão na minha testa e disse que eu estava quente. Eu só queria um band-aid!

O rosado agora tinha uma expressão chocada. Sua boca estava aberta em formato de "O", mas ainda assim, não segurava algumas risadinhas um tanto incrédulas. 

— Meu Deus, um velho quer a minha irmã!

— Eu nunca ficaria com um professor, isso seria imoral.

Mei e o irmão continuaram andando lado a lado, em altas risadas e envolvidos em uma conversa empolgante. Já Jeon, não parecia mais tão animado.

Se Jungkook pudesse usar tais palavras, diria que estava puto. Havia tido uma conversa realmente envolvente com o professor de inglês mais cedo; havia confiado nele de primeira. Namjoon tinha lhe dado ótimas dicas para que Kookie conquistasse a sua garota, mas ao mesmo tempo dava em cima dela?!

O moreno ficou perdido em seus próprios pensamentos até que os três adolescentes chegassem no hospital. E lá, permaneceu com aquela cara que transmitia perfeitamente a sua raiva.

Enquanto esperavam que Park pudesse os receber, almoçaram no restaurante do hospital. A comida era um tanto sem gosto, mas a companhia — com exceção do mau humor de Jungkook — era boa.

Já no quarto, nenhum dos três calava a boca. Contavam animadamente sobre o primeiro dia de aula, e é claro que Kook não perdeu a oportunidade de reclamar do professor tarado para a Sra. Park, que por sua vez, não deixou que a filha escapasse do velho interrogatório sobre os namoradinhos. Jeongguk poderia explodir de raiva.

Encerraram o encontro falando de quem não estava ali — Lucy e Taehyung, dos quais omma Park estava morrendo de saudades, e Seokjin, que estava de folga naquela Segunda-Feira. Hoje, havia outro enfermeiro no seu lugar.

Pouco mais tarde, os três já estavam em segurança na casa dos Park. Estavam sentados, respectivamente, Jeon, Jimin e Mei no grande sofá de cor bege da sala de estar. Assistiam a um flime infantil, Enrolados, um dos favoritos da morena.

Desde aquela hora, Jungkook permanecia emburrado. Só abria a boca para resmungar ou falar mal do professor Namjoon.

Mesmo com o mau humor, de uns tempos para cá, Kookie e Jimin estavam estranhos. Se lançavam uns olhares bizarros e não paravam de sussurrar um com o outro, o que incomodava Mei, mas não a ponto de fazê-la prestar atenção. A história da Rapunzel era muito mais interessante.

Em algum momento, Minnie murmurou que iria ao banheiro e já voltava. A mais velha até estranhou um pouco ao ver seu irmão subindo as escadas sendo que poderia usar o banheiro do lavabo, mas não ligou muito. Começava sua parte favorita do filme, onde Rapunzel cantava "Brilha Linda Flor" e revelava seus poderes para Flynn.

— Ei, Mei.

Só ali percebeu que Jungkook havia ido parar ao seu lado no sofá.


Notas Finais


OI PRA QUEM CHEGOU ATÉ AQUI! ♡
Ai, que tesão que eu tenho nesse homem. Kim Namjoon, meu corpo é seu.
Foi uma parte meio filha da puta de se parar, será? q
O próximo capítulo provavelmente vai vir mais rápido, porque eu já tenho boa parte dele escrita. Então, me aguardem!
Esse foi um pouquinho mais curto que o primeiro, sorry.
Não deixem de comentar e favoritar se estão gostando, adoro ler os comentários de vocês e respondo tudo, tá? Me adicionem também!

❥ Twitter: https://twitter.com/luvsmochi
❥ Tumblr: https://hello-naomi.tumblr.com


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...