História Hostage ( Kim Taehyung ) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Exibições 438
Palavras 2.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Oi maanaass
Mais um cap pra vcs espero que gostem
por favoor favoriteemm
e comeenteee <3 <3
amuuu vcs <3 <3

Capítulo 2 - Fuga ?


 

Fiquei acordada praticamente a noite toda, eu só sabia chorar e tentar entender oque estava acontecendo, por que eu ? porque sequestrar justo eu ? não conheço essas pessoas, não sei oque fiz pra estar aqui mas, eu vou sair, preciso dar um jeito de fugir daqui, e eu vou conseguir, pai por favor.. me encontra, sozinha eu não consigo..

Acordo com o barulho de chaves, mas antes que eu abra os olhos, escuto o barulho da grande porta de metal ser aberta. Me levanto rapidamente pego o lençol da cama e cubro meu corpo, afinal, ainda estava só de peças  íntimas.

Vejo um garoto se aproximar com uma bandeja, provavelmente seria meu café da manhã.

XXX- Bom dia !

_____: só se for pra você!- digo o encarando e me encolhendo em baixo do lençol.

XXX- pelo visto alguém acordou de mal humor!- diz se sentando na beira da cama e colocando a bandeja sobre suas pernas

_____: quem é você ? oque quer ?- falo me afastando dele aos poucos quando vejo que o mesmo possuía uma arma no quadril.

XXX: sou Jungkook, prazer- estende a mão para mim , eu apenas a olho e a ignoro, não iria apertar a mão dele, eu odeio todos que estão aqui.

_____: Tanto faz..

Jungkook: Sua mãe não te deu educação não ?

_____: NÃO TE INTERESSA !! - digo um pouco alto, já estava ficando irritada com a presença dele ali , ( mesmo ele sendo lindo )

Jungkook: OK.. aqui, seu café da manhã.

_____: Não to com fome - ( MENTIRA EU TAVA MORRENDO DE FOME )

Jungkook: Come logo garota!

_____: JÁ DISSE QUE NÃO QUERO COMER ESSA DROGA !- Digo dando um tapa na bandeja derrubando tudo que tinha nela.

Jungkook: MAS VOCÊ VAI COMER !- diz subindo na cama, ele pega meu tornozelo e me puxa para perto dele, logo em seguida pega meus braços me levantando juntamente com ele, sinto ele chutar minha pantorrilha me fazendo cair de joelhos, ele retira sua arma do quadril e aponta para minha cabeça.

Jungkook: EU TENTEI SER LEGAL, MAS VOCÊ NÃO ME RESPEITO, AGORA COME ESSA DROGA !

Eu estava com medo, muito medo,nunca tinha visto uma arma de perto mesmo meu pai sendo delegado, senti a ponta da arma encostar em minha cabeça, eu não tinha escolha, me abaixo mais e começo a pegar os ovos mechidos que estavam no chão, logo em seguida os comendo.

Jungkook: isso come tudinho !

Eu continuava pegando a comida do chão e a levando a boca, até que ouço a porta ser destrancada e logo em seguida aberta e fechada.

Tae: oque é isso ?

Jungkook: nada, ela só está saboreando seu café da manhã- diz em tão provocativo.

Tae: desde quando ele é servido no chão ? 

Jungkook: desde que essa vadia derrubou a bandeja .

Tae: se ela derrubou então traga uma nova .

Jungkook: Oque ?

Tae: ta surdo ? TRÁS OUTRA JUNGKOOK!- grita a ulta frase, ele parecia estar nervoso com aquilo.

Jungkook: por que eu faria isso ?

Tae: POR QUE EU TO MANDANDO PORRA, E SOLTA ESSA ARMA, QUANTAS VEZES JÁ DISSE QUE NÃO É PRA ENTRA COM ARMA AQUI ?? SAI PORRA.

Nesse momento Tae o puxa para trás fazendo assim  a arma desencostar da minha cabeça.

Ouço passos e logo em seguida levanto vejo Tae na minha frente e então Jungkook sai.

Tae: ele machucou você ?

_____: desde quando se importa ?

Tae: só responde porra.

_____: não..- digo indo me sentar na cama, assim que sento ele se senta ao meu lado.

Ele olhava o chão , e toda a comida e suco que estava nele.

Tae: Poque fez isso ?

Eu fitava o chão e sentia meus olhos marejarem, só conseguia pensar em meu pai e se ele estava me procurando, só queria sair daquele inferno. .

_____: me deixa ir embora.. por favor!- e então as lágrimas se escorriam da mesma maneira que escorreram durante a madrugada, quentes e lentas, uma após outra.

Tae: não posso, desculpe.

_____: por que estão fazendo isso ? eu- eu não entendo..- digo entre soluços 

Tae: calma..- diz passando a mão em meus cabelos.

_____: EU NÃO QUERO CALMA, QUERO IR EMBORA !!- grito me levantando, Tae percorre os olhos por meu corpo, e então me lembro que não estava coberta. O vejo passar a língua entre os lábios e logo depois morder o lábio inferior, como ele tem coragem ?? Sem pensar duas vezes lhe dou um tapa no rosto.

_____: PERVERTIDO! MALDITO ! EU TE ODEIO- parto para cima dele e começo a dar tapas em seus braços e em seu peito, ele movia os braços tentando segurar os meus, mas eu só o batia cada vez mais, estava sentada em sua barriga até que ele segura meus braços fazendo meu movimentos pararem.

_____: ME SOLTA !- Tae coloca meus braços pra trás e os segura com sua mão direita, ele levanta seu tronco me fazendo escorregar e sentar sem seu colo. Ele olhava meus lábios, nossos rostos estavam próximos, sua mão esquerda envolve minha cintura fazendo nossos corpo se encostarem ainda mais, e então ele me beija.

Involuntariamente fecho os olhos, e sinto sua língua adentrar minha boca, porque não resisti ? simplesmente não sei. Nossas línguas roçavam uma na outra, sinto a mão de Tae ir para minha bunda e aperta-la logo em seguida para meu quadril o fazendo mover sobre seu colo e então sinto sua ereção. O beijo se aprofunda ainda mais, se tornando mais violento e necessitado, meu corpo já não tinha controle sobre si, meu quadril rebolava sobre seu colo, nossas respirações pesadas se chocavam entre o beijo, até que ele é rompido.

Tae: você beija bem - diz me olhando nos olhos.

_____: me.. me solta- digo tentando mover os braços mais Tae ainda segura com sua mãos meus pulsos.

Tae: ainda não- diz entre os beijos que distribuía em meu pescoço.- não se importa se eu deixar mais alguns roxos né ?- diz apertando meu seio com sua mão livre,ele abaixa meu sutiã fazendo meu mamilo ficar pra fora e começa a chupa-lo me fazendo arfar.

_____: aanw.. Tae.. pa- para.. aaanw- ele chupava forte e por fim o mordisca me fazendo arrepiar. Ele começa a fazer uma trilha de beijos até meu pescoço, seu nariz esfregava de leve em minha pele me fazendo arrepiar cada vez mais.

Tae: continua cheirosa-diz beijando meu maxilar, sinto seu dedo adentrar na minha calcinha e tocar meu clítores de leve .

______: ME- me.. sol-ta.. aaannw Tae- eu tentava juro que tentava me controlar mas era impossível, eu desejava aquilo, estava completamente excitada, sentir seu dedo tocar de leve minha intimidade só me fazia querer senti-lo ainda mais e mais. Meu corpo se contorcia sobre o colo de Tae, e meu quadril movia sobre seus dedos, enquanto ele mordiscava meu pescoço.

Tae- molhadinha..-diz com sua voz já rouca devido a excitação, seu dedo subia e descia, sinto ele passar por minha entrada quando ouvimos barulhos de chaves novamente, nos fazendo assustar, Tae solta meus braços e antes da porta ser aberta saio de cima de seu colo, me sentando na cama ao lado dele.

Jungkook: Pronto, agora vê se come essa merda!- diz colocando a bandeja na cama, ele se vira e vai até a porta saindo, mas antes ele pergunta. - Vai ficar ai Tae ?

Tae: já estou, indo.- ele se vira pra mim e diz-vou deixar você comer, aliás, obrigada pelo presentinho- ele pisca para mim e se levanta saindo do quarto juntamente com Jungkook.

(PRESENTINHO ? QUEM ESSE FILHO DA PUTA ACHA QUE EU SOU ?)

Assim que eles saíem olho para a bandeja e consequentemente minha barriga ronca, estou morrendo de fome Deus, sem pensar duas vezes pego a torrada e começo a comer meu café da manhã e por sinal estava muito gostoso.

Taehyung

Tae: Jungkook, quero você e o Yoongi na meu quarto , 5 minutos.- digo me virando em direção ao meu quarto que era o ultimo do corredor.

Jungkook: ele ainda ta dormindo.

Tae: ENTÃO ACORDA ELE CARALHO.- grito pelo fato de já estar perto da porta porém longe de Jungkook, ao abrir só escuto um " ta bom "vindo dele. Entro e me sento na cama, sinto um perfume suave, cheiro minha camisa e reconheço, é o perfume dela..

Fico um tempo parado olhando meu celular quanto escuto alguém bater na porta, provavelmente eram eles.

Tae: entra .

Os dois entram e param na minha frente , eu estava sentado na cama e então me levanto.

Yoongi: o que é tão importante que teve que me acordar ?- diz coçando os olhos.

Tae: só um aviso pros dois, e quero que escutem bem pois não vou repetir- digo autoritário rodeando os dois,- quero que deixem _____ em paz, vocês sabem muito bem que ela não está aqui com o mesmo proposito que as outras então não a trate com desprezo e muito menos a humilhem. AHH! e antes que eu esqueça senhor.. Yoongi, -digo parando em frente a ele, e o mesmo me encara.- Se eu souber que tentou encostar nela, vai se ver comigo.

Yoongi- que?- diz rindo debochado

Tae: é oque ouviu, a garota é minha. - digo saindo da frente dele e indo em direção a porta- você pode ter qualquer vadia daqui, mas ela..- abro a porta, - É MINHA, agora saiam daqui.

Os dois se viram se aproximando, Jungkook sai primeiro e Yoongi atrás dele me encarando feio, mas antes dele cruzar a porta coloco meu braço na frente o impedindo.

Tae: Espero que tenha entendido o recado.

Ele apenas me fuzila com o olhar empurra meu braço e sai, fecho a porta com força logo em seguida fazendo um barulho alto. Me sento na cama novamente e encaro o chão. 

Tae: Feliz aniversario Taehyung.- e me jogo na cama me deitando.

Hoje é meu aniversario, faço 19 anos, mas como sempre nunca comemoro, nem tinha oque comemorar na verdade, meu pai não era meu pai, era meu chefe. Essa casa não é minha casa, é nosso esconderijo e a prisãozinha particular dele. Afinal quem liga pra essas comemorações idiotas ? 

Tae: eu não ligo..- Digo para mim mesmo. 

Sinto meu celular vibrar no bolso o pego e vejo que é uma mensagem do meu pai.

Mensagem On

"Feliz aniversario Taehyung, preciso de você para uma entrega, 200 quilos de cocaína e 100 de maconha, destino: a mansão, hoje teremos uma festa importante, motivo:, aniversario de 19 anos do meu filhão. Espero você em 10 minutos na garagem, escolha seu carro e vamos buscar a encomenda."

Mensagem OFF

Riu ao ler aquilo, não acredito que ele lembrou, e ainda por cima irá fazer uma festa. Confesso que fiquei animado, pelo visto a noite hoje vai ser boa .

Me levanto e saiu indo direto para garagem.

_______

Assim que termino de comer, me levanto e coloco a bandeja em cima de uma mesinha que tinha perto da porta, olho em volta do quarto e vejo que havia uma janela atrás de uma cortina branca enorme, me aproximo e a puxo, a janela de vidro me dava a visão da neve caindo, toco no vidro que sinto o quanto ele estava gelado, me arrepio.

Tudo que eu via era mato , mato , neve, mato e mais mato, vejo que a janela tinha um trinco e estava destrancado, no mesmo momento a puxo para cima e ela abre um pouco. É  minha chance de fugir. Ela havia abrido mais o menos uns 40 cm, oque já era o suficiente pra mim passar, mas havia um problema, ela estava mais o menos uns 3 metros do chão.

_____: Porra- Vejo a altura , o vento gelado batia em minhas pernas, estava muito frio, olho para baixo e o chão estava coberto por neve, se eu pular, ela pode amortecer a queda, ou não..

_____: Foda-se..
Seguro na parte de cima me do vidro me pendurando e coloco minhas pernas pra fora, me mecho e sinto meus pés tocarem o parapeito, vou escorregando devagar, o gelo que encostava em minhas costas me faziam arrepiar de frio, por fim saio, e fico parada por um tempo, aquilo era muito alto.. Estava ventando muito. Ouço um barulho perto da porta do quarto , tento criar coragem pra pular mas estava com muito medo.

A porta se abre.

Yoongi: E!!!I SUA VADIA DESCE DAI !- ele vem correndo em minha direção e sem pensar mais, pulo .

Tae

Estava indo descer as escadas, quando escuto Yoongi gritar alto, volto correndo e vejo ele sair do quarto onde _______ estava.

Yoongi: A GAROTA TA FUGINDO, RÁPIDO DESCE, DESCE.

Começo a descer as escadas correndo, junto com ele.

Yoongi: aquela desgraçada pulou a janela- diz tirando a arma da cintura.

Tae: guarda essa porra , não quero ela machucada.

Yoongi: SEM ESSA DE BANCAR O BONZINHO CARALHO!- diz chegando na porta principal a abrindo e correndo para fora. Assim que damos a volta na caSa, vemos ela correndo para o mato com dificuldade, a neve chegava quase a altura de seu joelhos . Começamos a correr atrás dela.

Yoongi: EU VOU PEGAR VOCÊ SUA VADIA DESGRAÇADA.-  diz apontando a arma para ela enquanto corria.

_____
Assim que atinjo o chão minhas pernas afundam na neve, eu tremia de frio, tento me soltar, até que consigo, a cada passo que eu dava minhas pernas se afundavam mais, escuto Yoongi gritar, olho para trás e vejo ele com uma arma , logo atrás Tae, eles estavam chegando perto, quando resolvo dar a volta e ir para frente da casa, mas a neve me atrapalhava, minhas pernas se afundavam, e então ouço um barulho muito alto,logo em seguida minha perna dói, uma ardência insuportável, seguro minha coxa e sinto ela molhada, olho para baixo e vejo uma mancha vermelha na neve, era sangue
 


Notas Finais


MEU DEUS
COMENTEM MAANAAAS <3
ATÉ O PRÓXIMO CAP, DESCULPEM OS ERROS
BEIJOKASSS AMO VCCCCS <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...