História Hostage ( Kim Taehyung ) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Exibições 367
Palavras 2.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Alo manassss
mais um cap <3 <3 to gostando de escreve essa fic :3 :3 espero que estejam gostando de lê-la então por favoooor se tiverem
COMENTEM
AMO VCCCSS <3

Capítulo 3 - Eu te odeio


Fanfic / Fanfiction Hostage ( Kim Taehyung ) - Capítulo 3 - Eu te odeio

 

Tae

Assim que escuto o tiro vejo ______ parar de correr, ela coloca sua mão na coxa e logo em seguida a levanta olhando o sangue.

Yoongi: te peguei vadia...- diz baixo abaixando a arma que apontava pra ela.

______ cai no chão e logo escuto seus gritos de dor.

Tae: NÃÃÃAAOOOO ! _______!!-começo a correr até ela passando por Yoongi que tinha um sorriso nos lábios.

________

Quando vejo o sangue , entro em desespero, e então vem a dor, que aumentava cada segundo mais e mais, fico sem forças e caiu na neve , levo minha mão a coxa,e tento puxar minha perna, começo a me arrastar, a neve me congelava por inteira, mas nem assim a dor do tiro diminuía, escuto Tae gritar meu nome, mas continuava me arrastando devagar, eu não queria ter que voltar para aquela maldita casa, usava todas as forças que eu ainda tinha, mas sabia que era em vão, eles me pegariam.

________: AAAAH! - eu chorava e gritava loucamente, aquilo era mais doloroso do que eu imaginava , é como se minha perna pegasse fogo de dentro pra fora, a ardência era igual a de uma brasa quando tocada na pele por um longo tempo, eu me arrastava na neve e sentia o sangue que escorria , eu estava tremendo, no momento sabia de uma coisa, ou eu morreria de hemorragia , ou de hipotermia, meus músculos travaram, não conseguia mais me mover, só conseguia gritar e gritar, até que sinto alguém apertar minha perna a qual estava sangrando, as mãos apertavam cada vez mais forte, era Tae..

Tae: calma, ei calma,- dizia apertando cada vez mais, me fazendo gritar além do que eu imaginava conseguir. Ele me vira de barriga pra cima , o vejo tirar o cinto e amarra-lo com força a poucos centímetros da onde havia levado o tiro, meu queixo batia enquanto gritava, o vento gelado estava me matando aos poucos junto com a dor, ele me pega no colo com rapidez e começa a correr de volta pra casa.

_______: AAAHHHH! ISSO QUEIMA !! TA-- TAEEHYYUNG!- eu chorava mais do que já chorei em toda minha vida, eu tremia e agarrava mais e mais forte a jaqueta que Tae vestia tentando descontar toda dor que eu sentia.

Entramos na casa Tae me põem no sofá e ouço o mesmo gritar.

Tae: YOONGI SEU DESGRAÇADO, JIIMIIIN DESCE AQUI AGORA, RÁPIDO!!!!

Vejo Yoongi entrar na sala , Tae que estava ajoelhado na frente do sofá apertando minha perna o vê e se levanta, ficando de frente pra ele.

Tae: EU DISSE QUE NÃO QUERIA ELA MACHUCADA PORRA!!- diz empurrando Yoongi e o mesmo cai no chão.

Tae: VAI SE ARREPENDER DE NÃO TER ME OBEDECIDO- diz tirando a arma da cintura e atirando na perna de Yoongi.

Yoongi: AAAAAAH! FILHO DA PUTA! AAAAAAAH!- o via se contorcer no chão.

Jimin: que foi ? oque ta acontecendo ? Tae abaixa essa arma cara !!- diz descendo as escadas.

Tae guarda a arma na cintura, e vai para perto de Jimin, eles conversam algo que não consigo ouvir, pois meus gritos e os de Yoongi tomavam conta de todo o local, Tae se aproxima de mim e logo se agacha .

Tae: calma, a dor vai aumentar mas é pro seu bem !- diz colocando dois dedos no buraco que a bala havia feito e apertando.

_______: AAAAAAHHHH!! PARAAAA! AAAAAAAAHHH!! SOCORROOO!!!  AAAAAHH!

Tae coloca a mão na minha boca abafando meus gemidos, vejo Jimin e Jungkook descer , Jimin tinha uma maleta nas mãos, e Jungkook vai até Yoongi que ainda gritava no chão, o ajudando a levantar e o tirando dali indo para uma porta que havia perto da escada.

Jimin se ajoelha ao lado de Tae e abre a maleta,o vejo colocar uma luva e depois pegar um tipo de faca e uma pinça grande, Tae tira os dedos da minha ferida e logo em seguida o cinto que amarrava minha perna, Jimin joga um líquido sobre a ferida a fazendo queimar ainda mais, eu berrada e me contorcia.

Jimin: segura ela Tae, eu vou tirar a bala.

Tae: me ajuda a coloca ela no meu colo.- diz se sentando ao meu lado no sofá. Tae me pega pelos braços e Jimin pelas pernas, sento entra as pernas de Tae que estavam abertas, ele me abraça segurando meus braços com força, e envolve sua perna na minha a segurando também, Jimin coloca um pano em minha boca como mordaça.

Jimin: Isso vai doer ainda mais, desculpe.- diz colocando a faca na ferida, eu já não suportava mais tanta dor, eu mordia o pano tão forte que sentia que meus dentes poderiam quebrar a qualquer momento, as lágrimas escorriam dos meus olhos e deslizavam em meu rosto indo em direção aos braços de Tae que envolviam os meus, Jimin mexia com a faca lá dentro, eu já não aguentava e então do nada tudo fica escuro.

Tae
_____ gritava e chorava  descontroladamente, ele tentava se mover mas eu a impedia, não consigo imaginar a dor que ela sentia, seu corpo gelado por causa da neve já se encontrava quente suado por causa da dor e esforço que ela fazia, mas de um segundo pro outro seus gritos param e seu corpo amolece, a olho de lado e seus olhos estavam fechado logo em seguida o pano que estava em sua boca cai, e sua cabeça tomba para o lado.

Tae: JIMIN!!!

Jimin: calma.. ela só desmaiou, já to terminando aqui.

Escuto alguns passos, e vejo meu pai descer as escadas, ele nos vê e para.

XXX: MAS OQUE É ISSO ?- diz se aproximando, ainda era possível ouvir os gritos de Yoongi no outro quarto.

XXX: QUEM TA GRITANDO AI- diz indo em direção ao quarto e abrindo a porta.

Jimin: TIREI! - diz jogando a bala no chão.- Suas luvas e sua roupa estavam cobertos pelo sangue de ______.

XXX- Yoongi ?? MAS OQUE ACONTECEU AQUI ?? - diz voltando ao lugar que estava nos encarando.

Tae: calma, eu vou explicar- digo soltando _____ que ainda estava desmaiada. A deito no sofá e me levanto indo perto do meu pai.

Jimin: JUNGKOOK! TRÁS ELE AQUI!- grita enquanto trocava as luvas.

Jungkook passar por mim ajudando Yoongi a andar e ele me encara, via seu rosto vermelho de raiva e suas lagrimas que escorriam.

XXX- to esperando uma explicação filho..

Começo a contar pro meu pai tudo que havia acontecido, mas os gritos de Yoongi nos atrapalhavam, meu pai prestava atenção em tudo que eu falava e por fim ele diz.

XXX: não precisava ter atirado nele.

Tae: ele não precisava ter atirado nela, ele sabia que ela não conseguiria fugir, ele a machucou de propósito!

XXX: por que ele faria isso ??

Tae: hoje mais cedo eu disse pra ele ficar longe dela, por que ela era minha, e eu não queria que ele tentasse nada com ela, tivemos um breve desaforo,não gosto do jeito que ele a trata, ela não é como as outras garotas da casa pai, ela é importante, lembra ?? você me disse isso .

XXX: sim eu sei.- ele olha pra Yoongi que ainda gritava- mas você fez errado, sabe que preciso dele, e ele machucado não será tão útil. Você também errou Taehyung.

Tae: eu não penso assim.. e sobre você precisar dele, você pode pedir para os outros voltarem, tirar eles da cidade e traze-los pra cá.

XXX- eu já tava pensando nisso. Vou fazer isso, Depois que o Jimin terminar ai, pede pra ele me chamar quero ter uma conversa com o Yoongi.

Tae: ta bem..- digo me virando.

XXX- Tae.. sobre a festa.

Me viro

Tae- não precisa pai, só de você ter lembrado, já tornou o dia mais que especial.

Ele apenas sorri de lado e assente com a cabeça, se vira e sobe as escadas.

Me viro e vou até Jimin e Yoongi, vejo Jimin tirar a bala, e Yoongi jogar a cabeça pra trás em sinal de alivio.

Tae: meu pai quer conversar com ele depois, ai se avisa quando terminar tudo Jimin.

Jimin: Ok, consegue fazer o curativo nela?- diz me entregando gases esparadrapos e uma pomada.

Tae: consigo sim. - pego os itens e vou até ______ , a pego no colo com cuidado e subo as escadas indo até o quarto em que ela ficava.

______

Acordo, mas não abro os olhos,eu morri ? Respiro fundo, tomo coragem, os abro vendo o teto cinza, não.. não morri.. só voltei pra essa droga de quarto, me mexo e tento me sentar, mas não consigo algo prendia meu tornozelo, faço força pra puxar a perna e sinto ela doer.

____: AI..- digo um pouco baixo e me sento.

- Se eu fosse você não forçaria..

Olho para o lado e vejo Tae sentado em uma cadeira perto da porta do banheiro, ele estava inclinado pra frente com os cotovelos apoiadas nos joelhos. Levanto o edredom que me cobria , eu estava com uma faixa amarrada na perna, estava com outra calcinha uma mais confortável , estava com uma blusa comprima xadrez. Tae se aproxima e senta perto da minha cintura na ponta da cama.

Tae: porque tentou fugir ?- diz me olhando nos olhos.

_____: por que acha ?

Tae: prefiro que me diga.
______: eu odeio esse lugar, nunca fui tão humilhada, tão..maltratada, - sentia as lagrimas de novo,- eu quero meu pai..sinto falta dele Tae. Eu.. eu odeio todos DESSA MALDITA CASA!!!

Tae: você me odeia ?..

______: sim..- digo o encarando nos olhos.- você .. ta me mantendo aqui então, eu também odeio você !!!- digo desviando o olhar.

Tae: acredite.. não sou igual aos outros dessa casa..

______: eu nunca vou acreditar em você.

Tae: já percebeu que, eu venho tentado de proteger, tudo de ruim que aconteceu com você não foi a meu mando, pelo contrario eu pedi pra que te tratassem bem, agora se não acredita- ele se levanta- não posso fazer nada..
 

Olho para meus tornozelos e eles estavam acorrentados a cama.

_______: você me acorrentou ???

Tae: sim..troquei sua roupa também.. te dei banho..- diz sorrindo de lado.

_______: seu.. seu TARADO, PERVERTIDO !!!

Tae: quantos anos tem ?

______: não  te interessa..

Tae: eu diria uns 19 pelo corpo que vi e toquei- diz em tom malicioso

No momento que ele diz aquilo sinto minhas bochechas corarem, (ele acha mesmo que tenho tudo isso de idade ? meu deus..)

______: SAI DAQUI !!!

Tae: ta bem.. mas depois eu volto- diz piscando e saindo do quarto.

Olhos as correntes  de metal e vejo que el havia enfaixado meus tornozelos por baixo delas, acho que era pra que elas não me machucassem, faixas brancas e grossas.( é.. parece que ele não quer realmente que eu me machuque.)

Me deito novamente, e encaro o teto. Depois de alguns minutos ouço a porta ser aberta.

Era Jungkook, com uma bandeja de novo, pelo visto é ele que vai trazer minha comida sempre.

Jungkook: Oi..

Não o respondo, o cheiro de sopa toma conta de todo o quarto. Ele faz menção para se sentar mas me encara e para.

Jungkook: só pra avisar.. tem sopa quente aqui então.. tenta não bater na bandeja que nem a outra vez ta ?

______: vai me fazer  comer do chão de novo ??

Jungkook engole seco e se senta na beira da cama perto da minha perna machucada.

Jungkook: não.. sobre aquilo.. desculpa, é que fomos acostumados a tratar as garotas da casa assim quando elas nos desobedecem então.. foi meio que força do hábito, não que eu seja uma pessoa má, mas são ordens do pai do Tae, mas relaxa não vou te tratar assim , pelo oque entendi você é diferente das outras.- diz enquanto colocava um travesseiro sobre minhas pernas e logo em seguida a bandeja com cuidado.

______: como assim outras garotas ?..
Jungkook: não é nada de mais- destampa o prato, e me da uma colher- aqui come... você precisa, ficou o dia todo dormindo e não comeu ainda.

______: obrigada.. que horas são ?

Ele puxa a barra da jaqueta e olha.

Jungkook: 8:25..

______: nossa... - ( é eu dormi muito mesmo)

Jungkook.- aaah, antes que eu esqueça, -diz se levantando e tirando algo do bolso.- esse aqui é um remédio pra dor, depois que comer, conta uns 10 minutos e toma ele, e depois toma de novo quando se passar 8 horas.- Diz e coloca o remédio na escravinha ao lado da cama.

______: como vou saber as horas ?

Jungkook analisa o quarto e vê que não tinha relógio no mesmo.

Jungkook: aqui..- diz tirando o dele do pulso- pode ficar com o meu.

______: o- obrigada.- digo o pegando.

Jungkook: bom.. vou indo agora daqui a pouco o Tae vem aqui te ver, - diz se afastando, ele abre a porta mas antes de sair me chama.

Jungkook: eeeii! - olho com a colher de sopa na boca- come tudinho !
 

Sorrio para o mesmo e ele corresponde, logo em seguida fechando a porta.

Assim que termino de tomar a sopa, encaro o relógio que jungkook havia me entregado, o coloco perto do nariz e sinto um perfume bom.. provavelmente o dele. eram  8:46.

(....)

Tomo meu remédio como haviam me recomendado , e logo a porta é aberta, era Tae, o mesmo puxa um colchão e eu o observo confusa, ele sai e deixa a porta aberta, logo depois volta com um cobertor e um travesseiro.

____: oque é isso ?

Ele me olha e sorri.

Tae: oque acha ? ....
 

_____: não sei..

Tae: hoje vou dormir aqui.- diz sorrindo quadrado.


Notas Finais


heheheh kookie fofinho ? um pouco talvez
até o proximo cap amo vcs e desculpem os erros
por favooor comentem
amo comentaariooosss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...