História Hostages Of Love - JungKook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Bts Hetero, Jungkook, Kookie, Romance
Exibições 34
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


S/N: seu nome
S/A: seu apelido

~Antes que me ataquem por a mãe de S/N (sua mãe) se chamar Elisabeth na Coreia do Sul. Fiquem sabendo que vocês são brasileiras.

Tenham uma boa leitura!

Capítulo 1 - BigHit Entertainment


Fanfic / Fanfiction Hostages Of Love - JungKook - Capítulo 1 - BigHit Entertainment

POVS S/N

Havíamos acabado de chegar em Seoul, na Coréia do Sul. Minha mãe havia conseguido um novo emprego com uma das maiores bandas de k-pop, Bangtan Boys, mais conhecida como BTS.

Estávamos a caminho de nossa nova casa. Estava um pouco exausta, mas animada.

– Tome um banho e troque de roupa que iremos ir a bighit. – Elisabeth diz animadamente enquanto subia as escadas com algumas malas pequenas.

Vou até meu quarto no fim do corredor e vejo minhas malas em cima da cama. O quarto já estava mobiliado, era menor do que o meu antigo. Mas dava para o gasto.

Abro uma de minhas malas e pego uma calça jeans, um moletom do pikachu e um vans. Vou até meu banheiro, e tomo um banho rápido, mas relaxante.

Prendo meus cabelos castanhos claros em um rabo de cavalo e passo algumas maquiagens disfarçando minhas olheiras, malditos fusos horários.

– Estou pronta, mãe. – Grito me jogando no sofá da sala enquanto mexo em meu iphone.

(N/A: ostentando o iphone na fanfic já que na vida real nois não pode) 

Minutos depois a mesma desce, estava com um vestido verde claro e uma sapatilha preta. Seu amor por vestidos não tinha medidas.

Saímos de casa e um táxi já nos esperava. Elisa *diminuição de Elisabeth* dá o endereço e o carro dá partida.

Depois de alguns minutos, já avistamos o prédio da bighit, Elisa paga o taxista e fomos em direção o prédio (...) minha mãe estava tratando de negócios enquanto eu estava dando um pequeno tour por aquele lugar. Era incrível.

– Annyeonghaseyo – digo me sentando ao lado de um garoto usando um pouco do coreano básico que havia aprendido a algumas semanas atrás pela internet

– Annyeonghaseyo – o mesmo me responde um pouco envergonhado e sorri – sou JungKook – dá uma pausa – Jeon JungKook, e você? não me lembro de ter te visto por algum lugar aqui. – diz molhando seus lábios carnudos com a língua.

– Sou S/N, prazer, me mudei para cá recentemente, pra ser mais específica.. hoje! – ri – Minha mãe conseguiu um emprego aqui com uma banda, não é legal? – digo dando um sorriso largo olhando o lindo garoto em minha frente.

Eu realmente estava feliz por minha mãe, eu teria mil e um motivos para ficar brava com ela e de cara feia. Por abandonar meu lar e ter que me despedir de meus amigos. Mas se aquilo a faria feliz, eu estaria feliz.

– Sério? - diz surpreso sorrindo, mas que sorriso.. – que banda? – balança os cabelos.

– Bangtan Boys, conhecida como BTS. Conhece? – pergunto me enrolando um pouco em meu coreano o fazendo rir.

– É... Eu tenho que ir, a gente se vê por ai, tchau S/N. Até mais – diz apressadamente correndo pelo enorme corredor.

Aquilo tinha me deixado um pouco confusa, mas talvez ele tinha algum compromisso importante, mas poderia ao menos ter respondido minha pergunta, será que disse errado?

Avisto minha mãe saindo do escritório acompanhada de um homem alto, talvez seria o Manager. A mesma sorria de orelha a orelha enquanto guardava alguns papéis em sua bolsa, vou até ela e ela me abraça.

Desde os meus 5 anos, é só ela e eu, eu e ela. Meu pai havia nos deixado para ficar com outra mulher, ela me criou sozinha até aqui, até meus 18 anos.

– Irei te mostrar os garotos, venham, me acompanhem. – o homem alto diz.

Seguimos o mesmo, os dois discutiam alguns assuntos importantes dentro do elevador enquanto eu lia o manual de segurança pregado a parede, ou pelo menos... tentava.

Caminhávamos em um extenso corredor quando finalmente chegamos a uma porta escrita "Bangtan Boys" Manager a abre, dando a visão de 5, 6, 7 garotos. Tentei me esconder ao máximo atrás de Elisa, mas a mesma me puxou a seu lado.

– Garotos, essas são Elisabeth, que irá trabalhar com vocês, e S/N a filha dela. – Manager sorri nos olhando.

Acho que estava um cosplay de pimentão, sentia minhas bochechas queimarem e alguns olhares sobre mim, fitava o chão sem ter coragem de olhar para frente.

(N/A: siga em frente, olhe para o lado, se liga na batida, na mestiça do cavaco. ~é mestiça? nem sei, saio cantando que nem louca tentando sambar. VAI LACRAIA, VAI LACRAIA) 

– Esses são Kim Namjoom, conhecido como Rap Monster, o líder, Min Yoongi, conhecido como Suga, Park Jimin, conhecido como Jimin, Kim Seokjin, conhecido como Jin, Jung Hoseok, conhecido como J-Hope, Kim Taehyung, conhecido como V, e por fim o maknae Jeon JungKook,  conhecido como JungKook.

(N/A: foi o Park Jimin, rebolando até o chãooo ~~precisava disso, me desculpem. Juro que não venho pra cá com arroz, feijão e batata.)

Nesse momento, olho em direção aos sete garotos e vejo JungKook corado tentando de alguma forma se esconder.

– J-JungKook – sussurro baixo não acreditando no que havia acabado de ouvir.

– Disse alguma coisa querida? – minha mãe pergunta sorridente.

Nego com a cabeça e olho em direção ao garoto em minha frente, que também me olhava. O mesmo sussurra um "surpresa" inaudível timidamente. Sorri ao vê-lo novamente. 

– Já se conhecem? – Suga pergunta nos olhando.

– Sim, nos conhecemos quando eu fugi pra tentar tomar meu toddynho em paz – Jeongguk diz fazendo todos gargalharem, até mesmo ele.

(...)


Notas Finais


Espero de coração que tenham gostado ♡. Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...