História Hot Pink - Interativa - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, V, Xiumin
Tags Interativa
Exibições 27
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, desculpa a IMENSA demora para postar, mas ocorreu MUITAS coisas boas na minha vida, e quem sabe eu compartilhe um jornal falando sobre isso com vocês!

Bem, a DaeYon é tão amorzinho, <3 bom capítulo!
Xoxo!~

Capítulo 7 - Byeon Dae Yon - DaeYon


Fanfic / Fanfiction Hot Pink - Interativa - Capítulo 7 - Byeon Dae Yon - DaeYon

Nome: Byeon Dae Yon 

Idade: 21 anos

Posição: Vocal Líder/ Dançarina de apoio/Rapper de apoio

Apelidos:  Jhonny - Ganhou dos seus amigos quando morava nos EUA, pois eles não conseguiam pronunciar seu nome, ela gosta.
Yonnie - Maneira carinhosa que a família usa para chama-la, também gosta. 

 

Estado Civil: Solteira

Personalidade: Daeyon é uma pessoa normalmente encantadora, sempre fala olhando nos olhos das pessoas. Ela é simpática e gosta de chamar a atenção para si. Porém com estranhos ela é um pouco tímida, mas basta ganhar intimidade com a pessoa que ela vira uma tagarela, não para de falar um minuto. É muito sincera, tanto que chega a cometer “sincericídios”, é engraçada e gosta mesmo de fazer as pessoas se sentirem confortáveis. Apesar de ser muito muito narcisista ela realmente se sente feliz quando ajuda alguém que não se sentia capaz de fazer algo realizar a tarefa. Ela gosta de motivar e animar as pessoas. Na maioria das vezes ela esta animada, cheia de energia, daquelas que acorda feliz às 6h30min. Quando ela não gosta de alguém simplesmente ignora a existência do ser humano. As vezes ela fica quieta e se perde em pensamentos se desligando do mundo.Ela gosta de ser irritante com os amigos, fazendo coisas para irrita-los só pra se divertir. Não é muito de brigar, ela vai guardando tudo, acumulando por dentro mas quando acontece de ficar com raiva e discutir ela joga tudo na cara, faz o drama todo, chora, grita. Lembra das coisas que aconteceram em 1985, aponta o dedo pra pessoa. Numa discussão nunca vai admitir que está errada, não pensa nas palavras antes de dizer só vai falando, fala coisas que nem são verdade mas fica tão cega de raiva que não presta atenção no que diz. Na maior parte do tempo ela é feliz, e gosta de expressar sua felicidade então Boo canta, pula, fica sorrindo sem parar, gosta de fazer com que as outras pessoas fiquem felizes também. Ela é assim se ela está feliz o mundo todo deve estar. Quando está cansada além de dormir, ela gosta de assistir doramas para desligar um pouco do mundo, ou ler um bom livro. Quando apaixonada É a moça trouxa de macho, nunca sabe o que está sentindo, cai facilmente na conversa dos caras, é muito ingênua pra relacionamentos. Ela nunca namorou, mas sempre se interessa pelos tipos errados. 

História: Era para Byeon Dae Yon ser um menino...a família desejava muito um homem depois de várias gerações apenas com meninas, donos de mais da metade dos arrozais em Incheon, eles queriam alguém para cuidar da fortuna da família, muito machistas e tradicionais não achavam que as mulheres teriam capacidade para isso. Apesar disso Daeyon cresceu feliz, era muito paparicada pelas as irmãs gêmeas mais velhas, Byeon Doo Hye e Byeon Dae Hee. Seu pai era Byeon Jung Yun, viviva culpando a esposa Baek Hoo Nae pelo fato de não terem filhos homens. Depois de 10 anos Hoo Nae decidiu se separar, ela não queria que as crianças vissem o processo, que seria litigioso. Hoo Nae já tinha sido modelo internacional, por isso resolveu mudar com as filhas para Los Angeles - CA - EUA, a família apoiou a decisão, ela não merecia ser tratada daquela maneira. Depois de dois anos ela estava finalmente divorciada. Desde dos 6 anos de idade Dae Yon frequentava aulas de canto e bale com as irmas. Com 10 anos de idade ela se mudou para os EUA com sua família, ela se dedicava diariamente ao canto e a dança. Agora Hoo Nae prestava mais atenção nos talentos da filha, por isso decidiu permitir que ela participasse de programas de calouros. Dae Yon era muito boa com a plateia, com o tempo ela foi descobrindo maneiras de conquista-los. Seu maior sonho era se tornar cantora e dançarina, mas por ela ser asiática as coisas ficavam complicadas pelo preconceito que sofria. Com 15 anos ela participava de um quadro no programa Good Morning LA, todas os dias ela, Dohye e Dahee, apresentavam um quadro aonde falavam dos costumes coreanos, ela inclusive recriavam jogos feitos em shows de variedades. Eram bastante populares, mas Daeyon estava triste, cada vez mais distante da musica. Elas estavam em casa depois do programa, Dahee era exo-l e estava surtando com a confirmação que eles iriam participar de um festival na cidade natal delas, Incheon, logo depois uma propaganda anunciava que a SM faria audições abertas para coreanos e descendentes de coreanos (e asiatísticos em geral), por insistência das irmãs e da mãe ela mandou o vídeo de inscrição, não achava que fosse ganhar alguma coisa, eram muitas etapas e suas habilidades estavam um pouco enferrujadas. Dois dias depois...ela recebeu uma ligação dizendo que tinha sido aprovada, se aceitasse começar como trainee da SM uma pessoa iria busca-lá. Desde os 18 anos Daeyon mora no centro de treinamento da SM e sonha em debutar. 

— Capítulo 4 —

"No meio do filme, ouvimos a campainha tocar... Quem seria?"

Me perguntava quem seria a essa hora, okay, não era tão tarde, mas já eram 21:17! 

— Vocês convidaram alguém para vir aqui, meninas? — Nosso "appa" perguntou, todas falaram que não, inclusive eu. Ele foi até a porta, abriu, fez uma expressão surpresa e fechou.

— Qu-quem era? — MinMin perguntou, todas tinham semblantes curiosos, eu estava tão entediada que também estava curiosa.

— B-Bangtan Boys... — Arregalamos os olhos, fuck, BTS?!

— Então abre caralho. — Tae Ji falou, ela estava meio normal, ri baixinho com isso. 

O manager abriu a porta, os garotos estavam todos ali, eles sorriam de forma calorosa.

— Hello! — Hoseok falou entrando sem mais nem menos, todas nós nos levantamos para cumprimentar os rapazes, e assim o fizemos.

— Meu nome é Namjoon, pode me chamar de Rap Moon, ou Rap Monster, desculpa invadir a casa de vocês assim, mas esses daqui queriam muito conhecer vocês. — Namjoon veio falando da porta, não nos importamos muito com visitar.

— É um prazer, somos o HOT PINK! — Falamos todas juntas e nos reverenciamos. 

— E bem... O que eles fazem aqui? — BTS/EXO falam juntos apontando um para o outro, sinto uma treta por aí. 

C O N T I N U A



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...