História Hotel Plaza Athenee - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Akatsuki, Mistério, One Direction, Romance
Visualizações 37
Palavras 1.924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Alô alô, gatas desse Brasil!

Cá estou eu para animar seu domingão (ou não) com mais um cap fresquinho! O título ta uma merda, mas não consegui pensar em algo melhor.

Bem eu tenho algumas (muitas) considerações para fazer que são bem importantes para ninguém querer me matar (tanto) nos próximo dias, mas vou dizer nas notas finais pq sei que vocês devem estar curiosas, então PELO AMOR DE DEUS LEIAM AS NOTAS FINAIS!!!

Muitoooooooooooooooo obrigada aos novos favoritos e comentários e às leitoras fantasmas: Falem comigo pffff! Eu gosto de ouvir o maior número de opiniões possíveis e até um "continua" já me deixa bem feliz, então pff comentem o que estão achando! (Prometo que sou uma pessoa bem legal... eu acho).

Ah eu recomendo ler esse cap com uma música mais calminha. Eu escrevi ele ouvindo músicas antigas dos meninos (o que quase me fez chorar) e More Than This combinou bastante, então eu recomendo!

Enfim boa leitura e me desculpem pelos erros!

Capítulo 42 - Eu nunca mais receberei seu amor


Louis’ POV continuação

- Ei, gente! Eu e o Louis ligamos na pizzaria para cobrar a pizza e o cara disse que está uma loucura as entregas e que iria demorar muito ainda. Ai ele falou que se fossemos lá buscar iria ajudar bastante e ele dava de brinde uma pizza doce pequena.

- Pizza? Doce? De graça? - Niall respondeu empolgado.

- Sim, Horan. Pensei que seria legal o Felipe ir comigo e com o Zayn! Aproveitamos para mostrar onde tem as melhores baladas da cidade.

- Eu? - ele disse confuso.

Enquanto Harry tentava convencer Felipe a acompanhar ele, eu sentei ao lado de Liam para colocar em prática a minha parte do plano.

- Ei, Liam - disse baixinho ao seu lado e ele me olhou confuso - Não tenho tempo de explicar direito agora, mas assim que o Harry e o Zayn saírem com o Felipe, preciso que você dê um jeito de me deixar sozinho com a Ronnie. Leva o Niall para cozinha ou para fora do quarto, sei lá. Só dá um jeito de me deixar sozinho com ela.

- Nossa já era hora de se mexer né, Louis! - Ele respondeu, me deixando perplexo.

Só eu que não tinha sacado nada ainda? Talvez Harry tenha razão em dizer que preciso parar de ser burro…

- Relaxa, amor. Eu não tenho problema em ir. - Felipe respondeu e eu me controlei para não revirar os olhos. Amor?! Quem ele acha que é para chamar ela assim?

- Bora então.

Os três saíram do apartamento em direção a pizzaria. Agora era a vez do Liam fazer sua parte do plano. Lhe dei uma cotovelada para indicar que era hora dele vazar dali.

- Ei, Niall! Vamos fuçar na geladeira da Ronnie para ver se tem algo para enganar a fome?

- Não precisa falar duas vezes!

Os dois saíram dali num piscar de olhos, antes que a Ronnie pudesse protestar. Ela estava sentada no sofá na minha frente, olhando para as mãos. Fiquei a encarando por um tempo, tentando tomar coragem. Por fim, levantei e sentei ao seu lado.

- Oi - falei baixinho. Ela levantou o rosto e me deu um sorriso fraco como resposta - Como estão as coisas com o seu pai? Ele melhorou? - Optei por começar com um assunto mais tranquilo para ela não colocar uma barreira logo de cara.

- Ah você sabe como ele é… Devia estar descansando ainda, mas aquele ali não consegue ficar parado - sorri diante seu comentário.

- Ele é uma pessoa muito forte.

- É mesmo.

- Assim como você - ela me olhou diante meu comentário - quando seu pai estava no hospital, você deu um jeito de continuar tocando as coisas do hotel, ficar com ele e… me aguentar. Aguentar as minhas implicâncias, reclamações e as notícias que você teve de mim…

- Louis, por favor… - ela falou e percebi que sua voz estava embargada - não traz essas lembranças de volta.

- Ronnie - falei desesperado e envolvi seu rosto com as minhas mãos, fazendo com que ela me olhasse - não acredito que você pensou que aquilo era verdade… Eu nunca faria algo do tipo com você!

- Louis, não minta para mim - lágrimas começaram a rolar pela sua face e eu estou desesperado. Só quero que ela entenda que é tudo mentira, que eu a amo!

- Ronnie, eu te juro! Eu não consigo olhar para outra garota desde que eu te conheci. Você é o meu primeiro e último pensamento do dia. Eu não consigo ficar um segundo sequer sem pensar em você, sem pensar no tempo que passamos juntos, nos beijos que trocamos… Eu amo você, Verônica Miller.

Mal terminei de falar e selei nossos lábios. Eu precisava beijá-la, precisava senti-la, precisava saber que ela ainda me amava e que tudo não estava perdido. Ronnie correspondeu o beijo, me dando permissão para aprofundá-lo. Eu a puxava para perto de mim e ela me puxava de volta. Estavamos nos tornando quase um só, até que respirar se tornou inevitável e fomos parando o beijo aos poucos. Ficamos com as testas uma contra a outra, as respirações pesadas se misturando. Eu ainda sentia o seu gosto na minha boca e o seu perfume invadia minhas narinas.

- L-Louis…

- Xiuuu… Vamos só aproveitar mais um pouco este momento.

- Louis - ela se separou bruscamente indo um pouco para o lado no sofá - Eu não… A gente não podia ter feito isso! Eu estou com o Felipe agora.

- Mas Ronnie…

- Não, Louis! Eu não posso simplesmente terminar tudo com ele, porque você finalmente percebeu que me ama, porque você decidiu lutar por mim - ela levantou num pulo e eu a segui. Segurei seus ombros, fazendo com que ela me olhasse.

- Ronnie, ele é um babaca! Ele não gosta de você de verdade! Ele está tramando alguma coisa…

- Louis, pelo amor de deus! Para de inventar coisas! Nada que você me disser vai me convencer a terminar com ele.

- Eu não estou inventando!

- Você tem ciúmes dele desde o dia em que o conheceu! Você está implicando com o menino sempre que o vê! Acontece, Louis, que quando eu mais precisei, quando eu estava sozinha, tendo que aguentar o mundo nas minhas costas, ele estava lá por mim. Ele me apoiou, me consolou, me viu num dos meus piores estados e não me abandonou.

- Não fale como se eu não tivesse tentado e quisesse estar com você - disse bravo - Você me afastou, Ronnie! Você parou de me responder, de me atender. Tudo por causa de um boato ridículo! Você nem sequer me deu a chance de explicar as coisas.

- Agora eu sou a culpada por tudo então?  

- Ninguém é culpado de nada. Só estou falando que você não deve confiar nele, ele está tramando algo!

- Chega! Não vou ficar ouvindo você falar desse jeito do meu namorado na minha casa! - ficamos nos encarando por um segundo. Ambos ofegantes e com raiva - Vai embora, Louis.

- Você tem certeza disso? Você vai me afastar mais uma vez?

- Por favor, Louis. Só vá embora - ela falou baixinho sentando novamente no sofá. As lágrimas voltaram a se acumular nos seus olhos.

Estou parado como uma estátua no meio da sala. Não sei se vou ou se fico. Não sei se a consolo ou a deixo ali. Não sei se insisto até ela acreditar em mim ou desisto. Se luto pelo seu amor, por nós ou não.

- O que está acontecendo aqui? - uma voz soa nas minhas costas e não preciso virar para saber quem é.

- Pensa melhor no que eu te disse, porque eu não teria motivos para mentir para você. Nunca tive - sussurrei para que só ela me ouvisse - Harry, Zayn, vamos embora.

Felipe me encarava confuso, enquanto eu caminhava em direção à porta. Enquanto isso Liam e Niall apareceram assustados pelo corredor que dá na cozinha.

- O que você fez com ela? - Felipe perguntou se aproximando de mim levemente furioso.

- Liam, Niall, estamos indo embora - falei, ignorando o babaca.

- Ei, eu to falando com você - ele me deu um leve empurrão e tive que me controlar para não virar um soco na cara dele. Ok, na verdade Harry se intrometeu no meio de nós antes que eu pudesse reagir e Zayn me puxou para trás.

- Cara, deixa ele em paz.

- Não. O que você…

- Felipe - Ronnie se pronunciou, desviando todos os olhares para ela - Deixa eles irem embora - Ele ficou me encarando durante alguns segundos e eu sustentei o olhar.

- Vem, Louis.

Harry saiu me puxando porta a fora e a última coisa que eu vi foi a Ronnie chorando baixinho no sofá enquanto o babaca fechava a porta. Lágrimas começaram a rolar pela minha face. Não conseguia mais conter o choro. Estava confuso, mil pensamentos passavam pela minha cabeça e por um instante ignorei tudo e todos à minha volta. Quando me dei conta já estávamos dentro do carro de Zayn voltando para casa.

Como tudo saiu do controle tão rápido? Em um segundo estávamos nos beijando intensamente como se o mundo fosse acabar e no segundo seguinte já estávamos brigando de novo. Por que sempre acaba em briga? Por que ela não acredita em mim? Por que ela não pode me dar a chance de mostrar que eu a amo?

Sinto como se tivesse um buraco no peito, como se alguém tivesse arrancado meu coração, acabando com o único fio de esperança que eu ainda tinha. Eu nunca mais a beijarei, a terei nos meus braços. Eu nunca mais receberei seu amor.

Louis’ POV off

 

Por que isso está acontecendo comigo? Justo quando a minha vida estava se encaixando e tudo parecia estar caminhando para voltar a ser normal, quando estava me acostumando a olhar para Louis e saber que não poderia tê-lo, quando estava me acostumando com a ideia de que não receberia seu amor e justo quando eu estava aprendendo a esconder os meus sentimentos bem lá no fundinho do coração, ele vai e me faz isso? Deus, você só pode estar de brincadeira com a minha cara, né?

Felipe estava sentado ao meu lado encarando as mãos. De vez em quando ele me olhava, ameaçava dizer algo e acabava desistindo. Eu já não chorava mais, meu estoque de lágrimas já tinha acabado faz tempo, mas estou me sentindo muito cansada e perdida para conversar sobre qualquer coisa. Para conversar sobre aquilo.

- Então… - ele disse após um tempo e confesso que o xinguei na minha cabeça. Continuei sentada agarrada às minhas pernas e encarando o tapete. Quem sabe se eu continuar assim por um tempo ele não desiste - Ronnie - fechei os olhos torcendo para desaparecer dali, ser transportada para qualquer lugar que não fosse aquela sala - Você precisa falar alguma coisa… - Ok, não está funcionando. Deus, por que você me ajuda só um pouquinho?

- O que você quer que eu fale? - abri meus olhos, mas continuei sem encará-lo.

- Não sei, qualquer coisa! - ele estava apreensivo e eu sentia o peso do seu olhar sobre mim - O que estava acontecendo, o porquê de você estar chorando, o que Louis disse… ou fez - ele respirou pesado e se jogou contra o encosto do sofá - Só fala algo pelo amor de deus - me mantive calada o que fez com que Felipe começasse a bufar ao meu lado.

- E-Eu… - tentei dizer algo após um tempo, mas não obtive sucesso.

Afinal como posso falar sobre o que acabou de acontecer se nem eu mesma entendi, se estou tão perdida quanto ele? Louis, me pegou de surpresa e com 5 minutos de conversa conseguiu destruir todo o trabalho que tive durante esses meses. Ele simplesmente quebrou todas as paredes que eu tinha construído entre nós e destruiu todas a grades que mantinham meus sentimentos por ele trancafiados nas profundezas do meu coração. Porra, ele me fez voltar à estaca zero em questão de segundos.

- N-Nós… - acusei começar a falar novamente e travei pela segunda vez.

- Ele te beijou? - ele perguntou assim, extremamente direto, como se estivesse querendo saber o que eu comi no café da manhã ou se fui dormir tarde na noite anterior.

 

(NOTAS FINAIS EXTREMAMENTE IMPORTANTES!)


Notas Finais


Entãoooooooooo? O que vocês acharam? Confesso que fiquei tristinha enquanto escrevia esse cap!

Bem tenho algumas coisas importantes para dizer:
Não sei se todas sabem, mas atualmente eu estou no 3 ano de engenharia química numa faculdade pública e isso por si só já me consome muitoo tempo, porque não é fácil. E para piorar eu faço parte de várias extra curriculares que são até piores que a graduação, então normalmente ao longo do semestre eu não tenho muito tempo livre. Estou dizendo isso, porque essa semana eu volto a ter aula e sinceramente não sei quanto tempo livre eu terei para escrever, por isso posso demorar mais a postar, mas prometo que não desistirei da fic.
E para piorar tudo, meu pai lindo e maravilhoso decidiu viajar essa semana para fora do país e ficar 15 dias foras, então do dia 09 ao dia 24 eu estarei com internet limitada e sem computador, tentarei escrever em alguns momentos livres como no aeroporto e no voo, mas também não posso prometer muito.
Enfim já peço desculpa pela possível e demora e espero que sejam compreensivas, mas eu prometo que eu volto!!

Por fim, gostaria de dizer que eu comecei a escrever uma outra fic. Na verdade, eu tinha escrito alguns capítulos dela faz um bom tempo, nunca postei e ai quando meu computador deu pau, eu perdi ela. Enfim voltei a escreve-la, mas não postei nada ainda, porque quero ver como será a minha disponibilidade e quero acabar HPA de qualquer forma!
Mas gostaria de saber se vocês leriam uma outra fic minha?? O tema vai ser um pouco mais "bobinho", apesar de querer colocar algumas reflexões no meio com base na minha experiência de vida (eu me mudei para outra cidade e comecei a morar sozinha com 17 anos, tendo que conciliar uma vida em uma cidade e uma vida em outra). E o protagonista principal será o Shawn Mendes, mas terá participar dos nossos boys maravilhosos.

Acabei minhas considerações por aqui, então para críticas, sugestões, respostas à minha pergunta com relação a nova fic, enfim para qualquer coisa é só soltar a voz na caixinha ai embaixo!
Por favor, falem comigo para eu saber se não estou fazendo besteira e se entenderam o que disse ai em cima!

Beijos beijos da Lele


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...