História House 7 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Tomboy, Yuri
Exibições 214
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Galera, isso é um remake de uma fic antiga minha (resolvi reescrever a história porque eu acabei levando ela pra um rumo totalmente errado). Rescrevi toda ela a partir do 2 cap. Espero q gostem mais da segunda versão (se vc não viu a primeira melhor ainda rs).
Espero que gostem <3

-Tia Du

Capítulo 1 - Cap 1


Ela estava sempre lá, com sua roupa meio tomboy e seu boné para traz, na rua, brincando com os meninos enquanto eu e minhas primas brincávamos de boneca, sempre que eu olhava da janela eu a via. De vês em quando nossos olhares se cruzavam, e ela dava um sorriso enquanto forçava os olhos, quando isso acontecia uma corrente elétrica passava pelo meu corpo, isso era extremamente estranho para uma criança de oito anos de idade... ainda mais quando seus pais acham que ela é um mau exemplo. 

Ah! Esqueci de me apresentar, sou Camila Cabello, tenho 15 anos e tenho um estilo bem estranho para as garotas da minha idade. Minhas primas são populares e "pegadoras", usam sempre roupas sexy e coisas assim, mas eu sou quieta e excluída, as pessoas costumam achar que eu sou inocente, bom, nem eu sei se é verdade.

Aquela menina de boné para traz se chama Lauren Jauregui, meus pais sempre achavam ela uma má influência por sempre andar com garotos, eles julgavam isso errado, "É menina com menina e menino com menino, homem é homem, mulher é mulher", eu nunca tinha sequer ouvido a vós dela... até aquele dia...

... 7 anos atrás ...

Eu olhava pela janela vendo eles brincarem enquanto brincava de boneca com minhas minhas primas, Lucy, Diana e Keana, uma amiga delas, mas eu nunca tirava os olhos dela.
Ela usava um macacão até um pouco abaixo do joelho e um blus branca por baixo, chinelos e o clássico boné azul e vermelho para traz.

Ela jogava bola com uns garotos quando nossos olhares se cruzaram, deu um sorriso enquanto apertava os olhos e eu retribui na mesma altura, ela parou no meio do jogo para me olhar, ficamos uns três segundos nos olhando quando ela foi atingida por uma bola que acertou em cheio na sua cabeça, ela passou a mão no lugar atingido e olhou para ver o que tinha acontecido.

- SE LIGA JAUREGUI!!! - esbravejou um garoto pouco mais alto que ela, se não me engano seu nome era Austin - Sabia que era melhor você não jogar com a gente!

- Cala a boca Mohone! - Ela disse encarando ele - Jogo melhor que você!

Foi o suficiente para começar uma briga, infelizmente os meninos decidiram defender Austin, e como ela estava em menor número apanhou, e eu assistia tudo da janela...

- Mila, ta olhando os meninos jogarem? - Lucy perguntou - ta gostando de algum deles né? É o Austin né? Ele é boni...

Ela não conseguiu terminar de falar, saí correndo pela casa indo para a rua ajudar aquela garota que até aquele momento não conhecia. Abri a porta de casa e ela estava sentanda na calçada toda machucada, me aproximei e toquei seu ombro chamando sua atenção.

- Ei, você ta bem? - disse sentando do seu lado e ajeitando o laço que se encontrava no meu cabelo.

- To sim , só ta doendo um pouco o rosto - ela disse olhando para o chão - Ei! Você não é a menina da janela?

- Uhum - E disse acariciando seu rosto, dane-se que eu tinha acabado de a conhecer - Meu nome é Camila!

- O meu é Lauren! - disse virando para mim - Você mora nessa casa?

- Sim! Quer ser minha amiga?

- Quero sim! - Ela mais uma vez sorriu daquele jeito fofo - Mas tenho que ir! Té mais! - Ela disse se levantando e pegando a bola no meio da rua.

- Ei espera! - Corri até ela e tentei dar um beijo em sua bochecha, mas ela era mais alta que eu - Abaixa?

 Ela ajoelhou na minha frente e eu lhe dei um beijo na testa, ela corou e eu soltei um risinho, ela rapidamente levantou e saiu correndo para sua casa...

... No dia seguinte ...

No dia seguinte eu acordei, estava descendo as escadas quando ví ela falando com meu pai na porta.

- Oi tio, a Camila ta ai? - Ela perguntou enquanto batia a bola no chão.

- O que você quer com a minha filha? - Meu pai pergunto sério.

- Queria chamar ela pra brincar la em casa com eu e meu irmãos eu e ela somos ami...

Antes que ela terminasse meu pai saiu batendo a porta, o ví  falando com ela no jardim. Eu olhava eles dois pela janela, ele parecia estar gritando com ela que cada minuto se encolhia mais, até que desabou em choro e foi pra casa correndo, e meu pai entrou em casa como se nada tivesse acontecido...

Desde aquele dia nunca mais ouvi sua voz. Eu continuava a olhando da janela, portanto, quando nossos olhares se cruzavam, ela não sorria mais.

Continua?


Notas Finais


desculpe pelos erros :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...