História House Of Cards - Imagine Jungkook - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hentai, Imagine, Jeon Jungkook, Sexo, Você
Visualizações 517
Palavras 2.744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HELLO MY COOKIES! ❤
Voltei depois de sumir por mais de uma semana... (Podem me bater, tô merecendo.)
Me desculpem pela demora para postar, estava sem criatividade e tempo para escrever, aulas começaram e já sabem né, vida é corrida com elas, além da surpresinha que estava preparando e o trailer que estou a fazer. Mas vou aparecer mais por aqui, estamos chegando na parte da fanfic que eu mais vou amar escrever e vocês em ler, aguardem...
Sobre o Trailer, ele já tem data para ser postado, então passem lá nas notas finais que saberão. O nome do fandom e as outras coisinhas que prometi em breve serão postada. E gente, foi cada nome maravilhoso que vocês deram... Vai ser difícil escolher o melhor, sejam sábios na escolha. 😍
Falarei mais algumas coisinhas lá nas notas finais okay? Agora, vamos ao que realmente vos interessa. Me desculpem se não ficou tão bom e não desistam de mim.
Boa leitura. ❤

Capítulo 17 - Chapter XIV.


Fanfic / Fanfiction House Of Cards - Imagine Jungkook - Capítulo 17 - Chapter XIV.

~ POV. S/N ~

Senti as mãos de Hope em minha cintura, a apertando levemente. Devo assumir, seus toques são maravilhosos. O beijo apenas se intensificou, enquanto minhas pernas entrelaçaram-se em sua cintura e colaram sua intimidade na minha, me possibilitando sentir o volume presente ali. Mordi seu lábio e sorri maliciosa, satisfeita pelo que causei nele com apenas um beijo. Nessa altura eu já havia me decidido: me entregaria de corpo e alma a Jung Hoseok, já que ele havia feito isso por mim a um bom tempo.

Suas mãos subiram por baixo da minha blusa e, consequentemente, o tecido fino de seda dela foi junto, começando a me despir. Tirei minhas mãos de sua nuca e as levei até a barra de sua camisa, a puxando de uma vez só, parando o beijo apenas para tirá-la. Nossos olhares se trocaram e um sorriso safado brotou em seus lábios, aquele bendito sorriso capaz de me desmontar inteira. Tirei sua camisa e o maior aproveitou para tirar minha blusa, fitando meus seios medianos cobertos pelo sutiã de cor vermelha.

- Maravilhosos. – Disse Hope mordendo seu lábio inferior, fitando meus olhos.

- Todos seus! - Meus lábios foram prontamente beijados depois de tais palavras, mas não demorou muito para serem trocados por selares que faziam uma trilha perfeita para meu pescoço, onde o maior depositou uma mordida capaz de me arrepiar por completo.

- S/N nós... – A porta foi aberta bruscamente e ambos se assustaram, olhando para ela. Era Jasmine. – Ahh... M-me desculpem, eu não sabia.

- Tudo bem Jas...

- Mas já que atrapalhei, pode sair Hope, tenho que conversar com a S/N. – Disse ela entrando no quarto, deixando a porta aberta para que ele saísse.

- Nos vemos depois, meu amor. – Hope selou nossos lábios e eu afirmo com a cabeça, vendo ele suspirar e sorrir fofo, saindo de cima de mim. Corou ao ver sua ereção e cobriu com sua camisa, correndo do quarto.

- O QUE VOCÊ PENSA QUE TEM NESSA CABEÇA S/N? PODE SER TUDO, MENOS JUÍZO! – Os gritos de Jasmine ecoaram pelo quarto, me fazendo rir baixo.

- Por que está dizendo isso? Eu sou livre para fazer o que bem entender! – Falei em um tom tranquilo e me sentei na cama, colocando uma almofada em meu colo.

- Por dois simples motivos! Primeiro... É PROIBIDO FAZER ISSO AQUI EM CIMA! – Parou e suspirou fundo. – Segundo... VOCÊ NÃO VAI ILUDIR O HOSEOK, NÃO TEM ESSE DIREITO!

- E quem disse que estou iludindo? Apenas decidi dar uma chance a ele!

- S/N... Minha irmãzinha! Vê se coloca uma coisa nessa cabecinha. – Ela sentou em minha frente e segurou meu rosto com suas mãos, me fazendo olhar em seus olhos. – Você. Ama. O. Jungkook! Não vai conseguir esquecer ele! – Falou pausadamente e eu suspirei, negando para ela.

- Eu tenho que fazer isso, tenho que esquecer. E o Hope pode me...

- Ajudar? Não, ele não pode! Tem noção do que está prestes a fazer? Vai deixar o Hoseok na mesma situação que você! – Começou a andar pelo quarto inquieta e séria. – Por que fugiu? E o que te fez voltar para cá? Jungkook nos disse que você moraria com ele agora. - Meu coração acelerou ao ouvir tais palavras e eu a olhei, negando.

- Como? Para morar com ele e a noiva? Eu seria a filha adotada do casal? – Sua expressão preocupada mudou para confusa, ela parecia não ter acreditado no que acabou de ouvir.

- Noiva? O Jungkook não tem ninguém a um bom tempo!

- Ela chegou quando eu havia acabado de tomar o café da manhã, dizendo que era noiva dele... Até aliança tinha. – Abaixei minha cabeça, me lembrando da cena e de cada palavra dita a mim na noite anterior, mas que eu me recusava a acreditar depois do ocorrido com SoHyun.

- Isso não está certo... – Jasmine voltou a andar pelo quarto e suspirou, entrando em meu closet e me trazendo um vestido. – Anda, veste isso.

- Para quê?

- Vamos sair!

- Eu não quero Jasmine... – Fiz voz manhosa e me deitei na cama, colocando a almofada no rosto.

- Jungkook quer te ver hoje... Precisa estar apresentável.

- Jungkook? Eu não quero vê-lo! – Me sentei na cama e a olhei séria. – Como vou esquecê-lo se quando eu tento, isso acontece?

- Mesmo sem vê-lo, você ainda não vai esquecer S/N! Agora para de ser teimosa, pelo menos escuta o que ele tem a dizer pra você. – Suspirei fundo e peguei o bendito vestido, me trocando. – Ótimo, agora vamos. Sair vai fazer bem a você!

Por saber que ela não iria desistir da ideia de me tirar da casa, a acompanhei até a porta e ambas saíram da mansão, indo para o shopping. Fizemos algumas compras e paramos em um restaurante para almoçar. Realmente havia sido divertido, fazer compras sempre ajuda.

- E como estão você e o Taehyung? – Perguntei e bebi mais um gole do suco, vendo Jasmine suspirar e sorrir fofa.

- Não temos nada, mas... Estamos bem.

- Não entendo porque ainda não se assumiram... – Ela me olhou triste e fitou a janela ao nosso lado, suspirando fundo enquanto colocava o copo de suco sobre a mesa.

- O Tae não fica só comigo... Peguei a Minah na sala dele ontem a tarde. Ela estava no colo dele, não quero nem saber o que rolou depois.

- Mas ele te viu?

- Sim... Praticamente empurrou ela do colo dele e ficou em pé, ele estava excitado S/N! Por causa de outra mulher... – Jas abaixou seu olhar e eu segurei sua mão que estava sobre a mesa.

- Eu sei como dói. Pelo menos ele mostrou estar preocupado com você, ele poderia ter continuado o que fazia e fingir que não tinha te visto.

- Mas não foi a primeira vez...

- Pensa um pouquinho nele... Ele vê você com outros homens todos os dias, imagina como ele se sente com isso. – Uma lágrima escorreu por seu rosto e eu a limpei, fazendo com que ela me olhasse. – Tudo que você precisa fazer é seguir seu coração, e se ele quer o Taehyung, conquiste-o de uma vez por todas!

- Você também deveria ouvir o seu... – Suspirei fundo e olhei para baixo, negando para ela.

- Não é tão fácil assim... Ele vai casar! Tem noção do que é isso? Eu não posso mudar nada.

- Pode pelo menos ouvir ele. Para de ser teimosa e faz isso, te garanto que ele tem o que explicar pra você! – Apenas assenti para ela e ela sorriu minimamente, soltando minha mão. Terminamos de comer e saímos do restaurante, voltando para a mansão.

Durante todo o caminho, pensava no que Jasmine havia me falado, e na suposta noiva dele, na qual eu já tinha nojo só de me lembrar. Apesar de ser bonita, ela não combinava com ele, parecia ser muito ambiciosa para o carinhoso e lindo jeito de Jungkook. Tem algo errado nisso tudo, e talvez eu só precise ouvir ele para descobrir. É o que farei.


~ POV. Jungkook. ~

Peguei minha box e a calca moletom, os vestindo após passar algumas horas na banheira. Milhares de coisas se passavam em minha mente, desde a discussão chata que tive com meu pai, até a parte que SoHyun voltou para infernizar a minha vida. Logo agora que tudo ia melhorar, ela aparece para destruir o pouco que eu havia concertado na minha relação com S/N. Fui até o criado mudo e peguei uma caixinha na primeira gaveta, abrindo-a. Eram as alianças que eu usaria com S/N quando pedisse ela em namoro.

- Jungkook? – Ouvi a voz de Jihee junto a leves batidas na porta e sentei na cama, sussurrando um “entre” para ela. – Como está, querido?

- Triste, com raiva, chateado... Mas vou melhorar. Pensei que tivesse ido sem dar meu beijo e o toddynho de todos os dias. – Vi ela rir baixo e sentar ao meu lado na cama, negando.

- Nunca! – Sorri e olhei para a caixa em minhas mãos, suspirando. – Ia dar para a S/N não é? – Apenas assenti, ouvindo um longo suspiro vindo dela. – O que a SoHyun disse de tão ruim pra você deixar ela ir?

- Eu não poderia a impedir depois do showzinho daquela desgraçada, ela ameaçou S/N enquanto conversava comigo na empresa. Ela é louca, S/N está mais segura voltando para onde ela morava.

- Estando sozinha em uma casa? – Neguei para ela, a vendo confusa. Ela não sabia onde S/N vivia, mas senti que aquele era o momento de contar.

- Promete não mudar com ela e nem comigo depois do que eu vou te falar?

- Prometo. – Dei um longo suspiro e olhei em seus olhos.

- Conheci S/N em uma mansão... Sabe do que elas se tratam. – Seus olhos se arregalaram e ela põe a mão na boca, assustada. – Eu sei, é exatamente errado aqui, mas ela não fez por querer.

- E por que fez? Ela pode ser perigosa meu filho.

- Não noona, ela não é assim. S/N é uma menina maravilhosa, tem um olhar doce, um jeito fofo, ela não merecia estar naquele lugar. Foi para lá por não ter onde ficar, não conseguir um emprego para que pudesse se sustentar aqui.

- Mas por que ela saiu do Brasil e se arriscou tanto vindo para um país tão distante?

- Eu não sei... Foi algo com a madrasta dela, mas eu não sei bem o que aconteceu. Ela não me contou tudo.

- Entendo... – Ela voltou ao seu normal e ambos olharam a caixinha. – Acho que está na hora de ir atrás dela e acabar com isso de uma vez! A SoHyun não é capaz de fazer nada.

- Pior que sim. Ela mudou muito desde que eu terminei tudo com ela porque fui traído. Temo pela minha S/N, pelo amor da minha vida. Não vou suportar conviver com a culpa de saber que algo aconteceu com ela por causa dos meus problemas.

- Você sabe o melhor jeito de resolver isso, tenho certeza. – Um beijo foi depositado em minha bochecha e ela levantou da cama, ficando a minha frente. – Já que tomou seu banho, o que acha de assistirmos algum filme? Provavelmente não voltará a empresa hoje.

- Não, ficarei em casa até a noite. Vou resolver isso com S/N.

- Ótimo, agora vamos. – Jihee pegou a caixinha de minha mão e a guardou, pegando em meu braço para que eu levantasse da cama.

- Me leva no colo? – Falei com voz fofa estendi meus braços para ela, a fazendo gargalhar e negar.

- Você que deveria me levar no colo! Olha seu tamanho comparado ao meu!

- Okay, você que pediu! – Me levantei e a coloquei no colo, correndo com ela até a cozinha. A risada gostosa de Jihee me fazia rir, ela conseguia melhorar meu humor em poucos segundos.

Ela era, com toda certeza, uma mãe pra mim, seu jeito de cuidar e sua preocupação comigo eram realmente atitudes de uma mãe, mesmo que ela não tenha me colocado no mundo. Suas palavras se repetiam em minha mente, e ela estava coberta de razão. Eu tinha que acabar com essa confusão toda de uma vez, não aguentaria mais ficar sem ela. SoHyun terá o que merece, enquanto S/N teria todo meu amor só para sí.

Me aguarde meu amor, resolveremos isso da melhor forma possível.


~ POV. S/N ~

Eu e Jasmine passamos a tarde inteira jogando conversa fora, enquanto assistíamos filmes jogadas na cama com um balde de pipoca ao nosso lado. Ela sempre me divertia. Já estava anoitecendo quando o filme acabou, e depois de olhar a hora, Jas se levantou da cama, suspirando com a mão na barriga.

- Vamos fazer algo para essa comida entrar em digestão... Depois temos que nos arrumar, a noite será especial hoje.

- O que terá de diferente? - Sentei na cama enquanto a olhava, vendo ela sorrir de lado.

- Surpresa! Agora... – Ela pega o celular e coloca uma música que eu não conhecia, mas tinha uma batida maravilhosa. – Vamos dançar!

- Ah não! Não! Daqui eu não saio! Não estou com coragem para isso! – Me deitei na cama e senti minhas pernas serem puxadas. – Socorrooooo! – Fingi estar gritando e me agarrei aos lençóis, enquanto ela continuou me puxando e levando a coberta comigo, derrubando tudo no chão.

- Você vai levan... Ahhhhhh!

- Aiiii!!! – Caio no chão e ela cai por cima de mim, enquanto as duas riem alto da desgraça uma da outra.

Se me arrependo de certas coisas depois que cheguei aqui? Muito. Mas de algumas não, e a primeira delas foi conhecer Jasmine. Ela era o remédio para todos os momentos tristes de minha vida, uma amiga, uma irmã que nunca tive.

- Te amo, irmãzinha! – Disse e a abracei, entrelaçando minhas pernas em volta de seu corpo.

- Eu também, irmã! – Seus braços vieram até meus pescoço e me abraçaram também, fazendo com que ficássemos ali por um bom tempo esquecendo de tudo a nossa volta, inclusive do horário, nos atrasando.

(...)

Calcei o salto preto que havia comprado mais cedo e arrumei o vestido, um tubinho na cor vermelha com um decote que realçava meus seios e as curvas de meu corpo. Terminei a maquiagem e soltei meus cabelos, parando na frente do espelho. Eu estava linda, tudo estava em harmonia, desde o batom matte com os olhos carregados em uma sobra preta, até ao brinco e bracelete que eu usava. Me perfumei e sai do quarto, indo rapidamente para o salão. Estavam apenas me esperando para a surpresa começar, e eu estava mega ansiosa.

Sai do elevador, vendo todos sentados em suas respectivas mesas, cada uma das meninas estavam com seus clientes, restando apenas uma mesa desocupada. E ela tinha meu nome. Fui até a mesma e sentei, enquanto todas as luzes apagaram de imediato. Senti as mãos geladas e um pouco trêmulas, estava nervosa com tudo aquilo, não sabia do que se tratava. Fechei meus olhos suspirando fundo, e no mesmo momento as luzes do palco se ascenderam, me fazendo olhá-lo.

Quatro homens estavam lá, com camisas brancas e calças na cor preta, seus cabelos estavam perfeitamente arrumados. Fitei cada um deles, fazendo com que meu coração acelerasse ao olhar para o que estava na ponta, era Jungkook, que procurava alguém em meio a todos que ali estavam. Uma luz piscou rapidamente sobre minha mesa, fazendo com que ele me olhasse, sorrindo em seguida. Fitei a cabine de Namjoon, ele sorria cúmplice enquanto me olhava, me fazendo rir baixo.

Uma música começa a tocar e todos se preparam, logo começando a cantar. O primeiro foi Jungkook. Sua doce voz ecoou pelo salão, enquanto eu mantive meus olhos vidrados nele e meus ouvidos atentos a cada palavra dita na música.


"Uma casa feita de cartas, e nós estamos dentro

Mesmo que o fim esteja visível, mesmo que esteja para desmoronar logo

Uma casa feita de cartas, somos como idiotas

Mesmo que seja um sonho inútil, fique um pouco mais..."


Jungkook cantava enquanto me olhava de um modo sensual, mordendo seu lábio. Ele estava maravilhoso. Sua voz, na qual eu nunca havia escutado, me trouxe paz, uma calmaria em meu peito fez com que eu esquecesse de tudo ao meu redor e me focasse só nele, e em sua voz.

A música acabou alguns instantes depois e eu já chorava, mesmo sem perceber. Ele olhou para baixo e eu me levantei, enxugando minhas lágrimas a fim de voltar para a cama e chorar a noite inteira. Um flashe de tudo voltou quando a música acabou, e o fato de ele ter uma noiva me entristeceu Novamente, me lembrando que eu precisava esquecê-lo.

- S/N! Espera... – Ouvi Jungkook me chamar no microfone e uma luz parar sobre mim, fazendo com que eu me virasse para ele. – Eu sei que não quer me ver, e que não quer me ouvir, mas eu só te peço uma chance de explicar tudo... Por favor! – Todos no salão estavam me olhando, inclusive Jasmine, que sussurrava um “vai” para mim. Suspiro fundo enquanto assentia e começo a andar para os quartos, entrando na “nossa” suíte.

- O que quer me falar? – Perguntei ao ouvir a porta ser fechada e me virei para ele, fitando seus olhos.

- Não é isso que você está pensando, S/N! Eu vou te contar toda a verdade... Desde o começo.

...


Notas Finais


Eitxaaa, só eu acho que as coisas estão prestes a se resolver entre o casal? Esperamos que sim, tô ansiosa pra escrever logo um hot daqueles... ͡° ͜ʖ ͡°

Quero avisar que a votação sobre o nome do fandom vai sair em breve okay? Eu quero postar junto as playlists com as músicas que ouço para escrever, e já estou trabalhando nelas. Colocarei ela em um capítulo separado, já que nem todos lêem as notas e e eu vou colocar a explicação do nome também. Quero postar em breve.

Sobre a surpresinha, vou explicar. Vocês sabem que Spoiler é o sobrenome da Tia Toddy, eu adoro um. E como uma pessoa maravilhosa que sou, lá vai um pra vocês: TEASER DO TRAILER DE HOUSE OF CARDS! Isso mesmo que vocês leram, nosso trailer tem até um teaser. A data que sai o trailer está no finalzinho do vídeo, fiquem atentos pra no dia já se prepararem pro tiro. 😂
O link vai estar aqui embaixo, quero que comentem o que acharam dele okay? Seja aqui, ou no YouTube, ou até no grupo do WhatsApp. (Ambos os links estarão aqui).

Me digam o que acharam do capítulo naqueles comentários maravilhosos que sempre me enviam, prometo responder logo dessa vez. ❤



• LINK DO TEASER:

https://youtu.be/ICXr_Cp_acs

• LINK DO GRUPO NO WHATSAPP:

https://chat.whatsapp.com/JW8ALe8YpfN8TyLq5HZDts

• LINK DO JUNGKOOK CANTANDO ESSA MÚSICA:

https://youtu.be/LKLOODIigmU


Beijinhos e até a próxima. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...