História House of Cards (Jimin) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jiminie, Jin, Jungkook, Namjoon, Sexo, Suga, Taehyung
Exibições 197
Palavras 2.088
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Escolar, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


FINALMENTE UM HOT!!!

Espero que gostem do capitulo

Capítulo 12 - Capitulo 12


 

Suas mãos em minha cintura me apertavam enquanto colava nossos corpos, não tocava mais no chão então aproveitei a oportunidade e circulei a cintura do garoto com as minhas pernas enquanto agarrava seu pescoço para não cair, sua língua pediu permissão para adentrar em minha boca em um contato ainda maior e cedi, a batalha entre ela era deliciosa, o calor de seus lábios e o seu gosto eram deliciosos.

-Vamos sair daqui. –Jimin falou separando brevemente nossos lábios, voltei a beija-lo enquanto puxava com um pouco de força seus cabelos, Jimin segurou minhas coxas enquanto sentia-o caminhar para fora da agua.

Jimin nos levou para dentro da casa e subiu as escadas quando o ar faltava o garoto descia seus beijos para o meu pescoço e quando eu queria explorar um pouco mais e beijava seu pescoço, bochechas e orelhas agarrando sempre seus cabelos negros em meus dedos, ele abriu a porta de um quarto e entrou comigo em seu colo fechando a porta com o pé, ao contrario do que eu achava que ele iria para cama, não ele nos levou até o banheiro abrindo o chuveiro e nos colocando embaixo da agua corrente.

Sai de seu colo ficando em pé dentro do box, a agua quente que caia sobre os nossos corpos parecia me esquentar ainda mais, Jimin subiu suas mãos pelas minhas costas até alcançar o fecho do sutiã e solta-lo, sem esperar minha autorização o garoto jogou o pedaço de tecido longe e se abaixou um pouco abocanhando meu seio esquerdo em sua boca enquanto estimulava o outro com uma das mãos.

Ve-lo daquele jeito era estranho, mas a sensação que subia por todo o meu corpo ao te-lo me estimulando daquele jeito era muito prazeroso, me encostei na parede enquanto arqueava as costas para que Jimin tivesse os dois ao seu dispor, ele trocou o lado abocanhando meu seio direito.

-Jimin... –gemi ao senti-lo mordiscar meu mamilo já sensível.

-Anna. –falou voltando para o meu pescoço e falando baixo em meu ouvido de forma rouca. –Se abre para mim...

Aquele pedido, não consegui entender, mas quando ele baixou os beijos, lambidas e sugadas pelo meu corpo, passando pela minha barriga, umbigo e chegando no meio das minhas pernas consegui entender, Jimin não retirou minha calcinha, mas sim rasgou a mesma em pedaços, senti sua respiração bater no meu intimo me causando um arrepio gostoso e seus dedos deslizaram sobre ele, em seguida uma sensação gostosa tomou conta do meu corpo quando senti um dos seus dedos me invadirem.

-Molhadinha... –falou e senti meu rosto esquentar, seu dedo fazia uma massagem circular em meu clitóris enquanto um segundo dedo invadia meu interior me alargando aos poucos, ele entrava e saia com rapidez.

-Jimin... –gemia seu nome...

-Isso, geme para mim Anna... –pediu puxando uma de minhas pernas para o seu ombro, e o que ele fez em seguida me surpreendeu.

Ele enfiou seu rosto no meio das minhas pernas e quando senti seus lábios encostarem no meu interior e sua língua me invadir por pouco não gritei, mordi meu lábio com força me segurando para não gemer muito alto, mas foi quase impossível com Jimin daquele jeito, agarrei seus cabelos com força enquanto rebolava em sua boca, sua língua me invadia junto com seus dedos.

-Jimin eu... –queira dizer que alguma coisa estava vindo, mas não sabia o que era, mas estava tão bom... Jimin sugou meu clitóris com força enquanto acelerava seus dedos dentro de mim e não demorou muito até eu desfalecer em sua boca, onde o mesmo continuava me sugando com força até levantar novamente. –Isso... Foi...

-Muito bom. –falou sorrindo torto. –Voce é deliciosa... –Tomou meus lábios nos seus e naquele beijo pude sentir o meu gosto, me separei dele e olhei fundo em seus olhos antes de fazer o pedido que eu tanto queria naquele momento.

-Quero te provar. –falei baixo, meus olhos fixos nos seus lábios com vergonha de olha-lo neste momento, mas o garoto pegou meu queixo em sua mão e ergueu meu rosto.

-Prove. –falou, seus olhos estavam mais escuros que o normal, as pupilas dilatadas e o ar a nossa volta começando a pesar, ele mordeu deu lábio inferior e antes de tomar coragem dei um selinho em seus lábios antes de fazer o mesmo que ele e descer os beijos pelo seu abdômen definido uma tatuagem escura escrito NEVER MIND se fazia presente em suas costelas beijei seu umbigo antes de me ajoelhar por completo, com minhas mãos tremendo passei por seu abdômen arranhando todo o caminho até sua cueca, a mesma tinha um volume enorme por tras do tecido que eu estava curiosa em saber o que era...

Abaixei a mesma com tudo e o membro de Jimin salto em direção ao meu rosto, ele se encontrava ereto e duro, ele era roliço com as veias aparentes e enorme será que era normal ter esse tamanho? Não importa, um pouco hesitante peguei o membro em minhas mãos sentindo ele pulsar e apertei sentindo a textura macia do mesmo.

-Ah... Anna. –gemeu meu nome. –Movimenta.

Sabia o que ele tinha pedido e acatando seu pedido comecei a fazer movimentos de vai e volta em seu membro...

-Mais rápido. –pediu e assim o fiz, aumentei a velocidade dos meus movimentos e sua glande avermelhada estava apontando para mim, era tão convidativa que não esperei mais nada, lambi ela calmamente antes de abocanha-lo por inteiro, sentindo ele se afundar na minha garganta. –Droga...

Gruniu quando comecei a suga-lo, ditava meus movimentos, mas Jimin estava ansioso demais, agarrou meus cabelos e ditou os próprios me fazendo suga-lo cada vez mais rápido, apertei a base do seu pênis.

-Anna... Sai... –pediu, mas não sai continuei me movimentando até sentir seu liquido em minha boca, seu gosto não era ruim e a textura muito menos então não foi difícil engolir por inteiro, lembrei do que Hope tinha me falado antes, nunca chupe e engula o que sair de um homem se você não o ama-lo e ele não amar você, eu fiz pois seu que Jimin me ama e eu o amo da mesma forma... –Vem.

Jimin falou me puxando para cima em seu colo, ele tomou meus lábios nos seus e enlacei sua cintura com minhas pernas, após andar por todo o quarto sinto o colchão macio em minhas costas, Jimin se afastou para me olhar e afastou meus cabelos do rosto com a mão.

-Tem certeza. –perguntou.

-Sim...

-Vou com calma... –avisou e senti o mesmo tocando minha entrada ele pincelou seu membro em minha intimidade e fechei os olhos em expectativa. –Olhei para mim...

Abri novamente meus olhos e abracei suas costas, senti seu membro entrar aos poucos dentro de mim e mordi os lábios com a dor.

-Ah... –soltei de dor, queria me afastar, mas sabia que não deveria.

-Shh... –Jimin tentou me acalmar, ele distribuía beijos pelo meu rosto, lábios e pescoço, quando ele entrou por completo ficou imóvel até eu me acostumar com seu tamanho.

-Pode ir...

Jimin saiu devagar de dentro de mim e entrou do mesmo jeito, aos poucos a dor ia passando dando lugar a um prazer que nunca senti em toda a minha vida, aos poucos ele foi aumentando a velocidade dos movimentos, até alcançar um ritmo rápido entrando em mim fortemente e saindo rapidamente.

-Jimin... –gemia o abraçando forte, minhas unhas provavelmente rasgavam sua pele pelo prazer que o mesmo me proporcionava.

-Anna.. –gemia meu nome, e sorri por isso. –Tão apertada... Gostosa... –falou entrando cada vez mais rápido. –Geme meu nome...

-AH.... Jimin... Jiminie. –chamava o garoto. –Ah... Mais...

-Sim... –falou saindo de dentro de mim. –De quatro.

Obedeci me virando na cama e ficando de costas para o garoto, suas mãos foram para o meu quadril e sem esperar me penetrou novamente com toda sua força.

-Ah! –gritei quando ele alcançou um ponto sensível, ele me puxava para ele, me apertava em seus braços, senti meu cabelo ser pego por ele e me puxou um pouco para trás, senti útero se contrair ainda mais forte antes de me liberar sobre ele alcançando meu ápice, Jimin estocou mais duas vezes antes de jorrar todo seu prazer dentro de mim em um orgasmo avassalador que alcançou nós dois.

Jimin se retirou de dentro de mim se jogando ao meu lado e puxando meu corpo para o seu...

-Eu te amo. –falou olhando em meus olhos, ele parecia estar olhando cada centímetro do meu rosto como se quisesse decora-lo.

-Eu te amo Jimin... –falei me aconchegando em seus braços...

-Foi bom para você?

-Eu é quem deveria estar fazendo essa pergunta. –falei rindo... –Afinal sou eu a inexperiente.

-Você foi perfeita, foi o melhor sexo da minha vida. –confessou e tive que olha-lo para saber se era verdade o que ele disse. –Você é a melhor.

-Você também foi perfeito... –confessei.

-Anna... Eu quero fazer muito disso com você. –falou e o vi corar... –Mas neste momento temos que tomar um banho.

-Com certeza. –falei me sentando na cama e vendo um rastro de sangue em minha perna e automaticamente olhei para o membro de Jimin que também tinha sangue.

-Gosta do que ve? –perguntou e pegou em seu membro massageando ele um pouco, senti meu rosto esquentar de vergonha e virei meu rosto.

-Vamos tomar banho. –falei me levantando e indo para o banheiro, em seguida Jimin entrou, seu corpo era absolutamente perfeito, um adônis coreano...

Ele me abraçou e entrou comigo embaixo do chuveiro, tomamos um banho longo e demorado e transamos mais duas vezes embaixo dele, Jimin era muito bom e não conseguia desgrudar de seu corpo, mas infelizmente tivemos que nos separar, pois o sono estava começando a chegar e me via extremamente cansada depois dessa maratona...

~QUEBRA DE TEMPO~

Fui a primeira a acordar, Jimin estava deitado com a barriga para cima e eu deitada em seu peito ouvindo sua respiração leve e tranquila, minha cabeça estava virada para baixo o que me dava uma visão completa do seu abdômen, quadril, pernas e pé, eu tinha muita sorte, um garoto tão lindo e gostoso desse ao meu lado com uma personalidade maravilhosa e que ainda me amava...

Me levantei após perder meu sono, vesti a camisa de Jimin que estava jogada no chão e fui para a cozinha onde preparei nosso café da manhã, após tudo estar pronto subi com a bandeja para o quarto onde meu garoto ainda dormia coloquei a bandeja na mesa ao lado da cama e fui até a janela abri-la, afinal eram 11h da manhã e estava na hora de acordar...

Lá fora a praia já tinha algumas pessoas se banhando, tinha saudades de Busan...

-Hum... Fecha a janela. –murmurou baixo pegando um travesseiro e colocando no rosto.

Fui até a cama onde ele estava deitado e retirei o lençol do seu corpo jogando ele no chão, não sei de onde tirei tanta coragem ,mas passei as penas pelo seu corpo e fiquei em cima de Jimin que tentava voltar a dormir, me inclinei deixando um beijo em sua tatuagem.

-Acorda... –pedi e ele murmurou um não...

Desci um pouco sobre seu corpo até alcançar seu membro já duro, sorri ao perceber que é uma reação a mim e o peguei em minhas mãos, guiando seu membro até minha entrada e sentando nele com tudo.

-Anna... –grunhiu com o rosto grudado no travesseiro, comecei a subir e descer devagar apoiando minhas mãos em seu peito...

Suas mãos vieram de encontro a minha cintura ao mesmo tempo em que o travesseiro tinha seu encontro com o chão, comecei a acelerar meus movimentos aos poucos até alcançar um ritmo rápido enquanto Jimin me estocava forte me fazendo sentar com tudo em seu colo...

-Ah... –gemia alto, olhando para o garoto deitado na cama, ele me olhava com desejo enquanto mordia o lábio inferior com força.

Jimin trocou nossas posições me deitando na cama enquanto ficava em cima de mim, ele estocava com força e rapidez.

-Eu te amo... –falava entre as estocadas, enquanto entrava e saia de mim, senti-lo por completo era a melhor sensação do mundo, Jimin entrou uma ultima vez e atingimos nosso ápice juntos e foi maravilhoso...

Sem esperar que ele saísse troquei nossas posições ficando por cima dele sentada em seu colo.

-Queria ter você dentro de mim para sempre. –falei sem parar de me movimentar... –Seria maravilhoso...

-E eu queria te ter para sempre Anna... –falou me puxando para um beijo que ambos estávamos necessitando.


Notas Finais


Espero que gostem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...