História House of Lie - Capítulo 41


Escrita por: ~ e ~whoyooni

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Ação, Amor, Exo, Família, Jeonjungkook, Jhope, Jimin, Jin, Junghoseok, Jungkook, Kimhyunjoong, Kimnamjoon, Kimseokjin, Kimtaehyung, Luta, Minyoongi, Parkjimin, Rapmonster, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 50
Palavras 1.380
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olassss
Era pra ter postado mais cedo,mas estou desde duas horas da tarde tentando recuperar o cap que eu perdi na hora de passar para o Spirit kkkk
Mas sem mais delongas.
Ignorem os erros.

Kissus da tia.

Capítulo 41 - XLI - Promises


Fanfic / Fanfiction House of Lie - Capítulo 41 - XLI - Promises

SUGA ON


Já havia duas semanas que eu tinha encontrado MinJi. Ela havia aceitado meu pedido de casamento para daqui dois meses, não contei para o pessoal sobre ela, queria fazer uma surpresa quando a mesma ganhasse alta e claro ela aceitou.

Fui para o quarto de Jin,pois ele teria alta hoje e Monster juntamente com o Jimin viria buscá-lo para o levar para casa.


Nam: Você vai ficar um tempinho lá em casa. – Disse Monster pegando suas coisas. – Ordens da Sah.


Jin: Eita,o grande Monster que não abaixa A cabeça para ninguém está agora aceitando as ordens da esposa? – Ele riu escandalosamente. – Tô brincando Hyung. Você está certo, quando se tem uma mulher daquelas, não podemos ir contra.


Nam: Bom,então vamos? – Respondeu. – Jimin,ajuda ele a sair da cama.


Na hora que Jimin ia ajuda-lo eu manifestei. Ainda não havia conversado com Jin depois da nossa briga e nada melhor do que acertar As coisas.


Eu: Pode deixar que eu o levo pro carro. – Eles me olharam. – Eu queria conversar com o Jin antes e particular por favor.


Jimin: Okay,mas se forem se matar os seguranças estão aqui fora. – Disse jimin.


Jin: Eu não vou matar ninguém. – Jin riu.


Jimun: Você não. – Olhou pra mim. – O esquentadinho ali.


Nam: Bem, vamos Jimin. Não demorem,Sah pediu pra que eu não chegasse tarde. – Rumos. Da sua vida de casadinho.


Fitei Jin. 

Não sabia como começar a falar e parecia que ele lia meus pensamentos pois o mesmo deu partida na nossa conversa.



Jin: Sei que não é de pedir desculpas,e o simples fato de estar querendo conversar comigo denota o quanto está arrependido. – Ual... perdi o fôlego.


Eu: Hyung... eu fui um tolo. – Comecei. – Disse coisas horríveis sendo que você não tinha culpa de nada. – O olhei. – Me perdoa ? Perdoa esse Hyung cabeça dura e que precisa mudar muito?


Jin: YoonGi... – Sorriu pra mim. – Eu amo sua amizade demais pra joga-la fora por causa de um momento. – Abriu os braços. – Que tal esquecermos isso e Me dá um abraço? Lembra que fiquei um mês fora e nem um bem-vindo recebi. – Ele começou a rir.


Logo nos abraçamos. Ao nos soltar ele foi direto.



Jin: Mas ainda me deve 50 pratas. – O olhei confuso.


Eu: YAAA! – Ele estava me cobrando?


Jin: O que. Foi? É a crise amigo, E você acha que sair perdoando os outros é fácil? – Ele ria. – Enquanto uns choram outros vendem lenço,nunca ouviu Não?



Rumamos direto para o carro de Monster e logo iríamos para a sua casa.



SUGA OFF

HAWON ON



Já havia três dias que Jin tinha ganhado alta. As coisas com Tae estavam incríveis,casas vez um mais apaixonado pelo outro. Não estava realizado no casamento com Sah, Aka estava se tornando uma grávida linda enquanto Hope se tornava cada vez mais um papai coruja, HyuNa e Kook ainda estavam como gato e rato mas era nítido o amor dos dois e o que dizer do meu OTP? Bo e Jimin era o casal mais amorzinho que eu conhecia, a diferença de idade dos dois não atrapalhava em nada e era incrível o quanto que Jimin amava as duas filhas de Bo como se fosse suas.

Mas o que me entristecia era não ter minha melhor amiga comigo. Aquela que cresceu e viu cada lágrima e sorriso meu. E mais triste ainda era saber que Suga havia perdido a mulher que tanto amava. Mas ele parecia bem com isso, já tinha um tempinho que andava sempre sorrindo e com o semblante tranquilo. A morte de MinJi já não o mais afetava. Tae havia me dito que minha amiga tinha deixado uma carta pra ele é isso pode ter colaborado para que o branquelinho ficasse tranquilo em relação ao luto que sentia.



Sah: Falta o pudim!!! – Sah gritava em meio a correria na cozinha daquela casa. – A Ela vai ter um surto se ela não comer o pudim.


Hope: Não quero meu filho com cara de pudim. – Hobi apareceu na cozinha.



Estava uma bagunça esta casa. Não havia marcado um jantar especial para toda família para oficializados o noivado de todos. Suga também disse que tinha um anúncio a fazer e que ia chegar um pouquinho atrasado no compromisso.

Logo nós 11 estávamos sentados cada um com o seu par. Exceto Min que era muito paparicado por nós.



Jin: Olha se eu morrer agora morro feliz viu , porque umas gatas dessas não é pra qualquer um . – Rimos do seu comentário.


Nam: Hyung, gosta muito de você mas não divido a Sah com você de jeito maneira. – Deu um selar demorado na mesma.


Jin: Ihhhh Hyung, se ela Já não tivesse casada e beeeeem casada eu investia. – Disse piscando pra mesma


Kook: Vai deixar Monster. – Eles zuavam. – Tá cantando sua esposa e ainda na sua casa. – Ele amava uma treta.


Sah: Meu Nammie sabe que meu sangue,suor e lágrimas é somente dele. – Disse dando um beijo molhado e apaixonado no mesmo.


Todos:UOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLL – Eles foram ovacionados.


Jin: Assim fico até envergonhado. – Disse fazendo um biquinho fofo.


Bo: Woointtt meu bebê,vem cá que eu cuido de você. – Ela estava entre o Jin e o Jimin na mesa.


Jimin: Cara,quando essa mulher fica melosa ninguém segura. – Disse tomando um gole de vinho.


Bo: A é? – Disse fingindo raiva. – Bom saber viu senhor Park, acho que invés de me casar com você vou mudar de idea. – Olhou pro Jin rindo da cara de Chim. – Jin aceita casar comigo?


Jimin: Tava brincando amooor. – Ele disse rindo e brincando com a mesma.



O clima estava gostoso. Fazia tempo que não tínhamos um momento assim em família, sem preocupações ou medos,Mas principalmente sem mentiras.



Tae: Mas agora eu gostaria de comunicar que HaWon e eu . – Pegou minha mão depositando um selar. – Marcamos a data para o dia 25 de maio. – Olhou para todos ali. – Daqui a dois meses nos casamos.


Nam: Aeeeew – Ele vibrou – Finalmente minha irmã desencalha.


Eu: Yaaaa!! – Resmunguei.


Jimin: Mas a melhor notícia ainda está por vir. – Todos o olhamos. – Bo e eu vamos casar no mesmo dia que Tae e HaWon. Nós quatro já conversamos e acertamos sobre isso.


Jin: Meus filhos. – Fingiu choro. – Que orgulho.


Aka: Hobi se você não falar eu falo. – Olhamos pra ele.


Hope: Mas amor já falei que era só uma idea, eles bem vai concordar. – Estávamos sem entender nada.


Aka: Jung Hoseok! – Ela falou brava.


Nam: E depois vocês acham que sou eu que tenho uma mulher mandona. – Rimos do seu comentário.


Hope: É que Aka e eu estávamos conversando e queríamos perguntar se não podemos juntar a vocês e ter um casamento triplo? – Ele falou meio receoso. – Jimin havia comentado sobre a possibilidade de casarem juntos e me surgiu a idea.


Tae: Por mim. – Olhou pra mim que apenas assenti. – Por nós tudo bem, Jimin?


Jimin: Se para Bo estiver okay, pra mim também está. – Ela apenas assentiu.


Bo: Vai ser uma honra casarmos todos juntos. – Sorrimos.


Eu: HyuNa e Kook? E vocês? – Me virei pro casal mais problemático.


Kook: Querida, HyuNa e eu estamos felizes por enquanto assim. – Olhou pra ela. – Acho que se agente se casar, depois do sim é perigoso eu pedir divórcio. – Gargalhamos.


HyuNa: JUNGKOOK!!! – Fingiu estar brava.



Rimos e conversamos mais um pouco e logo depois Nam decidiu fazer um Brinde.

Todos segurávamos uma taça de vinho exceto Aka que segurava um copo de suco por causa do neném.



Nam: Quero brindar a família mais linda que eu tenho. – Sorriu pra Sah em pé ao seu lado. – A minha linda esposa que amo mais do que a mim mesmo. – Esses dois me matam ainda de tanto amor. – A minha irmã que apesar de todas as coisas, voltou pra mim e me aceitou mesmo dado as circunstâncias. – Eu sorri. – Aos meus Hyungs que me apoiaram e que estiveram comigo diante de todas as adversidades – Escutamos a campainha ser tocada neste instante. – E as essas mulheres incríveis que cada um tem ao seu lado.



Brincamos e sorrindo todos tomamos um pouco do nosso vinho.


Eu: Tem como a nossa festa ficar melhor? – Disse sorrindo e recebendo um selar do Tae.


Suga: Acho que tem. – Suga chegou e nos viramos pra ele tendo a maior de todas as surpresas daquela noite.


MinJi: Olá gente, tudo Bem? – Minha melhor amiga estava viva?




Notas Finais


O que estão achando eim??
Será que essa bonança vai continuar por muito tempo??

Comentem :)

Até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...