História House Of Night - Capítulo 22


Escrita por: ~

Exibições 250
Palavras 2.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


~~Chegayy amores!!!
NOssa 162 Favoritos eu to é morta OMG amo vocês seus lindos!!!
Vamos ao capítulo!!!

Capítulo 22 - Twenty One


Fanfic / Fanfiction House Of Night - Capítulo 22 - Twenty One

Minjae encara o lugar com uma nítida repulsa em sua face, novamente aquele circo chamado de oração.

— Que ridículo! - Minjae comenta baixo e Tae que estava perto escuta e lhe fita interessado. Todo início de ano era a mesma palhaçada chamada de oração, onde já se viu esse circo que eles faziam ser chamado de oração,  e ainda mais ser dirigido por uma puta com a Lee Hyemin, representante um ova. Suspirou enrugando o nariz pelo cheiro adocicado e meloso das rosas. Esse cheiro causava confusão em qualquer um que sentisse por muito tempo ainda mais os novatos que estavam ainda aprendendo a controlar os sentidos.

— O que é ridículo? - Tae perguntou assustando Minjae e o tirando de suas reclamações internas.

— Ai que susto! - diz com os olhos arregalados.

— Desculpa! - Tae fala sorrindo da expressão fofa do outro. Minjae encara sem desviar o olhar, será que valia a pena abrir os olhos dele para aquela enganação?

— Tudo aqui, olha em volta o quão ridículo isso é!

— Devo concordar com você, essa é minha segunda vez e é sempre a mesma coisa, e nunca consigo ver a utilidade disso! A não ser a historia essa perte é interessante! - Tae responde surpreendendo Minjae, que pisca os olhos surpreso, Taehyung sorriu novamente.

Como sempre toda vez que olhava para ele, o fazia sorrir, desde o dia que ficaram juntos para a punição de limpar a quadra. Observou bem o quanto ele é gostosinho, e tinha um olhar sensual, com sua aparência de garotinho tímido, mas Tae pegou no ar qual era a dele, com sua voz grossa e sexy e seu olhar inocente com uma pitada sexual, ele não era aquilo que passava ser tinha mais ali dentro e Tae queria muito descobrir. Fazia muito seu estilo...

— Você concorda?

— Claro nem consigo imaginar como deve estar sendo a sua quarta vez! - comenta sorrindo e Minjae o acompanha, seu sorriso triangular que diminuía um pouco seus olhos redondinho, e aparecia de leve suas covinhas, o tornando adorável, Tae queria ver mais expressões na face dele. Principalmente qual seria sua expressão gemendo… Pare de pensar besteira Taehyung!

— Uma droga se você quer saber! - Minjae responde fazendo sua voz ficar ainda mais rouca. Ainda mais que a de Taehyung.

— Ei, que tal tentarmos escapar depois que começar? - Tae sugere sorrindo malandro, se aproximando um pouco para falar baixo para somente o outro conseguir ouvir.

Minjae encara o quartanista não acreditando que ele queria quebrar uma regra sem nem pensar nas consequências da punição que eles levariam. Sorriu pensando no quanto ele era diferente, desde aquele dia na quadra, eles conversaram um pouco e tinha gostado do jeito de pensar dele, mesmo sendo do jeito que era e o quanto ele e seu grupo era falado pela escola, talvez isso tenha chamado sua atenção. Mordeu o lábio inferior encarando o outro.

— Claro e para onde iríamos? - pergunta interessado, também malandro encurtando mais a distância,  os dois fora de seus lugares.

— Para o final do colégio, tem um carvalho enorme podemos ficar lá conversando, o que acha? - Tae sugere sorrindo de leve, vendo a expressão do outro levantar em um sorriso.

— Parece bom! - diz e arqueia as sobrancelhas. — Só temos que tomar cuidado com os monitores e com o líder.

— O Jackson está cuidando da saída?!

— Sim, está lá de prontidão!  - diz inclinando a cabeça na direção da saída.

Taehyung vira para trás vendo Jackson já de prontidão na porta cuidando dos alunos que entram, havia acabado de chegar. Faz careta pensando em como eles sairiam dali. Teriam que distrair ele. Tentou pensar em algo, mas nenhuma ideia boa vinha. Ou teriam que pular a janela.

— Depois nós vemos como iremos fazer para sair daqui, não quebra a cabeça com isso agora! - Minjae diz sorrindo de leve após ver a expressão do outro se transformar em uma carranca por não conseguir pensar em nada.

 

~o~

 

Mark estava completamente nervoso e ansioso para descobrir qual é seu dom, estava sentado longe de Jimin, mas estava perto de Minzy o que não ajudava, pois ela ainda estava chateada com a Cl e estava com uma enorme carranca. Tentou se acalmar sozinho respirando, estava muito inseguro e se seu dom não for uma coisa legal? E se não conseguisse controlar? E se ele machucar alguém? Mark fazia mil e uma teoria e questionamento em sua mente e procurava por Jinyoung, olhando ao redor, mas tinha muitos alunos e não conseguindo encontrar ele. 

Quem ele queria enganar é claro que conseguiria! Sorri com o quanto ele tinha mudado de sua vida passado, viu seu eu anterior o quanto era assustado e medroso não mudou tanto, mas ainda sim o bastante para não querer ser do jeito que era e agora tinha amigos, muitos amigos que confiava. Confiar!

Essa era a palavra que não existia no seu vocabulário, como ele poderia confiar nas pessoas se estava cercado de monstros que o maltratavam. E quando ele se tornou o "monstro", foi renegado completamente sorte sua conseguir confiar sua última esperança em sua tutora e viu que ela era realmente quem ele precisava para mudar sua vida, ficou eternamente agradecido por ele ter sido marcado, claro que surtou bem feio, mas quando melhorou viu sua vida mudar e tomar um rumo desconhecido, mas com um caminho guiado.

Tomara que consiga falar com ela... Mark queria muito saber qual é o propósito que ela tem para sua vida. Quer respostas às perguntas que nem começou direito a fazer, seu caminho, qual seguir... Mãe! Ele não teve, morreu quando nasceu, mas dizem que Nix é mãe de todos,  então ele passou a ter uma.

Receberei amor e carinho seu? Poderei confiar plenamente e entregar minha vida a você?  Tenho tantas dúvidas...

Muitas dúvidas sem respostas, e quanto mais ele pensava nas questões mais sua mente trabalhava, pensando mil e uma coisa, não sabendo ao certo o quanto de tempo passou com sua cabeça rodando de preocupação.  Mark sente arrepios passar pelo seu corpo e um calor invadir.

"Não temas meu filho, estou com você e sempre estarei mesmo quando você duvidares de mim, nunca desistirei de você, pois tenho para você um propósito muito grande, tempo difíceis virão, mas com coragem e confiança você atravessará essas barreiras. Confie em si mesmo meu filho e confie em mim. Esse meu filho é seu dom. Confie e faça com que confiem em você!"

Lágrimas escorria do rosto de Mark ao escutar aquelas palavras tão belas e cálidas. Ele ao menos tinha feito a oração e foi atendido, ela viu seu desespero e preocupação.  Confiar... Ela disse para confiar em si mesmo, e que tem um propósito para ele, que teria tempos difíceis e que com coragem e confiança iria conseguir! O que é tudo isso? O que virá a acontecer a mim? Em que tenho que confiar?

Mark havia sanados algumas dúvidas e mais apareceram. Ao qual teria que procurar as respostas.

 

~o~

 

YoungJae e JB organizavam os alunos em seus assentos, e vez ou outra seus olhos se encontravam tendo uma conversa telepática totalmente censurada, não poderiam deixar seus pensamentos voar naquela ocasião. Não quando um dos vampiro mais forte estava presente no local.

“Ele disse especificamente para ficarmos aqui, eu não estou entendendo nunca precisamos ser obrigados como o alunos a comparecer, o que houve com Namjoon?” - YoungJae pensa e rapidamente olha para JB que dá de ombros, ainda direcionando os alunos para seus lugares conforme a lista das classes. Separando as garotas dos garotos que queriam ficar juntos.

“Eu realmente não sei, mas ele disse que precisava de todos os professores e alunos presentes, acho que não queria ninguém vagando depois do ocorrido com uma possível aparição de strigois na escola!”

“Não! Seria muito extremo isso… Porque ele faria agora isso?” - YoungJae pensou enquanto puxava um aluno teimoso para seu lugar correto.

“Como eu disse, não sei ao certo, já tem um tempo que ele não me conta nada de tão importante…”

“Sim eu sei, ele nunca superou-”

“Ei cuidado com seus pensamentos!” - JB exclama preocupado com o namorado que acena findando a conversa telepática. Alguns flashback retornando à cabeça dos dois, de muitos anos atrás. Um tempo muito antigo e marcado, que ficaria para sempre na história dos vampiros, a traição do deus das trevas Érebo, personificação das trevas e da escuridão. Os dois estremeceu com as lembranças  de JB de suas vidas condenadas as trevas.

 

~o~

 

Após conseguirem organizar os alunos, e fazer a contagem que todos estavam, ou quase, alguns ainda estavam perambulando pela colégio, mas Namjoon não ia se incomodar com esses poucos alunos, a maioria estava presente e era isso que importava, e estava tudo certo, acontecendo conforme o planejado.

Ele saiu detrás das cortinas subindo no palco ficando atrás da mesa, olhou para cada rosto que se virou para si ao subir no palco, ele usava um pano sobre seu corpo, largo e dourado com brilhos que reluzia à luz das velas.

— Todos aqui reunidos, iremos dar início a cerimônia da oração a grande Deusa Nix! - Namjoon se pronuncia alto e claro em tom de voz forte e rouca chamando a atenção de todos que ainda conversavam.

Alguns reviraram os olhos e pensaram, "Cerimônia", muitos cansados de ouvir sempre a mesma história, por mais que seja preciso conhecê-la, uma vez só já bastava.

Os tambores começaram a ressoar por toda a igreja e o som do piano encheu o lugar dando um toque final, misturando à melodia cativando a todos. Uma melodia muito bela, mas perigosa, ela atraía as pessoas junto com o cheiro das pétalas e a luz fraca, poderia hipnotizar facilmente mentes fracas. Após alguns minutos da melodia sendo tocada alguns alunos começaram a sentir coisas estranhas, mas logo cederam a melodia.

Jimin e Jungkook estavam se esforçando para se manterem no controle de suas mentes, procurando tentar se manter no controle e não ser manipulados, seus olhos procuraram um ao outro se encontrando para tentarem se manter sãos. Encararam-se firmes e aplicaram as técnicas de hunters, fincando as unhas nas palmas das mãos,  apertando firme até sentirem o sangue sair e suas mentes serem libertas por causa da dor.  Suspiraram aliviados quando finalmente a melodia alta foi findando a um fundo musical lento e baixo, porém mesmo assim cativante.

Lee Hyemin sai detrás das cortinas com passos precisos e seguindo o ritmo da melodia, seu corpo mexia lentamente e seus movimentos leves e sensuais ganhando a atenção de todos os presentes. Caminhou até o centro do palco traçando uma rosa dos ventos indicando as direções com suas mãos,  a melodia ganhando proporções à medida que sua dança aumentava de ritmo, sua roupa reluzia.

Mais e mais seu corpo se mexia com graça, sensualidade e força,  os terceiranistas estavam boquiabertos com a apresentação,  encantados com os movimentos, hora ela se aproximava dos alunos e hora se afastava os cativando ainda mais. Terminou com um fim arrancando aplausos fervorosos dos alunos, eles não podiam negar que havia sido uma bela apresentação,  todo ano uma diferente da outra, sempre superada. Isso eles não podiam negar. Lee Hyemin agradeceu e se retirou rapidamente.

 

~o~

 

— Não adianta bater, gritar ou rosnar, vai estar somente gastando energia, ninguém vai te escutar aqui em baixo! - o garoto reclama com o barulho que a garota estava fazendo.

— O que está acontecendo comigo?! Me deixa sair daqui! - ela gritou mais uma vez, sua voz saiu esganiçada e trêmula com um sibilar junto, selvagem. Suas mãos estavam em sangue e carne viva de tanto socar a grade para tentar escapar, mas ela não tinha força o suficiente para fazer aquilo, ainda.

— Eu sinto em te dizer, mas você não vai sair daqui, e quando sair vai estar morta.

— O que fizeram comigo…? - pergunta chorosa, suas lágrimas pesadas e mais uma vez ela se assusta por estar sangrando pelos olhos, sua lágrimas eram sangue, olhou novamente para suas unhas grandes e a dor insuportável em sua gengiva, passando a língua sentindo as presas afiadas, como ela poderia ter aquilo se ainda era uma terceiranista? — Porque está fazendo isso? Por favor me solta, deixa eu ir embora…

— Isso eu não posso fazer. Você é especial, a primeira bem sucedida. Tenho que fazer meu trabalho direito para receber aprovação! - o garoto responde simplista enquanto arrumava as algemas em cima da maca, a gargantilha com as correntes, os frascos de remédios e fracos vermelhos, seringas, ela sabia que seria estudada novamente como um animal.

Ela olha assustada para os objetos na mesa e senti mais lágrimas pesadas caírem por seu rosto. Ela tinha que sair dali, não queria morrer, ele disse que ela só sairia dali morta, se ela ficasse seria morta e ela realmente não queria aquilo. Tinha que dar um jeito! Segurou firme nas barras de ferros e suspirou tentando se acalmar tinha que pensar com clareza,  sempre foi a mais esperta da sua família. Realmente não queria acabar como o último que tentou fugir, ela teria êxito. Você consegue Suzy! - pensa determinada.


Notas Finais


É isso amores espero que tenham gostado
Nosso TaeJae caminhando rsrsrsrs =D
Nosso querido Mark descobriu seu dom EBBAAA dom da Confiança!!
O que será que Namjoon está tramando? *o*
O garoto aparecendo novamente... e essa Suzy...? Muitas perguntas...
Comentem o que acharam!!!

Bjoss amoress!!! ~~Nae pi ttam nunmul~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...