História House of Supernatural - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, Shadowhunters, Teen Wolf, The Vampire Diaries
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Alice Cullen, Bella Swan, Bonnie Bennett, Carlisle Cullen, Caroline Forbes, Clary Fairchild (Clary Fray), Damon Salvatore, Derek Hale, Edward Cullen, Elena Gilbert, Emmett Cullen, Esme Cullen, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jacob Black, Jasper Hale, Jeremy Gilbert, Kira Yukimura, Lydia Martin, Magnus Bane, Malia Tate, Matt Donovan, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Personagens Originais, Raphael Santiago, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Simon Lewis, Stefan Salvatore
Tags Clace, Delena, Derek, Malec, Saphael, Scira, Shadowhunters, Sizzy, Stelena, Sterek, Stiles, Teen Wolf, The Vampire Diarie, Twlight
Visualizações 106
Palavras 2.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Escolar, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Misticismo, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoas!
Mais um Capitulo de House of Supernatural!
Espero que vcs gostem, e não se esqueça...
Está é a nova Beacon Hills.
Sejam Bem-Vindos!
Bjs!

Capítulo 11 - Magia e Irmandade


A água deslizava suave e aquecida sobre minha pele. Era como a luz do sol em sua forma liquida, porém de uma intensidade menor, e mais controlada. Eu me perdia, enquanto a água molhava minha cabeça, e escorria por meu rosto, levando o peso dos olhos, ela descia mais um pouco, e lavava meu pescoço, meus braços. Meu peito se sentia mais calmo, e meu coração mais quente, enquanto aquela maravilha descia ainda mais. E logo após tocar meu pé, a mesma sensação continuava, continuava e continuava. Repetidas e incansáveis vezes.

- Você não me esperou._ uma voz grave resmunga atrás de mim, e a porta do boxe, abre e fecha. Mãos fortes envolvem minha cintura, e um enorme monte de músculos bronzeados se aconchegam ao meu corpo.

- Você estava dormindo tão lindo na cama, em meio as cobertas, que não quis te acordar._respondi aconchegando meu corpo ainda mais ao dele, e toquei seu braço com os dedos. Ele beija meu pescoço, e ronrona sobre minha orelha um Eu Te Amo. Sorrio. E me aperto ainda mais a ele.

- Por que acordou tão cedo?_ ele me pergunta, agora imóvel, enquanto a água cai sobre nos dois, e nos deixa calmos. Posso sentir o coração dele batendo nas minhas costas. Posso sentir sua respiração calmo-agitada contra minha nuca, e lutando contra a água, que tenta entrar em suas vias nasais.

- Esta quase na hora da escola, não se lembra?_ resmunguei, e sentindo meu corpo enrijecer e assim como o dele.

- Você tem certeza de que quer ir?_ ele pergunta me virando de frente pra si. Seus cabelos negros estão molhados e caindo sobre os olhos, era uma mata negra cobrindo dois sóis verdes e brilhantes, que tanto amo. Ergui uma mão e os tirei de seus olhos, enquanto ele passa seus braços ao redor da minha cintura, e cola seu peito contra o meu corpo.

- Sabe que tenho._ respiro contra seu peito. — Preciso retomar minha vida Derek._sussurro beijando seu mamilo esquerdo, e ele sorri com o contato inesperado. — Todos precisaram retornar as suas rotinas._ concluo tocando sua barba, que está crescendo de forma acelerada e descuidada.

- Eu Te amo, Stiles, e sentir que posso te perder, me faz cair. Eu te amo tanto..._ ele resmunga olhando pra mim.

 “Ai meu Lobão...” _suspiro em pensamento, e então, ergo minha cabeça, e prendo minhas mãos contra seu rosto, puxando seu olhar pro meu. Ele sorri e quase não consigo respirar.

- Eu te Amo Lobão._ sussurro como se fosse uma confissão, e ele fecha os olhos como se estivesse absorvendo o poder de uma oração. Mas sei que não é isso.

Flashback On

- Sem pulso._ o medico disse e todos olharam em horror. Derek tentou puxar o castanho pra perto de si, mas foi impedido por Edward e Emmett, que o arrastaram pra trás. Magnus e os outros ainda estavam atordoados. Bonnie desceu as escadas de forma violenta, junto com Elena. Enquanto a vampira ia à direção de Damon, que ainda estava inconsciente, a bruxa foi no auxilio do castanho.

- Acho que posso fazer alguma coisa._ falou a garota fazendo o médico se afastar. A morena ergue as mãos contra ao peito do castanho, e fecha seus olhos.

- Na Duca Tuas, Animos!_ era um cântico com poder. Ele manipulava ventos, e folhas adentrava na casa. — Na Duca Tuas, Animos!_ a garota repete, e cada vez mais forte, e com mais presença. Cada vez mais, folhas adentravam na casa, e uma forte e incontrolável ventania explodia do lado de fora. — Na Duca Tuas, Animos!_ a garota parou e abriu os olhos. Nada havia acontecido. Stiles continuava deitado sobre o chão. Impotente. Imóvel.

-Eu não entendo..._falou a bruxa pra si mesma. Ela havia feito certo. Assim como fez com Jeremy, por mais de uma vez. O que estava errado dessa vez?

- É muito simples minha querida._ uma voz falou atrás da garota, assustando a. Ao se virar a Bonnie se depara com a avó de pé ao seu lado. — Esse feitiço é pra reanimar humanos, e Stiles, não é mais humano. _ explicou a mulher com um brilho triste nos olhos. — Eu avisei a ele, Bonnie. Aquela magia era forte demais pra ele.

- Mas ele estava tentando nós proteger._ a garota gritou olhando pro nada, e todos olharam a, assustados. Enzo se aproximou e tocou o ombro da namorada.

- Hey amor. Está tudo bem._sussurrou o vampiro acariciando os ombros da bruxa. Tentando confortá-la. Ele não era muito fã do jovem Stilinski, mas o respeitava, às vezes. E depois que soube que ele era parente da namorada, consideraria parar de infortuná-lo. Talvez, até defendê-lo de Damon. Talvez.

- Não._Bonnie suspirou virando se pra ele. ele tinha uma lágrima presa no olho esquerdo — Não está._ conclui a garota limpando seu rosto, por onde a lágrima solitária escorria. — Você está errada vovó. Eu posso trazê-lo de volta._ rosnou a garota, afastando Enzo um pouco, e se voltando para o castanho. Derek se debatia violentamente tentando se livrar de Edward, Bella, Emmett e Jacob.

- Fique calmo Derek._pediu a garota dando uma última olhada no lobisomem. — Vou trazer o Stiles de Volta.

- Phasmatos Tribum, Exum Sue, Redem Su, Pas Quo!_ Bonnie sabia o que precisava fazer. Era arriscado, mas era preciso. Talvez pudesse causar mais estragos, talvez atrapalhasse na transição de Hibrido Original do castanho, mas ela precisava fazê-lo. E já havia feito.

- Bonnie, o que você fez?_ Enzo a olhou assustado.

- Retirei a magia do Stiles, e preciso reanima-lo, agora que ele é só um humano._respondeu a garota colocando a mão sobre o peito do castanho e recitando o encantamento.

- Derek...

                                                          ***

Beacon Hills High School

- Acho que você não devia fazer isso._ Derek comenta sentado no banco do motorista, enquanto olhava para a entrada do colégio. Stiles se vira pra ele e sorri.

- Vai ficar tudo bem, Derek._ o castanho tenta tranquilizar o namorado, que não parece nada convencido do que o outro dizia.

- Não sei não Stil._ o moreno deslizou uma de suas mãos obre as do castanho e a segurou, enquanto passava a outra no rosto do menor. — Você não tem mais acesso a sua magia. A Bonnie, ainda não sabe o que aconteceu... Talvez devêssemos voltar._ insistiu o maior encarando o menor. Seus olhos verdes estavam carregados de tristeza, e receio. Stiles via isso. E ele também sabia que o moreno estava pensando na noite de ontem. Ele queria poder apagar aquelas imagens da cabeça de Derek, tirar dele aquela dor. A dor que ele sentiu quando o viu caído no chão. Quando ouviu Carlisle dizer que ele não havia pulso. A dor que sentiu ao se dar conta de que o havia perdido.

Stiles queria livra-lo daquele frio que o tirava do chão. Ele queria substituí-los por bilhões e bilhões daqueles sorrisos, que ele deu ao vê-lo se levantar de uma vez só e gritar por seu nome. Por outros milhões de beijos, como aqueles que o castanho havia recebido, quanto o maior enfim havia se livrado de Edward e Emmett. Por mais milhões de Eu Te Amo, que ouviu, enquanto se sentia apertado e sufocado, com seus abraços e suas lágrimas de felicidade.

- Sobrevivi ao colégio todos esses anos sem magia. Posso muito bem continuar assim._ explicou o castanho livrando uma de suas mãos e tocando o rosto do maior. Derek tinha o olhar cansado. Muitos de seus amigos pareciam assim, mas Derek parecia pior. Stiles odiava o fato de que ele é quem deixava o lobo assim. — Vai ficar tudo bem, amor._ sussurrou o castanho se aproximando mais do moreno. — Vai pra casa. Faz a barba. Corta esse cabelo, e dorme um pouco._ ordenou o castanho com a voz calma. — Descanse. Daqui algumas horas, estarei de volta._ concluiu o castanho dando um selinho no namorado.

- Mas Stil, eu...

- Pode deixar, eu cuido dele._ Derek e Stiles saltaram pra cima assustados, quando uma nuvem de fumaça avermelhada explodiu no banco de trás do jipe.

- Merda._ Praguejou Derek, rosnando para o garoto de cabelos loiros platinado e olhos violeta sentado na banco de trás.

- Eu juro que acabo com você, se fizer isso de novo, Albert._ falou Stiles fuzilando o garoto de 17 anos, que sorria divertido com um saco de pipocas nas mãos.

Flashback On

- Stiles, meu amor, você me deu um baita susto._ fazia mais de 15 minutos que Derek estava com o corpo de Stiles espremido contra o seu. O maior não planejava soltar de forma nenhuma.

- Derek está me sufocando._o menor resmungava, mas o moreno não estava nem ai. Ele só sentia que não deveria soltar. Nunca mais.

- Ele esta acordando!_ anunciou Magnus, chamando a atenção de todos para o intruso, que se levantava desnorteado.

-Ai!_ resmunga o outro segurando a cabeça.

-Quem é você?_ Magnus pergunta, já preparado para se defender se fosse preciso. O outro ergueu a cabeça e suas feições mudaram. Ele era apenas um garoto de 17 anos, cabelos loiros platinados e com olhos cor violeta.

Derek se levantou do chão, e puxou Stiles consigo. Quando o garoto olhou para o castanho, o moreno rosnou, e o envolveu de forma protetora.

- Relaxa lobinho, eu não quero machucar ele._ falou o garoto ainda resmungando com a mão na cabeça.

- Bom, então quer dizer, que jogar as pessoas de um lado pro outro, faz parte do seu plano de não machucar?_ perguntou o castanho de forma irônica.

- Gostei de você._ sibilou o garoto. — Você é engraçado, menos quando me chama de fedorento.

- Mas você é._afirmou o castanho correndo e se escondendo atrás de Derek, quando o outro começou a se transformar em fumaça outra vez.

- Chega disso, eu quero saber quem é você!_ Jace estendeu sua lamina Serafim, atraindo o olhar do outro pra si.

- Shadowhunters, sempre exibindo seus brinquedinhos reluzentes._o garoto suspirou fingindo cansaço enquanto voltava a sua forma de adolescente.

- Meu nome é Albert Becker._ se apresentou o garoto, olhando para todos na sala.

- Tá bom, Albert, e o que esta fazendo aqui?_ foi Magnus quem perguntou.

- Estou atrás do meu irmão._ respondeu o garoto olhando para Magnus. Ele tinha os olhos fixos no feiticeiro como se procurasse algo.

- Quem é seu irmão? E o que ele faz em Beacon Hills?_ Alec deu um passo à frente e Magnus o segurou pelo braço, olhando o cauteloso.

- Alguém, me diz porque esse cara ainda está vivo?_ Damon resmungou se levantando do sofá, todo bagunçado.

- Queremos informações dele._ Stiles responde ainda atrás das costas de Derek.

- Eu não estou falando dele._ resmungou Damon caminhando na direção do castanho. — Estou falando de você._ concluiu o Salvatore erguendo o pela gola da camisa, como se fosse um bichinho chato de zoológico.

- Vai se ferrar seu babaca._ xingou  castanho acertando no joelho.

- Vocês dois querem calar a boca._ Elena fala furiosa e retira Damon de perto de Stiles.

- Não sei muitas coisas sobre ele._ falou Albert. — As únicas pistas que tenho, é que ele, assim como eu, é filho de um demônio maior. Asmodeus. Nossas mães, ambas se mataram quanto ainda éramos crianças. E que ele é conhecido como o Alto Feiticeiro do Brooklin._ o garoto olhou ara Magnus que parecia incrédulo.

- Eu não tenho irmãos. Tá, por parte de pai, talvez eu tenha um Zilhão, mas idaí. O que você quer?

- Que me ensine a controlar meu lado demoníaco.

                                                                        ***

- Você não devia estar em casa?_ Stiles perguntou enquanto parava em seu armário com Albert em sua cola.

- Sim, e você também._ respondeu o garoto retirando o óculos para dar uma olhada rápida no traseiro de um garoto que passava por ali, a intensidade da cor de seus olhos havia diminuído, graças a um feitiço. Mas todos não paravam de encarar o garoto novo.

- Eu tenho aula. Você não._ retrucou o castanho parando e olhando o diretamente. Albert se aproximou enfiou as mãos no armário do castanho, olhou para trás  pra ver se vinha alguém e estralou os dedos ascendendo uma chama avermelhada nas mãos.

- Pronto._ sorriu ele. Pegando um horário, dois um cadernos e um livro do armário de Stiles e saiu pelo corredor sorrindo.

“Merda”!_ pensou o castanho. “Isso não vai prestar”.


Notas Finais


E então.. Como está indo a historia gente.
vc sa cham que perdeu a empolgação? Tá mais parada?
Tipo, eu tô achando que não está agradando muito, pq os comentarios cairam bastante.
Mas, muito obg á aqueles que continuaram aqui comigo. É por vcs que me esforço o máximo.
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...