História How Can I Trust You? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Megan Fox
Personagens Justin Bieber, Megan Fox, Personagens Originais
Exibições 7
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteii💕

Capítulo 5 - Why?


Fanfic / Fanfiction How Can I Trust You? - Capítulo 5 - Why?

Na manhã seguinte, saímos do hotel e voltamos para casa. Eram 10:30 da manhã, Nick me abraçou. 

-Eu pensei que algo tinha acontecido -Ele disse aliviado.

-Eu estou bem -Disse rindo 

Subi as escadas, dei a toalha do Justin que foi tomar banho no banheiro do Nick. Tomei um bom banho, lavei o cabelo. Ao sair, sequei meu cabelo, fui até o closet e escolhi um jeans normal pra ficar em casa mesmo é um camisão preto do Mickey meio rasgado que eu tinha. Desci as escadas e me juntei aos meninos no sofá. Assistimos a alguns filmes, até chegar a hora do almoço. Fiz um macarrão a bolonhesa pra gente, e logo almoçamos. De tarde, recebi uma mensagem da Lauren. 

"Meg, hj de noite, vms em um racha? Trás o Bieber se vier" 

Avisei o Justin onde iríamos e ele me olhou torto.

-Eu nunca fui em um racha Meg. 

-Relaxa, é divertido. 

-Que horas que é? -Ele perguntou 

-23:00, são 14:30 ainda Bieber. 

-Ata. 

-Preparação psicológica é? -Dei risada 

Ele bufou e riu logo em seguida. 

Durante a tarde eu fiquei literalmente no tédio, sem nada pra fazer, até porque depois que o Matt "morreu" paramos de fazer tantos roubos assim. 

Por volta das 21:30 entrei no banho, sem lavar o cabelo mesmo pois já tinha lavado, fui até meu closet enrolada na toalha, sentei na penteadeira que havia dentro dele. Comecei passando uma base no rosto, corretivo, pó compacto, bronzeador, iluminador, logo depois fiz um esfumado preto no olho, corrigi as sobrancelhas e coloquei cílios postiços. 

Ao terminar a maquiagem, levantei e fui escolher minha roupa. Escolhi uma mini saia de couro preta, com um fecho dourado do lado, e um cropped preto decotado que me valorizava. Me olhei no espelho, vi que estava em ótima forma. Coloquei um salto preto mais baixinho, e sai do quarto. 

-Porra Megan, já são 22:45 -Justin gritou. 

Eu comecei a rir. Desci as escadas, os dois me olharam. 

-Voce vai sair assim Megan? -Nick perguntou.

-Me mira mas me erra, maninho. -Eu ri 

Justin me olhou de cima a baixo.

-Essa saia tá muito curta Meg. 

-Ih gente me deixa. 

Sai andando na frente, entrei no carro, fui dirigindo descalça, ao chegar lá calcei os sapatos novamente e desci do carro. Encontrei as meninas, só escutava os assobios e elogios, eu me sentia muito gata.

Sentamos no banco. Um grupo de 3 garotos veio e se juntaram a nós, começamos a conversar, eles eram pilotos do racha. Lauren já estava de agarrando com um deles, assim como Ally. O outro estava insistindo pra ficar comigo, mas eu não queria. 

-Beleza, desculpa insistir. Então vamos ali só pra mim te pagar uma bebida então?

Aceitei e sorri. Fui com o garoto e ele me comprou um drink, bebi e ficamos conversando. O garoto me agarrou do nada, me dando o maior beijão. E não é que beijava bem pra porra? Mas e o Justin? Ah a gente nem namora. 

O garoto apertava minha bunda de um jeito agressivo, me afastei dele, que ficou com raiva e saiu de perto. Justin estava de longe, olhando. Quando o vi, ele virou a cara e saiu andando. Fui atrás dele, agarrando o braço dele.

-Justin, o que foi? Onde você vai?

-Nao foi nada Megan, eu vou pra casa.

-Voce nem sabe como chegar em casa.

-Eu descubro. 

Ele foi andando, quando chegou perto do carro eu o parei.

-Justin!!!!!! 

-O que foi porra? -Ele disse grosso.

-O que aconteceu? 

-Voce ainda pergunta? Vai se fuder, Megan. 

-Ta assim por causa do garoto? Justin, a gente não namora. 

-Tá bom Megan, me deixa em paz. 

-Nao Justin! Você não sabe chegar em casa, se você for eu vou também. 

-Caralho você não desiste mesmo. 

Eu entrei no carro e estava dirigindo pra casa, e conversando com o Justin.

-Mas a gente não tem nada sério.

-Voce não entende, Megan.

-Entao me explica.

-Voce não vai entender e vai rir de mim.

-Agora você não confia mais em mim?

-Voce quer que eu confie em você sabendo que você é uma das maiores traficantes que existe nessa cidade? Sério?

Eu o olhei furiosa. 

-MEGANN!!!!! 

Foi o que eu ouvi antes de tudo ficar preto pra mim. 

(...)

Acordei no hospital, pelo que eu podia ver. Nick e Lauren estavam do lado sentados, e logo que me viram chegaram perto.

-Megan! Você tá bem!

-O que aconteceu? -Perguntei confusa

-Parece que você estava dirigindo e não viu o caminhão vir. Ele acertou o carro em cheio. Graças a Deus não te machucou muito. 

-Cadê o Justin? 

Eles se olharam.

-CADÊ O JUSTIN?! 

Nick se aproximou. 

-Megan.. o caminhão acertou o lado em que o Justin estava. Ele está em estado grave, ainda não acordou. 

Meus olhos se encheram de lágrimas, meu corpo tremia. O eletrocardiograma começou a bipar rapidamente, eu mal conseguia respirar. As enfermeiras vieram e colocaram máscara de oxigênio. 

Depois de um tempo respirando melhor, consegui me acalmar. 

-Eu posso ver o Justin? -Perguntei a enfermeira.

Ela assentiu. Fomos até o quarto dele, ele estava todo machucado, cheio de cortes, entubado. Meus olhos se encheram de lágrimas novamente. Pedi um minuto a sós com ele. A enfermeira fechou a porta do quarto. Peguei na mão fria de Justin e comecei a falar:

-Eu sei que provavelmente você não está me ouvindo agora... mas mesmo assim eu queria te pedir desculpas, pela briga que tivemos antes disso acontecer, até agora eu não sabia a importância que você tinha na minha vida, e eu percebi que é muita. Me desculpa por não ter aceitado isso antes, me desculpe por não ter sido a melhor pra você nesse tempo, mas eu sei que temos uma vida juntos pela frente, e que nada vai impedir que isso aconteça. Hoje eu só queria que você acordasse e estivesse aqui, comigo, me abraçando e dizendo que tudo vai ficar bem. Justin, meu amor, eu nunca percebi isso até hoje, desde o dia em que a gente se conheceu... eu te amo, Justin. Não me deixa, por favor. 

Quando percebi já estava chorando, abri a porta e fui até meu quarto no hospital. Me avisaram que na parte da noite eu teria alta. 

Peguei meu celular e comecei a ver as fotos minha e do Justin, Nick e Lauren me olhavam, eu olhei pra eles que me olhavam confusos.

-Eu o amo. -Eu disse baixinho, e dormi.

(...) 

Na parte da noite, fui pra casa com o Nick. Eu estava destruída, simplesmente deitei e esperei o dia clarear.

Logo de manhã, fui no hospital visitar o Justin. Os médicos me disseram que não havia tido nenhuma melhora. Mas que dentro de algumas horas os remédios poderiam começar a fazer efeito. Eles me disseram que ele estava sob coma induzido, era apenas um sedativo para amenizar a dor. 

Sentei ao lado dele e fiquei. Logo o eletrocardiograma começou a bipar rapidamente, os médicos entraram correndo e mandaram eu sair. 

Alguns minutos depois, uma enfermeira saiu da sala. 

-Quem é a acompanhante do Sr. Bieber?




Notas Finais


Continuaaa😀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...