História How could I not fall in love with you? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Pretty Little Liars
Exibições 46
Palavras 775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, eu sei que vcs me conhecem da outra fanfic, mais essa não tem nada haver com a outra, então espero que vcs gostem.
P.S. A cidade Mouton Bre, não existe, eu inventei. E antes que vc pense, a América, não é a America de A Seleção, ela tem algumas características, mais ela não é a America.

Capítulo 1 - Morar com meu pai?


Fanfic / Fanfiction How could I not fall in love with you? - Capítulo 1 - Morar com meu pai?

P.O.V. América 

Eu acordei com dor de cabeça, decidir ir tomar um remédio, quanto estava na porta da cozinha, ouvir minha mãe falar com Indie.

— E se elas não aceitarem? América com certeza vai dar trabalho - ouvir a voz da minha mãe falando com Indie. (a América é a primeira na foto acima)

Minha mãe está nervosa, tá falando com Indie desesperada, aliás pra você que não sabe, minha mãe é lésbica, na verdade ela é bissexual, pois antes se casou com meu pai, Indie entrou nas nossas vidas a uns três anos, ela é ótima, minha mãe no começo ficou com receio de nos contar, sim eu tenho um irmã, na verdade eu tenho três, uma é minha irmã gêmea, mais ela não se parece nem um pouco comigo,somos irmãs fraternas, ela tem cabelos castanhos e olhos castanhos, e eu sou ruiva com olhos verdes.

— Se acalma amor, vai dar tudo certo, lembra que agente tá programando essa viagem faz tempo - falou Indie - tá na hora de contar pra elas.

— Contar o que? - falei entrando na cozinha.

— Minha filha, você já acordou? - perguntou minha mãe, toda desconcertada.

— Não mãe, ainda tô dormindo - falei com ironia - Para de me enrolar, conta o que tá acontecendo.

— Eu e Indie decidimos viajar, estamos planejando viajar pra França faz tempo - falou minha mãe se atropelando toda.

— Mais não tem como eu e a Lucy deixar a escola agora, não vai dar certo - Lucy é a mais nova de nos quatro, minha mãe olhou pra Indie, e foi ai que eu entendi, nós não vamos com elas, a viagem é só pras duas (a Lucy é a segunda na foto acima) - Vocês vao viajar, só vocês, com quem eu e a Lucy vamos ficar?

— Com seu pai - falou Indie 

— Como? Não, não mesmo, aquele cretino abandonou agente, vocês duas acham mesmo que vamos nos dar bem com a esposa dele e a filha ridícula dela? Não vou morar com eles - eu não ia mesmo.

— América, tenta entender, você precisa colaborar, eu já conversei com ele, tá tudo certo James disse que tudo bem, ele a te ficou animado - falou minha mãe, tentando consertar as coisas.

— Eu não vou ficar com ele, eu posso ficar com a Sophie, ela receberia agente de bom grado - Sophie é a minha irmã mais velha, a mais velha de nós quatro, ela tem um marido e dois filhos.

— Querida, escute, não vou incomodar sua irmã com isso, ela tem família, vocês iam dar trabalho. Você e sua irmã vão ficar com seu pai mesmo - falou ela

— Não, eu NÃO VOU FICAR COM ELE, nem com ele, nem com a Joyce, nem com a Júlia, a filha mimada daquela idiota da Joyce - eu já estou gritando.

— Você vai sim, e ponto final América, suba acorde sua irmã e vá arrumar as malas - minha mãe também está gritando.

Foi quando aareceu na cozinha, com uma cara sonolenta.

— Que gritaria é essa? Aposto que acordou a vizinhança inteira - sua voz estava bem sonolenta.

— A nossa querida mãe, decidiu viajar, e vai nos deixar com o nosso pai, aquela esposa chata dele, e a filha dela - falei com raiva, eu odeio as duas, embora Joyce sempre tenha sido legal comigo, eu não gosto dela, nem da Júlia, a menina é muito mimada.

— O que? Não acredito, que legal - falou Lucy animada.

Lucy era muito nova quando meu pai saiu de casa, minha mãe e ele se separaram, e eles são amigos e tal, ele disse que ia continuar nos vendo, que nada ia mudar, eu só tinha 10 anos quando ele foi embora, eu e a Katie, minha irmã gêmea, e a  Lucy tinha apenas 8 anos, o nosso pai nos deixou pra de casar com a Joyce, ele se mudou pra um cidade pequena, lá na  Inglaterra , se chama Mouton Bre,  eu o odeio, e odeio ela por isso.

— Não, não é legal - falei zangada - É terrível, mãe você não pode me obrigar a ir.

— Claro que posso, tanto posso como vou - falou ela - Vão meninas, arrumar a mala, eu já comprei as passagens, o voou é daqui a a 6 horas. Não quero mais discutir sobre isso, vocês vão e ponto final.

Fui arrumar minhas malas com muita raiva, coloquei  minhas roupas dobradas, coloquei meus calcados. E quando terminei de arrumar, decidir me sentar na cama, e refletir como séria daqui pra frente, daqui a 6 horas eu estaria entrando em um avião, pra ir pra uma cidade onde eu teria uma nova vida.




Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Se gostaram cometem, pra mim saber.
Gente olha essa América, é diferente da America que conhecemos, ok, elas tem umas coisas parecidas, que vcs só vão descobrir ao longo da fic.
Um bj gente, e ate o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...