História How could the obvious be ignored? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce
Exibições 74
Palavras 1.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Bishoujo, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii, nesse capitulo vai ter P.O.V de vários personagens <3
Espero que gostem ^^

Capítulo 5 - Sentimentos confusos...


Fanfic / Fanfiction How could the obvious be ignored? - Capítulo 5 - Sentimentos confusos...

P.O.V Armim.

Acordo com Alexy me sacudindo.

- Heyy Armim, acordaa, estamos atrasados. 

Me levanto contra minha vontade, vou para o banheiro faço minhas higienes e visto a primeira roupa que encontro, pego meu PSP e minha mochila, desço pego uma maça e saímos para a escola. Olho no relógio do celular e descobro que Alexy me enganou, e que, ainda faltam meia hora para começar as aulas.

- Você tá de brincadeira, né Alexy? - Falo olhando incrédulo para ele.

- Então... A Rosa não vai ir a aula hoje, ai que queria ir buscar a Amy, e você vem comigo, anda... - Continua Alexy.

Amy... Desde que ela chegou já não sou mais o mesmo... Ando tendo sentimentos confusos que nunca tive por ninguém... Alexy disse que eu estou apaixonado por ela... Mas não sei ao certo se é paixão...
Alexy me tira de meus devaneios avisando que chegamos na casa dela. Ela aparece na porta, ela está vestindo uma camiseta clara, uma calça preta, coturnos pretos e uma jaqueta de couro, está tão linda que mal consigo tirar meus olhos dela, na verdade ela está sempre linda, mas hoje ela está ainda mais... Essa garota meche com meu psicológico...

 P.O.V Amy.

Ouço a campainha e corro para a porta, Alexy e Armim estão lá. Dou um abraço em Alexy e logo em seguida abraço Armim também (meu Deus, o que me deu hoje?), a julgar pela postura dele, posso dizer que ele não estava esperando que eu o abraçasse, para falar a verdade nem eu esperava abraça-lo, eu e Armim nos separamos e começamos a caminhar em direção a escola.

- Rapazes, acho que vou passar na lanchonete para comprar algo, não tomei café hoje... - Falo.

- Vou com você se você não se importar, digamos que o Alexy não me deu tempo para poder tomar café... - Fala Armim olhando acusativamente para Alexy que faz cara de inocente.

- Okay, vou deixar vocês ai e vou ver se o Kentinho já chegou, se comportem. - Fala Alexy em tom de brincadeira.

- Okay papai - Eu e Armim respondemos em uníssono. Alexy foi em direção à escola gargalhando.

Eu e Armim vamos para o interior da lanchonete, Armim pede um croissant de chocolate e eu peço um muffin de chocolate, vamos para uma mesa, nos sentamos e começamos a conversar sobre assuntos variados.

- O que você vai fazer hoje depois da escola Amy? - Me pergunta Armim.

- Não sei exatamente, acho que vou correr, quer ir comigo? - Pergunto, começando a criar esperanças em passar algum tempo a mais com ele.

- Não sei não, não curto muito sair ao ar livre, sabe? - Fala Armim, destruindo com minhas esperanças.

- Ah, tudo bem. - Falo fazendo carinha de triste.

- AHH, tá bem, eu vou correr com você. - Fala Armim me assustando.

- Sério? Vai ser ótimo. - Falo me animando novamente.

- É... Que horas exatamente? 

- Umas 16:00 seria ótimo, assim o sol não vai estar tão quente. - Falo.

- Okay então, vamos indo para a escola? As aulas começam daqui a 5 minutos. - Avisa-me Armim.

Fomos para escola e a primeira pessoa que vimos foi... Íris. Ela veio falar com o Armim sobre um jogo que o irmão dela pediu para ela pedir para o Armim, vi que o Alexy tava sozinho a apenas alguns passos da gente e fui falar com ele para evitar de matar aquela garota.

P.O.V Íris.

Avistei o Armim chegando com a Amy, meu Deus, esses dois não se desgrudam mais, mas o que é dela está guardado, ninguém vai me impedir de ter o Armim só para mim.

- Oii Armim, você sabe aquele jogo que você disse que estava jogando ontem? Então, meu irmão se interessou e perguntou se você empresta para ele? - Pergunto para ele.  

- Ah, é que eu já emprestei para o Lysandre, assim que ele me devolver eu empresto para ele, okay? - Me pergunta o fofo.

- Claro Armim, obrigada mesmo assim. - Agradeço a ele.

- Tudo bem, vou lá no meu irmão, tchau Íris. - Ele se despede de mim.

- Tchau Armim, nos vemos por ai.

P.O.V Alexy.

Eu e Amy observamos a cena nojenta que é a Íris falando com o Armim, tenho certeza de que se a Rosa estivesse aqui, a Íris não teria mais cabelos. Armim emfim consegue escapar das garras daquela piranha e vem ao nosso encontro.

- O que aquele ser humano nada elogioso queria com você Armim? - Pergunto fazendo cara de nojo.

- Ela queria que eu emprestasse para o irmão dela aquele jogo que eu emprestei para o lysandre ontem - Fala ele dando de ombros.

- Aham sei, na verdade aquela piranha só estava tentando procurar um contexto para poder falar com você - Revido.

O sinal toca, e eu, Amy e Armim vamos para a aula. Me sento ao lado de Kentin como de costume e fico observando Amy e Armim conversando, eles são tão fofos juntos. Quando as aulas acabam eu e Armim vamos direto para casa já que a mãe da Amy veio buscar ela de carro. Almoçamos e eu fui para meu quarto. Mais ou menos umas 15:30 ouvi o Armim saindo do quarto dele.

- Hey, onde o senhor pensa que vai? - Pergunto para ele em tom de brincadeira.

- Vou sair para correr com a Amy. - Responde ele dando de ombros. Quase caiu para trás quando ele responde.

- Você vai sair para o AR LIVRE? Quem é você? O que fez com meu irmão? - Pergunto exageradamente. Ele começa a rir, então,acho o momento perfeito para tocar no assunto. - Dizem que o amor muda as pessoas... E não é que é verdade Armim?

- Alexy, não começa, vou lá, já estou atrasado. - Ele responde se esquivando da minha pergunta. Ah Armim, você não vai conseguir fugir para sempre.

P.O.V Amy.

Coloco uma regata preta, uma legging vermelha e um tênis preto e estou pronta. Armim se atrasa 5 minutos, me fazendo pensar que ele desistiu e nem me avisou.

- Desculpa a demora, - Fala ele assim que saímos para o parque.- é que o Alexy ficou me incomodando e fez com que eu perdesse a hora. 

- Haha, o Alexy é sempre tão comunicativo assim? - Pergunto à ele.

- Se com comunicativo você quer dizer chato, sim - Responde o Armim de brincadeira.

Continuamos conversando sobre assuntos aleatórios em quanto corríamos, depois fomos para casa e minha mãe insistiu que o Armim ficasse para tomar café, ela deu algumas roupas velhas do papai para o Armim poder tomar banho, fui tomar banho no banheiro do meu quarto, depois botei uma blusa de manga comprida listrada de branco e vermelho, um short e uma sapatilha vermelha. Desci para ajudar a mãe a fazer o café mas ela já havia terminado. Ela fez chocolate quente e cookies.
Tomamos café e depois eu e o Armim fomos jogar um pouco na TV da sala, depois eu e minha mãe fomos levar o Armim na casa dele. Me despedi dele com um abraço demorado o que gerou comentários constrangedores da minha mãe na volta para casa.

Jantamos e eu fui para meu quarto e o Armim havia me chamado.

Armim: A cada dia que passa gosto mais da sua mãe kkk :3

Eu: Aposto que ela pensa o mesmo sobre você kkk

Armim: Isso é bom... :3

Eu e Armim ficamos conversando sobre vários assuntos durante horas até que adormeço com o note ainda no colo...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...