História How Deep Is Your Love 2 - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Everon
Exibições 100
Palavras 2.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Salveeeee Desculpa sumi assim mais tive umas coisas pra resolver Bjs e boa leitura.

Capítulo 19 - Apenas fumo por diversão ?


Fanfic / Fanfiction How Deep Is Your Love 2 - Capítulo 19 - Apenas fumo por diversão ?

Terça feira ~ Los Angeles. 4:00 P.M.

Evilyn P.O.V.

Abri meus olhos e uma dor de cabeça que estava me matando. Cheguei ontem de manhã, me enfiei no escritório. So sabia quebra as coisas com raiva. E parece que ontem anoite so chorei. Chorei de raiva, arrependimento. Eu bebi três garrafas de vodka mas whisky. Assistindo filme no quarto, vomitei, dormi. Realmente não estou me reconhecendo. Me sento na cama e escuto meu celular tocando. Era meu pai.

Diga – Atendi.                                

Sabia que seus pais sente sua falta – Grito ele.

Desculpa pai não to bem – Disse me deitando.

Vem pra casa – Disse ele. A Gabi e Travis vai vim com Alisson, apenas nos.

Não sei porque ta morando ai – Disse rude.

Porque a vida e minha e da sua mãe – Disse ele rude. Não sua.

Desculpa – Disse choramingando.

Vou manda seu irmão passa ai pra te busca – Disse ele desligando.

Ok então – Disse jogando celular na cama.

Me arrasto pro banheiro indo toma meu banho, escovando meus dentes. Corri pro meu closet e vestindo uma calça preta colada. Rasgada no joelho. Vesti uma regata branca e moletom cinza. Peguei meu Nike de cano alto branco e o calcei. Fiz uma make básica com batom cor de pele. Coloquei um óculos redondo preto pra esconde a cara de choro. Peguei uma jaqueta de couro preta e vesti. Estava ventando muito. Peguei uma bolsa pequena e colocando celular, carregador e logico meu fone de ouvido. Taquei dois cartão dentro.

EVILYN SEU IRMAO ESTAR DE ESPERANDO – Grito Lucy, cheguei perto dela. Ah você ta ai.

Engraçadinha – Disse beijando a bochecha dela. Vou pra casa dos meus pais, volto mais tarde.

Se ela volta – Disse meu irmão rindo. Nem ta sol, tira isso – Realmente não estava, estava ventando muito e tempo esfrio, estava horrível.

Não to afim – Mostrei língua pra ele e entrei no seu carro.

Ah não tira – Disse ele tirando óculos e vendo meus olhos vermelhos. E coloca.

Idiota – Disse rindo. Cadê as meninas.

Vamos busca elas agora – Disse ele dando partida.

Me virei pra janela e vendo a estrada, não demoro muito chegamos na casa do meu irmão. Sai do carro e corri pra dentro da casa. Gabi estava com um vestido longo florido. Um coque e levando Alisson no colo. Ela estava dormindo. Era a coisa mais linda loirinha dormindo. Segurando um ursinho que aquela coisa deu pra ela. Peguei Alisson no colo e fui pro carro, coloquei ela na cadeirinha e me sentei do seu lado. Peguei o celular e coloquei o fone. Começo a toca ‘’ The Knocks, Matthew Koma – I Wish (My Taylor Swift)’’. Deitei minha cabeça na janela e seguimos viagem para chino hills.

(...)

Estava jogada no sofá da sala assistindo hora de aventura com Alisson, minha mãe e a Gabi estavam fazendo um bolo enquanto meu pai e Travis estavam falando sobre trabalho. E nada mudo, a casa da minha mãe em chino ficava umas 5 quadras da casa da Gina. Sierra estava morando com brent mas pro centro.

Tea – Chamou Alisson.

Eu pequena – Disse olhando pra ela.

Cadê seu lamorado – Ela disse me encarando com aqueles olhos cor de mel.

Ah eu não tenho isso – Disse sorrindo.

Mas o tio Luh falo que você lamora ele – Disse ela sorrindo.

Quem? – Disse sem entender. Do que ela está falando.

Advinha quem estar aqui – Disse a Gabi sorrindo pra mim.

Bateram na porta, a porta ficava na entrada da cozinha. Então não dava pra saber. Sou ouvi grito da minha mãe. A Gabi chamou Alisson.

Como você cresceu – Ouvi minha mãe dizer, não dei bola e me deitei de novo no sofá. Ta parecendo Travis cheio de tatuagem, como estar seus pais e sua irmã já caso, e você ta namorando.

Eita mãe deixa ele respira – Ouvi Travis dizer.

Sim tia eu cresci e a senhora ta muito gostosa tio liam que se cuida – Ouvi alguém dizer, dei risada, quem será. Meus pais estão bem e minha irmã não está casada não graça a deus e sim muitas tatuagem e ainda não to namorando, to atrás dela – Ouvi. Ela estar ai.

Evilyn ta sim – Ouvi meu irmão. Vem vamos pra sala ver Alisson e a Gabi meu pai nossa caralho EVILYN.

O QUE É CARALHO, NÃO VEM ARRANJA NAMORADO PRA MIM NÃO – Gritei Deitada.

Nem eu – Ouvi.

Me levantei do sofá e meu coração começo a dispara, um sorriso no meu rosto foi transformando. La estava ele usando uma camiseta branca grande e uma calça preta e um tênis igual o meu e de boné. Aquele sorriso dele me deixava louca.

DEREK – Gritei pulando do sofá.

Não pula no sofá – Grito meu pai.

Corri até o corredor, ele abriu o braço eu pulei nele, ele me giro e fiquei com minhas penas em volta da sua cintura. Suas mãos segurava minha cintura. Comecei beija sua bochecha. Cheirei seu pescoço e dei um beijo ali. Ninguém viu provavelmente com tamanho do meu cabelo escondendo nosso rosto.

Perai ela não odiava ele – Pergunto meu pai.

Ultimamente ela está amando meus amigos – Disse Travis rindo.

Sentir sua falta – Disse no seu ouvido.

Voltei pra te irrita – Disse ele me dando um selinho.

Chega ne – Grito minha mãe.

Ele me coloco no chão, sorri para meus pais e me soltei dele, ele sorriu e formos todos pro sofá.

Meu deus vai vim com tio Luh não – Disse ele abrindo os braço e Alisson correu pro braço dele.

Calma ai você e o Luh que ela me disse – Gritei indignada. Se não presta – Disse rindo ele sorriu pra mim.

Trouxe presente que me plometeu – Disse ela nos braço dele fazendo todos rirem.

Que isso menina – Grito Gabi abraçando ele.

Aprendendo com o pai – Disse Travis rindo.

Mais ai Derek quantos anos sem te ver – Disse meu pai. Fiquei sabendo que ta levando a vida nas músicas como Travis, até comprei seu álbum no itunes.

Oh tio liam não faz isso comigo – Disse ele sorrindo.

E pequena seu presente ta no carro depois sua tia vai lá pega – Disse ele piscando pra mim.

Vou ver como estar o bolo – Disse minha mãe. Fica pra jantar Derek com a gente.

Eu vi rapidinho porque Travis pediu – Disse Derek. To me mudando pra los Angeles deixei tudo pra lá e vim pra cá ver vocês.

Awwn – Fez meu irmão. Eles não precisa sabe da nossa relação.

Não contei amor – Disse Derek abraçando o Travis.

Ei meu pai – Grito Alisson e todos riram.

Minha mãe foi pra cozinha com a Gabi e meu pai e Derek estava conversando. Travis brincava com Alisson até que telefone toco e meu pai saiu pra atende.

Tea busca meu plesente – Disse Alisson.

Ta bom – Disse me levantando e Derek entrego a chave pra mim.

Sai de casa e escutei Derek falando que iria me ajuda. Abrir o carro vendo uma caixa rosa. Abri era uma casa de boneca. Sentir uma mão na minha cintura, me virei sorrindo.

Será que tem como me beija logo to morrendo por dentro – Disse ele me encarando.

Não sei porque não fez isso antes – Disse dando ombro ele selou nossos lábios.

Não fumei hoje so pra vim aqui –Disse ele me soltando entro no carro pegando a caixa.

Ah ta morrendo né – Disse rindo ele me deu um selinho.

Pensa – Disse ele revirando os olhos. Hoje anoite que sai comigo.

Depende do lugar – Disse pegando a caixa dele.

Cinema depois uns pega ai nos vai toma milk shake e se pega de novo, te levo pra sua casa e se pegamos na sua cama o que acha – Disse ele sorrindo.

Adorei – Disse sorrindo e sai correndo pra não desconfia. Alisson o tio Luh te mando olha.

E o que e o que – Gritava ela pulando e abriu. AAAAH BONECA UMA CASA VOVO OLHA MAMAE O TIO LUH ME DEU – Gritava ela pulando e abraço o Derek. Obrigado.

Foi nada princesa – Disse ele.

Eai fica pra jantar – Disse sorrindo pra ele.

Kyle e Alec precisava de mim com a mudança – Disse ele mexendo no cabelo. Mas eu fico.

Mae coloca mais um prato ele vai fica – Gritei indo pra sala.

Ah que bom – Grito ela sorrindo.

Onde fica o banheiro – Pergunto ele.

O banheiro daqui de baixo ta em reforma – Disse meu pai. Tem um no corredor e tem nos quartos.

Leva ele lá filha – Grito minha mãe, mal ela sabe que ele estava querendo isso mesmo.

Ah vou te mostra meu quarto – Disse baixo. Vou leva ele lá.

Geme baixo ta – Disse a Gabi rindo.

Vão se fude – Disse rindo e subi ele venho atrás de mim.

Derek P.O.V.

Entrei no quarto do final do corredor, Evilyn se jogo na cama e eu fui no banheiro. Tirei um baseado do bolso e a Evilyn apareceu rindo.

Você não sabe se controla em seu gay – Disse ela rindo, fui pra janela acendendo.

Desculpa meu amor, mas eu preciso – Disse colocando na boca e soltando a fumaça.

Imagina se meu pai te pega fazendo isso – Disse ela sentando em cima da pia. Alguém iria morrer.

Dei risada, lembrando quando o Travis chego com isso na casa dele. Liam sentiu o cheiro e jogo tudo da janela do apartamento onde eles morava em new york. Ele acho que depois daquilo eu e Travis tinha parado. Olhei a Evilyn jogada na cama dela mexendo no celular. Apaguei o baseado e joguei fora pela janela. Soltei a última fumaça. Peguei escova de dentes fechada e escovei meus dentes.

Donzela eu to com fome, to indo – Grito ela.

A não espera – Gritei.

Caminhei até ela, puxei ela pela sua mão e segurei sua cintura encostando ela na parede e beijando seu pescoço e mordendo. Ela coloco a mão no meu peito me afastando. Voltei beija seu pescoço e subindo, ela solto um gemido baixo. Colei nosso corpo e beijando seu lábios. Ela seguro no meu cabelo e puxando com força. Mordi seu lábios, coloquei minha mão por dentro do seu moletom e fui subindo, sentir ela se arrepia. Cheguei no seus seios e apertei fazendo ela arfa e viro a cabeça pra trás, soltando mais um gemido. Voltei ataca seu pescoço, apenas mordia pra não deixa marca mais estava difícil. Ela me ajudo a tira o moletom dela e tiro sua regata e apertando mais seu seios e deixei um chupão, ela solto um gemido no meu ouvido. Voltei beija seu lábios, ela começo anda até a mesinha e sento em cima.

Acho melhor isso acaba – Disse me soltando dela.

Ah não – Disse ela segurando meu rosto. Estava gostando.

Eu também – Disse dando um selinho nela. Mas seus pais não sabe da gente.

Não ah problema a gente conta que se pega – Disse ela saindo de cima da mesa e coloco seu moletom. Esse chupão ta forte em.

Se ta soltinha em – Disse rindo. O que aconteceu pra ta assim.

Agora eu sou livre – Disse ela sorrindo. Dei um fim no último.

Cortando o pé dele – Disse rindo. Nate me conto – Falei e saímos do quarto e descemos – Corta o pé foi pouco que ele merece de verdade.

O nem ai pra ele – Disse ela me dando um selinho.

Mas já acabo – Pergunto Travis sentado na sala com a Gabi. Meus pai foram ali no mercado compra vinho porque você venho pra cá.

Nossa quando e a gente e refrigerante mesmo – Falo a Evy rindo. E não fizemos nada ele foi fuma.

A ta na cara – Disse a Gabi apontando pro pescoço da Evilyn estava marca do meu dente. Super fuma.

Cala boquinha – Disse rindo.

Quinta feira ~ 9:00 P.M.

Lucy P.O.V.

Uma bela quinta com sol lindo hoje, a semana ta acabando e so estou pensando em como vai ser o dia do aniversário do Johnson. Afinal e so isso que todos conversam. Derek volto pra cidade, Cameron se enfio em chino e não que sai de lá mais não. Coitado corto o pé jogando bola em new york? Sei muito bem que a Evilyn empurro ele pra cai em cima da garrafa quebrada. Ele podia processa ela mais parece que dallas ainda ama ela.

Lucy – Grito matt me olhando, faz um tempo que não via ele.

Ah oi – Disse meia tímida.

Aceita jantar comigo – Disse ele sorrindo.

Ah bora – Disse sorrindo. Como amigos sempre.

Talvez seja uma jantar de reconciliação – Disse ele segurando minha mão.

Que? – Gritei.

Sexta feira ~08:00.

Evilyn P.O.V.

Abro meus olhos e olhando para os lados, ele me deixo e foi embora, vagabundo. Sorrir me sento na cama e lembrando das cenas que tive com Derek. Sim dormi com ele pela terceira vez, ah meu deus o que esse menino ta fazendo com a minha vida?

Evilyn – Grito a Lucy.

Não grita – Disse baixo e ela entro no quarto.

Derek saiu daqui era umas 6 da manhã – Disse ela sorrindo. Caralho seu olho ta vermelho.

Eu soltei umas fumaça ai – Disse me deitando. Como foi o jantar com o matt.

Volto a fuma – Grito ela.

Caralho não grita – Gritei. Perguntei como foi o jantar.

Não se mata com isso – Disse ela, revirei os olhos. Bem sobre o jantar, ah estávamos de boa conversando, falando sobre o futuro até ele pula pro presente sobre nós, acabo que discutimos, mas eu sinto falta dele e ele de mim, ele disse que na festa de amanhã do Johnson eu dou a resposta.

Eu espero que seja sim – Disse abraçando ela. Pequena se ama ele.

E eu amo aquele menino – Disse ela rindo. Você e Derek, vou levanta dessa cama pôs sexo.

Me levantei indo pro banheiro e ela saiu do quarto e realmente meu olho estava vermelho. Mas quem se importa com um olho vermelho sabendo que tenho um homem.


Notas Finais


Comentem aí. Amanhã libero mais ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...