História How I Be The Perfect Selection?{INTERATIVA} - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Tags Interativa, Romance, Selecao
Exibições 32
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


GENTE EU SÔ MT MITO
CONSEGUI FAZER MINHA MÃE ME DEVOLVER O CELULAR ❤❤❤❤

faltam três fichas, mandem msm se já tiverem mandado, pfvr 🌈

Capítulo 8 - Oficialmente Jornalizado


Fanfic / Fanfiction How I Be The Perfect Selection?{INTERATIVA} - Capítulo 8 - Oficialmente Jornalizado

  Acordo com uma batida na porta

-Gabriel?Está acordado?

-Nãããão- digo e ouço uma risada por trás da porta.

-Posso entrar?

-Ãhã - digo com a cara ainda no travesseiro.

Ouço o barulho de chaves e a porta se abre, quem entra é um homem, de uns quarenta anos, Wallace, meu conselheiro. Ele foi amigo de infância do meu pai e ajudou minha mãe a governar até eu fazer os dezoito.

-Bom dia- ele diz abrindo as cortinas.

-Bom dia - disse me sentando.

-Acho melhor você se arrumar logo, sua mãe está uma fera.

-Que horas são?

-Onze e meia.

Me levanto num susto e começo a me trocar.

-Por que não me acordaram antes?

-Você trancou a porta.

Bati na minha própria cabeça com uma mão enquanto penteava o cabelo com a outra.

-Já estão todos lá?- me refiro à transmissão do Jornal Oficial que teríamos hoje. Havia me esquecido.

-A rainha está quase pronta, os meninos já estão com as damas esperando.

-Que horas começa?

-Meio dia e dez.

Gemo enquanto coloco o blazer rosa e arrumo a gravata. Todas as quintas feiras temos transmissão do Jornal Oficial, mas hoje eu teria que falar.

Termino de me arrumar e me dirijo com Wallace até o estúdio.Vejo de relance Kile conversando com os câmera mans e sorrio, ele sorri de volta mas logo desvia o olhar.

Kile Peregrine é o melhor apresentador do mundo, nos conhecemos desde criança ele é só três anos mais velho que eu.

Ele apresenta o Jornal Oficial desde os quinze anos, ele tem o dom. Seus cabelos quase chegam aos ombros e ele é o cara mais de boa que eu conheço.

-GABRIEL VOCÊ ESTÁ ATRASADO!- minha mãe grita quando eu entro.

-Bom dia querida.- dou um beijo na sua bochecha.

-Está pronto?Já sabe o que vai falar?

-Sim, estou muito ansioso pelo início da Seleção.

-E?

-Espero poder encontrar minha alma gêmea ao meio dessas damas.

-E...- ela disse ajeitando minha gravata.

-Mal posso esperar para saber quem terei a honra de ter no palácio.

-Ótimo- ela sorri - e quando os resultados sairão?

-Creio que depois de amanhã poderemos disponibilizar os resultados.

-Fantástico- ela me deu um beijo na bochecha.

Minha mãe com certeza não é a mais carinhosa, mas ela se esforça. Amo esses momentos que passamos de mãe e filho, afinal eu sou o único em que ela pode se apoiar.

-CINCO MINUTOS!- gritam para nós.

Minha mãe corre atrás dos meninos enquanto eu me sento na minha cadeira. Os meninos sentaram de um lado meu e minha mãe do outro.

Kile arruma o cabelo e entra em cena, sentando de frente para nós.

-Olá senhora Lilian, meninos, Gabe- ele nos cumprimenta.

-Bom dia Kile - minha mãe diz e os meninos também.

Kile levanta e a transmissão começa.

-Boooooooom dia Monforte! Eu sou Kile Peregrine, seu apresentador e hoje tenho a honra de ter presente a família real.

Nos levantamos e aplausos surgiram. Sorri e acenei para algumas pessoas desconhecidas lá da platéia.

-Bom, primeiramente temos as notícias, depois teremos uma entrevista com nossos queridos.

Ele começou a falar sobre coisas como esporte, arte e essas coisas. Procuro sempre me manter informado sobre as atividades musicais de Monforte, mas hoje eu estava só o caco e deixei passar.

-Bem, como todos já devem saber, cartas a todas as garotas entre dezesseis e dezoito anos informando as moças sobre a mais aguardada Seleção do príncipe Gabe.

Ele olhou pra mim e sorrimos ao mesmo tempo.

-Gostaríamos que o príncipe falasse um pouco sobre... Gabriel?

-Ah claro, obrigado Kile.- falo meio distraído- estou muito ansioso pelo início da Seleção.

-Acha que encontrará uma boa Rainha para Monforte?

-Espero poder encontrar minha alma gêmea ao meio dessas damas.Mal posso esperar para saber quem terei a honra de ter no palácio.

-Todos estamos- ele disse - E quando poderemos saber quem são as sortudas?

-Creio que depois de amanhã poderemos disponibilizar os resultados.

-Hora isso é ótimo!- ele falou e depois disse algo que eu não esperava - Espero que possa encontrar o verdadeiro amor.

Depois disso a transmissão correu bem. Kile entrevistou meus irmãos, que disseram estar ansiosos para a Seleção deles.

Ri mentalmente. Se esses garotos tivessem uma seleção seria uma seleção de amantes. Eles demorariam três meses para eliminar ao menos uma das meninas.

Ele também entrevistou minha mãe, que falou sobre como a Seleção dela foi "uma grande oportunidade" e que ela tinha certeza de que essas moças sairiam com amizades e laços pro resto da vida.

Meu sorriso falhou ao lembrar que eu terei que mandar todas embora até sobrar apenas uma. Quatorze garotas seriam despachadas do palácio por minha ordem.

Inspirei e expirei fundo para afastar esse pensamento. Tempo. Eu ainda tenho tempo. Sorrio olhando por essa perspectiva e quando percebo o programa já acabou.

Já vou me levantando quando Kile me dá um abraço gigante e eu devolvo.

-Ky!- digo depois que as câmeras desligam, fazia tempo que eu não ia ao estúdio.

Ele me solta e faz uma voz fina:

-"Creio que depois de amanhã poderemos disponibilizar os resultados"

-Ordens da rainha- digo erguendo os braços em sinal de rendição.

Eu e Kile nos damos muito bem. Eu o considero um irmão, já que ele nasceu aqui no palácio e sempre brincou comigo.

-E aí, já viu algumas das selecionadas?

-Nem a pau!

-Por quê?

-Quero que seja uma surpresa- digo enquanto saímos do estúdio e caminhamos para o meu quarto.

Ele sorri



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...