História How I Met Happiness - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Jason Grace, Nico di Angelo, Octavian, Percy Jackson, Piper Mclean, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Will Solace
Tags Menção Pernico, Solangelo
Visualizações 31
Palavras 522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heeeey

como vão?

eu tenho algumas coisinhas pra avisar antes.

as partes em negrito+itálico são flashbacks

a fic está em processo de criação, portanto se algum capítulo for deletado ou modificado, não estranhem!

Capítulo 1 - Prólogue


Fanfic / Fanfiction How I Met Happiness - Capítulo 1 - Prólogue

  

☆★ ☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★ ☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★ 

Eu poderia dizer que Nico era um garoto comum, com uma vida comum, amigos comuns, mas a última coisa que o tinha era algo comum em meio a sua vida.

 

 

  Nico nunca foi muito sociável, sempre foi muito fechado, até mesmo com sua família. Com um pouco de dificuldade, foi criando laços de amizade e paixões não correspondidas. Mas o momento mais surpreendente e incomum (até mesmo para ele), foi ver aqueles olhos azuis que o encaravam fixamente, como se estivessem o estudando, e o sorriso ladino, mostrando que a situação estava sendo divertida para o que os portava. Nunca, em todos os seus incomuns 22 anos de vida, Nico pensou que uma coisa como essa aconteceria com ele.

 

  Após muita insistência por parte de seus amigos, Nico finalmente levantou da cama e foi se arrumar. Iriam para a inauguração de uma boate para comemorar o aniversário de Piper. Ao chegar lá, Nico se surpreendeu com o tamanho do lugar, mas logo sua avaliação do local fora interrompida por Reyna, que, sorridente, o arrastou até o bar, pedindo dois shots de algo que Nico não sabia o nome, muito menos queria saber. Ele simplesmente queria aproveitar a noite, mas sabia que não conseguiria se estivesse tão tenso, sendo assim, no momento em que os copos foram postos na frente de ambos, ele o virou, sentindo o álcool descer queimando em sua garganta.

  Em um momento da noite, Nico já não lembrava de quantos copos havia virado. Apenas queria saber de dançar com um cara que nunca tinha visto na vida.

  O moreno sentiu mãos fortes em sua cintura, o puxando mais pra perto e sentiu lábios pressionados contra os seus, iniciando um beijo cheio de luxúria e com gosto das diversas bebidas que haviam tomado durante a noite.

 

 

  Quando deu por si, Nico estava deitado em uma cama macia e enorme. Coçou os olhos e ergueu o olhar, focando sua visão num homem bronzeado, loiro e de olhos azuis, que o encaravam como se quisessem ver por dentro de sua alma.

  -Bom dia. –O desconhecido não tão desconhecido assim disse ao ver que havia acordado, recebendo um bom dia sussurrado por parte de Nico, que se encolheu corado ao perceber que estava nu por debaixo dos finos lençóis brancos. –Eu tenho que ir trabalhar agora, tome um banho, o banheiro é ali. Eu trouxe seu café, se estiver com ressaca, tem remédio ao lado do copo. Quando quiser ir é só avisar ao Argos, ele está na sala.

  Nico demorou um pouco para processar o que lhe fora falado, mas, quando ia responder, o loiro já havia saído do quarto, então foi fazer o que lhe foi mandado, calmamente.

 

  E agora lá estava ele, sua camisa de botões delineava perfeitamente seus braços e ombros, seus cachos dourados estavam levemente bagunçados e seu olhar lhe transmitia tranquilidade. “Não” pensava Nico, “Isso não pode ser verdade!”. Mas, para a decepção –ou não- de Nico, podia e era.

 

  Will Solace, o cara com quem foi para cama no aniversário de Piper, era, ninguém mais ninguém menos, que seu chefe.

 

☆★ ☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★ ☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★ 


Notas Finais


Oooi
bom gente, como vcs podem ver, o capítulo ficou bem pequeno. queria ter feito ele maior, mas não consegui, então decidi deixá-lo apenas como o prólogue.

o que acharam? tem algo que pode melhorar?

vou tentar postar o próximo cap na terça, mas talvez consiga antes, depende das minhas aulas.

até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...