História How I Met You - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Doyoung, Haechan, Jaehyun, Johnny, Mark, Personagens Originais, Taeil, Taeyong, Ten, Winwin, Yuta
Tags Doeil, Jaeyong, Jonhten, Nie, Yuwin
Visualizações 191
Palavras 736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drabble, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Thirth Two


— Jaehyunni eu não acredito que realmente seu 'Crush' vai na sua casa! — Falava Taeil, dando pulos animados ao lado de Jung.

— Taeil, por favor. Ele não é meu 'Crush', ok? — Falou já bravo. — Vou começar a te encher também já que Ten também estará lá.

— E o que tem?

— Você gosta dele! Está na cara!

— Do Ten? Nem sonhando. — Riu. — Nós só nos parecemos, e nos entendemos por isso.

— Ah claro. — Revirou os olhos, notando uma paz totalmente diferente ali. — Seulgi e Seungwan realmente estão compartilhando fones?

— Impossível, elas sempre implicam com o gosto musical uma da outra. — Continuou Taeil.

— Elas estão ouvindo a música nova daquele grupo que todo mundo gosta. — Falou o Seo, mostrando que estava ali.

— Olha, se eu intuito era me matar de susto, quase deu certo viu? — Falou Moon, com a mão sobre seu 'Coração'.

— Desculpa aí. — Riu.

— Hey garotos! — Chamou o Tailandês, chegando correndo junto a Sicheng. — Desculpa o atraso, Sicheng tava procurando o livro de matemática dele. Então, Vamos?

— Claro. — Responderam e foram andando.


[...]


A tarde passou extremamente rápido, foram no mínimo duas horas e meia fazendo o trabalho de verdade e então o resto do tempo jogando vôlei no quintal de Jung, os raios de sol já se escondiam ao entardecer indicando a chegada da noite. Infelizmente teriam que encerrar as brincadeiras e voltar para casa, afinal tinham aula no dia seguinte.

Todos cansados, Seulgi e Seungwan jogadas uma em cima da outra, ambas suadas e vermelhas pelas brincadeiras, Youngho e Ten conversando sobre Taeil em um canto, este último que estava no banheiro no momento, e Sicheng e YunOh num canto, rindo um do outro.

— Jaehyunni, me dá um copo de água? — Falou levantando-se.

— Claro, vem comigo Chenggie. — Sorriu, arrastando o outro pelo pulso.

— E esse "Chenggie"? Já tão cheios dos apelidos. — Falou o americano rindo junto ao tailandês.

— Aish, vem logo Chenggie. — Puxou o outro quase o segurando pela mão.

Deu a água como o outro pediu, e esperou-o para irem novamente. Jung observava o Dong de cima a baixo, novamente imerso no Chinês, coisa que não era tanta novidade assim.

— Jaehyunni! Jaehyunni, está dormindo acordado? — Riu, acenando na frente do maior.

— Não, não estou. — Riu. — O que foi?

— Quer água?

— Quero..

— Então toma. — Jogou o restante da água na cabeça do Jung, molhando o mesmo.

— D-Dong Sicheng! — Gritou rindo e jogou a água que estava na garrafa ao seu lado no corpo do menor, o fazendo rir alto também.

Começaram uma espécie de combate corporal ali, tentando um derrubar o outro na poça de água que havia se formado embaixo de ambos. Até que por fim, Sicheng conseguiu derrubar o Jung, ficando por cima de si e o forçando a ficar no chão.

Então ali ficaram, Jung deitado com as costas no chão e joelhos flexionados e Sicheng sentado em sua pelve encostado em seus joelhos, ambos molhados por conta das brincadeiras, a visão que estavam tendo era no mínimo excitante. Os risos logo cessaram e deram espaço a um silêncio melodioso, os dois corpos passaram a se aproximar lentamente a medida que Sicheng deitava vagarosamente em cima de YunOh, os rostos cada vez se aproximavam mais e os corações batiam descompassadamente ansiando por aquilo que vinha. Bem, teria corrido tudo ótimo se não...

— Sicheng, sua mãe chegou, ela tá chamando você e Ten para... — Moon congelou ao ver a cena ali na sua frente. — Irem para casa...

— Ah, tudo bem. — Coçou a nuca, corado e envergonhado com aquilo que Taeil havia visto. — Hey, Jaehyunni, nos vemos amanhã.. — Sorriu tímido, deixando um breve selar na bochecha de Jung e levantando-se correndo.

— Cara, o que houve? — Perguntou o mais velho, ajudando YunOh a se levantar.

— Ele me levou pro chão.. E nós quase nos beijamos... Nós quase nos beijamos! — Falou incrédulo. — Hyung... Eu acho que gosto de garotos..

— Sempre soube. — Riu. — Estamos te esperando, ah aliás, cuida desse 'probleminha' aí que eu te cubro..

— Que probleminha? — Perguntou confuso.

— Suas roupas...E também..

— E também....? — Notou o olhar de Taeil, e logo direcionou seu olhar para o mesmo lugar, percebendo um pequeno volume a mais que havia se formado em suas calças. — Ah...Merda. — Correu para o banheiro, ouvindo Taeil rir de si.


Notas Finais


Isso já aconteceu comigo+um menino que eu gostava foi loko kkjkkkjjkkj

Gente vocês tão acompanhando os teasers do Dreambonde? Aquele "nós seis" da carta do Mark me deixou GRRRRRRRRRR até agora

GENTE!!!!!!1!1!1!!1 VOCES VIRAM QUE O JAEMIN SAIU DO PORÃO? AHHHH EU TO TAO FELIZ

A SM POSTOU UMA CARTA E FOTO DELE POR CAUSA DO ANIVERSÁRIO DELE EU TO TÃO AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Valeu pelos favorito, pelos comentário, eu amo vocês tá <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...